Entra para seguir isto  
Francisco Mendes

Fichas De Flora Para Nanos

Recommended Posts

Façam fichas sobre as plantas que usam nos nanos ou gostam e metam aqui, para eu mais tarde dar uns retoques a nivel estético, para ficar tudo igual e organizado =)

 

[[[]]]

 

Lista de fichas já realizada:

Utricularia graminifolia

 

Eleocharis acicularis

Editado por Luís Fortunato

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Eleocharis acicularis

 

Familia - Cyperaceae

 

Continente - Cosmopolitan

 

Região - Cosmopolitan

 

Altura - 10-15 cm

 

Largura - 5+ cm

 

Iluminação - entre média a muito alta

 

Temperatura - 15-25 °C

 

Dureza da água - entre muito mole a dura

 

pH - 5-8

 

Crescimento - Médio

 

Cuidado - Médio

 

 

 

Esta planta cria um fino e denso tapete em condições adequadas. Deve ser plantada num solo fino e granulado (3mm), deve ser plantada em pequenos molhos e deixar cerca de 5cms entre cada molho.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Utricularia graminifolia

 

 

Familia - Lentibulariaceae

 

Continente - Asia

 

Região - n/a

 

Altura - 2-5 cm

 

Largura - 5-8+ cm

 

Iluminação - entre baixa a alta

 

Temperatura - 16-28 °C

 

Dureza da água - entre mole a dura

 

pH - 6-7,5

 

Crescimento - Médio

 

Cuidado - dificil

 

 

 

Na presença de condições adequadas, forma um rasteiro e selvagem tapete. O uso de uma pinça é quase imprescindivel na plantação desta planta.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Anubias barteri var. nana

 

anubias_var_nana.jpg

 

Nome popular: Anúbia anã

Nome científico: Anubias barteri var. nana

Família: Araceae

Continente: África

Altura: 5 a 15 cm

Largura: 8 cm ou mais

Luz: muito fraca - média (a partir de 0,3 W/L)

Temperatura: 20 a 30°C

Dureza da água: qualquer

pH: 5,5 a 9

Crescimento: muito lento

Dificuldade: muito fácil

Reprodução: ramificação do rizoma

 

A anúbia anã é uma planta atractiva de pequeno porte, fácil de manter em quaisquer condições. Cresce devagar, e as suas folhas podem durar vários anos, o que dá às algas de crescimento lento uma oportunidade de se estabelecer.

 

lava_2_large.jpg

 

Esteticamente ficam melhor plantadas em pedras ou raízes, usando fio de pesca para as prender numa fase inicial, até que as próprias raízes da planta a prendam ao seu suporte.

Se for plantada no areão, o rizoma não deve ser coberto, pois tende a apodrecer.

Floresce frequentemente dentro de água. Não é comida por peixes herbívoros. Pode ser mantida fora de água em terra muito húmida.

 

Image80.jpg

 

O uso de CO2 não é obrigatório para esta planta, contudo, este promove uma maior taxa de crescimento, tal como a remoção de folhas antigas ou doentes, e um substrato rico em nutrientes. Níveis altos de fosfatos (1,5-2 ppm) parecem incentivar o aparecimento de flores, independentemente da qualidade da água do aquário, ou da saúde da planta.

Para propagar, cortar o rizoma em duas ou mais partes (dependendo do seu tamanho).

 

 

 

Adaptado e traduzido de:

 

http://www.aquaticplantcentral.com/forumapc/

http://www.tropica.com/

http://www.aquaonline.com.br/

Editado por João Araújo

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Rotala wallichii

 

rotala_wallichii.jpg

 

 

Nome científico: Rotala wallichii

Família: Lythraceae

Continente: Ásia

Altura: 10 a 30 cm

Largura: 2 a 4 cm (cada caule)

Luz: média - intensa (0,5 - 1 W/L)

Temperatura: 18 a 28°C

Dureza da água: macia

pH: 5 a 7

Crescimento: rápido

Cuidados: médio-difícil

Reprodução: por estaca

 

A R. wallichii é uma planta de caule elegante encontrada em águas macias e ácidas no sudeste da Ásia. Produz flores de uma cor rosada brilhante. Embora não seja uma planta fácil de manter, é das plantas vermelhas de caule mais fáceis de encontrar em lojas.

 

risuno-sippo.jpeg

 

Requer iluminação forte, injecção de CO2 e um regime de fertilização equilibrado para mostrar todo o seu esplendor. A iluminação deve ser pelo menos de 0,5 W/L para boa coloração e crescimento. Quantidade elevada e estável de CO2 é imprescindível. Os nitratos devem ser doseados para consistência dos caules, doses menores e mais frequentes são melhores. Esta planta cresce melhor quando os nitratos não atingem o zero, mas são mantidos abaixo de 20-25 ppm. A R. wallichii aprecia níveis relativamente altos de fosfatos (1-2 ppm) e ferro/micronutrientes abundantes. Quando as condições são ideais, a planta presenteia o aquariofilista com luxuriantes e brilhantes rosas, laranjas ou vermelho-escuros e um aumento do diâmetro da planta.

 

16695-1.jpg

 

O efeito mais decorativo é atingido plantando um grande número de plantas em grupo.É frequentemente usada em aquários "Nature" ou do estilo Holandês como um foco colorido vermelho no meio ou fundo do aquário. A Rotala wallichii é uma boa planta de fundo e é interessante em aquários pequenos pois é facilmente cortada se crescer demais.

Quando cresce demasiado, a R. wallichii pode ser podada, cortando as pontas e deixando a parte plantada, ou retirando a parte plantada e replantar as pontas que foram cortadas.

A propagação pode ser feita plantando no substrato as pontas cortadas de plantas demasiado altas.

 

 

Adaptado e traduzido de:

 

http://www.aquaticplantcentral.com/forumapc/

http://www.tropica.com/

Editado por João Araújo

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora
Entra para seguir isto  

Tempo de vida do fórum


Data de criação do fórum: March 16, 2003 00:00:00