Metallising

Membro
  • Posts

    19
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Everything posted by Metallising

  1. Há uma semana alterei o fluxo do filtro de forma a criar alguma turbulência na superficie e a diferença foi da noite para o dia. Entretanto os camarões passaram a mostrar muito mais actividade e parecem estar confortáveis no ambiente. Mais surpreendente foi o comportamento das plantas que passaram a mostrar muito mais vitalidade, muitos rebentos novos, um verde muito viçoso e um crescimento muito rápido. Não percebo ainda muito bem porquê, já que o aumento dos níveis de oxigénio na água provocados pela sua agitação em teoria não trazem benefícios para as plantas. Mas deverá haver outro factor qualquer relacionado. Definitivamente a agitação da massa de água trouxe enormes benefícios e o aquário está mais saudável.
  2. Fiz uma tampa em acrílico para diminuir a evaporação. Fiz algumas aberturas para passagem de tubagem. Também coloquei a possibilidade que a tampa podesse estar a condicionar os níveis de oxigénio, então retirei-a durante alguns dias para ver se influenciava o comportamento dos camarões mas não observei nenhuma diferença significativa.
  3. O princípio do livro é simples: Canalizar o excesso de nitratos para crescimento de plantas de crescimento rápido e poda-las com frequência, cada vez que se faz a poda e estimula o crescimento das plantas, estas retiram nitratos do aquário. Em simultaneo a desnitrificação ocorre em zonas anaeróbicas através de bactérias que transformam NO3 em N2 (gás de nitrogénio que se evapora através da coluna de água) através do processo NO3 -> NO2 -> NO -> N2O -> N2. Este livro tem sido referenciado frequentemente nos últimos tempos e há cada vez pessoas a fazer o mesmo. Claro que há a teoria e a prática. Mas se não fosse pela experimentação e pelo desafio não teria piada nenhuma ter um aquário. Comecei com red cherry mas tenciono adicionar um pequeno cardume de Danio margaritatus (Galaxy) quando o aquário estabilizar. Acho que não vai ter problema. Mesmo com estes problemas todos e flutuação de parametros, os meus red cherry estão a reproduzir-se, parece que são muito resilientes.
  4. A propósito. A minha base para a criação deste aquário é o livro Ecology of the Planted Aquarium da Diana L. Walstad que aborda alguns destes princípios relativos a filtragem e outros de um modo um pouco diferente daquilo que é o padrão.
  5. Os 120 L / H é o caudal real e não teorico, eu fiz a medição na saída. Alguma literatura não aconselha uma filtragem superior a 4x o volume do aquário. A razão é que um caudal muito elevado não permite a criação de zonas anaeróbicas no material filtrante, o que é essencial para o ciclo completo do azoto. Se para a nitrificação (aeróbico) é necessário oxigénio e como tal movimento de água, para a desnitrificação é necessário outro grupo de bactérias anaeróbicas que não se dão bem em filtros muito oxigenados. O meu objectivo é ter um aquário de baixa manutenção e com muito poucas mudanças de água, daí esta abordagem.
  6. Obrigado Miguel. Sim é isso que vou fazer. Amanhã vou vestir o meu uniforme de MacGyver e vou fazer alterações na tubagem para assegurar movimento na superficie. O caudal actual está cerca de 120L / H, o que num aquário de 40L com pouca fauna penso que seja suficiente. A questão da troca gasosa faz sentido, mas deixei-me levar um pouco por aquilo que vejo muita gente fazer nos nanos sem filtro. Mas como sugeriste, provavelmente esse princípio aplica-se só em aquários mais pequenos. A bomba de ar já saltou fora, coisa horrível...
  7. Agradeço os vossos posts. De facto a agitação à superficie é inexistente, tenho a saída a apontar contra o vidro do aquário precisamente para não causar turbulência na água. O filtro é um Sunsun HW302, está preenchido com 3 kilos de media para filtragem biológica. Modifiquei a bomba de água do filtro para ser regulável com um com transformador de voltagem ajustável, assim posso facilmente ajustar o caudal. A minha lógica para trabalhar com caudal reduzido e minimizar a turbulência tem como objectivo limitar as trocas gasosas e consequentemente a dissipação do precioso CO2 produzido pelo eco sistema e assim manter um crescimento vigoroso nas plantas. Tenho visto outras pessoas no hobby que em aquários mais pequenos não usam filtro nem bomba de ar e não têm problemas de falta de oxigénio. Então porque será que no meu aquário tenho este problema? O que é certo, é que desde que a bomba de ar começou a funcionar os camarões estão com um comportamento muito mais saúdavel e as plantas no espaço de poucas horas ficaram com um verde vivo e super viçosas, coisa que nunca tinha visto desde o início do aquário. Ocorreu aqui algum fenómeno que ainda estou para perceber. O pH em poucas horas passou de 7,2 para 8,1 (última leitura), o que num aquário com 300ppm de TDS e o KH de 14-16 parece algo extremo. Não compreendo o que se passa...
  8. Outro aspecto interessante: 3 horas depois de ligar a bomba de ar, o pH subiu de 7,2 para 7,7. Provavelmente porque a turbulência criada pela airstone dissipou o CO2 presente na massa de água. O que me leva a pensar, que vai na volta tenho demasiado CO2 ? Não tenho injecção de CO2 mas uso um subtrato orgânico (terra de jardim) que naturalmente liberta CO2 ao longo da decomposição da matéria orgânica.
  9. Bom dia, O meu aquário plantado tem 40L, com filtragem externa, o setup tem 2 meses. Sem CO2. Amonia - NA ?, Nitrites - 0, Nitratos - 0, pH - 7,2-7,5, Temp - 23-24 Fauna: 15-20 Neocardinas + meia duzia de caracóis. Sem peixes. Não alimento os camarões, apenas comem o biofilm e algas que estão naturalmente presentes no aquário. Recentemente comecei a ver os camarões letárgicos e constante à superfície, apoiados nas plantas de superficie. Os caracóis idem, o que me deixou preocupado. Entretanto alguns camarões começaram a morrer. Coloquei 3 hipoteses: 1 - Falta oxigénio 2 - Bactéria tóxicas 3 - Amónia Comecei por trocar 25% da água diariamente, logo após a troca os camarões voltam novamente a mostrar actividade e a alimentar-se no fundo do aquário, no entanto ao final do dia voltam a ficar letárgicos e sobem para o topo do aquário. Ao final de 4 ou 5 dias, comecei a achar que não poderia ser amónia, porque com tantas trocas de água não daria tempo para a amónia se acumular. Então ataquei com água oxigenada (10ML) no sentido de matar alguma bactéria tóxica e aproveitar para me ver livre de algumas algas. Pareceu resultar e as algas retrocederam mas no dia seguinte heis o mesmo comportamento, tudo à superficie. Hoje adicionei uma airstone e o problema parece resolvido. Concluo que o problema estava relacionado com oxigénio. Agora a questão: É normal necessitar de arejar o aquário com uma airstone num setup deste tipo? Tenho muito pouca fauna, tenho filtragem e plantas, portanto seria de esperar que NÃO houvesse necessidade de ter uma airstone. O que poderá estar a causar os níveis baixos de oxigénio ? Não gosto do visual nem do barulho da bomba de ar, por isso preciso de perceber o que poderá estar desiquilibrado no sistema para poder compensar. Agradeço a ajuda! Keep safe!
  10. Metallising

    Metallising

  11. Relativamente ao teste de NO3, quanto à aquili não sei, mas no teste da Salifert por exemplo, diz que a quantidade exacta de pó não requer um rigor extremo, uma colher meio vazia ou meio cheia tem o mesmo efeito na solução. Acabei por encomendar o kit da Aquili que traz NO3, NO2, pH, GH, KH. À parte encomendei o teste de Amónia da Salifert. Obrigado pelas dicas.
  12. Obrigado greenjam. Eu não encontrei reviews mas reparei que o produto tem distribuição bem presente na Europa, leva-me a crer que os testes serão minimamente viáveis. Sim, a loja que me indicaste tem o teste de amónia em separado que é aquilo que me fica a faltar. A.Ferreira, podias especificar aquilo que não te agradou nos testes da Aquili? Vi duas coisas que não me agradaram, os teste de pH têm uma precisão máxima de 0,5. O teste de NO3 tem uma escala máxima de 75mg/l. Em aquaponia quere-se o NO3 superior a isso, óbvio que só peixes "duros" servem para estes sistemas.
  13. Fantástico, muito bom preço, 12€ apenas. Fica a faltar o teste de nh3/nh4 mas mesmo assim compensa. Também é de referir que os frascos dos liquidos trazem menos quantidade que os teste da API, mas o custo sendo significativamente mais baixo parece boa opção. Procurei informação sobre essa marca (Aquili) e nem website têm, peço desculpa por estar a ser tão chatinho, mas pergunto-me o quão credível é a marca e consequemente a precisão dos testes?
  14. Sim, comprar os testes individuais pelo ebay fica mais barato do que comprar o kit completo em Portugal, boa dica. Os testes da Nutrafin são precisos? Não encontrei muita informação nem feedback de clientes sobre esta marca, no entanto parece que têm uma distribuição forte em Portugal. Mesmo assim, fazendo as contas, os testes API para NO2, NO3 e NH3/NH4 mais a tal caneta para medir o pH totaliza 40€ (com portes incluidos). Fico frustrado ao ver o kit completo API freshwater master kit, que incluí tudo o que referi acima, mais teste de pH e pH high range por 20€ em lojas estrangeiras mas que não enviam para Portugal. Continuo aberto a sugestões, gostava de conhecer mais lojas onde posso comprar estes testes. Por alguma razão, não estou a ter muito sucesso a googlar lojas destas em Portugal. Obrigado.
  15. Precisamente, é isso que procuro, muito obrigado pela dica. O preço (49€) está bastante mais elevado do que na Amazon, se não houver mais nenhuma loja em Portugal então lá terei que ceder. Mais alguma sugestão? Gostava de ter alternativas mais em conta. No ebay os vendedores com melhores preços são todos based in UK, os que contactei não têm international shipping. Depois há outros vendedores based in US que enviam, no entanto corro o risco de levar uma "cacetada" na alfândega já que se trataria de uma mercadoria proveniente fora do espaço europeu.
  16. Bom dia, Estou actualmente a montar um pequeno sistema aquapónico e vou precisar de controlar diferentes parâmetros referentes à qualidade da água, nomeadamente o pH, nitritos NO2-, nitratos NO3- e "total ammonia nitrogen (TAN)" representado por NH3/NH4+. Para aqueles que desconhecem, aquaponia é uma mistura de piscicultura com hidroponia, técnica de cultivo agricola sem recorrer à utilização de solo. O amónio libertado pelos peixes é bombeado para a área de cultivo onde se desenvolvem bactérias, as mesma presentes nos filtros dos vossos aquários. Posteriormente, essas bactérias irão decompor o amónio em nitratos que serve de fertilizante natural para plantas. Por sua vez, a água depois de passar pelo sistema de cultivo volta ao aquário já filtrada pelo substrato de cultivo e pelas raízes das plantas, tal como acontece na Natureza. Dito isto, o que preciso mesmo é de um kit para controlar os vários parametros mencionados acima. Já tentei de várias formas de comprar o API freswater master kit online mas nenhuma loja parece estar disposta a enviar para Potugal, desde lojas na Alemanha a diferentes lojas na Amazon.uk, todas recusam. Existe alguma alternativa? Conhecem alguma loja com este produto em Portugal, ou Europa que aceite encomendas internacionais? O API freswater master kit é consensual entre a maioria das pessoas envolvidas em aquaponia, no entanto não nego a possibilidade de experimentar outros kits se houver bom feedback. Tenho particular urgência no teste de amónio, pelo que se me souberem indicar alguma loja em Lisboa onde tenha este produto em stock agradecia. Desde já agradeço o vosso tempo.
  17. Não sou expert na matéria, mas diria que esse sistema não vai resolver o problema. Isto é, as bactérias precisam de um meio para se desenvolverem, para posteriormente decompor o amónio dos peixes em nitrogénio para nutrir as plantas. A placa flutuante pode servir como meio para as bactérias, mas pela leitura que fiz é muito pouco eficiente comparativamente a outros meios, como por exemplo argila expandida. Acho que para obter resultados aceitáveis ou usas um bio-filtro ou então isto:
  18. Veremos como corre. Parece que encontrei quem forneça tilápias, veremos se me chegam às mãos. Quanto à falta de nutrientes fornecidos às plantas. A julgar pelas fotos do teu sistema, estás a usar o método DWC, no entanto colocaste a placa flutuante directamente sobre o tanque dos peixes. Dessa forma o amónio dos peixes nunca chega a ter um meio para se decompor em nutrientes para as plantas. Para esse efeito, precisas de um bio-filtro, onde a actividade bacteriana irá decompor o amónio em comidinha para plantas. Portanto, para as coisas correrem bem o flow terá de ser: tanque dos peixes -> bio-filtro -> growbed -> de regresso a tanque dos peixes. Neste link tens um "case-study": http://blog.aquaponicssystems.com/ Para simplificar e ganhar algum know-how vou começar com argila expandida, este meio acaba por servir para a criação de bactérias benéficas para o sistema, dispensando assim o bio-filtro.
  19. Boas, Curioso o que dizes, a julgar pelo que li parece que a tilápia é muito adaptável e o nosso clima serve bem. Inicialmente pretendo ter o sistema indoors, portanto a temperatura da água nunca vai descer demasiado para os peixes. Se a coisa correr bem posso escalar o projecto para um tanque grande outdoors, mas sendo no Algarve a temperatura aguenta-se, julgo. Também estou a ponderar as carpas koi ou mesmo simples golden fish, no entanto, as tilápias têm mais interesse para mim uma vez que idealmente gostava de ter o sistema montado para auto-consumo, ou seja, comer os peixes e os vegetais criados no sistema. As caixas de arrumação transparentes do IKEA são optimos aquarios de 130l . Continuo à procura de bicharada... golden fish, carpas koi, tilápias procuram-se.
  20. Boas, Faz uns 15 anos que tive o meu primeiro aquário, entretanto entrei na adolescência e vendi tudo, truquei guppies e neons por fanecas de carne e osso No entanto a história nunca ficou muito bem resolvida e agora voltei a sentir o bichinho atrás da orelha. Vou-me aventurar num projecto de aquaponia e para começar, tendo em conta que serei novato na modalidade quero peixes todo-o-terreno bem resilientes. Questão: Onde posso comprar tilapias? De preferência em Lisboa. Já agora, que espécie de tilapia é mais aconselhável para aquaponia em Portugal? Procuro uma espécie de rápido crescimento e que se adapte bem ao clima local. Obrigado!