Escalares


Eu_Pedra

Recommended Posts

A pedido coloco aqui aqui a minha "receita" e experiência para alimentação e crescimento de Escalares assim que nascem.

 

Eu dou artémia recém eclodida assim que todos estão a nadar (logo mesmo dia 0), não espero nem mais 1 dia e todos eles, sem excepções comem logo.

 

Se aguardarem mais tempo, o mais certo é os mais fracos começarem a morrer pois o saco vitelino que tinham , quando estão já estão a nadar já deu o que tinha a dar, e eles se não se alimentarem começarem a ficar fracos.

 

Todos eles conseguem comer se for artémia recem eclodida- que é pequena

 

Se for outra comida, diversas comidas em pó, ou ovos de artémia em que se retiram as cascas com lexivia (posso explicar noutro post como se faz, mas só deve ser aplicado a alevins com mais de 3 semanas e mesmo assim tem os seus cuidados- é bom para de vez em quando e excelente para prevenção, não vá faltar outra comida, e muito rico em nutrientes)

 

Se for outra comida - Só os mais fortes é que resistem e os mais fracos vão logo sucumbir ( ao fim de 2 /3 dias começam a morrer)

 

Dito isto por experiência, com esta alimentação (simples e eficaz), consigo margens de 95/98 % de eficácia ( pois faço pausas de alimentação -1 dia- ao fim de 6/7 dias e 15/20 dias para os mais fracos sucumbirem - muito poucos).

 

Não vou colocar aqui as minhas experiências mas posso adiantar que passado 6/7 dias eles já aguentam 1 dia sem comer, mas não mais do que isto.

 

Uma boa dica e bom truque é fazerem uma grande quantidade( grande mesmo) de artémia recém eclodida, e colocarem em 2% de água salgada (para ajudar a manter os nutrientes) e a congelarem ainda viva - se já tiver morta, vai ficar tudo junto quando descongelar e a grande maioria não os come e vai ficar no fundo do aquário e só suja a água)- nesta fase eles comem até ficarem cheios e ainda não vão a andar a pesquisar comida no fundo- nesta fase só os mais fortes o fazem .

 

Depois coloca-se em covetes no congelador e é ir-se dando 2/3 vezes ao dia consoante o número de alevins.

 

Não falha e é limpinho pois a água descongela muito rapidamente, e a artémia saí devagar para eles se alimentarem,

 

5 Estrelas

 

Nos Escalares não como nos discos, criar os alevins separados dos pais não existe qualquer problema.

 

A única diferença (para mim) é visualmente, pois com os pais os filhotes estão sempre juntos e é um ESPECTÁCULO de se ver eles manterem sempre a prol junta e a defenderem sempre o Aquáridepende de casal para casal.

 

Se tirarem os filhotes ou os pais logo desde o inicio (seja dia 0 ou depois de nascidos) a única diferença é que eles vão continuar a alimentar-se todos dispersados e não todos juntos e têm tendência a ficarem imóveis no fundo do aquário depois de terem as barrigas bem cheias, enquanto quando estão com os pais têm de ir para onde eles mandam e geralmente nunca parados no fundo do aquário.

 

Acho que no máximo ao tirarmos os filhotes dos pais eles ficam mais sedentários, mas como são Escalares e são glutões por natureza isso passa-lhes.

 

Quanto á luz acessa enquanto só os pais têm os alevins, funciona quando estão em aquários comunitários e permite aos pais estarem sempre atentos aos filhotes e mante-los todos juntos, pois assim que se apagam as luzem vai tudo para o fundo e cada 1 por si.

 

Quando os pais, estão num aquário sózinhos com os filhotes, não se deve a questões de luz para haver mortes, mas quando estas acontecem devem:

 

VERIFICAREM O QUE ESTÃO A FAZER DE ERRADO, POIS É POSSIVEL TER NÍVEIS BEM PERTO DOS 100 % DE ALEVINS EM CRESCIMENTO.

 

O grande problema de mortalidade nos Escalares dá-se entre os 2 e os 3 meses e não quando são pequenos e as CONDIÇÕES FOREM AS ADEQUADAS.

 

 

Pedro Soromenho

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.