Sign in to follow this  
Bringer

Vivemos num Apertamento

Recommended Posts

Sendo principiante nestas coisas da aquariofilia, achei que seria útil partilhar as minhas escolhas na montagem do aquário e assim talvez esclarecer algumas dúvidas e dar algumas ideias.

Até agora as coisas têm corrido razoavelmente bem.

Agora fica o link para um pequeno vídeo do aquário.

Assim que tenha tempo, farei uma descrição do mesmo, desde o planeamento até agora.

 

 

 

Cumps,

 

José

Share this post


Link to post
Share on other sites

Está com um aspecto bastante saudável e os peixes parecem gostar. Só ficou a faltar um plano mais geral.

 

Tapatalking

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas , concordo exatamente , falta um vídeo ou fotos de uma geral para se entender bem a dimensão e a disposição!

Cumps

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

 

Não consigo tirar uma foto mais distante, já que tenho o meu primeiro aquário à frente deste.

Mas apanha o aquário quase todo, só falha uns 3 ou 4cms de cada lado.

 

image_zpsfuuaeo6q.jpg

 

Cumps.

 

José

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por acaso não são Mollys, são Platys.

Achas que lhes estou a dar comer demais? :)

 

Todos os bichos no meu aquario dão-se bem.

 

Cumps.

 

José

Share this post


Link to post
Share on other sites

Espectáculo, que grande selva que para ai vai amigo José ! biggrin.png' alt=':biggn:'> :naughty:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esta sexta fui a conduzir feito estúpido até à Aquaeden para ir trocar a botija de CO2 e comprar os Paracheirodon Simulans.

Aqui estão eles.

 

image_zps53dkqayn.jpg

 

A ver se hoje tenho tempo de partilhar como foi feita a montagem.

 

Bom fim-de-semana,

 

José

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ora bem, finalmente arranjei algum tempo e coragem para escrever sobre a montagem deste aquário.

 

Vamos primeiro à parte técnica:

 

Medidas: 65x35x35

Vidro extra claro de 8mm

 

Luz: calha de LEDs U Series-P da Up Aqua

http://www.up-aqua.com/00-dm-page/00up_ad-led-U-P.jpg

 

Filtros: Eheim 2213

Aquaclear 30 (mais para causar um pouco de ondulação na superfície, mas pouca)

 

Liliy pipes da TMC

 

 

Vamos lá então.

 

Sendo este o meu segundo aquário, resolvi atacar as coisas de outra maneira, recolhendo informação de fontes entendidas mas ao mesmo tempo dando asas às minhas ideias.

O objectivo seria ter um aquário que pudesse proporcionar um ecossistema compatível com todas as espécies já existentes no primeiro aquário (com a excepção de duas tylomelanias que ainda estão no primeiro mais uns 5 peixes pequenitos).

 

A primeira operação foi espalhar um pouco de Tourmaline da ADA no fundo do aquário.

Agora não me lembro qual foi a seguir, se ADA Power Sand de tamanho médio se as bactérias ADA Bacter 100.

Também não interessa. A ADA tem um produto que supostamente é bom para estas bactérias, acho que é o Bacter Clear ou algo assim, mas como não queria estar a gastar dinheiro num frasco disso, não utilizei. Também não utilizei os Penac. Tive de gastar esse dinheiro em guloseimas que me souberam muito bem :)

 

Mas passando à frente....

Como já disse, a minha ideia era agradar a todos, então toca de comprar solo fértil Tropica Plant Growth, Elos Terra Brown, help Shrimp Soil e Tropica Aquarium Soil.

O úlltimo foi utilizado em duas áreas distintas para que os camarões tivessem uma área do aquário onde se sentissem melhor - se se sentem melhor ou não, não faço a mínima ideia.

Foi também adicionada um pouco de akadama para fazer um caminho e para completar um pouco do inerte. Escusado será dizer que o caminho já era.

A parte da frente levou um pouco de Manado que entretanto já afundou por entre o Elos e provavelmente o Tropica Aquarium Soil.

Optei também por comprar um pouco de gravilha vulcânica, visto que a sua porosidade é boa para alojar bactérias.

Depois dos solos devidamente distribuidos, toca de começar a borrifar durante uns dias. A utilização do borrifador deveu-se ao facto de não querer mover o solo.

 

Estava na altura de plantar e desta vez ia ser diferente.

Comprei Montecarlo e Eleocharis SP mini e começei a sua plantação sem ter água no aquário (a não ser a colocada através do borrifador mas que não chegava talvez a um litro).

Depois de colocadas as plantas, toca de borrifar, acender a luz e tapar o aquário com um plástico aderente para acumular CO2.

A luz estava acesa umas 8 horas efectivas por dia, sendo interrompida umas duas horas mais ou menos entre as 12h30 e as 15h30.

Depois foi a vez da Staurogin Repens.

E andou assim cerca de uns 10 dias.

Esta opção deveu-se ao facto de eu querer que as plantas de tapete criassem alguma raiz, para que não flutuassem quando enchesse o aquário de água.

Nesta altura já se notava partes do solo submersas.

 

Obs. Na água era adicionada de vez em quando uma quantidade ínfima de açúcar para alimentar as bactérias que estavam no fundo do aquário.

 

Faltava a Marsilea Crenata, mas não me lembro se a plantei antes ou depois de encher o aquário.

Bem, mas agora não interessa, por isso vamos enchê-lo.

 

São colocados o filtro Aquaclear 30 (tenho um 200 que é equivalente ao 50 mas não o posso colocar porque encostei o aquário demasiado à parede :) ) e um termostato de 75W.

A água é tratada com Seachem Prime (duas gotas para aprox. 4,5 litros) e deixada a respousar umas 12 a 24 horas antes de entrar para o aquário.

São adicionadas bactérias do Seachem Stability.

 

Estamos na fase da ciclagem e de vez em quando é colocada um pouco de comida. Mesmo muito pouca, pois as bactérias não são do tamanho de um crocodilo.

Vamos adicionando Seachem Stability conforme indicações (talvez um pouco menos do que o indicado).

 

Passam duas semanas e levo a água para testar amónia e nitritos.

Ainda não está em condições.

Passam mais uma semana e mais água para testar.

Os resultados são favoráveis e toca de começar a colocar alguns peixes do primeiro aquário para este.

Acho que começei com uns platys.

Depois coloquei mais alguns, incluindo uns barbos pele de cobra que não tinha e achei muita piada.

 

Passados talvez uns 15 dias, consegui arranjar um Eheim 2213 usado em boas condições, sendo que está actualmente a trabalhar em conjunto com o Aquaclear.

 

Depois foi a vez de montar os lily pipes.

 

Ah! Já me esquecia.

O CO2 estava a ser fornecido através de campânula e foi obviamente substituido por um sistema pressurizado, que funciona cerca de 8 horas por dia a um ritmo de um pouco mais de uma bolha por segundo.

O sistema liga e desliga um pouco antes da luz, incluindo a interrupção por volta das 13h00.

 

Devo de dizer que cheguei a utilizar um escumador simples da Odyssea, mais para movimentar a superfície que para tirar qualquer gordura, mas entretanto tirei-o.

 

Já me estava a esquecer da fertilização.

Para não estar a provocar desiquilibrios, resolvi apostar num tudo em um, sendo que a minha escolha recaiu no ADA Green Brighty Step 1.

Este foi utilizado em conjunto com o Seachem Iron e o Seachem Potassium durante os primeiros 3 meses, sendo que apartir daí começei a adicionar um pouco de ADA Green Brighty Step 2 e outros da Seachem que a minha imaginação acha necessário.

Bem, e de vez em quando lá vão umas gotas de ADA Phyton Git.

 

Acho que é tudo. As coisas vão correndo bem. A única planta que cresce mais devagar mas está saudável é a Eleocharis SP mini. Precisava de um pouco mais de CO2, mas não quero exagerar.

Já agora aproveito para informar que o drop checker contém solução KH4 que comprei já preparada.

 

Cumprimentos,

 

José

Share this post


Link to post
Share on other sites

Após umas valentes podas, os peixes já têm mais espaço para nadar.

 

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Bringer,

 

Bela comunidade aí tens! parecem estar todos bem pacíficos, ou então incrementaste ai algumas regras ao pessoal :)

 

Muito bom especto de flora, na minha opinião só acho que na frente as plantas deveriam ser mais pequenas para uma visualização melhor da profundidade do aqua, de resto está optimo.

 

Cumps,

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo contigo quanto às plantas na frente, e olha que já cortei muito porque estavam a fazer sombra às mais baixas.

A seu tempo vou tentar equilibrar melhor o layout. Mas de qq das maneiras quero ter sempre muitas plantas para absorver nitratos e outros elementos.

É que desde que montei o aquário em Junho, practicamentre quase nunca o aspirei. Apenas faço TPAs e vou removendo algumas folhas ou pedaços de plantas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em relação a teres muitas plantas para absorver os nutrientes dou-te razão, muita razão :) ...eu como no meu não posso ter essa vasta gama de plantas pelo tamanho do meu aqua tive de optar por duas espécies que absorvem muitos nutrientes como a matogrossense e a sessiliflora, muitos nutrientes não consumidos gerem uma bomba de algas e até hoje nada de algas, mas também adianto que de 2 em 2 dias faço tpa's de 10% e faço a maior ao sábado 30% logo aqui faço o reset ao nutrientes em excesso.

 

Por esse motivo digo que a tua flora está impecável, bem gerida, não se nota cadências nem algas.

 

Cumps,

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também faço TPAs intermédias

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado pela ajuda, quanto à questão que fizeste é correto vou ter de alimentar os peixes com alimentador automático nos dias que não ta ninguém em casa... quanto ao plano de fertilização que usas está à vista que resulta mas para mim são bastantes produtos tenho de arranjar uma forma de fertilizar só ao fds e com um ou dois produtos no máximo para facilitar, tou a pensar começar com easy profito após tpa que axas? Conheces este produto?

Cumps

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Tiago,

 

Não sei o nome científico, mas são conhecidos como barbo pele de cobra.

Existem duas espécies muito parecidas; na outra as manchas são mais finas.

Estas são de um tom verde escuro com pigmentação que dá um efeito metalizado.

Olá Nuno,

 

Conheço os nomes, mas não a eficiência.

Certamente alguém daqui te elucidará nesse aspecto.

 

Cumprimentos,

 

José

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Tiago,

 

Não sei o nome científico, mas são conhecidos como barbo pele de cobra.

Existem duas espécies muito parecidas; na outra as manchas são mais finas.

Estas são de um tom verde escuro com pigmentação que dá um efeito metalizado.

Olá Nuno,

 

Conheço os nomes, mas não a eficiência.

Certamente alguém daqui te elucidará nesse aspecto.

 

Cumprimentos,

 

José

 

 

Boas,

 

São os Desmopuntius rhomboocellatus ou Snakeskin Barb ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ontem a caminho de casa ia a olhar para umas ervas altas e a pensar: Isto até ficava bem no aquário.

De repente vi umas flores pequenas e colhi uma.

Será que vai resultar?

 

 

image_zpsiberjckb.jpg

 

Cumps.

 

José

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui está filmado de cima.

Qualquer dia os peixes não se conseguem mexer :)

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

o aquario tem um aspecto suberbo.

esta fantastico parabens

Share this post


Link to post
Share on other sites
Este tópico tem mais de 6 meses de antiguidade... Se fizer sentido, por favor considere criar um novo tópico em vez de reactivar este. Obrigado!

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this