• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

farodriguez007

.Membro Ausente
  • Content Count

    24
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Community Reputation

1 :)

About farodriguez007

  • Rank
    Recém Chegado

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Porto (Porto)
  • Localização
    Porto
  1. Boas. Muito obrigado pela pronta ajuda Bruno. Bonito aquário esse. Já agora aproveito a deixa e pergunto: 1º Consegues uma boa circulação com esse magnifico set up na parte central do aquário? 2º As plantas na parte central, crescem desde o nível inferior do aquário, ou elevas-te o solo (como)? 3º Quanto CO2 injetavas (bolhas por segundo (ppm?)) nesse aquário e durante quantas horas? 4º Vejo que a entrada de água é feita usando o "bico", está direcionado ao canto oposto (45º)? 5º Caso, mais tarde, pretenda alterar para iluminação led, qual seria o tipo e a quantidade adequada para o mesmo aquário? Obrigado Cumprimentos
  2. Olá pessoal. Após alguns anos de desleixo, resolvi este mês esvaziar e reparar (novos vidros) o meu aquário (120x40x55). Ao inicio fui usando o meu Kit CO2 da JBL, mas, ou porque o reator (sera) que estava ligado a um 2º filtro estava sempre "sujo", ou porque não via grande crescimento nas plantas acabei por o desligar. Agora e antes de iniciar novo set up, penso voltar ao uso do CO2, acabando por adquirir um "JBL Proflora Direct CO2 Inline Diffuser", contudo tenho algumas dúvidas que gostaria de partilhar: 1º Uso garrafa de 500gr de CO2, que em casa ia recarregando de uma de 10kg que me deram (máquina de finos) em 2013. Acho que a garrafa grande ainda terá cerca de 6Kg disponíveis, mas ainda estará bom passados estes anos?? 2º Desta feita, apenas irei usar o filtro principal (JBL 1501), mas, estando a usar o "JBL Proflora Direct CO2" qual a saída mais eficaz, a flauta ou o bico?? 3º Irei manter as 2 lâmpadas T5 de 54W, será (in)suficiente para manter plantas sem as temidas "algas"?? Obrigado Cumprimentos
  3. olá, O Ph, por norma ronda os 7,4 a 7,6. Ontem fiz mais uma TPA (30%) e pelo menos desde o passado dia 31 nenhum peixe voltou a morrer. Estou é na dúvida se retomo a fertilização liquida para já.
  4. Cá em casa o meu pleco de 15 anos e quase 30 cm, é e sempre foi a estrela do aquário. Gosta de se mostrar aos visitantes, resiste a péssimas condições de água, não come plantas (apenas algas) nem peixes, agora desde que estes não ocupem o seu "quarto" ele tolera toda a peixarada.
  5. Olá, Tenho um kit de testes da JBL, e há excepção do NO3 tudo normal. Tenho CO2 em garrafa, a debitar cerca de 60-80 bpm durante a iluminação(6 horas diárias). E desde há 2 semanas deixei de colocar fertilizante liquido, e reparei que a mortandade baixou, mas não parou completamente? O substrato está com 26 meses, mas a água continua límpida. Tive até maio passado lâmpada UV (durante 18 meses)mas desliguei-a por não via grande mudanças nas algas com e sem a mesma. Não sei o que se estará a passar. Vou aumentar as TPAs e aguadar antes de adquirir novos habitantes. Já tive água em muito piores condições (e acho que estou a ser meigo na critica) e o meu pleco de 15 anos nunca se queixou.
  6. Olá estive uns dias sem net e só agora consegui aceder ao fórum. Já tenho o aquario montado há 26 meses. Até maio passado, tinha uma lâmpada UV, mas como as algas nunca deixaram de aparecer, tirei-a. Agora, em dezembro, estranhamente começou a mortandade, na semana passada já foram mais 2 otos. Já deixei de por fertilizante liquido, mas continuo com garrafa de co2. Não sei que se passará.
  7. Boas, A questão, ou melhor os problemas, tenho um aquário de 240L e na última semana morrem mais peixes que no resto da sua existência. Tudo começou há cerca de 8 dias, quando numa loja comprei mais 4 otos e 4 rasboras, no dia seguinte os rasboras morreram. Imediatamente fiz uma medição e o NO3 estava na casa dos 50-60 e fiz logo a seguir uma TPA de 40%. Os otos continuam, aparentemente, de boa saúde. Mas, desde então morrem 8 tetras cardinal, um continua vivo mas sem um olho, morreu 1 gurami femea (com pele esbranquiçada escamada no flanco direito), 1 corridora e outra encontra-se prestes a ir, pois tem o olho direito enorme e a pele em seu redor escamada. Já usei nos últimos 4 dias ehsa 2000, mas nada de novo ... e se alguém tiver sugestões agradeço.
  8. Boas, Sei que deveria colocar a questão no separador das doenças, mas devido à urgência na ajuda, acho que neste terá mais rápida visibilidade. A questão, ou melhor os problemas, tenho um aquário de 240L e na última semana morrem mais peixes que no resto da sua existência. Tudo começou há cerca de 8 dias, quando numa loja comprei mais 4 otos e 4 rasboras, no dia seguinte os rasboras morreram. Imediatamente fiz uma medição e o NO3 estava na casa dos 50-60 e fiz logo a seguir uma TPA de 40%. Os otos continuam, aparentemente, de boa saúde. Mas, desde então morrem 8 tetras cardinal, um continua vivo mas sem um olho, morreu 1 gurami femea (com pele esbranquiçada escamada no flanco direito), 1 corridora e outra encontra-se prestes a ir, pois tem o olho direito enorme e a pele em seu redor escamada. Já usei nos últimos 4 dias ehsa 2000, mas nada de novo ... e se alguém tiver sugestões agradeço.
  9. Obrigado pela leitura Lucky Strike, No tocante à luz tinha cerca de 9-10 horas, mas baixei para 7 na esperança de ser luz a mais o fator das algas. Quanto à iluminação, ela está a cargo de uma growlux (8500k) e uma aquastar (10000k). Esta semana deve chegar uma Echinodorus amazonicus e também a titulo experimental uma embalagem de flourish excel. Caso não resulte, vou seguir o conselho de aumentar o CO2, já agora ultiliza garafa de quantos kg? qual a sua duração média? Precisava era de uma dica para comprar (onde/preço/marca) um drop check de fácil leitura e assim verificar as concentrações de CO2 de forma mais rigorosa. Quanto à circulação de água, se calhar ela peca é por excesso?? Já agora qual os passos para colocar fotos de modo que fiquem diretamente visiveis no tópico? Grato desde já pela atenção, Rodrigues
  10. Boas, Precisava de alguns conselhos/reparos na flora do meu aquário, pois à exceção das anúbias e das CRYPTOCORYNE WENDTII as quais lá se vão desenvolvendo, não tenho obtidos resultados esperados e acabam quase sempre no balde (do lixo). De modo suicinto descrevo a montagem: Aquário 120x40x50 (200 L úteis); 2 lampadas 54W T5 (7 horas); Aquecedor 300w; Filtro externo JBL 1501 (1400 L/H) 24 horas; Filtro externo eheim ecco 100 (500 L/H) fotoperíodo; garrafa CO2 (40 bolas minuto ?40 ppm?) durante o fotoperíodo; Lampada UV 9w (nem sempre ligada, não vejo qq diferença com a utilização); Fertilizante Subtrato 10 L JBL AquaBasis plus; Areão 10 kg; 10 L Elos terra (adicionados posteriormente); Fertilização liquida DIY (kit EI); Fauna: 1 pleco XL (com 15 anos, verdade); 4 corridoras, 6 ottos; 3 ramirezi; 12 cardinais; 4 pristelas; 1 molly black; Flora: 2 anúbias; 2 CRYPTOCORYNE WENDTII; 1 HYGROPHILA POLYSPERMA ROSANERVIG; 1 CHLOROPHYTUM BICHETTII (já quase desaparecida); 2 LILAEOPSIS BRASILIENSIS (tb já quase desaparecida); 4 ECHINODORUS BLEHERI??? (nasce novas folhas mas rápidamente ficam quase transparentes e definham); 1 BACOPA AUSTRALIS (a custo aguenta-se); 2 POGOSTEMON ERECTUS (extintos); Tenho o aquário montado desde meados de novembro, não consigo obter um claro desenvolvimento das plantas, notam-se algumas algas pretas e outras filamentosas. Estou com algum receio de perder a batalha para as algas e com o absurdo preço das plantas está a custar-me recorrer novamente ao balde (do lixo). Aguardo alguma preciosa ajuda, Obrigado Vou tentar colocar algumas fotos: http://imageshack.us/a/img845/2761/img3875gr.jpg http://imageshack.us/a/img41/7266/img3862p.jpg http://imageshack.us/a/img545/6528/img3867o.jpg http://imageshack.us/a/img560/5724/img3884bx.jpg
  11. Boas pessoal, Quero aproveitar desde já para agradecer ao TonyCh pela anterior ajuda na colocação de fotos. Este fim-de-semana passado montei finalmente meu aquatlantis (200L úteis), e como não tenho grande experiência na área, acho que cometi um erro, ao por cima da camada do substrato colocar JBL Manado em quase do metade do aqua. Com a corrente do filtro externo o pó já se faz entir nalgumas plantas, rochas e tronco. E, quando quando colocar o meu velhinho Pleco, então será uma verdadeira tempestade! Tiro o Manado (gosto bastante da sua cor terra, mas a sua leveza é um problema) e coloco mais areão? O coloco o areão por cima do Manado mantendo assim a elevação criada? Alguma outra sugestão, já que ainda não coloquei qualquer peixe e as plantas ainda são poucas? E já agora também outras possíveis sugestões/críticas quanto ao restante. Rodrigues
  12. Ola pessoal! Amanhã (hoje) chega o restante material em falta: aquecedor 300w; reator co2 e algumas plantas. Pelo que estou a pensar, finalmente após 3 meses de espera, neste sábado iniciar a montagem do aqua. Contudo, antes de meter as "mãos na massa" assaltam-me ainda algumas dúvidas. 1- adquiri um tronco bonito mas volumoso (50cm de comprimento x 10 a 35 cm de altura_tipo L): 1.1- De inicio estava a pensar em coloca-lo na parte esquerda do aqua, já que esta fica junto ao canto da sala, acontece que também é nesta lateral que penso em colocar a flauta do filtro maior (e se calhar também a aspiração??), pelo que fico receoso se o tronco não poderá funcionar como uma barreira à corrente vinda do JBL1501; 1.2- A lateral direita também seria uma possibildade, pois deixaria a flauta do JBL 1501 com bastante espaço livre, contudo com o senão de assim que se entrar na sala dar de caras com o tronco; 1.3- Estou mais inclinado para colocar o tronco a meio do aqua, criando o efeito ilha (com 10 L JBL manado), areão no restante aqua e os 2 filtros JBL1501 e Eheim 2032 a bombarem (e aspirarem?) respetivamente na lateral esquerda e na direita(juntamente com o reator CO2). Não sei ainda bem qual a melhor solução, pois na parte superior do tronco "apenas" ficarão 8-10 cm de altura de àgua e poderá eventualmente atrapalhar os filtros?! 2- Devo colocar logo o Co2 a bombar? Quanto em bolhas por minuto? 3- As plantas vão também para o aqua no mesmo dia? 4- No inicio quanto tempo devo manter as 2 x54w T5 ligadas? 5- Ainda nesta fase inicial, devo fazer mudanças de àgua? Qual a periocidade e a percentagem? Assim que possível, se me safar com a informática, colocarei algumas fotos. Aguardo alguma sugestão/opinião, Rodrigues
  13. Obrigado Jorge pelas dicas! A questão da colocação dos filtros não é de todo repetitiva, pois ainda continuo na dúvida se será melhor a entrada em flauta ou a normal. Quanto à iluminação, adquiri o balastro e suportes estanques, e já meti no fim-de-semana passado mãos à obra, alterando a calha original (2x30w T8) brilhando agora 2x54w T5. Pelo que me dá então a entender trata-se de um reator CO2 (peça em plástico transparente com +- 35cm da JBL), mas qual será a melhor solução a interior ao a exterior? Em CO2 para mim é tudo "chinês"! Quanto ao aquecedor vou seguir o conselho dos 300w e fica deitado ao centro um pouco acima do fundo. PS: o encarnado da escrita era evitável, pois recorda-me a visão de determinadas "camisolas" ... obrigado, Rodrigues
  14. Olá malta aficionada! O aquário prometido ainda não avançou, ficou em stand by para um up-grade na iluminação para 2x54 T5, agora também já com co2 em garrafa e com um difusor interno da jbl. Contudo, ainda necessitava, se possível, de algumas dicas por exemplo: Qual a melhor disposição para os 2 filtros externos já adquridos (jbl 1501 (consegui vender o JBL 900) + eheim ecco 2032). Um em cada lateral do aqua? Com saida normal ou em flauta? Cruzo as saídas de água? Quanto ao co2 é preferivel adquirir um reactor externo ou o difusor interno faz o devido trabalho? O aquecedor de 200W que vinha junto do aqua está KO, preciso de adquirir outro. Os 200w serão suficientes para os 210-220L úteis? Onde o colocar? E a hipotese (bem mais cara) de um aquecedor externo? Contudo, fico na dúvida se serão melhores ou se não haverá o risco de ficarem com muita sujidade no interior. Tenho um UV jbl 9w, em qual filtro devo colocar ou nem sempre será preciso? Ficaria grato se viessem uns sábios conselhos à maneira! Obrigado, Rodrigues