HomoSapiens

.Membro Ausente
  • Content Count

    231
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Community Reputation

0 :)

5 Followers

About HomoSapiens

  • Rank
    Super Membro Júnior
  • Birthday 03/07/1976

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Viseu (Viseu)
  • Localização
    Viseu

Recent Profile Visitors

2,678 profile views
  1. HomoSapiens

    HomoSapiens

  2. Ao fim de 15 dias as plantas já estão melhores. Não sei se por estar a adicionar gluteraldeído e micronutrientes se por se estarem a adaptar às novas condições. De qualquer forma, deixo um vídeo onde podem ver ainda algumas plantas afetadas. Por exemplo a egéria densa perdeu as folhas todas e alguns caules apodereceram. A planta vermelha a meio lá atrás (nome, please?) também perdeu algumas folhas. De notar que estas duas vieram de um aquário com CO2 e com substrato fértil. Alguns dos fetos de java também apresentam folhas afetadas. Estes já estavam neste aquário e com cores muito bonitas antes da mudança.
  3. De Ferro estou a colocar 0.2 ppm semanais. Achas muito? Quanto à utilização de acetato de potássio como fonte de K, já ouviste alguma coisa sobre benefícios/prejuízos? Sinto-me tentado a experimentar... Obrigado!
  4. Entretanto, nas minhas pesquisas vi que no meu aquário com pouca luz e sem CO2, para além dos micro nutrientes, devo fertilizar apenas com Potássio. Vi também que a maioria utiliza K2SO4 ou KCl como fonte de potássio mas eu também consigo arranjar Acetato de Potássio (C2H3KO2) que tem uma solubilidade altíssima (o que permite fazer soluções stock muito concentradas) e o acetato pode ser uma fonte adicional de CO2, porque na água dá-se a seguinte reação: CH3COO- (acetate) + 2 O2 → HCO3- + CO2 + H2O Quimicamente falando, parece que esta alternativa é perfeita. Até porque da reação também resulta bicarbonato que é um sistema tampão que ajuda a estabilizar o pH. Alguém já ouviu falar disto em aquários? Será que trás vantagens ou terá algum inconveniente? EDIT: outra possível vantagem desta forma de potássio: "Potassium acetate is added for supreme foliar absorption that is up to five times greater than traditional forms of potassium"
  5. Ok. Qual a receita de macros que aconselhas? Obrigado!
  6. Já consideraste o uso de turfa no filtro ou num reservatório onde mantenhas a água antes das TPAs? Se não gostares da cor, podes utilizar algo para remover a cor, como purigen.
  7. Mas já li que num aquário low tech com peixes só era necessário fertilizar com micros porque os macro nutrientes fornecidos pelos peixes eram suficientes para os poucos requisitos deste tipo de plantas. Uma coisa que não tinha referido na minha mensagem inicial é que estou a adicionar 1,5 mL/dia de gluteraldeído 1,5% como fonte de carbono. Obrigado!
  8. O meu aquário tem 60 L com 18W de luz com flora principalmente de baixos requisitos (Anúbias, fetos deJava) e uma ou outra com maior "consumo" de nutrientes (Egéria densa). Não tenho CO2 nem substrato fértil. Apesar dos baixos requisitos, notei que algumas plantas estavam com mau aspeto e resolvi começar a fertilizar com micros. Segui esta receita: Tive de fazer algumas alterações porque não arranjei 2 componentes. Ficou sem zinco e sem molibdénio. Acham grave? Também substituí o Fe2O3 por FeCl3.6H2O porque era o que tinha disponível. Quanto à fonte de Boro, passou a ser Ácido Bórico pelas mesmas razões. Neste último, ao pesar, como tinha inicialmente feito contas para 10 vezes mais quantidade (1/10 do que está acima) e acabei por fazer 1/100 do que está acima, pesei 0.5 g de boro e não 0.05 g. Posso ter problemas. Quanto à mistura, preparei segundo esta calculadora: Ou seja, coloco 2,5 mL duas vezes por semana para ter 0.2 ppm de ferro. Acham bem para um aquário low tech com peixes e pouca iluminação? Uma vez que tenho peixes, acham necessário adicionar também macro nutrientes? Obrigado!
  9. Entretanto, como algumas plantas começaram a acusar a mudança, comecei a fertilizar com micros. Segui esta receita: Tive de fazer algumas alterações porque não arranjei 2 componentes. Ficou sem zinco e sem molibdénio. Acham grave? Também substituí o Fe2O3 por FeCl3.6H2O porque era o que tinha disponível. Quanto à fonte de Boro, passou a ser Ácido Bórico pelas mesmas razões. Neste último, ao pesar, como tinha inicialmente feito contas para 10 vezes mais quantidade (1/10 do que está acima) e acabei por fazer 1/100 do que está acima, pesei 0.5 g de boro e não 0.05 g. Posso ter problemas. Quanto à mistura, preparei segundo esta calculadora: Ou seja, coloco 2,5 mL duas vezes por semana para ter 0.2 ppm de ferro. Acham bem para um aquário low tech com peixes e pouca iluminação?
  10. Já coloquei o vídeo público. Já conseguem ver? Já não tenho red cherry. A única fauna que mantive foram uns caracóis!! O aquário é de 60 L. Penso que posso colocar mais uma corydora. Eu sempre tive um par e elas pareceram sempre muito felizes e brincalhonas!
  11. Após muuuuiiitto tempo de pasmaceira no River Bridge, e de estar sem peixes durante algum tempo, resolvi colocar-lhe alguma vida. Alterei hardscape, novas plantas e novos inquilinos. Coloquei 10 neons, duas corydoras e 1 beta. Este último foi exigência da minha filha que se apaixonou por ele na loja. Espero que se dê bem num aquário comunitário, porque não tenho experiência com este peixe. Alguém tem conselhos? Deixo um video do estado atual do aquário:
  12. Só venho referir que tenho utilizado 1,5 mL/dia de uma solução de 1,5% de gluteraldeído com bons resultados. Podem encontrar aqui uma boa calculadora para aprender a fazer e dosear: http://glut.petalphile.com/
  13. Obrigado pelas ajudas. Realmente resulta muito bem. Além de tudo fica barato porque esta lã que comprei dá-me para uma carrada de substituições.