Caridina mariae 'Tiger'


Recommended Posts

Nome Popular: Tiger
Nome Científico: Caridina mariae 'Tiger'
Origem: Sul da China
Sociabilidade: Grupo
Comportamento: Pacífico
Ph: 6.5 a 7.5
Temperatura: 21ºC a 26ºC
Tamanho em Adulto: 2.5 cm a 3 cm
Ordem: Superior

Fêmea
gallery_1991_9_248783.jpg

Fêmea ovada
gallery_1991_9_313368.jpg

Macho adolescente
gallery_1991_9_29037.jpg

Macho adulto
gallery_1991_9_48333.jpg


Os camarões " Tiger" são camarões muito bonitos que podem ocasionalmente aparacer nas lojas. Sob os parâmetros ideais, a sua reprodução é relativamente fácil ( temperatura à volta de 23/24ºC e pH de 7). A sua morfologia é muito parecida aos Bee e Crystal Red, embora tenham um padrão muito caracterísitico, e os requisitos em relação à água são os mesmos. O crescimento dos pequenos camarões é um pouco lenta, comparando com o Género Neocaridina, mas, de entre as espécies do Género Caridina, é uma das que tem uma taxa de crescimento relativamente alta.

Esta variedade em particular é a mais comum, sendo a variedade selvagem. Caracteriza-se por uma coloração bege, salpicada com pontos alaranjados ao longo do corpo, com predominância pela zona do dorso e, principalmente, por riscas oblíquas pretas, sendo as duas primeiras, a partir da cabeça, de concavidade anterior e as três últimas de concavidade posterior. A cabeça, cauda e antenas normalmente têm uma forte pigmentação alaranjada. Quando stressados, todas estas características tendem a desaparecer e o camarão fica praticamente sem cor.

Ao nível genético, este camarão pode sofrer mutações recessivas, apresentando cor azul ou olhos amarelos que, se forem isoladas através de cruzamento selectivo, é possível estabilizar essas caracterísiticas.

O dimorfismo sexual é bastante acentuado; as fêmeas são consideravelmente maiores que os machos e possuem pleópodes mais extensos, o que lhes confere maior espaço no abdómen para transporte dos ovos fertilizados.

Estes camarões podem cruzar e criar híbridos com outros do grupo Cantonensis, como os Bee e Crystal Red por isso evitem manter as espécies juntas.



Texto: André Silvestre

Fotos: André Silvestre

Edited by Hugo R. Silva
Actualização de nome cientifico.
Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.