Recommended Posts

Viva. 

Sei que estas conversas já são antigas mas nunca encontrei respostas concretas a estas duvidas:

De forma a que os peixes não passem fome, mas também para não termos comida a decompor-se no fundo, o ideal é deitar a quantidade que os peixes consigam comer em dois minutos. 

Isto é bastante explicativo, mas há situações em que não conseguimos ter a noção do que foi comido, caiu no fundo ou foi aspirado pelo filtro... 

Os granulados afundam rapidamente, os flocos mantêm - se na superfície e é mais fácil controlar. 

Sendo assim, este tópico tem como objectivo perceber com casos práticos como alimentam os vossos peixes e camarões. 

Por exemplo: uma pastilha para peixes de fundo dá para quantas corydora? 

E se forem ancistrus? 

Uma colher de café de flocos alimenta quantos neons? E se forem escalares? É se for granulado? E comida viva? E papas caseiras? 

Espero não estar a repetir tópicos e que este acabe por ter interesse quando começar a ficar completo com as vossas experiências. 

No final pode chegar-se a alguns dados que sirvam de guia para principiantes ou malta mais cautelosa/conservadora na hora de alimentar os vivos. 

Criei aqui o tópico porque não sei se se encaixa noutra secção. Se for de interesse, que seja movido para sítio adequado, por favor. 

Abraço a todos e obrigado pelo vosso eventual contributo 

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Boas... 

Percebo a tua dúvida mas os bixinhos são espertos.. 

As corys andam o dia todo a procura de comida, elas fome não passam, eu dou uma pastilha de 3 em 3 dias a 2 corys, de resto existe sempre algum comer a cair no fundo.. 

O ancistru deveria de se alimentar a base de algas e produtos naturais, pepino, batata, cenoura, beterraba. 

Os camarões existe comida seca própria para eles que se pode colocar ao pé do esconderijos deles, mas estes também se alimentam de algas e detritos. 

"Uma colher de café de flocos alimenta quantos neons? E se forem escalares? É se for granulado? E comida viva? E papas caseiras?" 

Aqui, opa só lhe consigo dizer uma coisa, cada aquário é um aquário diferente, tudo depende do que você habituar os peixes a comerem. Se pretende realçar a cor deles e o seu bem estar tem que se pesquisar o que eles comem e gostam, a quantidade varia, mas não é preciso grandes quantidades. 

Mas eles fome não passam, dou lhe o exemplo dos guppys que se alimentam e por terem um estômago tão pequeno passado 1h já andam a caça de comida. 

Mas também é muito importante você observar os peixes quando lhe dá de comer, assim consegue perceber quem come mais depressa quem demora mais a comer, quem fica tímido, e você próprio adequada se a alimentação deles e eles a alimentação que você lhes dá. 

Até porque se vir, surtos de caracóis ou algas pode indicar um excesso de comida (também pode ser outros motivos).. 

Assim de repente acho que é tudo da minha parte 😉

Continuação boa sorte 

  • Like 1
  • Upvote 1
Link to post
Share on other sites