srg.roberto

.Membro Ausente
  • Content Count

    20
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Community Reputation

3 :)

About srg.roberto

  • Rank
    Recém Chegado

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Aveiro (Aveiro)
  • Localização
    Aveiro

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Pois, o meu raciocínio também era mais ou menos esse. Nestes dias vou-lhes cortar os «runners» e ver o que se sucede...
  2. Viva! Tenho valisnérias americanas no meu aquário. As mais antigas, embora pequenas, reproduziram-se. As filhotas fazem justiça ao nome e estão, de facto, gigantes e também já deram origem a outras... No entanto, as mais antigas parecem estar próximo da morte. Comprei-as há uns 6 meses... Será que cortar as extensões que elas deixam para os descentes ajuda a que se desenvolvam melhor? Obrigados!
  3. Agradeço todas as respostas, mas acho que estamos a fugir à questão central. Esqueçamos as características do aquário, se é grande/pequeno, plantado muito/pouco, com poucos/muitos peixes... Se está tudo ok, porquê fazer uma TPA? Não se pode fazer só em função da necessidade, por exemplo nitratos a subir ou pH a descer muito?... Porquê TPA's regulares e frequentes e não só em função da necessidade e, eventualmente, nenhuma?
  4. Olá a todos! Tenho sido um membro muito pouco frequente, pois acedo ao fórum para esclarecer algumas dúvidas cirúrgicas. Em breve conto partilhar a experiência que tenho tido com o meu regresso à aquariofilia depois de uns 20 anos de pausa... Entretanto, e porque tenho pesquisado sobre o assunto, e parece que NÃO fazer TPA's em certos aquários não é assunto tabu, coloco a questão. Imaginem que têm um aquário que cujas características químicas da água se mantêm constantes há meses sem TPA's: NO3 < 10 ppm, NO2 = 0 ppm, NH3/NH4 = 0 ppm, KH e GH baixos e constantes, pH ligeiramente ácido e constante, água cristalina, peixes e plantas saudáveis e com pouca algas. Porquê fazer uma TPA?
  5. nitratos a menos está fora de questão, portanto...
  6. Aqui vão as mesmas fotos, mas publicadas de outra forma. Não sei que planta é. Só sei que cresce abundantemente no leito dos riachos perto de minha casa, completamente submersa. Morreram-me inúmeras delas e esta vai pelo mesmo caminho. Também se nota que os peixes gostam de lá ir mandar umas trincas.
  7. Pois, destas já me morreram muitas. Nos primeiros dias crescem muito bem, mas logo depois as folhas ficam castanhas e a planta morre passado uns 15 dias ou coisa assim. Felizmente são de graça. Será que não se adaptam a água quente? No outro dia comprei uma amazonense para ver como se comporta...
  8. Aqui vão umas fotos de uma «espécie» de vallisneria que apanhei num riacho aqui da zona... https://photos.app.goo.gl/eaoHdQzFoS5t3Lde6 https://photos.app.goo.gl/YLMsUMExsrwL4vHs9 https://photos.app.goo.gl/6h9PQ8AEKsDcpPHi6 Crescem rápido, mas morrem ainda mais depressa.
  9. Mas estão más e feias 🙂 e ando a tentar perceber do que é.
  10. Pois, para os peixes não tenho dúvidas que esteja bom. A minha questão é as plantas. Precisarão delas de mais nitratos?
  11. Viva! Gostava só de saber o nível de nitratos que acham mínimo para ter um bom desenvolvimento de plantas. Preferia que partilhassem o nível que têm e como as plantas estão de saúde. O meu nível está entre 10 a 25 mg/L.
  12. como já tenho os comprimidos, o meu objetivo era não ter de comprar adubos líquidos, diluindo os comprimidos.
  13. Viva! Alguém experimentou fazer adubo líquido a partir de comprimidos, esmagando e depois diluindo em água?
  14. pois, tenho noção que a filtragem que tenho é tecnicamente insuficiente. por isso não tenho investido em mais peixes. estou à espera de outro filtro de 600 lph e assim fico mais confortável. de qualquer forma, a água está límpida. falta só fazer uma análise química. os testes também estão a caminho. filtro externo?... vamos indo e vamos vendo... mas, retomando o assunto inicial, alguém notou se o ictio stop é manifestamente melhor do que o doctor 112 no que toca à cura de ictio?