Ajuda, alga.


Recommended Posts

Boa noite,

 

venho colocar mais um tópico da "praxe". Mas faço-o mesmo por desespero...

 

Apareceu no aquário, há ja cerca de 2 meses, uma alga acastanhada, que cobre tanto o areão como a rocha viva. Na rocha e no vidro do aquário faz uma espéce de fios parecido com fios de cabelo. No areão faz uma espécie manto. Na rocha já apareceu uma esverdeada.

 

Já corri os quatro cantos da net, tudo o que é forum de referência à procura de informação ou de uma solução.

 

O problema começa de raiz, pois não as consigo identificar: serão diatomáceas, dinoflagelados, ou "redslime"?

 

Já procurei na biblia " the reef aquarim" e pelas indicações parece-me diatomáceas.

 

Já tentei de tudo para as eliminar: esfregar e aspirar diáriamente, subir o ph, "Dinoxal", "chemiclean"... Introduzi uma salária, mas nem chega perto delas.

Lí por aqui um post de um membro que desligou o escumador e começou a adicionar diáriamente bactérias. Estou a tentar este método...mas até à data sem sucesso.

 

Tenho na sump, e sempre tive, carvão activo e resina. Mudados regularmente.

 

O valor de silicatos não chega sequer aos 0,25.

 

Todos os outros parâmetros estão dentro da normalidade. Isto é que deixa confuso...

 

Sei que para esta praga de algas existir no meu aquário tem de haver uma razão, o "alimento" delas tem de vir de algum lado...

 

Utilizo água de osmose na reposição.

 

Alguma sugestão? Deixo algumas fotos:

 

7f843ba8.jpg

 

cf7f1a58.jpg

 

0facd142.jpg

 

75fdc72b.jpg

 

Muito obrigado,

Ricardo

Link to comment
Share on other sites

Boas, Ricardo!

 

Só umas perguntas:

 

- Qual o tamanho do aquário?

- Qual a circulação que tens?

- Frequência das TPA's?

 

Atenciosamente,

 

Pedro

Posted Image
Link to comment
Share on other sites

Viva,

 

o aquário tem 240L, com a sump deve andar perto dos 260L. Não tenho muita rocha viva pelo que não rouba muito espaço.

 

Quanto à circulação: tenho três bombas: uma bomba de 4500 outra de 3000 e outra de 6000. Mais o retorno da água. A de 3000 foi adicionada a contar com as algas, a fim de aumentar a circulação da água, mas nem assim...

 

Esqueci-me de referir que os fosfatos estão a 0.

 

Faço as TPA, sem falhar, uma vez por semana. Cerca de 15L.

 

1f15ff06.jpg

 

c387a671.jpg

 

As fotos foram tiradas com o telemóvel (é mais rápido para postar) mas se for necessário tiro umas com a reflex para ajudar a identificar melhor as algas.

 

Obrigado

Link to comment
Share on other sites

Viva,

 

o aquário tem 240L, com a sump deve andar perto dos 260L. Não tenho muita rocha viva pelo que não rouba muito espaço.

 

Quanto à circulação: tenho três bombas: uma bomba de 4500 outra de 3000 e outra de 6000. Mais o retorno da água. A de 3000 foi adicionada a contar com as algas, a fim de aumentar a circulação da água, mas nem assim...

 

Esqueci-me de referir que os fosfatos estão a 0.

 

Faço as TPA, sem falhar, uma vez por semana. Cerca de 15L.

 

1f15ff06.jpg

 

c387a671.jpg

 

As fotos foram tiradas com o telemóvel (é mais rápido para postar) mas se for necessário tiro umas com a reflex para ajudar a identificar melhor as algas.

 

Obrigado

 

Será que a circulação é a mais correcta ao nivel do substrato?

Já experimentas-te fazer uma TPA genesosa? 15l por semana nesta litragem acho muito pouco! Cerca de 6%!

Um abraço

 

Horácio Ferreira ~ \(^o^)/ ~ \(^o^)/ ~ \(^o^)/ ~

 

 

 

cbbe53153cc6dac6ec27f68626f7cdd2u23a21.png

Link to comment
Share on other sites

Boa noite,

 

venho colocar mais um tópico da "praxe". Mas faço-o mesmo por desespero...

 

Apareceu no aquário, há ja cerca de 2 meses, uma alga acastanhada, que cobre tanto o areão como a rocha viva. Na rocha e no vidro do aquário faz uma espéce de fios parecido com fios de cabelo. No areão faz uma espécie manto. Na rocha já apareceu uma esverdeada.

 

Já corri os quatro cantos da net, tudo o que é forum de referência à procura de informação ou de uma solução.

 

O problema começa de raiz, pois não as consigo identificar: serão diatomáceas, dinoflagelados, ou "redslime"?

 

Já procurei na biblia " the reef aquarim" e pelas indicações parece-me diatomáceas.

 

Já tentei de tudo para as eliminar: esfregar e aspirar diáriamente, subir o ph, "Dinoxal", "chemiclean"... Introduzi uma salária, mas nem chega perto delas.

Lí por aqui um post de um membro que desligou o escumador e começou a adicionar diáriamente bactérias. Estou a tentar este método...mas até à data sem sucesso.

 

Tenho na sump, e sempre tive, carvão activo e resina. Mudados regularmente.

 

O valor de silicatos não chega sequer aos 0,25.

 

Todos os outros parâmetros estão dentro da normalidade. Isto é que deixa confuso...

 

Sei que para esta praga de algas existir no meu aquário tem de haver uma razão, o "alimento" delas tem de vir de algum lado...

 

Utilizo água de osmose na reposição.

 

Olá Vilhena

 

Qual o tempo de montagem do teu àqua?

Um abraço

 

Cjorgene

 

Muito obrigado,

Ricardo

Link to comment
Share on other sites

Viva,

 

Este aquário tem cerca de um mês. Resultou de um upgrade a outro que tinha há um ano. Utilizei a mesma rocha viva, os mesmos peixes e aproveitei a água. Apenas o areão é novo porque não consegui aproveitar o anterior (o que era importante).

 

Recordo-me de, na fase de ciclagem do primeiro aquário, também aparecerem umas algas castanhas no areão e na rocha. Mas nada que se compare com o que tenho agora.

 

Alguma ideia na identificação do que é? O meu problema reside mesmo na identificação, pois assim não sei que medidas adoptar.

 

Obrigado,

Ricardo

Link to comment
Share on other sites