Search the Community

Showing results for tags 'plantado'.

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • REGRAS DO FÓRUM AQUARIOFILIA.NET
    • LER ANTES DE COLOCAR QUALQUER MENSAGEM
  • ÁGUA DOCE
    • PRIMEIROS PASSOS
    • AQUÁRIOS
    • DOENÇAS E PRAGAS
    • INVERTEBRADOS
    • LAGOS, CARPAS E PEIXES DE ÁGUA FRIA
    • PEIXES
    • PLANTAS
  • EQUIPAMENTOS
    • AQUÁRIOS E FISHROOMS
    • CO2
    • DIY (Faça Você Mesmo)
    • ESTRUTURAS E MOBILIÁRIO
    • FILTRAGEM E CIRCULAÇÃO
    • ILUMINAÇÃO
    • MATERIAL DECORATIVO
    • OUTROS EQUIPAMENTOS
    • TEMPERATURA
    • TESTES E PARÂMETROS DA ÁGUA
    • TÓPICOS A MOVER (área temporária)
    • TPA E LIMPEZA
  • ÁGUA SALGADA
    • PRIMEIROS PASSOS
    • ALGAS, ROCHA VIVA E PRAGAS
    • CORAIS
    • DISCUSSÕES GERAIS (Água Salgada)
    • DOENÇAS
    • EQUIPAMENTOS, MANUTENÇÃO, TÉCNICAS E MONTAGENS
    • FOTOS E VÍDEOS
    • INVERTEBRADOS
    • NANOREEFS
    • PEIXES
  • CONVIDADOS / PARCERIAS
    • TOM BARR
  • COMUNIDADE
    • BOAS-VINDAS AOS NOVOS MEMBROS
    • CONVERSA AQUÁTICA
    • EVENTOS E CONCURSOS
    • FOTOGRAFIA, VÍDEO E TRATAMENTO DE IMAGEM
    • OFF-TOPIC E TESTES
    • RESPONSABILIDADE SOCIAL
    • SUGESTÕES E NOVIDADES SOBRE O FÓRUM
  • CLASSIFICADOS
    • NOVA APLICAÇÃO DE CLASSIFICADOS!
    • COMPRAS EM GRUPO
    • LEILÕES
    • FEEDBACK
  • MARCAS, REPRESENTANTES E DISTRIBUIDORES
  • PATROCINADORES
    • LOJISTAS DIVERSOS
  • FEEDBACK DE LOJAS
    • NORTE DE PORTUGAL
    • SUL DE PORTUGAL
    • LOJAS ONLINE

Categories

  • Artigos
  • Bulas de Medicamentos
  • Campanhas em Divulgação
  • Livros
  • Manuais Equipamentos técnicos
  • Posters
  • Programas
  • Receitas

Product Groups

  • Donativos ao fórum
  • T-Shirts
  • Canecas
  • Patrocínios
  • Eventos

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Mail


Localização


Feedback

Found 12 results

  1. Boas, Vou montar um plantado a sério e estive a ver os custos de um sistema de CO2. São MUITO elevados. Felizmente surgiu outra opção: o carbono líquido. Há quem diga que sai mais caro a longo prazo, mas se fizerem os cálculos, tendo eu um aquário de 130 litros reais, não é bem assim. Porque um sistema de CO2 custa mais de cem euros (um fraquito), e depois vêm as recargas... Por outro lado, 500ml de Flourish Excel custam 16 euros e duram por mais de 5 meses no meu aquário. Penso que neste caso é muito mais rentável utilizar carbono líquido. - Para o foreground utilizarei de certeza eleocharis parvula e acicularis em mistura, para fazer tapete. - Mais em segundo plano, hydrocotyle sibthorpioides imediatamente à frente e um pouco entre as dragon stone localizadas do lado esquerdo. Blixa japonica entre as rochas, e imediatamente por traz das rochas rotala wallichii. - Para último plano talvez uma mistura entre rotala green, rotala rotundifolia, eriocaulon setaceum, limnophila aromatica e proserpinaca palustris. Há algum problema entre alguma das plantas e o Excel? Quanto ao layout, tenho um pequeno problema, que é a transição tapete/segundo plano/último plano do lado direito que está desocupado(e assim ficará). Sugestões para efeitos com plantas? (sugiram outras plantas ao vosso gosto, se necessário) Cumprimentos
  2. Olá a todos! finalmente já tenho o meu aqua a bombar. as plantas já chegaram e hoje consegui por tudo a fucnionar, apesar de um dos filtros não me parecer estar a funcionar correctamente (faz mt barulho). amanha com mais calma volto a dar uma vista de olhos nos filtros, hoje já me irritei o suficiente com aquela geringonça. Material: Aquario 240L Luz T5 – 2 x 40W (penso em colocar mais 2 de 40w) Sistema de CO2 TMC e difusor da Aquapro (não tenho bubble counter) Aquecedores: de substracto o Proterm-Basis e um eheim 300L para a coluna de água Filtros: 2 x Eheim Classic 600, meio cheios Substracto: fértil da Nutrasoil Flora: Na madeira : Anubias Minima ; Anubias barteri Nana; Anubias Heterophylla; Anubias Nana e Anubias Saggite Atrás da madeira: Valisneria Gigantea do lado direito do aqua: Cryptocorne wendtii green; Cabomba caroliniana; Hemiographis Exotica; Echinodorus bartii, Echinodorus Bleheri, Lysmachia Nummularia; Alternanthera Lilaciana Fauna: Apenas um inquilino, uma pequena tartaruga (até o ciclo começar) ainda não tenho nada em mente, mas vejam as imagens e digam-me que peixes ficariam bem neste setup. estou aberto a sugestões! não consigo postar fotografias. se alguém tiver tempo que me explique como faço, entretanto fica o link do facebook (acesso público) a algumas fotografias do aquário http://www.facebook.com/media/set/?set=a.2625671914495.2123445.1036197606&type=3
  3. Boa noite a todos, O meu nome é Pedro Ferreira, e sou um aquariofilista (isso querias tu =P) de Coimbra que vem deste modo apresentar o seu novo projecto, esperando receber algum feedback: positivo,negativo e assim-a-assim, mas sempre construtivo. Ora então, o projecto que vos passo a apresentar é o de um aquário de ciclídeos americanos ( e não só como verão quando passar a apresentação do mesmo).Coloco então aqui o setup deste aquário: - Aquário comprado em segunda mão com as seguintes medidas: 123cm(comp)x45cm(largura)x45(altura), aproximadamente 250L.Este aquário foi complementado com 3 placas de roofmate, pintadas com gesso acrilico, que prentendem melhorar a eficiencia energética do aquário, e também providenciar mais alguma sensação de segurança aos habitantes. -Calha DIY feita pelo anterior proprietário, com 3 lâmpadas flurescentes PHILIPS: 1 "luz roxa" de 36w, 1 "luz amarela de 36w" e uma 23w "luz branca".Mantenho a iluminação ligada durante cerca de 10horas com a ajuda de um temporizador.De momento apenas mantenho ligada a luz branca de 23w.Sei que é pelas regras pouco para um aquário destas dimensões, no entanto pelo que li os ciclideos americanos gostam de uma luz relativamente fraca, e as plantas que coloquei no setup são pouco exigentes.No entanto este é um dos pontos acerca do qual gostava de ouvir as vossas opiniões. -Filtro externo Eheim 2217 (um filtro de cascata Aquaclear 300 (1140L/h) na reserva, uma vez que para já ,uma vez que os peixes ainda são juvenis, a carga biológica ainda não é assim tão alta e penso que o Eheim fará bem o serviço, mas este é mais um dos pontos sobre o qual gostava de vos ouvir=)) -Térmostato de 200w que mantém a temperatura constante a 25ºC.Esteticamente não me parece a melhor opção pelo que estou a pensar comprar um Hydor externo 200w ou 300w.Já ouvi falar muito bem deles, é menos uma coisa dentro do aquário e parecem garantir uma boa eficiência energética.O que acham? Agora passando ao setup "paisagistico": Para este aquário optei por conjugar troncos, raízes, pedras basálticas (salvo erro) apanhadas no rio Mondego e algumas plantas "rijas" e pouco exigentes, deixando um espaço frontal do aquário mais aberto para permitir corridas mais desenfreadas dos habitantes .As pedras, troncos e raízes dão origem a inúmeros esconderijos, que procuram oferecer mais alguma segurança aos habitantes e também, quem sabe, e como é o meu desejo, permitir que o futuro casal de Jack Dempseys tenham um espaço mais seguro para deitar os ovos. Ainda não falei dos habitantes, mas vou adiantando já que os JDs têm todos gene azul, e portanto é minha esperança encontrar um casal para criarem e quem sabe darem origem a alguns filhotes Electric Blue Assim sendo, para além das pedras,troncos e raízes, e em termos de flora, tenho de momento: 1 valisneria gigantea, uma cabomba caroliniana, uma anubia nana, 20 pés de Limnobium laevigatum e outras duas plantas que espero que me consigam dizer quais são...eheh.No que toca à manutenção da flora, coloquei uma pastilhas da sera no substrato junto a cada uma, e é minha intenção utilizar o Seachem Flourish 1 a 2 vezes por semana.O que acha deste plano?Julgam que será suficiente? Sei que os ciclideos quando crescerem provavelmente me vão virar tudo de pernas para o ar, mas ainda estou na esperança de que se habituem desde pequenos de tal forma às plantas que não as chateiem quando crescerem (tão naive..=P). Agora, e passando à principal razão de ser deste aquário, os bacalhaus: - 6 Jack Dempseys (1 macho alfa jovem de uma ninhada e 5 ainda mais jovens de uma outra ninhada diferente, todos provenientes do Ricardo da Nazaré e netos dos JDs do membro Sardas.Um abraço para os dois que muito me ajudaram na construção deste aquário, tendo sido incansáveis no que tocou a tirar-me dúvidas acerca desta maravilhosa espécie) -1 Green Terror -1 Goldfish ( participou na ciclagem do aquário e agora estou com pena de o tirar de lá para um aqua mais pequeno, até arranjar um lar para ele lá ficará; ou até os habitantes começarem a imbirrar feio com ele =|) - ainda a entrar no aquário, e já na calha, estão 4 Silver Dollars já adultos, peixes de cardume compatíveis com estes ciclídeos, e com os quais espero adicionar uma dimensão diferente ao aquário. Agora passando a algumas explicações no que toca a estes habitantes. a ideia é no final ficar apenas com: 1 casal de Jack Dempseys (neste momento são 6 para que daí saia um casal), 1 Green Terror e 4 Silver Dollars. Isto para que neste aqua ainda possam assistir a criações de JDs.A minha ideia é de que quando os JDs começarem a acasalar eu colocar uma divisória móvel no aquário) Mais pormenores em relação ao aqua, os peixes comem todos Hikari Gold, sendo que quando os Dollars vierem irei introduzir na sua dieta pellets vegetarianos. Quanto a complementação desta dieta, tanto para os ciclideos como para os dollars, gostava de ouvir a vossa opinião. Testes de PH ainda não fiz, mas suponho que à semelhança de outros aquários que mantenho cá em casa com a mesma aguinha da torneira e sem aditivos se mantenha nos 7. Agooooraaa o que eu gostava mesmo era de ouvir as vossas opiniões e sugestões de forma a poder melhor o Blue Terror Jungle Espero poder contar com elas, para que possamos todos ver este aquário evoluir mais e mais. Abaixo seguem então algumas fotos do aquário, para que possam ter uma ideia melhor do que vos falei =) O maiorzinho cá do sítio, o Jack Dempsey juvenil macho alfa da sua ninhada Aqui os dois maiores cá do sítio, o Green Terror ( de notar que tem uma barbatanas dorsais picadas, fruto do convivio com um óscar de maior porte na loja onde estava, espero que recupere o laranja vivo nessa barbatabas em breve) e o JD maior à espreita Aqui o JD maior seguido de três dos mais pequenos.Agora é esperar que todos cresçam e que ele se apaixone por uma fêmea mais jovem..eheh Um feliz momento em que apanhei todos os habitantes em compadrio ( dois dos JDs mais pequenos ficaram escondidos atrás do maior mas estavam lá..eheh).Até ver são todos mais que amigos, mas também ainda são muito novinhos Agora uma panorâmica do aquário, aqui não se vê uma das plantas de que procuro o nome (uma delas é a da direita, que parecem picos compridos e muito rijos) Agora uma vista da esquerda do aquário, em que se pode ver os seguidores do JD maior, e no canto superior esquerdo, acima do tronco mangrove, está a outra planta de que procuro saber o nome Agora uma vista da parte direita do aquário, bem como da construção central de esconderijos de pedras. Uma foto tirada em perspectiva do lado direito do aquário. Para finalizar uma imagem de uma zona do aquário de que eu gosto particularmente, e de que os peixes também adoram, a construção com a raiz, a valisneria gigantea e a planta desconhecida, que constroi uma espécie de esconderijo labirintico no canto do aquário, com o qual os habitantes de divertem imenso. E pronto, por hoje e com o adiantado da hora é tudo o que tenho para vos mostrar.Lamento as horas indecentes a que estou aqui a postar mas só sai do serviço à 1 da manha e como tal foi quando deu..eheh.Agora venham daí os comentários! Cumprimentos para todos
  4. Bons dias Sou um apaixonado por aquariofilia desde à; muitos anos, ainda assim tive uns bons anos com o "bichinho a hibernar", mas agora estou de volta e com mais vontade que nunca. Apresento de seguida o setup de um aquário que me foi dado com movél, filtro, aquecedor e bomba de ar. Setup: Aquário de 120l brutos, ou 100cX30pX40a (100l reais), Iluminação feita por uma calha (Juwel) com duas lâmpadas T5 45W (High-Lite nature e day) e respectivos refletores. Filtragem feita por um filtro externo Fluval 104 (480l/h). Oxigenação feita através de uma bomba de ar de duas saídas da Tetra, Termóstato de 200W com regulação manual, Sistema pressurizado de CO2 com extintor de 2kg com redutor de pressão com duplo manómetro e associado a válvula solenoide e válvula, com difusor grande em espiral com conta bolhas incorporado, Substrato fértil - JBL Aqua Basic Plus (5l) e JBL Manado (7l), Substrato adicional - Areia totalmente branca e muito fininha (5l), Tronco de um antigo aquário, Pedras no nosso Portugal, Flora: Anubia Nana, Cabomba Caroliniana, Myriophyllum Scabratum, Lagarosiphon Major, Lilaeopsis Brasiliensis, Lentilha-de-água (Lemna sp.), Alternanthera Reineckii "Roseafolia", Fauna: Corydora Paleatus - 5 Platy Showa Tricolor - 20 alevins Siamesis Algae Eater - 2 Guppys - 2 fêmeas adultas, uma juvenil e cerca de 50 alevins Tetra Neons - 10 Ancistrus Cirrhosus - 4 Red Cherry Shrimp- 4 fêmeas e 7 machos Neritina Zebra Snail - 2 Red Ramshorn - 1 Está montado desde novembro de 2011 Hoje à tarde tenciono apresentar fotos Também tenho um projecto de um nano de 18l que acabei de montar ontem, depois apresento noutro tópico...
  5. Achei bacana isso, e resolvi passar p/ vocês. BREVE EXPLICAÇÃO SOBRE PLANTADOS Para se fazer um plantado necessitamos de: 1-aquário 2- material de fundo 3- água 4- iluminação 5- plantas 6- fauna 7- outros acessórios opcionais E abaixo discutimos cada item separadamente 1-AQUÁRIO Existem no mercado vários tamanhos disponíveis de aquários, e geralmente alguns aquaristas pensam logo em montar algo grande, mas existem certas limitações técnicas que se seguidas desde a escolha do aquário já evitariam problemas de adequação. Se a intenção for utilizar lâmpadas tubulares ou compactas normais, e formar carpetes de plantas baixas, a altura ideal seria de no máximo 50 cm , embora a medida ideal seria em torno dos 45 cm de altura de coluna de água, porque essa é a profundidade que a iluminação normal consegue atingir, porque a coluna de água funciona como um filtro que quanto mais profundo menos energia luminosa chega até as plantas, e com isso a planta para poder absorver mais os raios luminosos acaba aumentando os espaços entre os nós da planta, deixando-as de aspecto ralo e o crescimento fica espigado ao invés de formar um carpete rasteiro e compacto. Mais alto que isso, teríamos que utilizar as lâmpadas tipo HQI que tem maior penetração (mais caras), ou usar plantas de porte maior na montagem dos carpetes (tipo sagittarias, echinodorus anãs, etc) para compensar a grande profundidade. 2- MATERIAL DE FUNDO A titulo de explicação vamos definir a nomenclatura usada para cada material, pois é comum existir uma certa confusão quando os iniciantes tentam se expressar em conversas. Material inerte- é o material utilizado no fundo e como não tem praticamente nada de nutriente por em geral ser um material inócuo ou seja não deve interferir nem na água e nem fornecer nutrientes. A cor deste material vai depender do contraste pretendido na montagem, principalmente nas áreas que vão ficar desnudas de plantas. Serve para a fixação das raízes das plantas É nesta camada que vão se estabelecer as bactérias nitrificantes. Existem várias possibilidades de material que podem compor esta camada: a)Areia fina - é uma areia bem fininha, mas deve ser usada apenas em áreas em que não se pretende plantar, e não muito extensas, porque pelo pequeno diâmetro acabam com o tempo ficando muito compactadas, dificultando a entrada ou progressão das raízes e outro problema que pode aparecer depois se usadas em partes com nível mais baixo é que acabarão tendo muito acumulo de resíduos, pela impossibilidade destes penetrarem nos interstício dos grãos. b)Areia grossa - é a areia de construção, usada para fazer massas de cimento. Tem os mesmos inconvenientes da anterior. c)Cascalho - tem a granulometria maior que 2 mm e até 5 mm e favorece a entrada dos resíduos, e evita assim que se tenha que sifonar e esses resíduos acabam servindo de alimento para as bactérias, que os convertem em outros produtos menos tóxicos e de mais fácil assimilação pelas plantas.As vezes, se utiliza o termo "areia peneirada" como sinomimo de cascalho fino e ele é resultante dos residuos que sobram ao se peneirar a areia grossa de construção, ou seja a parte mais grossa = pedrinhas. Quanto a forma dos grãos é sempre preferível os de aspecto mais irregular, porque deixam maiores espaços entre si, favorecendo a penetração dos resíduos e das raízes. Material rico em nutrientes - essa porção que vai colocada abaixo do material inerte, é geralmente rica em nutrientes para as plantas. E existem varias opções: a) Substrato pronto (geralmente importado) é um produto que tem todos os nutrientes de que a planta necessita para o crescimento, mas a formulação varia de acordo com cada fornecedor. Alguns vem na forma úmida, outros vem secos, como o SUNSHINE que produzimos, mas todos via de regra dispensam a adição da laterita, porque já contem ferro. b) Húmus de minhoca tratado é o húmus que é submetido a um processamento que consiste em fervura, e uma serie de lavagens para retirar a maior parte da matéria orgânica. Mas por não ter ferro necessita da adição de laterita complementar. c) outros materiais -existe ainda a possibilidade de se utilizar terras ricas, terras vegetais, argila, e muitos outros mas pela falta de padronização e multiplicidade de problemas que podem ocorrer com estes materiais não vamos nos ater a eles 3 - ÁGUA Este item também merece algumas explicações, porque são motivo de dúvida constante. Tenho notado, que a maioria das pessoas procuram utilizar água de mina ou poços artesianos, para evitar utilizar água tratada com produtos químicos, ou para evitar o aparecimento de algas, mas há um detalhe de que esse tipo de água por sair direto do solo sem um contato prévio com a atmosfera, e se provenientes de solos que tenham riqueza em algumas substancias podem estar carregadas delas em uma forma e assim que expostas a ação da atmosfera, reajam produzindo outras que mudam muito rapidamente a sua constituição. Exemplo disso é a minha região, onde a água tem alta reserva alcalina, mas a despeito disso sai com um pH bastante acido do solo, mas depois de expostas ao ar, seu pH rapidamente em questão de pouco tempo sobe para patamares extremamente alcalinos, e essa mudança rápida acaba matando peixes e até plantas. Para quem utiliza este tipo de água é muito importante deixá-la em descanso por alguns dias(5 a 10 dias) antes de ser utilizada, para que a reação se complete e a água volte a uma estabilidade. As vezes a água da torneira, que já é estabilizada no tratamento, (desde que inativemos o cloro presente) pode até ser usada sem a necessidade de um descanso prévio. Portanto o melhor sempre antes de optar por essa ou aquela fonte de água tentar perguntar a pessoas com mais experiência na região, ou agir com cautela, para evitar possíveis sacrifícios dos habitantes de nossos aquários. E antes de optar pelos peixes devemos estabelecer no estudo do futuro aquário qual o pH que pretendemos manter, porque para 99% das plantas o pH não é limitante, pois crescem bem em alcalinidade ou acidez, mas os peixes sofrem mais em pH inadequado. O uso do CO2, por exemplo, teoricamente acidifica a água se usado em doses grandes, mas pode ser usado em doses menores e deixar um pH ainda alcalino...embora isso varie com a composição da água utilizada. 4- ILUMINAÇÃO A planta para crescer precisa de luz. Algumas são mais exigentes que outras, mas todos precisam dela para realizar a fotossíntese. É comum pessoas que me procuram alegarem que as plantas do aquário acabam melando e apodrecendo, mas quando perguntadas sobre a iluminação, ouço a resposta ..."mas precisa?" Plantas são seres vivos que tem a capacidade de transformar substancias inorgânicas em orgânicas usando como energia a LUZ. Por isso elas foram tão importante para o aparecimento e desenvolvimento das outras espécies que se utilizaram das plantas como fonte de nutrientes. Não vou entrar na polemica de quantos watts/l ou quantos lumens são necessários mas tenha como conceito que luz nunca é demais, e acredito que se alguém utilizar de algum critério econômico para dosar a iluminação de seu aquário ele não está ainda pronto a entrar neste mundo fascinante dos plantados. Alguns dizem que luz demais, ou de menos, causam o aparecimento de algas....errado...o que pode ocasionar isso são variações bruscas em qualquer parâmetro...por ex.uma troca de uma lâmpada cansada e fraca por outra nova e logicamente mais potente. A propria planta nos mostra quando a iluminação está deficiente, pois ela se mostra espigada e com espaços entre os nós do caule aumentados em comprimento....por outro lado se a iluminação estiver correta esses espaços ficam bem reduzidos e a planta tem uma aspecto compacto. 5- PLANTAS Existe uma enorme variedade delas, e 99% delas são muito pouco exigentes em situações rígidas de manutenção, e destas uma boa parte nem é exigente em nutrientes podendo tranquilamente se desenvolver utilizando apenas poucas doses desses nutrientes que encontra na própria água, e algumas se desenvolvem sem ao menos precisar utilizar de raízes nesta tarefa, pois utilizam a absorção foliar. Cabe a quem vai executar a montagem optar por plantas que aceitem as condições que vão ser usadas. Aqui recomendo a leitura deste tópico PLANTAS SEM SUBSTRATO onde citamos as plantas menos exigentes.As plantas cultivadas pela SUNSHINE são todas compativeis aos diferentes valores de pH, com rarissimas excessões de algumas que não gostam de pH acido. 6- FAUNA É o termo usado para a porção que abrange os vertebrados (peixes e crustáceos) e os invertebrados (caracóis, e outros organismos que não são vistos a olho nu, mas que ajudam tanto na alimentação quanto na biologia do sistema (zooplancton)) Precisamos antes de escolher que tipo de peixes vamos colocar, definir como serão mantidos os parametros da água ou seja usar peixes adequados ao pH, dH, temperatura, etc, que pretendemos deixar futuramente no aquário. Eu, prefiro manter um pH mais alcalino em meus aquários, porque posso utilizar peixes de tendência algueira, como platys, espadas, molinesias, e invertebrados como os caracóis, que ajudam em muito a manutenção da limpeza de todos cantinhos do aquário me poupando o trabalho de limpeza. Nestes aquários por não haver uso de CO2 as plantas crescem mais devagar, mas em compensação diminuem as atividades de jardinagem. Os caracóis fazem uma faxina criteriosa de tudo, e até o cascalho fica rigorosamente limpo, e pelo cascalho ser de granulometria maior os resíduos acabam entrando pelos espaços entre as pedrinhas e ali as bactérias os transformam em novas substancias aproveitáveis como nutrientes pelas plantas e menos tóxicas que eram originalmente para os peixes ou invertebrados. Se agirmos sempre de modo gradativo em nossas ações com um aquário o sistema todo encontra o equilibrio com bastante rapidez, ou seja, em outras palavras devemos sempre fazer introduções ou mudanças no conjunto de maneira gradual, porque mudanças bruscas podem afetar o equilibrio do sistema todo e gerar problemas. Por anos venho testando um sistema que se mantenha sozinho, sem o auxilio de bombas, filtros, TPAs, sifonagens, ou adubações extras por meio de produtos comerciais, ou seja é um sistema onde se evita retirar ao máximo quaisquer detrito, folha morta, (excessão feita a morte de algum peixe principalmente se for de porte maior, pois o sistema talvez não conseguisse processar tamanha quantidade de materia organica, antes que ela interferisse em todo ambiente), pois todos residuos acabariam servindo de nutriente para os prorpios habitante do aquario..para saber mais leia Aquarios autociclantes SUNSHINE 7- OUTROS ACESSORIOS OPCIONAIS Podemos usar como opcionais outros acessórios como: a) bombas b) filtros c) CO2 d) difusores de CO2 e) squimers Mas não são materiais necessários e podem ser perfeitamente dispensáveis, pois o aquário se desenvolve muito bem sem eles, gerando uma grande economia na montagem, e acredito que por este fato proporcionar mais chance de que novatos possam tentar um inicio sem muito investimento... e para ter uma idéia de como é possível leia Aquario autociclante Só gostaríamos de lembrar que usando um sistema de filtragem(se tiver a parte que filtra residuos) fatalmente estaríamos retirando sempre material existente no meio, e isso mesmo que ocorra aos poucos na somatória representa uma perda de substancias que poderiam ser recicladas, e reutilizadas, e que se excluídas mais cedo ou mais tarde terão que ser recolocadas sob a forma de produtos industrializados, que em geral custam caro, mas o maior perigo é que quando adicionados podem mudar completamente a biologia do aquário, e daí surgirem problemas como morte das bactérias ou mesmo o aparecimento de algas.Já um sistema de filtragem que não retenha os residuos e que apenas propicie o desenvolvimento de bacterias aerobicas pode ser de grande utilidade.A filtragem que contem cerâmicas ou materiais porosos pode ajudar a manter a água equilibrada por propiciar ambiente para a bactérias aeróbicas, que são também bastante benéficas no equilibrio biológico. Em nossas pesquisas iniciais apesar de não usarmos filtragem, mantivemos as bombas pensando que seriam necessárias para a movimentação e uniformização da água, mas num passo seguinte as retiramos também nas montagens posteriores e nada mudou no andamento do equilíbrio, ou seja o sistema funcionou perfeitamente bem, e continua após mais de 4 anos de vida dos aquários mais antigos sem adição de nada, sem sifonagens, sem filtros, sem bombas, sem CO2 e sem TPAs.Veja aqui Aproveitando o assunto gostaria de falar sobre o uso do CO2. Este gás (carbônico) tem como função fornecer o elemento carbono para que as plantas o utilizem na síntese da glicose durante a fotossíntese. Mas normalmente num aquário plantado de forma não exagerada, e usando plantas que não sejam ávidas consumidoras deste elemento ou com quantidade não muito grande de plantas, o consumo não é exagerado, portanto não ocorrem faltas significativas dele. Já em aquários repletos de plantas (densamente plantados) sem adição do CO2 pode acontecer sua carência, que é denunciado primeiramente pelas plantas de metabolismo mais acelerado, que começam a perder suas folhas, e este processo pode ser mais acentuado ainda se for usado no aquário compressor de ar, porque as bolhas de ar acabam removendo ainda mais rápido o CO2 disponível. Outra função do CO2 é manter o equilíbrio de carbonatos do aquário e se faltar carbono disponível as plantas iniciam um processo de retirada do carbono dos bicarbonatos, o que acaba promovendo um aumento nos valores do pH da água, porque essa dissolução gera mais íons hidroxila. Este fato é chamado de descalcificação biogênica e em casos bem acentuados aparece um sintoma típico que é a formação de crostas calcarias sobre a lamina foliar das plantas. Em meus cultivos imersos em tanques onde há muita quantidade de plantas, e fica impossível manter um controle usando CO2 pelo volume enorme de água(tanques de até 100.000litros) e anti-producente retirar os excessos de plantas eu utilizo saquinhos plásticos perfurados com calcário que servem para repor os níveis de carbono e tamponar o sistema, e o mesmo pode ser feito no aquário que apresentar o problema.Um saquinho com 50 g de calcário escondidinho num cantinho resolve o problema. Para que o CO2 caseiro utilizado não cause mais mal que prejuizos (sempre causado por excesso na produção do gás) devemos sempre ao preparar as garrafadas usar de inicio apenas 1g de fermento para cada 50 litros de água do aquário (e um aviso aos que tem pressa de ver o CO2 bombando...aqui demora um pouco....mas é seguro pois vai mudando o pH aos poucos) e devemos ir acompanhando a descida do pH....e caso depois de 10 dias o pH ainda esteja acima do que desejamos, podemos então preparar para colocar outra garrafada com 15 a 20dias depois da 1ª com talvez 2 g de fermento/50litros de água, assim ela vai aumentando a produção a medida que a anterior vai decaindo de produção..e assim progressivamente vamos tentando aos poucos ajustar a dose de fermento ao pH desejado, e trabalhando com 2 garrafadas ao mesmo tempo, é mais facil manter um nivel mais constante de variação. Quanto mais fermento se usa mais rapidamente o açucar é convertido em alcool e menos tempo dura a garrafada, sem falar que maiores também são os riscos de se "cozinhar" plantas e peixes em pH excessivamente baixo. Uma garrafada com 1 g dura até 2 a 3 meses produzindo CO2, ao passo que com 10 g dificilmente dura mais de 15 a 20 dias. Mesmo em aquários contendo peixes que pedem pH ácido, evitar manter menos que 6.6, pois essa medida fica confortável a esse tipo de peixe e ainda sobra uma margem de segurança para o caso do pH por algum motivo baixar mais que isso, sem colocar em risco todo sistema. Não custa relembrar...a maioria das plantas dispensa o uso do CO2 para crescer, eu aconselho seu uso mais em função de se poder acidificar a água em função dos peixes, mas isto também pode ser conseguido usando maior quantidade de troncos ou outros materais organicos acidificantes.
  6. Boas Estou em vias de montar um plantado e ainda me sobram algumas dúvidas em relação ao substracto. As plantas serão bastante exigentes, e no layout incluo um tapete: - Para o foreground utilizarei de certeza eleocharis parvula e acicularis em mistura, para fazer tapete. - Mais em segundo plano, hydrocotyle sibthorpioides imediatamente à frente e um pouco entre as dragon stone localizadas do lado esquerdo. Blixa japonica entre as rochas, e imediatamente por traz das rochas rotala wallichii. - Para último plano talvez uma mistura entre rotala green, rotala rotundifolia, eriocaulon setaceum, limnophila aromatica e proserpinaca palustris. O problema: não sou rico, porque se fosse compraria o amazonia da ADA, certamente. Como não sou rico, para substracto inerte, pareceu-me a melhor escolha o JBL Manado. Eu sei, que porcaria!... Mas gostava que me dessem a vossa opinião sobre estre substracto inerte, se será capaz de aguentar um bom plantade, se consegue forma tapete, e quais as outras opções. Obrigado!
  7. Olá sou estudante de Psicologia e adoro animais, tenho 2 mini cães e queria muito ter um aquário em condições... Sei que para um principiante é aconselhado um aquário com pelo menos 40L acontece que por motivos práticos, nomeadamente o espaço e o peso do aquário não me é possível ter um aquário com um litragem superior a 30L (no máximo dos máximos). Ainda não comprei nenhum equipamento, pois ainda estou na fase de pesquisa e precisava da vossa ajuda para me aconselharem sobre a melhor opção... Gostava de ter um aquário de agua doce quente plantado, não "preciso" de muitos peixes mas gostava de ter mais do que um tipo, já ouvi falar muito dos guppies e gostava de ter alguns ou então um betta mas será possível ter juntamente com eles (guppies ou betta) caracois, camarões ou limpa fundos??? Por agora é tudo Obrigada MC
  8. Sábado passado (21/01/2012) montei o meu primeiro plantado, que espero venha a ser um plantado a sério e para tal gostava de ter a ajuda de membros mais experientes nesta matéria. O aquario é de 250l de capacidade bruta, estimando que sejam úteis 210l - 100x50x50 Equipamento: - Circulação - JBL CP120 com um débito de 600l/h - Aquecimento - 2 aquecedores 1 de 50w e 1 de 150w - Iluminação - calha com 4 T5 de 39w, 2 de 15000k e 2 de 6500k Já arranjei um extintor de CO2 e estou a aguardar a vinda de um kit completo da TMC para começar a injectar CO2, enquanto não chega tenho adicionado algumas pastilhas de CO2. Tenho adicionado um suplemento da Nutrafin Cycle para ajudar na ciclagem (não tenho vivos a não ser as plantas) e coloquei uma dose abaixo da recomendada de Nutrafin Plant Gro. A ultima avaliação de pH foi de 7. Contudo, no dia seguinte à montagem do plantado, a àgua que anteriormente estava, praticamente, cristalina começou a ficar verde. Hoje fiz uma TPA de cerca de 10% e coloquei lã filtrante no filtro externo e as coisas até melhoraram um pouco. Há alguma coisa que eu deva melhorar para que consiga ter a àgua cristalina? Tenho 2 Powerheads que debitam 3000l/h acham que vale a pena adicionar ao plantado, para melhorar a circulação? Devo colocar carvão activado dentro do filtro externo? Fico grato a quem me ajudar. Cumprimentos ao pessoal do fórum.
  9. Boas Os plantados, considerando que não têm peixes, precisam de ter oxigenação, e por oxigenação quero dizer a saída do filtro apontada de modo a fazer muita agitação na água? Ou posso simplesmente colocar a boca de saída do filtro dentro de água? E se tiver poucos peixes, posso colocá-la novamente dentro de água?
  10. Olá amigos, Hoje mandei fazer um Aquario nas Medidas , 70x40x40 , cerca de 105 Litros preciso de ajuda em questão de como se montar corretamente, digamos assim um Passo-a-Passo tipo, Plantas, equipamentos, tipos de peixes que devo iniciar, como fazer a tal da "ciclagem" , um Geral de como fazer certinho um aquario legal... Aguardo as suas Dicas, Obrigado.
  11. Boa Noite Amigos, Irei montar um novo aquário plantado de água doce. No entanto ando com umas dúvidas e quanto mais leio... pior. Gostava de saber o que aconselham e como aconselham a "instalação" do subsolo e fertilizante. Em alguns site li que o melhor é: ELOS Terra Zero + Bottom mineral + ELOS Terra Para vos enquadrar tenho um aquário de 90 litros... filtro ehein ecco pro 200, CO2 e luz de 70w. Gostava de saber a vossa opinião e quais os passos a seguir... MUITO OBRIGADO
  12. Boa Noite Amigos, Irei montar um novo aquário plantado de água doce. No entanto ando com umas dúvidas e quanto mais leio... pior. Gostava de saber o que aconselham e como aconselham a "instalação" do subsolo e fertilizante. Em alguns site li que o melhor é: ELOS Terra Zero + Bottom mineral + ELOS Terra Para vos enquadrar tenho um aquário de 90 litros... filtro ehein ecco pro 200, CO2 e luz de 70w. Gostava de saber a vossa opinião e quais os passos a seguir... MUITO OBRIGADO