Ricardo C Sousa

.Membro Ausente
  • Content Count

    70
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 :)

About Ricardo C Sousa

  • Rank
    Hiper Recém Chegado

Contact Methods

  • MSN
    rcsousa@hotmail.com
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Localização
    Feijó/Almada
  1. Lista de Reservas do Livro (via aquariofilia): AntLou Se me esqueci de alguém, por favor avisem-me para que actualize a lista.
  2. Acerca do livro: Tradução do site www.seaframes.com/tanganyika Tanganyika, O Mar Interior de Africa (N.T.:Tanganyika, African's Inland Sea - titulo original do Livro) é uma viagem à maravilhas sub-aquáticas naturais do lago mais antigo e mais fundo do continente. Desde cenários vulcanicos de cortar a respiração a peixes conchiculas pigmeus; desde alforrecas de água doce a lutas de ciclideos featherfin; espécies raras, comportamentos fascinantes;isto é, o Tanganyika ao vivo. Cada página dupla do livro conta uma vibrante história acerca de um dos últimos reinos sub-aquáticos intocado n
  3. Boas, O livro fica em cerca de 50€, no entanto se seguirem o link http://www.seaframes.com/tanganyika/, está lá toda a informação. Na convenção o livro vai estar com o preço de lançamento, e isento de portes, uma pequena cortesia do Angel. Os peixes são o Boulengerochromis microlepis, e são o maior ciclideo do Tanganyika. Uma fémea adulta atinge os 80cm e os 4kg de peso, os machos um pouco mais. Cumps
  4. No âmbito da Convenção de Ciclideos da APC - Associação Portuguesa de Ciclideos, vai organizar um workshop de fotografia. O workshop vai contar com o Angel Fitor, que além de fotógrafo e mergulhador profissional, é biologo marinho e doutorado em ictiologia. Para juntar à festa, é uma aficionado por ciclideos, em particular do Tanganyika. Tem uma empresa própria, tem trabalhos publicados para National Geografis e BBC Wildlife, entre outras revista prestigiadas. Alguns exemplos desse trabalho podem ser vistos no seu site: http://www.seaframes.com Já correu muitos mundos aquá
  5. Para um aqua desse tamanho, podes optar practicamente por qualquer conchicula. Vê este tópico. Quando decidires quais queres, pergunta, pois existem várias pessoas a manter conchiculas com reproduções regulares.
  6. Existem sais ou buffers comerciais que permitem obter valores de ph e em alguns casos também dureza (quando é para subir) necessários para um determinado tipo de água. Todos os processos são fisico-quimicos, podem é ser através de produtos comerciais, caseiros, naturais ou através de equipamento especifico. Tudo depende do que se pretende, depois é escolher o caminho que melhor se adeque às nossas necessidades (e dos peixes) e à nossa carteira. Para além dos produtos comerciais, existem os outros. Para aumentar pH e dureza, vê receita em www.ciclideos.com Para diminuir pH, pode
  7. A primeira coisa a saber relativamente à água são os parametros à saida da torneira. Testa a água acabada de sair da torneira, e depois de um periodo de repouso com forte oxigenação e depois coloca aqui. Quer num caso quer noutro, vias ter sempre que preparar agua, se bem que no caso dos apistos o ph poderá ser mais fácil ajustar, já a dureza pode não ser tão simples.
  8. Tenho que discordar com esta sugestão. Um setup para xenotilapias deve ter no minimo 120cm de frente e muita areia livre,
  9. Tenho que discordar com esta sugestão. Um setup para xenotilapias deve ter no minimo 120cm de frente e muita areia livre, e o caso especifico das X. papilio ou das X. sp "papilio sunflower" são das mais agressivas e caras. Para alem desse facto de só por si é auto-explicativo, as Xenos são peixes muito exigente e desaconselhadas para aquariofilista com pouca experiência, que me parece ser o caso. Para concluir são caros e muito dificeis de obter. Relativamente às julies, é um pouco como o aquaben diz, mas na minha opinião, com alguns cuidados e alguma experiência, é possivel mante
  10. ...para não mencionar que estás a pensar colocar cinco especies distintas de conchiculas juntas, que nem num aqua de 2m resultaria. Isso é promessa de batatada até à morte. Se escolheres uma unica dessas especies, estás no bom caminho.
  11. Olá João, Obrigado pela resposta. As Wave Marea, são streams semelhantes às Tunze com eixos em ceramica. A que distãncia deve a calha ficar da superficie da agua? Estava a pensar em 20-30cm.
  12. Ora boas, Após algum tempo de investigação e manutenção de Tanganyikas, decidi "oferecer" um salgadinho às mulheres cá de casa: a minha filha Sofia (4 anos) e à minha mulher. Setup: Dimensões - 55x55x47 (Aquamedic Chromis) Rocha Viva - 17 Kg (Fiji e Tonga) Substrato - Aragamax sugar size Circulação - 1 PH de 1500L/h, 1 PH de 900 l/h (Dymax) Escumador - Biostar Flotor Iluminação - Ocean Light 150 W HQI + 2x 24W Actinias (ainda não está montada) Agua - Natural Enchi o aquário na quarta à noite...ficam umas fotos da noite e manhã seguinte. Estou aberto a sugestões.
  13. Parabéns, ficou muito bom. Umas perguntinhas: - Por onde passaste os fios dos suportes para os balastros? Pelos buracos deixados pelos suportes das t8? - Como é que isolaste os referidos buracos? - Esses suportes são estanques? onde os compraste? - Não tens problemas com aquecimento? Pergunto isto pois colocaste 4 balastros, e não me apercebi que tivesses feito alguma coisa para dissipar o calor gerado. Mais uma vez bom trabalho. Abraço