xlifes

.Membro Ausente
  • Content Count

    160
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 :)

3 Followers

About xlifes

  • Rank
    Membro Júnior
  • Birthday 06/19/1983

Contact Methods

  • MSN
    xlifes@hotmail.com
  • Website URL
    http://
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Sexo
    Feminino
  • Localização
    Lisboa - S. João-da-Talha
  1. Poderá ser um infecção interna? Eu uso o Furanol para tratar esses casos. Vê se consegues encontrar ai uma descrição parecida com os sintomas que vês: http://animal-world.com/encyclo/fresh/info...adder%20Disease Espero que consigas ajudá-lo Também tenho um apistograma doente e não sei o que fazer.
  2. Boas. Tenho um Apistogramma Double Red macho há algum tempo. Na Quarta feira à noite reparei que ele estava a nadar descoordenado, já meio na verticalo, porque parecia incapaz de segurar a parte de trás do corpo... Umas horas depois estava já mesmo sem nadar, limitava-se a ser arrastado pela corrente. Ele não parecia ter nada que indicasse problemas... não tinha manchas na pele, nem escamas levantadas, nem fios brancos a sair da barriga. E apesar de estar claramente em esforço não estava com a respiração super ofegante, como é normal acontecer. (nenhum dos outros peixes apresenta sintomas. Estão todos bem) A única coisa que tinha cá em casa era o Furanol, que serve para combater as infecções bacterianas internas. Preparei uma solução e mergulhei-o nela, seguindo as indicações do medicamento. Ele nunca deu mostras de melhoras e já estava de tal forma afectado que julguei que no dia seguinte o encontraria morto... No entanto não. Quinta feira (ontem) estava pior, mexia-se menos e andava só ás espirais. Hoje continuou a aguentar-se contra todas as expectativas... Neste momento já não se mexe, fica só de lado, deitado, a respirar. Sempre a respirar... Não sei que o que posso fazer para o ajudar, vê-se que está claramente em sofrimento. Já lhe apliquei o Furanol mais duas vezes mas não parece fazer efeito. Alguém tem alguma indicação que me ajude? Há alguma loja que trate estes casos? algum sitio, na zona de Lisboa, onde o possa levar?
  3. Parece-me bastante útil! Só tenho uma pequena dúvida: no quadro do meio, onde tem a lista de compostos e as percentegens, isso refere-se exactamente a quê? Aquilo é a percentagem de quê? Outra coisa, seria importante que estivessem indicadas também a quantidade de quimico que é sóluvel em determinada quantidade de água... pelo que li isso é um dado importante a ter em conta na preparação das misturas.
  4. xlifes

    Consumo de fosfatos

    Boas. O rápido crescimento de algas filamentosas parece que vem confirmar o diagonóstico inicial Os meus fosfatos estão a ser eliminados pelas algas! Para evitar isso devo aumentar a fertilização com potássio certo? Alguma sugestão sobre as quantidades em que devo faze-lo? É que em relação ao potássio ando sempre muito ás cegas... Não tenho bem a certeza da quantidade que cada ml da minha mistura tem nem sei quanto devo adicionar diáriamente... Ando à espera que o inamovivel "Parte II - Consumo de nutrientes e fertilização" fique disponivel Era um tópico bastante interessante e de certeza muito apreciado por muitos utilizadores!
  5. xlifes

    Consumo de fosfatos

    Olá novamente Luis. Como já referi perdi a minha escala de testes N. No entanto, com base na mamória que tinha dela posso alvitrar que os meus nitratos andem nos 20mg/L, talvez um pouco menos. Partindo desse valor (em tom de exemplo) e segundo a relação 10:1:20, se tenho 20 mg/l de N deveria ter 40mg/L de K. Ou seja, 40 mg de K para cada Litro do aquário. Segundo os teus cálculos na mistura isso equivale a 1 ml (apenas?) Nesse caso tendo eu cerca de 80 L (nunca calculei com precisão mas não à vontade mais do que 50 ) precisaria de 80 ml... Não sei se expliquei bem a minha dúvida... e tenho dúvidas que tenha percebido ao certo Bem, mas seja como for, e sem prejuizo de já agora, esperar ainda poder ouvir as opiniões do André Silvestre, do Just e do Madvieri, que têm vindo prestavelmente a acompanhar este tópico, julgo poder concluir que a solução para o meu problema passa por: a) tpa's para reduzir valores de Nitratos b) adição de k em maiores quantidades para promover o quilibrio N-P-K e levar os Fosfatos a serem consumidos pelas plantas e não pelas algas. Corrijam-me se estiver enganada e por favor acrescentem qualquer outra indicação que achem útil :) Neste momento ainda não estou a fertilizar com micros mas quero passar a faze-lo de imediato (já percebi que o ferro é um dos mais importantes) Quanto aos fertlizantes, quando acabar com estes frascos vou passar ao DIY. Realmente, apesar do investimento inicial, compensam muito mais que os de loja
  6. xlifes

    Consumo de fosfatos

    Boas Tendo em conta as vossas sugestões resolvi testar o meu teste de fosfatos. E posso dizer que ele passou a prova Num litro de água com adição de 1 ml de fertilizante consegui um resultado bastante azul, ou seja, o equivalente a uma grande concentração de fosfatos (o máximo da escala são os 5 mg/L) realmente os teste é pouco preciso e a direcção da luz na divisão pode fazer uma diferença brutal na leitura Mas tenho quase a certeza que o meu azul correspondia ao último nivel da escala. Nos valores mais baixos entao a dificuldade de precisão aumenta (o ideal são os 0,5 mg/L que corresponde a um azul muito, muito clarinho) No entanto, face a este resultado posso então concluir que o problema não será dos testes! Reparei com pesar que tenho "alguns" fios de cabelo de algas verdes a crescer discretamente no meu aquário Ou seja, parece começar a afirmar-se a causa mais comum, o rápido consumo dos fosfatos que tenho adicionado diáriamente estará a ser absorvido pelas algas! No entanto o Nitratos continuam elevados. Ou seja, e segundo percebi pelas vossas mensagens e pelo que li no fórum: - O consumo dos Nitratos, Fosfatos e Potássio está intimamente ligado. A ordem por que aparecem os nutrientes na referencia N-P-K é inversa á ordem pela qual eles sãoa consumidos no aquario: primeiro são consumidos o Potássio (K), depois o Fosfato (P) e finalmente os Nitratos (N) Isto está correcto? anteriormente tinha a ideia que a ordem era a inversa mas o membro Madvieri afirma que não. - Uma vez que estou a notar um certo crescimento de algas posso concluir que os meus fosfatos sejam consumidos por elas. Logo terei falta de potassio, o que esta a impedir a obsorção dos fosfatos pelas plantas ( e as algas aproveitam) e consequentemente a impedir o consumo dos nitratos, o que justifica os valores elevados de N. Isto parece-vos correcto ou nem por isso? Conseguirei reduzir os Nitratos apenas através de Tpa's ou deverei fazer mais qualquer coisa (Aumentar o K?) para garantir que as plantas aproveitam os nutrientes e as algas não? Obrigado pela vossa precisosa ajuda! Luísa Ps. só em resposta à dúvida levantada pelo André Silvestre sobre as quantidades de Potássio que tenho adicionado. André não percebo bem porque mas o meu frasco de K não indica a relação entre 1ml de solução e a quantidade de K presente! Entre testes da mesma marca, uns indicam essa informação e outros não... Ou seja, nunca sei que quantidades estou a adicionar... Como punha duas tampas (10 ml) de fosfatos geralmente acrescentava a mesma quantidade de K, mas sem saber se a solução era mais ou menos concentrada que a de fosfatos... a úncica coisa que a embalagem indica é que deveremos adicionar 1 ml para cada 40 L todas as semanas ou 0,15 ml por 40 litros diariamente... diz ainda que "formula K provides 40,000 mh/L os hight quality potassium for your plants (...)" Não percebo se se referem à quantidade do frasco todo ou a cada dose(?) Já agora, que marca de fertilizantes costumam usar? eu adquiri os da kent porque me dissseram serem bons pois permitiam um bom controle de cada nutriente em separado...
  7. xlifes

    Consumo de fosfatos

    Obrigado a todos pelas respostas e pelo interesse em ajudar! Tentando responder a tudo: o fertilizante de fosfatos que uso é o Phos+ da Kent botanica. Segundo as indicações da embalagem cada 1 ml da solução contém 1.51 mg de fosforo ou o equivalente a 4.63 mg de fosfatos. Antes de fazer esta remodelação tinha o aquário cheio de algas. Aliás foi essa a razão do recomeço. Neste momento mantenho algumas algas filamentosas em algumas plantas, uma vez que não foi possivel remove-las todas aquando da remodelação. Não notei para já um crescimento exagerado das mesmas (algas) mas também passou muito pouco tempo Se realmente forem as algas as responsaveis pelo consumo de fosfatos como poderei equilibrar o consumo de nitratos? Suponho que tenha que conseguir livrar-me das algas primeiro, no entanto estava a tentar faze-lo promovendo o crescimento das plantas, para que estas absorvessem bem os nutrientes, impedindo as algas de o fazer... Quanto à boa condição do teste de fosfatos: o teste é relativamente novo e o prazo de validade indicado termina apenas em 2009... é o da nutrafin e apesar da escala de cores não ajudar à correcta avaliação dos valores posso garantir que nao consigo manter os fosfatos no nivel desejado. Terei sido imprecisa ao afirmar que se encontravam a zero mas estão definitivamente sempre bastante baixos. Sempre que fertilizo com fosfatos (o que tem acontecido todos os dias) acrescento também um pouco de Potássio. No entanto é posto "a olho" porque a embalagem nao indica a quantidade de potassio por ml nem tenho testes para medir os valores... é também da kent botanica,o K Como poderei então baixar o meu nivel de nitratos se nao através do consumo de fosfatos? Através de tpa's certamente? No entanto a minha dúvida mantém-se, para onde estão a ir os fosfatos?! Como posso garantir que as plantas assimiliam a maior parte, senão a totaliade, nos nutrientes que adiciono no aqua?
  8. Boas! Recentemente, e após um longo peródo afastada destas andanças, remodelei o meu aquário para mais uma vez tentar manter um plantado de sucesso. As anteriores tentativas não se pode dizer que tenham sido muito bem sucedidas, pelo menos não por muito tempo O aquário está actualmente assim: Um dia depois de ter terminado o layout fiz testes à água para saber que fertilizantes teria que adicinar para promover o bom crescimento das plantas. Nitritos=0 Nitratos= um pouco elevados mas julgo que mais ou menos nos valores certos (já explico o porque da falta do valor exacto) Fosfatos=0 Face a isto decidi não fertilizar com nitratos mas acrescentei de imediato 10 ml de fosfatos (com base num cálculo que fiz à uns tempos sobre a quantidade de fosfatos para a minha litragem, seguindo a "regra" dos 0,5 Mg/L) Quanto aos nitratos a razão porque não tenho um valor exacto é porque perdi o papel com a escala No entanto recordo-me mais ou menos da escala de cores e or isso acho que estavam ligeiramente altos. Nos restantes dias tenho medido sempre os valores de fosfatos e encontro-os sempre abaixo do valor de referencia num plantado (0,5 Mg/L) Os nitratos continuam ligeiramente mais altos do que deviam. Como os fosfatos estão sempre a zero tenho adicionado fosfato todos os dias. No entanto, para além de me estar a acabar com o frasco de fertilizante a uma velocidade vertiginosa , acho estranho continuar a ter os nitratos elevados uma vez que segundo o que li o consumo dos fosfatos esta relacionado com estes. Ou seja, as plantas consumiriam primeiro os nitratos e depois os fosfatos. Sendo assim, como podem estar a consumir todos os dias tamanhas quantidades de fosfatos mas não nitratos? Alguma ideia? Queria também aproveitar para perguntar se alguém teria a escala dos testes de nitratos da Sera que pudesse postar aqui ou enviar-me por e-mail faz-me mesmo falta...
  9. xlifes

    Testes

    O Sol directo não é prejudicail para os peixes... pode é ser vantajoso para as algas. Quanto a teres a luz do aquário ligada durante uma parte do dia acho essencial. para que as plantas possam desenvolver-se e também para que possas apreciar os peixes e o teu aquário O meu aquário também está numa sala muito luminosa mas se tiver a luz apagada é como se fosse noite lá dentro...
  10. Eu pus os olhos no tópico e quando fizer os meus fertilizantes caseiros virei cá consultar e quiça tirar alguma dúvida que certamente surgirá Realmente o Luis é um membro exemplar! Sempre pronto a ajudar Assim sim, dá gosto participar no fórum Luís, se calhar talvez pudesses indicar a solubilidade para os outros compostos (Fosfatos e outros) para que mais alguém com dúvidas possa aprender. Até se podia vir a ser um inamovível
  11. Não Just, eles dizem mesmo átomos Não tenho máquina senão fotografava o rótulo... "Em condições e concentrações óptimas de luz, temperatura, carbono e nutrientes, mantendo a relação óptima de 10 a 20:1 (10 a 20 átomos de nitrogénio para 1 de fósforo) o crescimento das plantas é equilibrado e sustentado. (...)" De resto, relativamente a dados, só dizem que 1ml da solução contem 1,51 mg de fósforo ou o equivalente a 4,63 mg de fosfato. É o Phos+ da Kent Botanica.
  12. lol, apesar de não conseguir ver a foto julgo saber exactamente a que tipo de algas te referes... provavalmente aquelas que cobrem todos os meus troncos, de uma ponta à outra Como fiz para conseguir isso? o melhor será dizer o que não fiz ( ) não fertilizei com fosfatos o que me causou um excesso de Nitratos na água... somando isso à muita luz directa que o aquário apanha, voilá! Tens algas em todos os troncos!
  13. Oi O Aquário está um pouco melhor sim. A fertilização não a consegui manter muito estável por falta de tempo e de meios á disposição Ainda tenho muitas daquelas algas tipo cabelos... Vou tentar controlar isso porque é quase de certeza falta de fosfatos (acabaram e demorei a arranjar novamente ) No entanto tenho uma dúvida que aproveito para colocar: estou a usar o Phos+ da Kent: nas isntruções eles dizem que a relação ideal entre N e P é de 20:1, ou seja, 20 átomos de Nitrogénio para 1 de fosfato Mas como sei quantos átomos de cada (nitrogénio e fosfatos) tenho em cada ml desta solução? Provavelmente a pergunta soará idiota para os entendidos, mas nunca fui boa a fisico-quimica...
  14. Bem, neste momento já não sei bem o que fazer... passei das iniciais 2 mortes para 5 neste momento :D O peixe que julgava ter sido o causador das duas primeiras está também ele morto.... morreu ontem e hoje encontrei a femea cacatuoides morta também... O meu ramirezi aporesenta a respiração um pouco acelarada. O Unico cacatupoides que restou (eram 3) está aparentemente bem... Fiz testes à água e obtive os seguintes resultados: PH - 7.5 Nitritos < 0,3 mg/L Nitratos - 20 mg/L Fosfatos - 0 O ph está muito mais alto do que costumava estar... há cerca de 3 semanas que fiquei sem testes de ph e não tinha andado a controlar Costumava te-lo sempre em cerca de 6.4... O que pode ter causado esta subida? Poderá ter sido da fertilização? Desde há 2 semanas que começei a festilizar com nitratos e fosfatos e um pouco mais tarde com potássio.... Não introduzi mais nada no aquário... Nenhum dos peixes apresentava qualquer marca ou sinal no corpo. Poderá ter sido o ph a 7.5 que lhes causou a morte? Pelo menos os cacatuoides estão indicados com ph entre os 6 e os 8.... Poderá haver outra substancia na água a causar isto? Se puderem ajudar agradecia imenso! Estou desolada com estas mortes todas e ainda mais por aparentemente ter sido o meu desleixo a causa-las...
  15. Oi Regal. O tamanho do aqua está colocado logo na primeira linha, tem 100x30x40, é um plantado. Já não tenho frandes dúvidas que as mortes tenham sido realmente provocadas pelo Apistograma Cacatuoides Hoje morreu o macho Nijsseni... Será que não posso ter mesmo estas duas espécies juntas? É que ele parece atacar tudo o que se move neste aquário... escapam os ottos que nem lhes liga...