Malawi com novidades


hjsm

Recommended Posts

Boas,

Não sei o que aconteceu ao topico onde tinha a evolução deste aquario, mas não faz mal.

 

Aqui ficam as novidades o casal Aulonocara com boca cheia.

Aspecto geral

P3020121.jpg

P3020122.jpg

 

Casal Aulonocara

P3020127.jpg

Femea ainda muito timida

P3020128.jpg

P3020130.jpg

 

Casal Labidochromis caeruleus

P3020129.jpg

Edited by hjsm

Cump's

HJSM

Link to comment
Share on other sites

Se são Mbunas que especie é?
Com essas cores é muito difícil, para não dizer impossível, adivinhar o que são... Só te posso garantir que são mbunas (provavelmente cruzados)

 

Tira umas fotos com nitidez ao macho e coloca na área dos ciclídeos não identificados

Cumprimentos,

 

Paulo Duarte

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde,

 

 

é exactamente por este tipo de situações que a PESQUISA se torna fundamental! De outra forma, julgamos o que não temos e enganamos os outros menos experientes....

 

 

Como já foi referido, esses peixes nada têm a ver com peacoks (aulonocaras) e a sua identificação deixa margem para dúvidas. Os únicos peixes que tens como certo são os Labidochromis Caeruleus.

 

Se quiseres colocar um tópico para identificação de espécie fá-lo no sítio mais indicado (Ciclídeos não identificados) e, por favor, tenta não apagares as fotos no servidor que as mantém porque senão ficas com os tópicos que criaste sem fotos nenhumas (o que por vezes os torna inutilizáveis e passíveis de serem eliminados).

 

 

Um abraço,

Marco D'Oliveira Monteiro

APC #195

 

Meu Blog

Link to comment
Share on other sites

Sobre a questão das fotos, foi mesmo um lapso.

 

Hoje fiz as medições dos parametros dos aquarios e pretendia a opinião dos mais conhecedores na materia.

 

PH 9

KH 6,5

GH 13

NO2 0

 

Alguma coisa a rectificar?

Informo que fiz TPA ontem, como todos os Domingos.

Cump's

HJSM

Link to comment
Share on other sites

Sobre a questão das fotos, foi mesmo um lapso.

 

Hoje fiz as medições dos parametros dos aquarios e pretendia a opinião dos mais conhecedores na materia.

 

PH 9

KH 6,5

GH 13

NO2 0

 

Alguma coisa a rectificar?

Informo que fiz TPA ontem, como todos os Domingos.

 

 

Boas,

 

 

esse pH está demasiado elevado para Malawi!! Se fosse num Tanganyika justificava-se.... Um máximo de 8.5 será mais do que suficiente.

 

 

Abraço,

Marco D'Oliveira Monteiro

APC #195

 

Meu Blog

Link to comment
Share on other sites

Boas,

 

 

esse pH está demasiado elevado para Malawi!! Se fosse num Tanganyika justificava-se.... Um máximo de 8.5 será mais do que suficiente.

 

 

Abraço,

 

Julgo que será das pedras.

ando à procura de umas enertes para trocar pelas calcarias que tenho.

 

Obrigado.

Cump's

HJSM

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Boas,

Hoje fnalmente arrisquei a efectuar o primeiro parto, não foi facil é claro.

Quem já passou por isso está sempre com medo de alguma coisa.

Agora pergunto eu, é normal a femea ficar meio desorientada, ficou de cabeça para baixo junto dos tubos do filtro, onde costumava estar.

 

será que fiz algum mal ao bicho?

 

amanhã já vejo como está.

 

e lá estão 17 peixinhos.....

Cump's

HJSM

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...
Boas,

Hoje fnalmente arrisquei a efectuar o primeiro parto, não foi facil é claro.

Quem já passou por isso está sempre com medo de alguma coisa.

Agora pergunto eu, é normal a femea ficar meio desorientada, ficou de cabeça para baixo junto dos tubos do filtro, onde costumava estar.

 

será que fiz algum mal ao bicho?

 

 

Boas,

 

convém salientar que quando se realiza o stripping fry, é necessário alguns cuidados:

 

- Não magoar a boca da fêmea quando se tenta retirar os alevins;

 

- Fazer algumas pausas, deixando a fêmea descansar, ou seja, deve ser largada durante algum tempo;

 

- Obviamente, demorar o menos tempo possível neste processo que deve ser feito COM A FÊMEA DENTRO DE ÁGUA! (não fiquem surpreendidos porque já vi e assisti a muito disparate!).

 

 

Um abraço,

Marco D'Oliveira Monteiro

APC #195

 

Meu Blog

Link to comment
Share on other sites

Obrigado!

Porquê a necessidade de se fazer em aquários? No seu habitat natural eles não expulsam os pequenotes naturalmente?

 

Boas,

 

 

essa "necessidade" (se é que se pode chamar assim) prende-se com o facto de obtermos um maior número de alevins (praticamente uma taxa de 100%). Por outro lado, a fêmea durante a incubação não se alimenta (salvo raros casos e mesmo quando acontece é em pouca quantidade), enfraquecendo e ficando mais vulnerável, pelo que é importante não descuidar desta situação. A progenitora só largará os pequenotes quando sentir firme segurança, situação que não se afigura facilmente em aquário ;)

 

Um abraço,

Marco D'Oliveira Monteiro

APC #195

 

Meu Blog

Link to comment
Share on other sites