João Araújo

.Membro Ausente
  • Content Count

    282
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 :)

6 Followers

About João Araújo

  • Rank
    Super Membro Júnior
  • Birthday 07/10/1989

Contact Methods

  • MSN
    fenix137@msn.com
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Porto

Recent Profile Visitors

2,349 profile views
  1. Boas! Depois de uns tempos a ciclar, o aquário já está habitado por 5 Neolamprologus brevis, obrigado vasconcelos O pH estabilizou um pouco acima dos 8, o que me parece bom, e a temperatura está nos 26ºC Hoje arranjei Vallisnérias (obrigado Sonia Silva!) e decidi postar novas fotos. Obrigado pela dica, passei por lá e comprei a pedra que está na ponta esquerda! Fui ao Continente e as funcionárias disseram-me que era provável que houvesse, mas em Continentes mais do Sul, onde é mais tradicional comer caracóis. Sem mais treta, aqui ficam as fotos: Quanto a inserir outra espécie de conchículas, para já vou deixar estar assim, não tenho experiência com ciclídeos dos lagos africanos, prefiro ir devagarinho. sugestões/críticas são bem-vindas. Cumps, JFFA
  2. -Quantas anedotas de loiras há? -Uma. O resto são histórias verdadeiras.
  3. Um homem entra num bar com uma sande de queijo debaixo do braço e diz para o barman: -Uma cerveja pra mim e outra pra sande de queijo. Resposta: -Desculpe mas aqui não servimos comida.
  4. Hey! Obrigado pela resposta! Quanto às conchas, nem imaginas a dificuldade que foi para arranjar estas, mas é certo que também queria mais umas! Quanto aos companheiros de aqua, ficou registado! Cumps, JFFA
  5. Boas! Aqui está ele, acabado de montar: O setup actual é: Aquário: 60*30*30 (54L brutos) Filtro: interno Fluval 300L/h Aquecimento: Iluminação: 15W Areia da praia (bem lavada) Conchas várias Pedra calcária Temperatura e pH ainda estou à espera que estabilizem. A minha ideia é ter um casal de Neolamprologus brevis e outra espécie, mas de superfície e colorida (não ciclídeo provavelmente). Quem me vai vender os brevis, recomendou-me as Limias nigrofasciata, usadas pelos criadores. Mas eu queria preferia uma espécie do Tanganyika ou pelo menos da zona. O que recomendam? Aceitam-se sugestões/comentários quanto a tudo! Abraços, JFFA
  6. Obrigado pela resposta rápida! Eu também imaginei que se um tópico destes já existisse, merecia ser inamovível Como não vi nenhum, postei! O tal Lamprologus callipterus não é la muito usado em aquariofilia, ou ando distraído? Vi no FishBase.org que é considerado um "poor aquarium fish", há alguma razão para isto? Pareceu-me bem interessante! Cumps, JFFA
  7. Boas! Quando andava a informar-me acerca do lago Tanganyika, para montar um aqua de conchículas (quero que pareça o mais natural possível) encontrei isto, gostei bastante! Não sei se já alguém postou isto, fiz uma pesquisa e não encontrei, por isso aqui vai! Lake Tanganyika - "Jewewl of the Rift" Documentário da National Geographic Parte 1 Parte 2 Parte 3 Parte 4 Alguém me consegue dizer que conchícula está no final da parte 2 e início da 3? O macho é bastante maior que a fêmea e só ela consegue entrar na concha, ele fica a guardar, e carrega as conchas com a boca! Cumps, JFFA
  8. Boas! Tens novidades deste aqua? Estava a gostar bastante dele! Estou a reunir o material para montar um assim também, até com as mesmas dimensões. Foi uma pena a fêmea morrer... Conseguiste arranjar outra? Cumps, JFFA
  9. Viva, Isto devia estar nos peixes... De qualquer forma, dá uma olhada aqui
  10. Parabéns! Ficou com um ar bastante natural! "Porreiro pá!"
  11. Eu não sei identificar com certeza os altuns, mas ontem estive na Aquaplante do Porto e tinha lá escalares com as riscas muito bem definidas e com as "barbas" azuis fortes, tinham como rótulo Escalares Altum, a 17€... O corpo tinha uns 7cm de diâmetro. Cumps, JFFA
  12. Boas, Não, a planta do lado esquerdo é uma bromélia destas (ou muito parecida): Só que está sem flor, espero voltar a ter em breve, já começou a ter rebentos dos lados! Quanto às bombinas, ando a considerar a hipótese, o único senão é que não tenho espaço aberto para elas em terra, está tudo plantado, a solução era tirar umas plantas... Já agora, para quem está interessado em fazer um paludário e anda a pensar em soluções para a parte seca, o que eu fiz foi fazer a parte seca dentro de um cubo vodafone e depois tapar as bordas cm pedras ou troncos! Assim não andei a brincar com silicone nem outros químicos que podiam matar a fauna e matar-me umas notas da carteira Cumps, JFFA
  13. Então é normal eles estarem embaciados? Pensei que devia ser mais arejado para não fazer aquilo... As bombinas precisam de muito espaço em terra? Ou é só mesmo para chegar, comer e saltar para a água?