PORQUÊ estas algas?!?!?


Recommended Posts

Boas,

 

O meu aquário tem estado estabilizado, acabaram-se as algas no areão a muito tempo, mas agora apareceram-me estas algas que não consegui irradiar sem raspar as rochas, e agora parecem estar a querer voltar...

 

Os níveis estão:

Temperatura - 27º

Densidade - 1024

pH - 8.0

Kh - 7.5

Ca - 420

Mg - 1320

NO2 - 0

NO3 - 0

PO4 - 0 (dificil de medir sem um boooom teste)

orp - 340

 

Os corais, tanto SPS's como LPS's estão com indícios de crescimentos e pontas novas e tudo com pólipos de fora e as cores boas...

 

O sistema tem no aquário 350L brutos + 100L brutos da sump (deve ter uns 400l úteis no mínimo)

Ando agora a fazer tpas de 60/70 litros ao fim de semana e mais 25litros as quartas feiras...

Estou a usar:

Reactor de calcio

Ozonizador

reposição normal por agua de osmose

escumador APF600 (que até nao fica muito sujo)

 

Não consigo compreender o que me está a fazer aparecer estas algas de tufo na rocha, pelos vistos vão aumentar!

 

Dêem uma ajudinha dêem..!

Fotos:

dsc05887y.jpg

 

41126976.jpg

 

Desde já Obrigado por perderem tempo a ler o topico!

Edited by Verissimo

Feedback das minhas vendas Aqui

Link to comment
Share on other sites

Olá Veríssimo,

 

Esquece os silicatos e os testes. Valores de zero nos testes não querem dizer grande coisa quando há visualmente algas no aquário. A única coisa que os testes provam é que realmente há nutrientes presentes na água que os testes não acusam mas que são suficientes para despoletar crescimento de microalgas.

 

Os testes só conseguem medir até um certo valor porque não têm sensibilidade para mais. A juntar a isto, há fosfatos que não são medidos pelos testes, nomeadamente os orgânicos particulados e dissolvidos. Ainda a juntar a isto tudo e mesmo não tendo o escumador a ficar muito sujo, podes facilmente ter absorção de fosfatos particulados pela rocha e estes serem convertidos em dissolvidos, fosfatos esses que são novamente libertados pela rocha à medida que a água flui pelo interior da mesma e que podem ser directamente assimilados por algumas algas...

 

Nestes casos, as TPAs são benéficas, o carvão activado é benéfico, a remoção manual da própria alga é benéfica, a introdução de Turbos sp. é benéfica, a libertação/suspensão dos detritos pela circulação é benéfica ( podes ter muito detrito acumulado na rocha sem te aperceberes; experimenta passar uma power-head por toda a superfície da rocha como teste) e a queda desses mesmos detritos na Sump para posterior aspiração na TPA é benéfica. Para além destas medidas, ainda acertava o escumador para fazer uma escumação mais seca.

 

 

 

 

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Boas Verissimo tudo bem?

 

As algas são só nesse ponto especifico das fotos? Que cirurgiões tens?

 

Eu tive dessas algas só num certo local do aqua, foi só tive de adicionar uns cirurgiões e aguardar, e boom desapareceram todas. Não quero dizer que a solucão seja essa, mas foi o meu caso para essas algas.

 

Cumps.

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Bem explicado André...

 

É o que tenho feito, retiro as algas manualmente, aumentei as tpas...O carvão já tinha adicionado embora passivamente...

Vou dar uma sopradela pelas rochas com a powerhead sim porque há rochas que tem alguns detritos visíveis...

Quando falas em acertar o escumador para escumar mais seco, é diminuir o ar que entra na bomba? Eu tenho o ozonizador ligado para dentro do escumador, já reduzi o ar natural que entra na bomba...

Agora vamos ver se as algas vão desaparecendo!

Obrigado André!

 

Vodka,

cirurgiões só tenho o triostegus... o gajo come as algas do vidro trazeiro mas nessas da rocha nem toca nem cheira sequer, ja tive a salaria mas também não come essas algas...

 

Obrigado a todos!

 

 

Olá Veríssimo,

 

Esquece os silicatos e os testes. Valores de zero nos testes não querem dizer grande coisa quando há visualmente algas no aquário. A única coisa que os testes provam é que realmente há nutrientes presentes na água que os testes não acusam mas que são suficientes para despoletar crescimento de microalgas.

 

Os testes só conseguem medir até um certo valor porque não têm sensibilidade para mais. A juntar a isto, há fosfatos que não são medidos pelos testes, nomeadamente os orgânicos particulados e dissolvidos. Ainda a juntar a isto tudo e mesmo não tendo o escumador a ficar muito sujo, podes facilmente ter absorção de fosfatos particulados pela rocha e estes serem convertidos em dissolvidos, fosfatos esses que são novamente libertados pela rocha à medida que a água flui pelo interior da mesma e que podem ser directamente assimilados por algumas algas...

 

Nestes casos, as TPAs são benéficas, o carvão activado é benéfico, a remoção manual da própria alga é benéfica, a introdução de Turbos sp. é benéfica, a libertação/suspensão dos detritos pela circulação é benéfica ( podes ter muito detrito acumulado na rocha sem te aperceberes; experimenta passar uma power-head por toda a superfície da rocha como teste) e a queda desses mesmos detritos na Sump para posterior aspiração na TPA é benéfica. Para além destas medidas, ainda acertava o escumador para fazer uma escumação mais seca.

 

 

 

 

Abraço

Feedback das minhas vendas Aqui

Link to comment
Share on other sites