Callistus

.Membro Ausente
  • Content Count

    42
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

2 :)

3 Followers

About Callistus

  • Rank
    Super Recém Chegado
  • Birthday 02/21/1966

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Brasil
  • Concelho
    Abrantes (Santarém)
  • Localização
    Rio de Janeiro
  1. Callistus

    Callistus

  2. Tenho 9 neons e todos com saúde, menos este: Está inchado, ofega e não consegue ficar na horizontal. Algum palpite?
  3. Hoje saímos todos entre as 15:30 e as 18:30. Na volta, o peixe estava com a cauda assim: Foi ele mesmo o autor. Precisamente no dia do jejum semanal (para evitar constipação). E desta vez foi quase a cauda inteira. O recanto anterior (tronco em cerâmica) provavelmente não tem a menor culpa, nem qualquer microorganismo suspeito. É tudo auto-infligido.
  4. Aos 15 anos tive um aquário de 150L (75 x 50 x 40) com um betta, uma fêmea, muitas plantas e vários outros peixes. Não me agradou muito, visto que a fêmea estava sempre estressada pela presença do macho, e ambos sempre estressados por ter que subir muito (45cm, à linha d'água) à noite para respirar. Bettas gostam de 35cm de profundidade ou menos. Optei por deixar a fêmea no aquário grande e movi o macho para um aquário menor, de 34L (45 x 30 x 25), com um pequeno cardume de neons, alguns otocinclos e duas coridoras (C. Julii). Lá ele viveu três anos, enquanto a fêmea viveu muito menos no aquário grande.
  5. Por que duas postagens com o mesmo conteúdo e título?
  6. O casal, sem intimidade, estará a matar-se em questão de minutos. É da natureza dos bettas. Recomendo que compre um livro sobre o assunto ou que se informe na internet (a primeira opção é mais indicada para iniciantes). O aquário para o acasalamento deve ter no mínimo 14 litros (35 x 20 x 20), não ter altura superior a 25cm e deve ter muitas plantas a um canto (mas com uma área livre), onde porás o macho. O substracto deve ser finíssimo (como areia de praias, caso contrário os ovos se perderão no fundo) e escuro de preferência, ou ausente. A fêmea deve ser mantida num outro aquário, à vista do macho. Quando a fêmea exibir listras VERTICAIS (não HORIZONTAIS e não antes de uma semana, à temperatura de cerca de 27 graus), a deves introduzir no aquário do macho. A finalidade das plantas é dar abrigo à fêmea, pois as investidas do macho são sempre violentas.A fêmea deve ser retirada assim que termine a postura dos ovos (abraços do macho). A água, após a postura, deve ter 25% de troca todos os dias por água mineral. Para auxiliar o macho na confecção e na manutenção do ninho, recomendo colocar uma ou mais plantas flutuantes ou, na falta delas, um pedaço quadrado de plástico (polietileno, mesmo material dos sacos de lixo) de 10 x 10cm. A tensão superficial da água mantém o plástico na superfície, e as bolhas do macho completam o serviço. Uma vez que os filhotes não precisem mais do ninho (estejam nadando independentemente), deves retirar o macho.
  7. Aleluia! Mantendo o pH nas rédeas, a amônia a zero, a alimentação variada, e todos os demais mimos. Chegou hoje a casa nova, também em cerâmica, mas desta vez sem arestas que arranquem pedaços de nadadeira. A marca é "ISTA" (uma perfeição de acabamento, apesar de chinesa, e em cerâmica, não resina). O putinho se acomodou minutos depois, como se já fosse o proprietário há tempos. Perfeita para bettas:
  8. Zibido nove dias depois: Impressiona a evolução da cauda com apenas 9 dias. Está a comer a ração (BettaMin), bloodworm e tubifex. Ganhou um fundo de cascalho (quartzo), pois uma vez que recuperou-se começou a gastar muita energia com seu reflexo no fundo. 100% de troca de água de 3 em 3 dias (tratada com BettaSafe), e um bom pedregulho de dolomita para manter a água em torno de 7,1 (pH).
  9. Este é melhor ainda: http://nippyfish.net/
  10. Não, Raul Pereira é um "homem-lenda" do Aquarismo no Brasil.
  11. É em inglês, mas é bastante completo. http://www.bettainfo.com/ Boas!
  12. Qualquer aquário (até mesmo um hipotético de 10.000 litros) servirá bem a um betta se não tiver altura superior a 35cm. Mais que isto estressa o "sono" do animal (bettas são sonâmbulos por necessidade), pois precisam subir para tomar ar para o labirinto (seu órgão respiratório). Bettas na natureza vivem em charcos rasos. Se houver um patamar ou planta que sirva-o de apoio, ele descansará nele(a). Bettas na natureza vivem em lugares onde a temperatura oscila entre 15 e 30 graus. Só use aquecedor para manter a temperatura acima do mínimo, ou caso haja uma reducção brusca. O seu acqua, pelo volume, não vai permitir uma variação brusca. Bettas (e a imensa maioria dos peixes) a uma temperatura constante durante o ano todo padecem por excesso de libido (estressados) ou por falta dela (deprimidos). Bettas NÃO GOSTAM DE ÁGUA A SE MEXER. Também não gostam de barulho. A água dos arrozais é bem parada, mas não é suja. Água suja é cheia de nitritos, nitratos, amônia e é ácida (tudo o que faz mal aos bettas). As plantações de arroz eliminam todos estes factores nocivos. Em lugar de filtragem, faça uma troca periódica de água e mantenha uma pedra de dolomita para manter o pH mais próximo de 7,2 quanto possível. Opcionalmente, coloque helodeas que ajudam a processar os radicais nítricos. E por que não plantar arroz? Há gente que o faz (mas não tente já, e muito menos no aquário inteiro). Bettas não gostam de NENHUM betta, nada relacionado a machos e/ou fêmeas. Por "acaso" os machos acasalam com as fêmeas antes de as matarem (se não houver saída para as raparigas). Eles são territoriais e vão com certeza preferir viver sozinhos. No máximo coloque peixes que não belisquem (barbos, tetras e similares o fazem o tempo todo) como otocinclos, coridoras e outros peixes pacíficos e recatados, mas não encha o aquário com eles, pois isso vai pedir aeração mecânica e a mesma põe a água em movimento. No máximo três otocinclos e duas coridoras (Coridoras Julii, de preferência) para o seu acqua, que deve ser mantido em lugar ventilado. Antes de mais nada, evite dar rações do tipo "bolinha" para seu betta. Qualquer ração que molhada e enrolada entre os dedos se parecer com "papier marché" vai causar constipação em bettas. Aconselho-o a usar o seguinte: Ração: "Bettamin Tropical Medley" (da Tetra); Agrados: de três em três dias (pode ser até um pouco mais frequente, contanto que o peixe não recuse a ração), larvas de mosquito secas (várias marcas), tubifex secos (idem) e/ou artêmias vivas (estas últimas dão algum trabalho para criar). Drosófilas são mais fáceis de criar (basta um pote com rodelas de banana). Elas mesmas vêm por os ovos! O cardápio tem que ser variado. No mais, disponha!
  13. É questão de sorte, quanto às variantes de bettas encontradas nas lojas. É bom comprá-los assim que chegam às lojas -- com certeza terá sido maltratado apenas pelo transporte.
  14. Só para complementar, em escalas de grandeza: um betta custa 1x, o acqua de 5 litros custa 3x, a ração custa 2x, os demais accessórios (teste de pH; bactericida; etc) custam entre 2x e 4x. O menor valor da equação é o animal. A idéia e manter o peixe doente até a venda e vender o máximo possível de remediadores. A culpa no coração do dono do pobre animal que perece é oferecida nem nenhum ônus. Desumano. IMORAL.
  15. Quando minha filhota pediu um peixe ornamental, dada a falta de local apropriado para um aquário de pelo menos uns 20 litros, pensei: "um betta". Tive sorte: na loja, havia chegado um lote de bettas, todos ensacados ainda, e levei o Zibido, o mais bonito de todos. Na loja me ofereceram uma acqua de... 1 litro. Considero isso um imenso desrespeito. Levei um de 5 litros. É o mínimo que imagino que um betta tolere. Ainda mais em se tratando de um cliente que já fez seu próprio acqua de 128 litros (80x40x40), há exatos 30 anos. Tenho ainda que convencer a patroa a liberar um espaço no aparador da sala e colocar um de 20, preferencialmente 30 litros. Hoje fui novamente à loja comprar um aerador para as artêmias que já chocaram e que quando tiverem 2mm vão virar ceia de Zibido. Até mesmo as artêmias estão sendo bem-tratadas, mas muitos dos bettas que chegaram com o da minha filhota estão imóveis. Eu pouso o dedo na parede dos cubículos, e eles não se mexem. Parecem zumbis. Aqui no Rio de Janeiro protegem até os pombos (ratos com penas e sem a cerimônia dos primeiros), mas nada é feito para proteger essas criaturas limpas, lindas e gloriosas que são os bettas, e peixes ornamentais num sentido mais amplo. Bettas só são adoráveis se forem adorados. Maltratados, mais parecem mendigos...