Vou ao Brasil -)


carlluchi

Recommended Posts

Bom dia a todos

 

Vou ao Brasil, pelo preços que tenho visto é de facto mais barata a rocha viav lá, haverá possibilidade de conseguir trazer alguma na bagagem ?

 

Ou então a outra alternativa é que vou mandar vir uns contentores de material por barco, de que maneira será posivel fazer chegar cá ainda viva, ( tempo de viagem pelo menos 2 semanas ).

 

 

Obrigado desde já pelas vossas respostas.

Link to comment
Share on other sites

Olá,

 

Penso que não conseguirás trazer nada, pelo moenos legalmente! De qualquer forma na minha opinião a RV do Brasil não é muito boa! É pouco porosa...

 

Abraço,

Diogo

Link to comment
Share on other sites

Viva

 

No Brasil transportar ilegalmente qualquer ser vivo para fora ou dentro do país sem licensa é crime púnivel com pena de prisão...

 

Um colega meu americano trouxe 4 camarões em alcool de uma es~´ecie nova de Lysmata e não os pode descrever nem depositar num museu porque como não tinha licensa eram organismos colhidos de forma ilegal...

 

Será que vale mesmo o risco?...

 

Boas férias :wink:

RCalado

Link to comment
Share on other sites

Boas

Eu emportei RV DO Brasil e as coisas não me correram lá muito bem porque na alfandega em Portugal complicaram mas quanto ao transportar não há problema desda que haja facturas.

A loja onde comprei até disse que podia enviar directamente para Portugal.

Estou a espera que a pessoa que me troxe a rocha me dê a direcção

Link to comment
Share on other sites

No Brasil tem dois tipos de RVs ...as originarias de Recife que sao duras e as de Guarapari que sao beem porosas.

 

Creio nao valer a pena trazer RVs... pode ter problemas alfandegarios... ultimamente o IBAMA tá fazendo cerco inclusive as importadoras daqui.

Celso e-mail: celsois@ipaq.org.br

IPAq. Aquicultura e Aquariologia ao seu alcance. em www.ipaq.org.br

logo.gif

Link to comment
Share on other sites

...ultimamente o IBAMA tá fazendo cerco inclusive as importadoras daqui.

 

Acho muitíssimo bem! Além do problema da exportação indevida e excessiva e da possiilidade de destruição do ambiente por esse lado, diria que o Brasil vive permanentemente uma situação de altíssimo risco (pela riqueza única da sua biodiversidade) quanto à introdução de espéceis não nativas.

 

Nós os portugueses fomos os primeiros a agredir essa biodiversidade pelo que temos, pelo menos, uma dívida moral quanto a este aspecto. :oops:

 

Infelizmente, hobbys como o nosso, podem se não houver responsabilidade ética, tornar-se autênticas ameaças à biodiversidade. Veja-se o caso da Caulerpa no Mediterrâneo.

 

Eu deixo a minhas podas a secar e deito no lixo!

 

Não percebo muito do assunto mas desconfio que se uma folhinha de C. taxifolia for parar ao Algarve, principalmente no Verão,... :wink::oops:

Link to comment
Share on other sites

Regulamentar a coleta nos recifes está acontecendo em todo mundo... Vários paises estão diminuindo as coletas e investindo em estudos sobre impactos ambientais.

 

Um dos objetivos da ONG ao qual participo em um de seus braços (forum) é justamente a preservação de recifes de corais e estudo na manutenção e reprodução de organismos aquáticos.

 

Isso é uma tendencia irreversivel embora o hobby sinta o impacto inicial (ficamos uns 3 meses sem nenhuma importação)

 

http://www.coralreefnetwork.com/kona/impac...act/species.htm

Celso e-mail: celsois@ipaq.org.br

IPAq. Aquicultura e Aquariologia ao seu alcance. em www.ipaq.org.br

logo.gif

Link to comment
Share on other sites