rolim

.Membro Ausente
  • Content Count

    268
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

1 :)

7 Followers

About rolim

  • Rank
    Super Membro Júnior
  • Birthday 02/06/1967

Contact Methods

  • Website URL
    http://
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Coimbra (Coimbra)
  • Localização
    Estrada de Eiras
  1. rolim

    rolim

  2. 10 de Agosto das 11:30 às 14:30 no Fishplanet junto ao mercado de Benfica ATENCAO: Ainda não sei se será em Benfica ou na margem Sul… Os interessados devem ligar a saber http://www.fishplanet.pt/pt - Trajecto dos animais até aos nossos aquários; - Montagem de um aquário de água salgada (demonstração real); - Presença da Tropical Marine Center; - Oferta de amostras de Sal PRO REEF aos primeiros 40 inscritos; - Descontos especiais em vale, em toda a gama de Aquariofilia Marinha (penso que o desconto será de 30% ou até 30%) Loja de Lisboa Rua Olivério Serpa Lojas 9 B e C (Junto ao Mercado de Benfica) 1500-471 Benfica – Lisboa Tel 21 76000 90 / Fax 21 76000 98 Tlm 93 66 08 232 Loja e Clínica Margem Sul Barreiro Retail Planet Loja G Estrada Nacional nº 10 KM 18,5 2830-411 Coina – Barreiro Tel 21 76 000 21 / Fax 21 76 000 22 Tm 93 24 69 430 / 93 46 34 263 Espero que possa interessar a algum dos Membros. Cumprimentos Paulo Rolim
  3. Bolas... nao podiam ter avisado antes? So agora vi a mensagem e eu vou almocar à CP (casa dos pais) e ja nao vou a minha casa hoje. Saio daqui ao fim da tarde directo para a Rodoviaria e apanho logo a camioneta para Lisboa... Grrrrrrrr, la vou eu ficar sem prendinha de Natal... Abraco a todos e ate amanha Paulo Rolim
  4. Boa tarde Machado de Sousa. Podem contar comigo, la estarei. Abraco Paulo Rolim
  5. Seria muito bom termos um topico onde se possa ver imagens de corais em estado selvagem. Nao sei se ja existe algum mas espero nao estar a duplciar. Espero que outros Membros possam acrescentar outros enderecos igualmente interessantes. Comeco por deixar este que me parece muito bom: http://kimberleymedia.photoshelter.com/gallery/Kimberley-Marine-Life/G0000DamP6p0Gt1s/ Vale a pena aumentar as imagens para ver em tamanho grande. Com particular chamada de atencao nestas fotografias para quem se preocupa com os corais fora de água durante as mudas de água em aquários sem caixa depuradora, vejam aqui se o mesmo não acontece na natureza… http://kimberleymedia.photoshelter.com/gallery-image/Kimberley-Marine-Life/G0000DamP6p0Gt1s/I0000a9nD5yAPPxw http://kimberleymedia.photoshelter.com/gallery-image/Kimberley-Marine-Life/G0000DamP6p0Gt1s/I00007sJQKA16wHg http://kimberleymedia.photoshelter.com/gallery-image/Kimberley-Marine-Life/G0000DamP6p0Gt1s/I0000ibnWce41N6I http://kimberleymedia.photoshelter.com/gallery-image/Kimberley-Marine-Life/G0000DamP6p0Gt1s/I00007r5C1u.CZH8 Cumprimentos Rolim
  6. Num aquario de 65cm, porque nao pensas em lampadas T5 de 24w ou LEDs? O primeiro aquario, um Aquamedic Percula 90 montado em Janeiro de 2003, que ainda hoje funciona com escumador de pedra difusora, tinha e tem uma lampada HQI de 150W. Alem do efeito nos corais produz ainda um bonito efeito na parede e tecto ajudado em parte pela areia branca. Depois usei montes de calhas da Liftech e Jebo com lampadas Power Compact e nao gostei muito do efeito e nem me parecem muito eficazes. Curiosamente, apesar de parecerem ter mais luz, as T5s parecem muito mais eficientes. Consegues ter corais SPS com T5s e nao sera tao facil com Power Compacts. E nas T5s ja tens uma grande variedade de tipos que ajudam a conseguir bons efeitos. Tenho na garagem montes de calhas Power Compact que nao uso e optei so por HQIs, T5s e LEDs. As T5s de 24W penso terem 55cm de lampada e seria bom para um aquario de 65cm. Com 40cm de largura resolves bem so com duas lampadas. Tenho um aquario de 100 x 40 x 50cm de altura que se aguentou bem com uma barra "Tiger 900" dupla da "SeaHorse" (duas T5s de 39W) comprada a um Membro aqui no Forum faz uns anos. Desde entao, tenho gostado muito desse tipo de iluminacao. Arrumei de vez as Power Compact ou PLL... Em vez de 4x36W parece-me que ficavas muito melhor servido com 2X24W ou se quiseres "exagerar" e variar mais o tipo de iluminacao, com 3x24W... Nao conheco o escumador que indicas. Alguns escumadores libertam muitas pequenas bolhas para a agua. Ao obrigar essa agua a passar pela rocha viva quebram-se essas bolhas antes de chegarem a bomba de reposicao e nao vao entrar no aquario podendo ser prejudiciais para alguns seres vivos. E ajuda na filtracao biologica. Vais ter um aquario muito pequeno pelo que convem estar muito atento a todas as alteracoes no aquario, a comecar pela variacao na salinidade provocada pela evaporacao. Podes ter um aquario pequeno e minimalista muito interessante. Escolhe bem os seres vivos. Se nao queres substracto evita peixes de fundo que estao habituados a andar na areia. O uso de carvao activado de boa qualidade na caixa depuradora tambem pode ser uma boa opcao. As bombas, para reposicao e para circulacao, parecem-me boas escolhas. De momento nao sei que mais possa escrever. Vou lendo e tentarei lembrar-me de mais... Cumprimentos Rolim
  7. Ola YAKUZA. Basicamente uso o Sistema de Berlin com muita rocha viva e escumador. Ate na caixa depuradora (vulgo “sump”) uso rocha viva. Ainda sou um dinossauro da aquariofilia… Hoje em dia há importantes sistemas como o Balling que me parece ser muito bom quanto aos aquários que tenho visto mas não sei nada sobre esse método. Com o Sistema de Berlin convém ter algum cuidado quanto a carga orgânica gerada pelos habitantes. Por vezes utilizo produtos da PRODIBIO que me parecem ser muito bons. Não sei que mais possa dizer. Mas podes perguntar que tentarei esclarecer. Cumprimentos Rolim
  8. Ola YAKUZA, bom dia. Eu tenho um aquario de 90x45x45cm a funcionar desse modo, sem substracto... Tenho mais dois em que quase metade do aquario esta sem qualquer tipo de areia. Ainda nao descobri nenhuma vantagem efectiva nisso. Podera evitar que alguns parasitas se escondam no substracto mas inviabiliza logo que se tenham varios tipos de animais que precisam do substracto para se alimentar ou esconder e passar a noite. Por outro lado, um bom substracto, de boa qualidade, pode ajudar, e muito, quanto a "quimica" do aquario. Efeito "buffer" e nao so... Efectivamente... sao opcoes mas deve ser utilizado por alguma razao especifica e nao por ser moda ou inovacao copiada do que se faz no estrangeiro... Nem sempre o que se faz no estrangeiro sera melhor... Se fores a um Forum que penso ser uma referencia a nivel mundial, o "http://www.reefcentral.com/" iras verificar que o projecto do nosso Membro Machado de Sousa (A Maternidade do Coral) foi uma referencia mundial e copiado por muitos por esse mundo fora... Podes consultar aqui: http://www.reefcentral.com/forums/showthread.php?t=1215102 e verifica que o topico comecou em "09/25/2007, 11:21 PM" e se fores ver o final constatas que tem uma ultima mensagem em "07/21/2012, 10:20 AM" o que significa que em Julho de 2012 ainda mexe e outras mensagens vao ser entretanto acrescentadas... Fara este mes cinco anos que foi iniciado e continua vivo o topico porque o projecto tem muito mais tempo e tanto quanto sei ainda hoje se mantem. Pouca gente imaginaria que um aficcionado portugues pudesse, ja em Setembro de 2007, ter uma instalacao de fazer inveja a muitas empresas internacionais no ramo. E assisti uma vez a uma entevista na SIC onde se referia que assim era por falta de apoio a manutencao e escoamento porque este projecto poderia ser cem vezes maior... Claro que, com projeccao internacional, certamente aqui ja aparecem os "lobbys" internacionais para impedir que o projecto evolua... Se tens alguma razao especifica para nao usar substracto entao forca... Se for por moda ou so para ser diferente, nao sei se valera a pena... Cumprimentos Rolim
  9. Plenamente esclarecido. Penso que eu e todos os que venham a consultar este tópico. Muito boas opções. Excelente equipamento, penso que não necessitaria de tanta luz (atendendo aos tempos que correm) mas assim é possível uma melhor combinação de lâmpadas com um excelente efeito visual sobre os corais. Boas rotinas de manutenção com bons produtos e equipamentos. Que mais posso dizer? Perante o que aqui vemos mostrado pelo Pedro Conceição e perante as explicações do Paulo Oliveira, de momento, só dois comentários me ocorrem: 1- Eu também estive no almoço, há pelo menos uma fotografia que o demonstra , e como eu lamento não ter sido convidado a visitar este aquário ; 2- Respeito e gosto muito dos meus peixes e invertebrados mas se eu tivesse um acidente grave com os meus aquários ou viesse a desistir da aquariofilia de recife, aqui está um aquário onde eu não me importaria de deixar os meus peixes, corais e outros invertebrados. Cumprimentos Paulo Rolim
  10. Gostei muito de ver mas… ATENCAO: Estamos a falar de Hong Kong e Hong Kong = China. Não quer dizer que um lojista português não pudesse ter uma loja igual ou melhor, mas claro está que, com os preços de lá… Os nossos corais e peixes tropicais são vendidos na origem ao preço da chuva, uma verdadeira exploração das populações locais. Pelo meio há vários intermediários até serem embalados e expedidos para a Europa. Logo aqui as transportadoras, companhias aéreas e seguradoras começam a levar uma boa fatia do que pagamos. Depois há toda uma quantidade de formalismos de importação a serem seguidos que encarece o produto por um lado e por outro desmotiva comerciantes a manterem estações de importação pelo que, com a falta de concorrência, aumenta os preços e os lucros dos poucos que ainda conseguem investir para manter as condições de importação exigidas pelas normas comunitárias. E depois há toda uma quantidade de ideias que nos vendem, como MAC, certificados CITES e outras, que não sei se são mesmo seguidas ou se não servem só mesmo para aumentar o preço do que compramos. No fundo somos obrigados a engordar alguns “tubarões” do mercado que ganham muito, e injustamente, com este negócio. Agora, quanto ao mercado de Hong Kong, não conheço mas a ideia que faço é de que os peixes e corais são comprados a alguém que os vai buscar junto de quem os recolhe directamente do mar e devem ser transportados de barco para Hong Kong. Nem sei se haverá formalidades aduaneiras mas não há CITES, nem MACs nem obrigação de quarentena (o lojista que a faça se quiser) nem nada… Praticamente será do mar para a loja com um pequeníssimo custo de recolha, um irrelevante custo de transporte e pouco mais. No fundo, pelo preço numa loja destas e nas lojas de Portugal, facilmente se percebe que, alem dos elevados custos de transporte rápido (avião), anda muito boa gente a fazer muito dinheiro à nossa custa e depois queixam-se de que o mercado está mau e não se vende muito… Pudera, com tudo o que cobram estão a matar a “Galinha dos Ovos de Ouro”. Com preços mais decentes muito mais aficionados haveria na aquariofilia de recife. Pena que quem anda nestes negócios não saiba a diferença entre “margem bruta de lucro” e “rotação” na formação do lucro. Baixando a margem e aumentando a rotação (quantidade vendida) pode-se manter o lucro ou mesmo aumentar. No entanto, convém referir que nestas lojas não há respeito nenhum pela vida animal (vejam-se os peixes já embalados em sacos tipo hipermercado para pegar, pagar e andar…) e isso também se paga. A proximidade da origem tem uma grande poupança quanto aos custos de transporte e seguros. E depois há a eliminação de muitos formalismos aduaneiros e de mercado bem como de alguns “mamões” que só servem para encarecer o produto até chegar à loja. Claro que o dono da loja só compra meia dúzia de peças, que nem sabe se vai vender porque lhe fica muito caro. E possivelmente paga por essas peças mais do que o dono da loja chinesa pagou por todas as que lá tem... Por volta do minuto 4:50 aparecem as bombas do aquário que parecem ser Vortech. Será? Aqui fica outra grande diferença quanto aos preços, neste caso do material. Na China não há despesa em investigação nem direitos de autor logo reduz muito os custos de produção. Como favorece as empresas chinesas não há grande combate a “pirataria” de ideias… O Ocidente gasta dinheiro a investigar, o Ocidente gasta dinheiro a produzir e testar, o Ocidente gasta dinheiro a corrigir e quando está um bom produto vem a empresa chinesa e copia… Com custos de produção muito mais baixos (mão de obra mas atenção também quanto à qualidade dos materiais que deixam muito a desejar, e alguns deviam lá estar e nem estão…) consegue produzir a baixo custo e inundar o mercado mundial com os seus produtos que se vendem e muito… Fico muito grato pela partilha deste filme com todos nós e ainda bem que o filme foi publicado pois ajuda-nos bem a compreender outras realidades e porque alguns arriscam tanto para trazer “coisas” quando vão de viagem a estes sítios… como já ouvi falar, por exemplo, em frags de Montiporas transportados do México em seco dentro de bolsos do casaco… Cumprimentos Rolim
  11. Parabéns Pedro. Nada a dizer quanto as fotografias pois já estamos todos habituados ao teu excelente desempenho mas o filme está fantástico. Já fiz snorkeling nas Maldivas (na zona do Hakuraa Club – Meemu Atoll) e no Mar Vermelho (na zona de Hurghada) onde há muitos peixes e corais e ao ver o teu filme senti-me como se fosse eu dentro de agua a fazer snorkeling. O aquário também está muito bom e agora cabe ao dono, depois do privilégio de aqui ter excelentes fotografias tiradas pelo Pedro, vir falar um pouco mais sobre o sistema. Quais as medidas do aquários, qual a iluminação, qual o escumador, qual a circulação, qual o sistema (Balling, Berlin, se tem reactor ou não e quais…)… O aquário está muito bom e mostra corais bonitos e bem cuidados. Muito minimalista o que lhe confere um certo encanto com muito espaço para os peixes nadarem e os corais crescerem. Será por estar no começo do aquário ou foi mesmo por opção mesmo? Garantidamente foi conseguido um bonito efeito. Gostei muito do pormenor das duas ilhas. E um dia aquelas duas Acroporas vão‑se encontrar e deve produzir um efeito interessante no aquário. Muito boa a opção de por a Montipora em baixo e entre a ilha e o vidro do lado porque quando ela começar a crescer irá fazer muita sobre e dificilmente se poderá manter corais fotossintéticos por baixo dela. Ficamos à espera de respostas. Cumprimentos Paulo Rolim
  12. Se misturas rocha viva com rocha morta, fica complicado e deves esperar. Se montares um aquario exclusivamente com rocha viva vinda de aquarios de confianca, podes logo tentar juntar Xenias que alguns aquariofilistas podam e deitam fora porque em certos aquarios chegam quase a ser praga de tao rapido de crescem e se propagam. Outro coral que podes juntar é o Sarcophytonpois sao excelentes filtradores e vao ajudar-te a estabilizar o aquario. Por norma aprendemos que primeiros devemos ciclar o aquario, depois ir juntando gradualmente os peixes e so mais tarde os corais. O meu primeiro aquario foi montado em Janeiro de 2003 e ciclado com algumas rochas e um casal de Mollinesias veliferas (Mollys) compradas no RuiMar e que ja viviam em agua salgada (sao peixes de agua salobra que facilmente se adaptam a agua salgada). Ultimamente tenho preferido optar por deixar ciclar (se houver rocha morta) e depois juntar alguns corais e so mais tarde comecar com os peixes. Se for todo montado exclusivamente com rocha viva de boa qualidade e origem de confianca entao vou logo introduzindo alguns corais moles e so mais tarde os peixes. Nao quer isso dizer que eu esteja certo mas nao me tenho dado mal com esse procedimento. Cumprimentos Rolim
  13. Ola Paulo. Fui ao GOOGLE e sendo uma Nikon D40 SLR, pelo "SLR" sou levado a pensar que seja uma Refelx. http://www.dpreview.com/reviews/nikond40 Simplificando, quando as maquinas sao de trocar lentes, sera uma "reflex". Nas "bridges", quando consultas as caracteristicas, dizem logo, por exemplo, qual a distancia minima para macros e qual o zoom optico. Situacoes que dependem, nas "bridges" das proprias caracteristicas e possibilidades da maquina e nas "reflex" dependem da lente que lhe ponhas. Espero ter ajudado quando a duvida porque eu tambem nao percebo nada de fotografia mas aprendi alguma coisa com o Pedro no Work-shop. Cumprimentos Rolim
  14. Olá Tomas. Não sou a melhor pessoa para te falar sobre isto porque tenho estado algum tempo fora e perdi-me um pouco quanto a evolução dos LEDs em termos de preço e comprimento de calhas para saber se já compensa. Quanto a T5s gostaria de te alertar para o facto de as mais vulgares terem as seguintes medidas: 24W – 549mm (aproximadamente 55cm) 39W – 849mm (aproximadamente 85cm) 54W – 1149mm (aproximadamente 115cm) 80W – 1449mm (aproximadamente 145cm) Em comprimento, ficas perfeitamente bem servido com as T5s de 24W num número adequado à largura do aquário. Mas isto no projecto inicial com 50cm de altura, que me parece estar, salvo melhor opinião, no limite para T5s. Se pretendes apenas corais moles não deves ter problemas e se fores para duros LPS, desde que fiquem mais a superfície também não deve ser problema. Se quiseres duros SPS e para todo o aquário, com 60cm de altura, podes estar no limite, naquela zona de discussão em que todos querem opinar e ninguém convence ninguém… Conheço bem o Percula 90 da Aquamedic e inicialmente vinha com uma HQI porque de 60cm para cima terá mesmo que ser… Agora mesmo nos 60, não sei que te diga… A Aquamedic optou pela HQI. Eu tenho um dos meus aquários com 2m por 48cm de largura e 70cm de altura. Tem uma calha de 1,5m com 2 HQIs de 150W que conseguem manter SPS até no fundo e depois uma calha de 2 lâmpadas T5 de 39W no resto do aquário, uma zona com muita rocha (onde dormem os peixes) e no cimo um “reef plate”grande que tem duros SPS mas que estão muito a superfície. Esse projecto de 60x60x60 seria bom para cavalos marinhos com gorgónias. Pensa nessa possibilidade. Tenta informar-te melhor quanto a iluminação de um aquário com 60cm de altura. Aumentar o número de lâmpadas não aumenta significativamente a penetração de luz até ao fundo. Quanto à caixa depuradora (a que chamas “sump”), como eu já escrevi, conheço bem o Percula 90 (fabricado com o principio do sexto vidro – caixa depuradora na parte de trás) e por isso te escrevo “no móvel, por baixo do aquário, fica melhor” Nem imaginas o trabalhão e dificuldades de manutenção que dá o Percula 90. Cumprimentos Rolim
  15. Concordo. Uma excelente atitude e um exemplo a seguir… Interessante. Merecia ser filmado e mostrado… penso que muitos gostariam de ver Mas atenção que há “coisas” que não se escrevem em publico Posso estar enganado mas penso que ainda seja proibido em Portugal, de forma consciente, juntar num espaço pequeno caçador e presa, vivos, de modo a facilitar a “caçada”… Caso a proibição exista, será estranho porque há muitos animais à venda que se sabe só poderem ser alimentados com outros seres vivos… Cumprimentos Paulo Rolim