Alexandre Carvalho

.Membro Ausente
  • Content Count

    177
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 :)

1 Follower

About Alexandre Carvalho

  • Rank
    Membro Júnior
  • Birthday 12/19/1980

Contact Methods

  • Website URL
    http://web.tagus.ist.utl.pt/~alexandre.carvalho/
  • ICQ
    0

Profile Information

  1. Olá, os que tenho foram oferta, tenho apenas 4 fêmeas por isso nada para vender. Quanto á pouca abundância deve mesmo ser devido á poluição, por isso também devem pensar 2 vezes antes de capturar os poucos que vão havendo.
  2. Boas, O facto de meter água directa da torneira e não ter mortes não é uma questão de sorte e sim de probabilidades, como sabemos o cloro é usado na rede doméstica para eliminação de certo tipo de micro-organismos, bactérias, na àgua, sendo que a sua dosagem está directamente relacionada com a concentração destes seres nocivos aos humanos. Normalmente, eu arriscaria 99% das vezes, o cloro presente na àgua é em tão baixas concentrações que não afecta os seres no aquário, no entanto, sobretudo em alturas de proliferação bactereológica elevada, como é o caso dos dias de maior calor, pode have
  3. Pois, assim não sei como te ajudar mais, o aquário não apanha luz directa do sol ?
  4. Excessso de luz não é de certeza, há um desiquilibrio de nutrientes na água, talvez estejas a dar demasiado comer, mas o melhor a fazer será testar a água e ver o que não está bem.
  5. Se tens os vidros cheios de algas não é um animal que te vai limpar, tens de identificar a fonte do problema e actuar aí. Tapar o sol com a peneira nunca é solução.
  6. OS 4 que possuo foram-me oferecidos, nunca os encontrei nem procurei, mas segundo consta são abundantes e fáceis de encontrar.
  7. Então está decidido, tem beleza Atenção com "subvalorizados" não me estava a referir ao valor comercial. Quanto ao exemplo da banda penso que não se pode generalizar dessa maneira.
  8. Não tinha reparado na pergunta. É um Bumblebee, não é laranja, alterna tons acastanhados com tons brancos ou com faixas incolores.
  9. Hmm, mas perde a beleza por ser abundante?? Isso é quase como aqueles adeptos de grandes bandas que deixam de o ser quando a banda começa a vender bem A questão estética como é óbvio é subjectiva, para mim são bastante bonitos.
  10. Sim e sim, essas são duas razões válidas, mas no meu entender não suficientes para não se investigar melhor esta espécie e difundila um pouco mais no nosso hobbie. Nós por cá gostamos é das novidades e acabamos por não aproveitar o que temos...
  11. Não percebo bem o porquê destes camarões serem tão menosprezados, será que sofrem do estigma da critica ao produto nacional? Alguma qualidades: Bonitos (subjectivo); Activos; Óptimos comedores de algas; Não muito frágeis. Deixo algumas fotos, pode ser que ajudem a mudar mentalidades: Cumprimentos, Alex
  12. A diferença é que para o primeiro caso (excesso de inbreeding) existem evidências que provam o contrário, para o segundo (CPO vs ADA), não existe nada que contradiga a teoria, pelo menos que eu tenha conhecimento.
  13. Claro, não sabendo quase nada sobre o aquário tudo isto vão sendo teorias... No entanto apesar do sucessivo inbreeding não levar a um enfraquecimento da colónia, tal como já foi referido, é bem possivel que haja uma regulação natural da população quando começa a haver demasiada carga biológica, como refere o varez. Eu nunca relacionei directamente os dois factos experimentalmente, mas acredito que haja essa possibilidade.
  14. Olá Carlos, não me parece que essa seja a solução, a teoria do sucessivo inbreeding enfraquecer a colónia está a revelar-se um mito. Já há provas em contrário. O problema deverá estar com algum dos parâmetros da àgua ou com a existência de algum predador no aqua.