Ajuda Para Novo Setup


Recommended Posts

E já agora, quantos smilis é que poderão fazer colónia num aqua destes? Presumo que mais fêmeas será boa ideia?

Estou com alguma dificuldade em encontrar conchas decentes para eles, o que é que usam? Já "assaltei" tudo o que tinha cá em casa, mas mesmo assim ainda preciso de bastantes mais, mas búzios e caracóis de tamanho aceitável está complicado.

 

Podes começar só com um casal (para o investimento não ser muito) ou com 2 ou 3 machos e 3 ou 4femeas. Parece-me uma boa colonia.

 

Para as conchas...o pessoal safa-se las lojas de decoração e/ou chineses e/ou aki e outras do genero. Por vezes na secção de decoração tem umas conhas aceitaveis. Mas atenção: não devem ser profumadas ou envernizadas! Não te esqueças de ferver antes de colocar no aquario.

Normalmente nem fica muito caro. Genero 2€ 10 ou 20 conchas.

 

Mas também à a opção de fazer uma caracolada, com caracoleta da grande, depois limpar bem as cascas, et voilá!!!

Link to comment
Share on other sites

Olá Paulo,

 

Onde procurei foi precisamente nas conchas para decoração, mas do que vi eram pequenas.

Entretanto sou capaz de já estar desenrascado com umas quantas para começar.

Caracoletas já tenho uma quantas, mas parecem-me mesmo assim pequenas e tenho algumas dúvidas se um peixe se consegue enfiar lá dentro e, mais importante, não ficar preso?? Já agora, alguma dica para lhe tirar a cor ficarem brancas? Alguém me falou que havia um processo de o fazer.

 

Em relação a peixes, meti ontem os primeiros, 2 leleupi (de um membro daqui do fórum - Obrigado Rui estão porreiros!), acabo por não seguir a ordem prevista, mas também depende do que vai aparecendo. Esta manhã já começaram a sair das rochas embora ainda mal se vejam, mas parece-me que se adaptaram bem, pelo menos assim que viram artémia (congelada) não se fizeram muito esquisitos em sair dos buracos.

 

Em termos de alimentação, o que tenho pensado é alimentar 2x/dia, de manhã (quando tenho mais tempo) com comida congelada (alternando larvas de mosquito, artémia, tubifex e mistura) e ao fim da tarde granulado JBL (Grana cichilds). Ao fim de semana fazem "dieta" já que como o aqua está num escritório nem sempre lá vou ao fim de semana. Estará bem ou é melhor pensar noutro esquema?

 

Cumprimentos,

Ricardo M. Pereira

Link to comment
Share on other sites

Quantos às conchas, não tenhas problemas. Porque se não forem o suficientemente grandes para os peixes entrarem e estarem conforváveis lá dentro, eles simplesmente não entram!

 

Não conheço nenhum processo para branquia-las...pode ser que alguem que esteja a ler este tópico saiba ou faz uma pesquisa aqui no forum a ver no que dá.

 

Quanto à alimentação, não me parece mal. Eu costumo alimenta-los todos os dias, mas não alimentares ao fim de semana não tens qualquer problema! Se não estou em erro, até é o tipo de alimentação que fazem no Aquário Vasco da Gama.

 

Cumprimentos.

Link to comment
Share on other sites

Olá Paulo,

 

Bem, entretanto esta semana lá chegaram mais uns peixitos. 5 smilis para o aqua e mais algus leleupi. De momento no aqua principal estão 4 leleupis (os maiores dos 9 que tenho), os outros 5 estão para já no aqua dos smilis e parece-me estar tudo bem, não ligam uns aos outros e os smilis já percorrem todo o aqua na hora de comer. No aqua de 1,20m estão 4 leleupis com cerca de 7-9cm, no mais pequeno a colónia de smilis em conjunto com os outros 5 leleupi (na casa dos 3-5cm). Para já parece-me bem, embora os leleupis que estão com os smilis em vez de estarem nas rochas passam a maior parte do tempo a nadar, mas sem que os smilis se mostrem minimamente preocupados com a situação. Não faço ideia de machos e fêmeas, mas passaram os últimos 2 dias a "dançar" entre si.

Com os leleupi inicialmente houve alguma agressividade penso que devido a territórios, já que os últimos a chegar eram um pouco maiores. Estavam ao todo 5 no aqua maior, separei o mais pequeno e a coisa estabilizou.

 

Para os smilis além das conchas que traziam lá acrescentei umas quantas de caracoleta, ao todo têm umas 20 conchas para já embora muitas me pareçam pequenas. Quando consegui melhor logo se troca. Não devem estar incomodados com a nova casa.

 

Este fim de semana chegam mais alguns ocupantes, depois actualizo e vejo se consigo meter umas fotos.

 

Em relação a alimentação, todos têm estado bastante activos na hora de comer, estou a alimentar 3 vezes ao dia. De manhã só comida congelada, ao inicio da tarde mistura de comida congelada e granulado e ao fim do dia granulado.

Até agora tudo bem, estão cada dia mais confiantes na hora de comer.

 

Embora esteja a dar muito pouco de cada vez e a comida nem chegue a "tocar o chão", ficava mais descansado com uma pequena equipa de limpeza. A dúvida é caracóis ou peixes o que é mais indicado?

 

Cumprimentos,

 

Ricardo M.

Ricardo M. Pereira

Link to comment
Share on other sites

Olá a todos,

 

Aqui ficam mais informações sobre o estado das coisas (as fotos virão mais tarde).

 

Montagem: 24-03-2007

Parâmetros (26/04):

Temperatura: 26.3ºC

pH: 8,47

NH4: ?

NO2: 0,05-0,025mg/l

NO3: 0-1mg/l

kH: 15

GH: ?

 

Filtragem:

Interior (1800 l/h mecânica com esponjas e lã, e uso o tubo para oxigenação)

Exterior (Siccem 1100l/h)

 

Termostato Jager 300W

 

Iluminação: 1xMarine-Glo (9h/dia)

 

FLORA: nada, talvez as valisnerias mais tarde.

 

FAUNA(M-F-?):

1.1 ocellatus

1.0.2 N.splendens

1.2.2 N.leleupi

0.1 J.ornatus

 

Acabou por ir ficando um bocado diferente do que fui planeando, mas como os outros aquas estão em montagem logo se farão acertos.

Penso que o pico de NO2 se deve a ter aumentado no fim de semana passado a carga de peixes, fiz TPA 30% e vou manter o controlo nos próximos dias. O filtro exterior foi instalado mais recentemente e ainda não deve ser colonizado devidamente.

Alguns destes peixes vieram a semana passada do aquaben, excepto os leleupi que já tinha. No inicio da semana passada (3ª semana da ciclagem) tive um grande pico de nitratos, mas depois disso estabilizou sem grandes mexidas. Adiante-se que os dois leleupis (os primeiros) não devem ter gostado muito, mas 3 dias depois estava controlado. Terá sido o último pico da ciclagem?

Entretanto o macho Julie decidiu tentar bungee-jumping sem rede e correu mal...

A alimentação tem sido feita 3 vezes ao dia, jejum ao fim de semana. De manhã comida congelada, almoço, comida congelada e granulado e final da tarde granulado.

 

Todos os peixes vieram dos aquas de outro pessoal aqui do fórum e não registei até agora (em 2 semanas) qualquer baixa ou problema de adaptação, excepto a tendência saltadora/suicida do julie.

 

Entretanto vou-me habituando ao comportamento de umas e outras espécies. O aqua para já é, por razões óbvias (o macho tem uns bons 8-9cm) dos leleupis, mas curiosamente não passam da zona de rochas. Talvez a atitude pachorrenta dos ocellatus seja uma boa opção para este efeito, já que passam o dia no seu canto/conhas e dali não saiem. As 3 fêmeas que penso estarem confirmadas cada um escolheu a sua "gruta" e o macho passei por todas. Um outro leleupi foi corrido para trás de uma rocha no canto, este talvez seja macho (pelo menos nunca o vi "tremer" para o macho).

Os splendes adaptaram-se sem problemas, não chateiam ninguem e se o macho leleupi se aproxima não têm problema em ir à bulha. São pequenos e supostamente 1 macho e 2 fêmeas o que se deve confirmar porque novamente as "fêmeas" estão atarefadas a escavar cada uma no seu lado das rochas o devido buraco. A fêmea Julie depois de uns dias mais timida (com algumas desavenças com o macho) já está à vontade. O que me leva a pensar se teria sido mesmo suicidio!!

Os ocelltus é que me parece estarem a criar uma nova "ordem" o macho já se entreteve a tapar a maioria das conchas e a fêmea tem estado encostada a um canto a olhar para ele, mas as conchas são dele. É normal? É que a fêmea tem passado o dia a 5-6cm do fundo, encostada ao canto do aquário.

 

Entretanto a primeira postura. De leleupi, uma das fêmeas (a primeira a "escavar") já tem um bom monte de ovos. Conseguem-se ver bem os ovos brancos porque está no canto direito e a pedra que escolheu fica mesmo virada para o vidro. Outra fêmea não a vejo à 2 dias senão quando é para comer, lá passa o dia no buraco. A maior delas é bastante activa e passa o dia a nadar e a tremer para o macho, fugindo de seguinda para o seu buraco. Para a total inexperiência com ciclideos não me posso queixar do resultado até agora.

 

Falta arranjar um cardume de leptosomas e mais um peixinho ou outro com o tempo, mas para já ficam assim.

 

Cumprimentos,

Ricardo M. Pereira

Link to comment
Share on other sites