algas cabelo/castanhas


Recommended Posts

Boas

 

Recentemente passei tudo a exepçao do areao para o meu novo aqua.

queria entao ver se me dao uma dicas.

 

aqua antigo

 

Aquario panoramico com cerca de 80 lts+ 40 da sump.

escumador sem marca talvez china!

bombas de retorno 2 do chines de 2100 lts hora que para chegarem ao aqua 1.40 mts deveriam debitar para ai 500 lts hora as 2.

lumonaria leds brancos e azuis, mais 2 t5 de 80 cms nao me lembro quantos wts.

bombas de circulaçao de 3 mil lts/h, e uma mais pequena de 2000 lts/h.

um filtro de cascata com lã e carvao activado.

 

 

Aqua novo

 

cerca de 580 lts ja a contar com sump.

 

2 escumadores, o china, mais um or 600.

bomba de retorno ocean runer 3500.

iluminaçao de momento 3 x 56wts 2 brancas 10 k, e uma actinica, que serao para passar para 6x 80w. talvez 2 actinica e o resto branco ou entao 3,3.

bombas de circulaçao. 3 mil, 2 mil mais as 2 do chines a bulir.

 

A espera de colocar escumador de maior capacidade, e bombas de circulaçao.

 

Agora apareceu-me algas com fartura no areao , parte central, e vidro traseiro, morreram as chenias, e os testes estao todos bem, que poderei fazer para acabar com estas algas?

No outo nunca tive problemas com as ditas algas. uma ou outra mas que rapidamente desapareciam.

 

 

Outra questao

 

reparei que quando desmontei o aqua antigo tinha montes e montes de porcaria onde acenta a rocha.. neste estou a pensar meter mais areia a fim de as roschas ficarem atuladas com areia ai uns 3 ou 4 cms, afim de nao se acumular la esse lixo. ja alguem tentou ou pensou nisso?.

 

Obrigado e desculpem la o tamanho do texto.

Edited by Helder_zurc
Link to comment
Share on other sites

Boas...

 

As algas quase sempre estão presentes nos aquários, só que estão à espera do momento ideal para atacarem... ou seja em inícios de ciclo.

 

A rocha viva tem uma grande importância, já que rocha de aquários instalados, muitas vezes trazem anos de porcaria instalada nela. E quanto mais coralina tiver, geralmente pior.

 

É mais que normal, nos testes, apresentarem valores óptimos. As algas consomem tudo numa assentada só e é aguardar que o aquário mature (sem peixes) para que as algas comecem a morrer por falta de nutrientes.

 

Em relação ao areão, o que se fala é que as rochas começam a apodrecer se ficarem soterradas com areia, já que criam zonas anaeróbicas.

Edited by pedrolena
Posted Image
Link to comment
Share on other sites

Boas...

 

As algas quase sempre estão presentes nos aquários, só que estão à espera do momento ideal para atacarem... ou seja em inícios de ciclo.

 

A rocha viva tem uma grande importância, já que rocha de aquários instalados, muitas vezes trazem anos de porcaria instalada nela. E quanto mais coralina tiver, geralmente pior.

 

É mais que normal, nos testes, apresentarem valores óptimos. As algas consomem tudo numa assentada só e é aguardar que o aquário mature (sem peixes) para que as algas comecem a morrer por falta de nutrientes.

 

Em relação ao areão, o que se fala é que as rochas começam a apodrecer se ficarem soterradas com areia, já que criam zonas anaeróbicas.

Boas

Obrigado pela explicacao. Então q seria melhor. Talvez colocar os peixes e os corais num outro aqua ? E dar tempo de este maturar ou existe forma de contornar isso.

Link to comment
Share on other sites

Boas, Hélder.

 

Não sei de que peixes estás a falar... ou quantidade! Mas é um problema muito recorrente na aquariofilia marinha.

 

O meter os peixes num outro aquário implica que esteja minimamente maturado também, caso contrário poderiam morrer por picos de amónia.

 

Não sei bem como tens o teu aquário em termo de algas e quais são. Serão as filamentosas verdes?

 

O que podes fazer, para evitar é:

- alimentação: dar o necessário... evitar dar muita comida, pois quanto mais comida se dá, mais os peixes comem e mais fezes fazem, ou seja, mais adubo.

- uso de macroalgas: as macroalgas irão competir pela alimentação com as algas do display. (um bocado arriscado, já que poderão morrer por falta de alimentação)

- Bactérias + fontes de carbono: promove o crescimento de bactérias no aquário, sendo a fonte de carbono para as alimentar e multiplicar. Geralmente nos inícios de ciclo recomendam o uso de bactérias durante um certo período de dias e só depois usar as fontes de carbono, já que se não houver as bactérias suficientes ao introduzirmos a fonte de carbono serão as algas a fazerem a festa.

- Criar zonas para bactérias - usado geralmente com o ponto anterior. Falamos de reactores de biopellets, bioballs e cerâmicas.

 

Assim de cabeça é o que me lembro.

Posted Image
Link to comment
Share on other sites

Boas ja lhe meti mais uma bomba de 5000 l/h mais 10kg de rocha viva, fiji premium de um aquario bastante bom. Alguns ermitas,

 

Os peixes eram os que estavam no antigo

1 Fox Face

1 palhaço

2 donzelas

1 cardinal de bangai

 

2 lobopyto's

2 sarcopitos

alguns zoantos palitoas, 3 cabecas de coral de fogo,

e mais alguns que nao sei o nome, na altura da mudança as xenias foram logo a vida.

 

As algas sao as castanhas, ditas filamentosas no areao e no vidro traseiro.

 

Em relaçao as bacterias x carbono, como e que isso funciona, nomes do produto.

 

Ja me falaram tb da vodka ??????

Link to comment
Share on other sites

A vodka é usada como a fonte de carbono... sinceramente não é método que me inspire grande confiança... mas há pessoal com bons resultados.

 

Agora há produtos feitos especificamente para aquariofilia como fonte de carbono: Brightwell Reef Fuel (acho que é isto) , Nyos Zero , NP Biopellets (fonte sólida)... (entre outras marcas)

 

De bactérias, tens como exemplo: Nyos Bac + Bactiv8 NPX + Brightwell Microbacter 7 (entre outras marcas)

 

O uso na maioria dos casos, são líquidos que se devem usar diariamente... As biopellets é que é usado de modo diferente. Devem estar num reactor e pronto é deixar estar.

Posted Image
Link to comment
Share on other sites