Sign in to follow this  
Fernando Leite

Roteiro Português de locais Uteis para Aquariofilia

Recommended Posts

lool eu antes ia a pesca i kpmprava verdemans mtmt baratus la po alentejo(barragem de santa susana)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rio Vouga na zona de Sever "do mesmo"... help

 

Vi lá ou Ceratophyllum demersum, ou uma planta muito próxima desta em grandes ajuntamentos. Plantas, por vezes, com mais de 3m de part visível.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus amigos

 

Há um lugar onde podem não só disfrutar das belissimas paisagens e beber uns bons copos mas tb poder levarem quantas pedras de xisto e tamanhos quiserem, falaram de videiras, então aí são paeletes, resmas etc. e muitas outras coisas que é na capital do vinho e da vinha " DOURO"

 

Visitem o Douro meus amigos e depois então digam alguma coisa, cá vos espero

 

abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

Excelente tópico!!!

Local:Rio Tejo perto de Vale de Figueira

Camarão de rio, e pouco mais.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Este fds vou para a zona de Vide: http://www.cm-seia.pt/concelho/freguesia27.asp

 

Sei de umas zonas maravilhosas para colecta de "material" tanto fauna como flora.

 

Pode ser proibido mas ali ninguém se preocupa com isso, pois no verão aqueles riachos enchem de veraniantes que é uma coisa louca, e deixam aquilo tudo de pantanas.

 

Mas devido a vários verões passados ali, na casa de um amigo, conheço certos locais, que ninguém ou quase ninguém conhece. Vi lá peixes pequenos que não sei identificar, mas pouco mais vi, pq a intenção na altura não era essa, (era tomar banho nus, imaginem 7 marmanjos nus a mergulhar naquelas cascatas lindas.)

http://www.manicfish.com/fotocommunity.php...d=9604&gid=3195

 

Os peixes são aos milhares, por isso vou colectar um ou dois, e depois posto aqui as fotos, como venho no domingo irei fazer isso apenas na vinda para casa, vou comprar uma mala termica para os manter mais aconchegados.

 

Vou colectar entre outras coisas, algumas pedras e plantas que achar interessantes.

 

Neste caso o que necessitariamos era disto:

http://www.aquariofilia.net/forum/viewtopi...5063&highlight=

 

Portem-se bem e segunda cá estarei com fotos.

 

Ps- Como não tinha visto este, criei um ontem: http://www.aquariofilia.net/forum/viewtopi...5616&highlight=

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oi pessoal já vim do fds, fou uma loucura, apesar da desilução de o caudal do Rio Alva estar muito fraco por causa de uma enchurrada que aconteceu à cerca de um mês, e que inundou oda a zona circundante.

 

Por causa disso, as praias fluviais estavam fechadas (sem água) e a água estava um pouco turva e cheia de lodo.

 

Deixo apenas algumas fotos, e quando tiver tempo, (amanhã) coloco no meu blog todo o percurso que fiz, e o que apanhei pelo caminho. Plantas peixes etc.

 

Rio Alva:

O Rio Alva é um afluente do Mondego, nascendo na encosta Sudoeste da Serra da Estrela. Percorre cerca de 50km até desaguar no Rio Mondego, o que ocorre na localidade de Porto de Raiva (Concelho de Penacova, Distrito de Coimbra), após o Rio Mondego ser quebrado pela Barragem da Aguieira.

 

A história conta que o Rio Alva e Rio Mondego são rios irmãos, nascentes da mesma mãe (Serra da Estrela) embora em vertentes opostas, sendo o Rio Mondego mais calmo e maduro. O Rio Alva, mais jovem e rebelde, rompeu pelas encostas encarpadas da Serra da Estrela, com o ímperto de apanhar o seu irmão. Ambos se confrontam em fúria na localidade que hoje tem esse nome (Porto da Raiva).

 

No seu leito percorre um caminho sinuoso entre as encontas da Serra da Estrela e da Serra do Açor, onde escavou o Vale do Alva. Várias localidades cresceram nas suas margens como São Gião, bem como apresenta imensas praias fluviais como São Gião, Avô, Caldas de São Paulo, etc.

 

Comprimento 50 km

Altitude da nascente N/D m

Débito médio N/D m³/s

Área da bacia N/D km²

Nascente[/b Serra da Estrela

Foz Rio Mondego

Delta N/D

 

Para meu espanto quando coloco Rio Alva no Google.com logo no primeiro link aparece uma foto linda:

senhoradesterro-senhorasaude.jpg

 

E agora vejam o que nos veio dar as boas vindas:

Lagarto2.jpg

Cláro que com esta máquina (Nokia 6630) não ficou no seu explendor, mas posso vos dizer, que é uma visão linda.

 

Flora:

flora2.jpg

Tamanho normal: http://www.diasje.acespace.co.uk/extras/ex...exped/flora.jpg

 

Lindo:

vide2.jpg

Tamanho Normal:

http://www.diasje.acespace.co.uk/extras/exped/vide.jpg

 

Plantas:

plantas.jpg

Tamanho Normal:

http://www.diasje.acespace.co.uk/extras/ex...ed/plantas2.jpg

 

Quando tiver tudo actualizado eu coloco aqui o link para o meu site para poderem ver como correu tudo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Peço desculpa a todo por um erro cometido por mim, no Post anterior, o Rio onde passei este fds não foi o rio Alva e sim o rio Alvoco, um erro nas tabuletas no local, e eu cai. Agoa a fazer uma pequena pesquisa na net verifiquei que o rio que banha Vide é o Alvoco e não o Alva, eles juntam-se na ponte das 3 entradas, disso estou certo mas na net indicam que se juntam apenas em Avô. Já não compreendo nada :wink:

 

Cá vai:

 

O Alvôco é um rio português que nasce na Serra da Estrela, banha Vide e desagua no Rio Alva em Avô no município de Oliveira do Hospital

 

Comprimento 37 km

Altitude da nascente N/D m

Débito médio N/D m³/s

Área da bacia N/D km²

Nascente Serra da Estrela

Foz Alva

Delta N/D

 

Se alguém conhecer, por favor esclareçam esta dúvida, se o rui que banha VIde é o Alvo ou o Alva.

 

Já agora se se juntam na Ponte das tres entradas ou em Avô.

 

Obrigado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já confirmei é o rio alvoco.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem como não tenho fotos, do que apanhei em tremos de peixes, vou motrar o que apanhei:

 

Escalo do Norte

Nome Científico: Squalius carolitertii (Doadrio,1987) ou Chondrostoma polylepis (Steindachner, 1865)

Nome Local: Bordallo

Nome Comum: Escalo, Leucisco

Familia: Cyprinidae

Tamanho máx: 15/16cm em aquário (informação local)

 

 

 

 

ESCALO (Chondrostoma polylepis)

Escalo, boga, pepa, peixe comum

Talha: De 17 a 30 cm

Distribuição: Ocidente da península Ibérica

Situação: Em expansão

 

 

Ciprínido endémico de Portugal e Galiza. De cor castanha-dourada no dorso, mais clara na zona ventral. No nosso país acha-se bem representada na maioria das bacias. Move-se em grandes grupos e de adulto alimenta-se principalmente de algas. São resistentes à contaminação orgânica, suportando baixos níveis de oxigénio na água. Tem grande capacidade de dispersão, ocupando todos os habitats nos cursos inferiores e médios.

 

Capturei 3 jovens com cerca de 7cm e 9 alevins entre 1cm e 1,5cm.

 

Estão a adaptar-se perfeitamente no meu aqua com 27º, ainda não medi o PH da agua mas tenho 4 Hyphessobrycon bifasciatus (tetra amarelo)

que se estão a dar lindamente, juntaram-se todos e é como se fosse um cardume só. Apenas os alevins formaram um cardume individual.

 

Adoram o meu mini granulado, e a informação que tive a malta da zona, é que eles se dão muito bem num aquário mesmo sem filtro um simples aquário, com agua parada, mudando apenas um a 2 vezes por mês, e chegam a viver até 2 anos. Adoram fruta e legumes, e comem de tudo um pouco. Pelo que tive oportunidade de verificar, eles reviram o lodo à procura de algo para comer.

Se mexermos com a mão no leito do rio, eles vêm aos milhares ter connosco.

Suporta até 31º máx, e precisa de muita oxigenação. De preferência num aqua com um motor interior potente, para fazer com que a agua tenha alguma corrente.

 

Quando os apanhei no rio, apresentavam um prateado lindo, com uma risca amarela. Quando chegaram a minha casa no Barreiro, 10 horas após serem capturados, apenas perdi 2 alevins. Viajaram numa mala termica de campismo, onde fui retirando e adicionando agua a cada paragem. Juntei um pouco do lodo que se encontrava no rio, mais algumas plantas que continham escorpiões de agua (acho que é assim que se chama) mais alguns insectos de água.

 

Quando os coloquei no aquário, os mais adultos, esconderam-se nas plantas rasteiras, e os alevins, foram logo à procura de comida. Cerca de uma hora mais tarde, as listas amarelas voltaram a aparecer, sinal de que se estavama ambientar. Durante a viágem as listas desapareceram.

 

 

Hyphessobrycon bifasciatus (tetra amarelo)

tetra_amarelo.jpg

 

 

Chondrostoma polylepis

chondrostoma_polylepis05-50.jpg

c_polyle.jpg

boga.jpg

 

Mais info: http://www.icn.pt/psrn2000/caracterizacao_...20polylepis.pdf

 

Comportamento: http://darwin.icn.pt/sipnat/wgetent?userid...011.001.016.011

Share this post


Link to post
Share on other sites

Escorpião de água:

escoag01.jpg

 

Outros que apanhei:

mosquito-life-cycle.gif

18-2-b.jpg

 

Não sei que insecto era este, mas estava furioso comigo, mordeu-me 2 vezes, apezar de ter apenas 1cm.

08072006(108).jpg

08072006(109).jpg

Sei que não dá para ver bem mas tinha a cabeça laranja com o corpo amarelo.

Ficou todo incomodado, por o ter acordado. Quer dizer, quando a minha mulher começou aos berros, quando o viu. :wink:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

 

Muito bom, sem dúvida. Local de pura natureza. Como Portugal é lindo. Tanto falam de defeitos deste país, que se esquecem as virtudes deste nosso país!

 

Já que se fala em espedições:

 

Quem alinha numa visita à Lagoa Azul de Sintra?

 

Este Sábado de manhã? Domingo de manhã? Tarde?

 

Alguém interessado? 4 ou 5 pessoas e já dava um convívio agradável.

 

Para despertar o interesse:

 

137_3752.jpg

16.JPG

 

Estou um pouco a leste sobre expedições, mas nada como umas pequenas leituras e uma ida ao local para me iniciar nesta nova actividade.

 

Aguardo interessados.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ora ai está uma optima ideia, uma visita à lagoa azul, já não vou lá desde os meus tempos áurios :lol: .

 

Pois é, Portugal é lindo, e eu tenho o previlégio de ter um amigo que tem casa para aqules lados, e posso lá ir quando quiser. Vou comprar uma canoa ou 2 kayaks, e vou fazer uma pequena espedição naquele rio, que ainda tem muitas surpresas desconhecidas dos não aventureiros.

 

Existem muitos mais rios, lagoas, lagos, cascatas, etc, temos coisas lindas, aqui mesmo em Portugal, mas no entando não as apreciamos, e o pior é quando são descobertas, são destruidas por veraniantes. Deixando os despojos por todos o lado. Encontrei várias garrafas de agua e cerveja vazias por todo o lado, coloqueias num saco e deiteias no local própio (LIXO) :lol: , não custa nada preservarmos o que temos.

 

Aconselho a todos os que conheçam estas maravilhas de Portugal, que as prezervem.

 

Só apanhei pedras plantas e troncos numa praia fluvial que iria ser limpa com um tractor, caso contrário nunca o iria fazer.

 

Só apanhei os peixes pois, não estão em extinção e eram aos milhares.

 

Cuidem do que é nosso...

Share this post


Link to post
Share on other sites

essa lagoa azul se a visibilidade não for terrivel isso está a pedir é um mergulhozito de apneia, nada como enfiar a tola dentro de água para ver realmente o que há por lá

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguém já fêz mergulho na lagoa azul? ???????????

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Atenção que é proibido tomar banho na lagoa Azul.

 

Também não é permitido apanhar peixes, quanto às plantas, sempre que lá vou não me põem problemas.

 

Nas lagoas de Monserrate não há fiscalização e as espécies que há na lagoa Azul, também lá estão todas, com a vantagem de haver muito mais tipos de plantas, principalmente na lagoa que está mais afastada da estrada.

 

Espero ter ajudado

 

1Abraço

Pedro Coelho

Share this post


Link to post
Share on other sites
Boas

 

Atenção que é proibido tomar banho na lagoa Azul.

 

Também não é permitido apanhar peixes, quanto às plantas, sempre que lá vou não me põem problemas.

 

Nas lagoas de Monserrate não há fiscalização e as espécies que há na lagoa Azul, também lá estão todas, com a vantagem de haver muito mais tipos de plantas, principalmente na lagoa que está mais afastada da estrada.

 

Espero ter ajudado

 

1Abraço

Pedro Coelho

 

Mergulhar todo equipado não é bem o mesmo que ir para ali de toalha e farnel passar a tarde (Logico que não querem fazer daquilo uma praia) agora não sei se esse ir tomar banho tb engloba o fazer mergulho, so para ver, sem estragar nada, se alguem souber alguma coisa que deixe aí um commentzito. :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites
As raizes de videira teem umas formas espectaculares, tenho uma ha mais de 3 anos no meu comunitario.

Devia de ter guardado mais quando o meu tio arrancou as videiras :lol:

 

se alguem souber um sitio onde estejam a arrancar ou podar as vinhas avisem  :(

 

vem a zona da mealhada, vou contigo as vinhas , levas a mala cheia... mas não é para vender.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Então e a ideia de ir fazer mergulho na lagoa? Ninguém alinha? :puppydogeyes:

 

bem sei que a conversa já é antiga, mas eu alinhava mesmo nisso..

A questão é:

Com ou sem botija..

É que se estavam a pensar com, eu não tenhu nem tenho pratica..

 

Seria agradavel, mesmo que não se concretiza-se na lagoa azul, um mergulho por sesimbra/arrabida.. (mas como já disse sem botija)

 

Se quserem avançar para a frente é só dizerem..

 

Cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bem sei que a conversa já é antiga, mas eu alinhava mesmo nisso..

A questão é:

Com ou sem botija..

É que se estavam a pensar com, eu não tenhu nem tenho pratica..

 

Seria agradavel, mesmo que não se concretiza-se na lagoa azul, um mergulho por sesimbra/arrabida.. (mas como já disse sem botija)

 

Se quserem avançar para a frente é só dizerem..

 

Cumps.

 

fazer mergulho é k era mesmo =)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Localização: Porto

Local: Palácio de cristal (lagos)

Espécies: Ceratophyllum demersum; dáfnias; copépodes e outros tipos de comida viva...

 

Fiquem bem

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na primavera é impagável um banho no Vascão mesmo na fronteira entre o Alentejo e o Algarve na ponte da estrada que vai de Mértola para alcoutim.

 

Podem encontrar Myriophyllum, e nadar com casais de Chanchitos (Cichlasoma facetum) com nuvens de alevins entre outras atracções.

 

Abraço,

Pedro

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

Bem e que tal combinar uma ida á Lagoa Azul? Se sim o dia que dá mais jeito.

 

 

Abraços,

RS

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sign in to follow this