• Announcements

    • João Branquinho

      Mensagem para Visitantes   04/15/17

      Estimado visitante, antes de mais, muito obrigado pelo seu interesse na comunidade Aquariofilia.Net! Esperamos que esteja a gostar do conteúdo que temos no fórum. Dado que não é ainda um membro registado da nossa comunidade, não sabe que está a perder muitas outras funcionalidades e informações disponíveis apenas a membros! Do que está à espera para se juntar a nós? É só fazer clique no canto superior direito e pode inclusivamente usar as redes sociais para agilizar o processo de registo. Obrigado!
Sign in to follow this  
Followers 0
David Cabete

Controle De Nível De água

43 posts in this topic

Boas

 

Lá arranjei um tempinho para mostrar como fiz, a "pedido" de um dos membros desta comunidade, um dispositivo que permita controlar o nível de água, neste caso de bidons de água proveniente de Osmose.

 

Cá vai disto:

 

 

 

 

gingarelho.JPG

 

- Caixa de derivação exterior, onde ficará alojado toda a "maquinaria".

 

 

 

 

gingarelho%20(1).JPG

 

- Electroválvula que se irá encarregar de fechar o fornecimento de água.

 

 

 

 

gingarelho%20(2).JPG

 

- Furos para a electroválvula e para os parafusos de fixação.

 

 

 

 

gingarelho%20(3).JPG

 

- Electroválvula já colocada no sítio.

 

 

 

 

gingarelho%20(4).JPG

 

- Pormenor da fixação da electroválvula.

 

 

 

 

gingarelho%20(5).JPG

 

- Fixadores para o transformador.

 

 

 

 

gingarelho%20(6).JPG

 

- Transformador colocado do devido local.

 

 

 

 

gingarelho%20(7).JPG

 

- Furo destinado à ligação da "sonda".

 

 

 

 

gingarelho8.jpg

 

- Tomada RCA de painel já instalada.

 

 

 

 

gingarelho%20(9).JPG

 

- A mesma tomada vista do interior da caixa.

 

 

 

 

gingarelho%20(10).JPG

 

- Interruptor de corte geral.

 

 

 

 

gingarelho%20(11).JPG

 

- Marcações para o corte da tampa da caixa.

 

 

 

 

gingarelho%20(12).JPG

 

- Corte feito e interruptor colocado.

 

 

 

 

gingarelho%20(13).JPG

 

- Dois Led's, um vermelho e outro verde, para monitorizar o funcionamento.

 

 

 

 

gingarelho%20(14).JPG

 

- Material utilizado para rectificar a corrente do transformador.

 

 

 

 

gingarelho%20(15).JPG

 

- Ponte rectificadora. Transforma a corrente alterna em continua.

 

 

 

 

gingarelho%20(16).JPG

 

- Regulador de tensão 7812. Limita a corrente aos 12 Volts.

 

 

 

 

gingarelho%20(17).JPG

 

- Primeira medição. 8,66 Volts é pouco para fazer actuar o relé.

 

 

 

 

gingarelho%20(18).JPG

 

- Um pequeno condensador e chega-se aos 11,88 Volts. Chega perfeitamente.

 

 

 

 

gingarelho%20(19).JPG

 

- Primeiro quebra cabeças! Ligar o porta mangueira de 6mm à electroválvula.

 

 

 

 

gingarelho%20(20).JPG

 

- Com alguns adaptadores e união e está quase resolvido.

 

 

 

 

gingarelho%20(21).JPG

 

- Redução com a rosca original. Milimétrica.

 

 

 

 

gingarelho%20(22).JPG

 

- Abertura de nova rosca.

 

 

 

 

gingarelho%20(23).JPG

 

- Rosca em polegadas. Tudo isto porque não tinha macho 10 em milímetros...

 

 

 

 

gingarelho%20(24).JPG

 

- Abertura de rosca 10mm, polegadas, na electroválvula.

 

 

 

 

gingarelho%20(25).JPG

 

- Pequeno troço de tubo, com rosca de 10mm, polegadas.

 

 

 

 

gingarelho%20(27).JPG

 

- Redução enroscada na electroválvula.

 

 

 

 

gingarelho%20(28).JPG

 

- Conjunto completo já instalado na caixa.

 

 

 

 

gingarelho%20(29).JPG

 

- Pormenor da saída de água.

 

 

 

 

gingarelho%20(30).JPG

 

- Parte eléctrica. Cabo de alimentação.

 

 

 

 

gingarelho%20(31).JPG

 

- Ligação de fio terra à rosca do tubo metálico. Segurança acrescida.

 

 

 

 

gingarelho%20(32).JPG

 

- Relés que irão receber a informação da sonda e controlar a electroválvula.

 

 

 

 

gingarelho%20(33).JPG

 

- Primeiras ligações. Não vou aprofundar. Mais tarde coloco esquema eléctrico detalhado.

 

 

 

 

gingarelho%20(34).JPG

 

- Emenda dos fios da sonda. Usei manga termo retráctil.

 

 

 

 

gingarelho%20(35).JPG

 

- Já devidamente isolada.

 

 

 

 

gingarelho%20(36).JPG

 

- Mais umas ligações.

 

 

 

 

gingarelho%20(38).JPG

 

- Resistência que irá limitar a corrente para os Led's.

 

 

 

 

gingarelho%20(39).JPG

 

- Resistência isolada e soldada no relé.

 

 

 

 

gingarelho%20(40).JPG

 

- Todas as ligações feitas. Falta fazer um teste.

 

 

 

 

gingarelho%20(41).JPG

 

- Interruptor geral desligado. Led's desligados. Não há passagem de água na electroválvula.

 

 

 

 

gingarelho%20(42).JPG

 

- Interruptor geral ligado. Bóia da sonda em baixo ( nível de água abaixo do desejado ). Led verde aceso indica que há passagem de água na electroválvula.

 

 

 

 

gingarelho%20(43).JPG

 

- Interruptor geral ligado. Bóias da sonda em cima ( nível de água atingiu o nível desejado ). Led vermelho aceso indica que foi interrompida a passagem de água na electroválvula.

 

 

 

 

 

Só falta o suporte da bóia, mas isso fica para amanhã, porque hoje já não posso fazer barulho. Quando o projecto estiver finalizado, além do esquema eléctrico detalhado, faço uma breve explicação do "Gingarelho", assim como das suas vantagens e outras aplicações.

 

 

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Muitos parabéns pelo excelente trabalho e acabamentos (muitas vezes o pessoal esquecesse disso) que fizeste. Mas, essa electrovalvula e um simples presostato de máquina de lavar roupa teriam simplifacado um pouco o teu trabalho.

 

cumprimentos.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom trabalho e boas ideias,

Estou com curiosidade para ver o restante e o esquema do circuito eléctrico.

Assim qualquer dia já tenho a minha a funcionar...

Abraço e obrigado pelas dicas,

 

Ricardo

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

bigsmile

 

mas que paciência :twisted:

 

muito bom nyah

0

Share this post


Link to post
Share on other sites
Boas

 

Muitos parabéns pelo excelente trabalho e acabamentos (muitas vezes o pessoal esquecesse disso) que fizeste. Mas, essa electrovalvula e um simples presostato de máquina de lavar roupa teriam simplifacado um pouco o teu trabalho.

 

cumprimentos.

 

 

Olá Element,

Podes explicar-me como o farias?

Obrigado,

 

Ricardo

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Muitos parabéns pelo excelente trabalho e acabamentos (muitas vezes o pessoal esquecesse disso) que fizeste. Mas, essa electrovalvula e um simples presostato de máquina de lavar roupa teriam simplifacado um pouco o teu trabalho.

Sei que sim, com presostato teria sido muito mais simples, mas como deves saber o nível dos presostato não é tão certo como a bóia da sonda. Além disso o preço de uma peça e de outra são muito diferentes. Mas isso nem sequer estava em causa! Fui elaborando a coisa conforme as peças me iam aparecendo à frente.

 

 

 

 

Bom trabalho e boas ideias,

Estou com curiosidade para ver o restante e o esquema do circuito eléctrico.

Assim qualquer dia já tenho a minha a funcionar...

Abraço e obrigado pelas dicas,

O esquema eléctrico é simples, mas apenas o tenho na cabeça. Tenho de o passar para o papel, de modo simples e de fácil compreensão. Nem todos percebem de electricidade.

 

 

 

 

;)

 

mas que paciência ;)

 

muito bom :)

É mais tempo de sobra! Férias é no que dá!

 

 

 

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas noites ...

 

Achei excelente o trabalho, ainda por cima a qualidade do acabamento é muito boa. Perdi um bom tempo a ver para que ias usar o segundo relê mas depois é que vi que era para os leds ... enfim usas o que tens á mao e isso é que importa.

 

Nao sei se ja imaginaste a sonda ou nao, mas ja agora faço uma sugestao, nao sei se conheces aqueles mini swiches normalmente utilizados em impressoras e fotocopiadoras ... sao meros interruptores de pressao com um arame preso a eles, presumo que tambem se utilizem em gravadores de cassetes antigos. Como sao tao pequenos, eu colocaria preso num ponto do aquario e uma bolinha de esferovite ou cortiça presa no arame e ja ta ;) ...

 

Um abraço e boa sorte com a finalizaçao

 

Carlos Ferreira

Edited by justiceiro
0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Boas noites ...

 

Achei excelente o trabalho, ainda por cima a qualidade do acabamento é muito boa.

Não posso dizer que está excelente, porque eu sou suspeito. A qualidade de acabamentos tento fazer o melhor possível, e tenh-me saído bem até agora.

 

Perdi um bom tempo a ver para que ias usar o segundo relê mas depois é que vi que era para os leds ... enfim usas o que tens á mao e isso é que importa.

Só utilizei dois relés, porque ao contrário do que pensava, estes relés não têm dois circuitos independentes! Apesar de terem seis terminais na saída, estão ligados em paralelo, ou seja, só tem um circuito com duas saídas. Explicação: Assim consegue-se o dobro da potência, no caso 16Ampers em vez dos 8. Mas como dizes, era os que tinha à mão.

 

Nao sei se ja imaginaste a sonda ou nao, mas ja agora faço uma sugestao, nao sei se conheces aqueles mini swiches normalmente utilizados em impressoras e fotocopiadoras ... sao meros interruptores de pressao com um arame preso a eles, presumo que tambem se utilizem em gravadores de cassetes antigos. Como sao tao pequenos, eu colocaria preso num ponto do aquario e uma bolinha de esferovite ou cortiça presa no arame e ja ta

A sonda ´nada mais nada menos que duas pequenas lamelas de ferro afastadas umas décimas de milímetro, que se encostam na presença de um campo magnético. A boia tem um pequeno íman para esse efeito.

Esses Micro Switches fazem realmente o mesmo efeito, e pensei em fazer com um desses. A desvantagem, quanto a mim desses M.S. é ficarem com ferrugem na presença de água. Mesmo não estando dentro de água, sempre apanham com alguma coisa. A boia que utilizem é para estar dentro de água, porque é estanque.

 

Um abraço e boa sorte com a finalizaçao

Esta já é a versão 2 deste projecto, e já está a funcionar a 100%. A primeira versão está a funcionar há uns quinze dias em casa de um outro membro aqui do fórum. Verdade seja dita que com alguns percalços no início, ( não foi Zé Carlos ?). Os "erros" da primeira versão foram reparados e algumas coisas foram melhoradas, e simplificadas.

 

 

Apenas falta postar o "produto final", caixa de controle e suporte da sonda/bóia, e como prometido, um esquema eléctrico para que todos possam perceber o funcionamento. Amanhã, se o piolho cá de casa deixar, talvez me consiga sentar na secretária e fazer o tal esquema.

 

Nota: Este "Gingarelho", como o proprietário da primeira versão o alcunhou, pode ter várias funções! Foi feito para controlar o nível máximo de água num determinado reservatório, mas também pode ser para controlar vários níveis simultaneamente. Passo a explicar: Tenho um reservatório, com água em constante circulação, debaixo do aquário. Essa água é utilizada na reposição da água evaporada no dito aquário. Com um "Gingarelho" destes, em vez de controlar a electroválvula, posso controlar uma bomba de retorno, que me reponha a água evaporada. Mas e quando o reservatório ficar vazio? Simples! Duas boias limitam o mínimo e o máximo de água dentro dele. Se baixar do nível mínimo, faz ligar uma electroválvula ligada à rede de água, ao atingir o nível máximo desliga-a. Como podes ver, com umas simples boias/sondas podemos "automatizar" o nível de água no aquário através de reposições automáticas, utilizando não agua directamente da rede, mas de um reservatório de "quarentena". E mais coisas poderia enumerar, mas a esta hora da noite só me apetece uma coisa! Dormir ;)

 

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

as quatro da manha? vao dormir ;) bem fotografado , lol

boa ajuda pro pessoal

 

cumps

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Mais umas fotos, desta vez as que faltavam. As do suporte de boia/sonda.

 

 

gingarelho44.JPG

 

- Sonda já colocada no suporte de acrílico. Fotos passo a passo da realização do suporte não tenho, já que tinha de tomar conta do secador de ar quente, do piolho cá de casa que me estava a "melgar", e tomar conta de mim, que por vezes é difícil, quanto mais tomar conta da máquina fotográfica.

 

 

 

 

gingarelho45.JPG

 

- Furos onde irão ser enroscados os parafusos que fixarão o suporte no seu lugar.

 

 

 

 

gingarelho46.JPG

 

- Abertura das roscas M8, para os parafusos.

 

 

 

 

gingarelho47.JPG

 

- Rosca a ser testada com o parafuso.

 

 

 

 

gingarelho48.JPG

 

- Os dois parafusos de fixação, com anilhas plásticas para compensar desvios, aquando da fixação.

 

 

 

 

gingarelho49.JPG

 

- Suporte da sonda finalizado.

 

 

 

 

E dou por finalizado a parte de mão de obra de este DIY. Agora vou ver se faço o esquema eléctrico, para depois partilhar.

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

 

as quatro da manha? vao dormir cheers bem fotografado , lol

boa ajuda pro pessoal

 

cumps

Quatro da manhã no fórum! Por aqui eram 3h 58min! Deve ser do fuso horário. O sono era pouco, e a vontade de dormir menos ainda...

As fotografias devem-se ao facto de terem sido tiradas com a máquina de reserva cá de casa! Estava atinada!

 

bigsmile

 

 

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bom sim senhor, essa ideia de reposição automática da água ficou-me no goto, não por poder pô-la em prática, que no meu caso não é possível devido à localização dos aquários, mas pela experiencia em si. Segundo entendi o principio de funcionamento é o mesmo dos relés de nível usados na industria, geradores de vapor, tanques de rega....

 

 

Francisco Ramalho

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

boas

 

após ter saido do hospital hoje de manhã por causa de uma electrocussão

apanhada repetidamente durante uns dias por ter sido a cobaia do Mr David Mcgueiver

 

 

venho deste modo agradecer ao ao Sr David mais um brilhante projecto que prontamente resolveu e elaborou

 

obrigado David

 

 

por enquanto ficam estas fotos e depois logo posto umas da sequencia toda

 

 

dsc02031ad8.jpg

dsc02032rl0.jpg

dsc02033es5.jpg

dsc02034vk6.jpg

dsc02035tx1.jpg

 

 

este é o projecto causador da minha estadia no hospital cheers

 

 

dsc02081ls9.jpg

dsc02083bt1.jpg

dsc02089qc4.jpg

 

este projecto está um pouco mais adiantado do que aquele que o autor apresenta visto que neste a agua passa directamente pela electrecidade para ficar logo quente o que faz com que não seja necessario o uso de termostato yikes

 

 

antes de usar o gingarelho

homemmacacotp9.jpg

 

2 segundos após ter ligado o aparelho e ter sido electrocutado

frankensteinos2.jpg

 

após a saida do hospital

dsc00373tp6.jpg

 

 

obs:o cabelo que me caiu depois de ser electrocutado colei no cão bigsmile

Edited by ze carlos
0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Ainda te vou cobrar operação estética que o Gingarelho te fez cheers . O que interessa é que podes arrumar as galochas, o balde e a esfregona.

 

bigsmile

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito Bonito sim Senhor!

Sr Zé relativamente ao cabelo se esfregares massa consistente 3 vezes por semana ele torna a crescer ao fim de um mês já pareces um Beatle. cheers

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Como prometido, aqui vai o resto deste projecto. O esquema e explicação.

 

 

 

Esquema geral:

 

esquema001.jpg

 

- Feito à mão, no meu caderno de projectos. Optei por esta solução, porque assim pode ser compreendido por todos, ou quase todos.

 

 

 

 

Explicações que se impõem:

 

Electroválvula: Nada mais nada menos que uma "torneira eléctrica". Ligada à rede de água, e aberta a torneira, só deixa passar água se lhe for fornecida corrente eléctrica. Logo que seja interrompido o fornecimento de energia, a circulação de água é interrompida.

 

 

 

 

"Esquema do relé"

esquema002.jpg

 

- "Relé é um dispositivo eletro-mecânico ou não, com inúmeras aplicações possíveis em comutação (acionamento/desligamento) de contactos eléctricos. Servindo para ligar ou desligar dispositivos eléctricos e electrónicos. É normal o relé estar ligado a dois circuitos. No caso do Relé eletro-mecânico, a comutação é realizada alimentando-se a bobina do mesmo.Quando uma corrente originada no primeiro circuito passa pelo dispositivo, um campo electromagnético é gerado, acionando o relé e possibilitando o funcionamento do segundo circuito. Sendo assim, uma das vantagens do relé é utilizar-se de baixas correntes para o comando no primeiro circuito, protegendo o operador das possíveis altas correntes que irão circular no segundo circuito. Os tipos de relés existentes e suas aplicações tem uma grande diversidade em várias áreas como no sector energético por exemplo, um dos principais nichos do mercado de relés. Ao contrário do que a grande maioria das pessoas pensam, os relés não se limitam ao uso em veículos. Pelo contrário, são largamente utilizados na indústria, desde o processo de automação até os produtos fabricados para uso em residências e comércios."

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

 

Seguindo o desenho acima, pode-se verificar que quando o relé está em descanso, isto é, sem que lhe seja "metida" corrente na bobina, há contacto entre os pontos da direita e o central. Quando a bobina é alimentada, desenho da direita, o contacto passa a ser entre os pontos central e da esquerda. Os dois pontos mais separados são os contactos da bobine.

 

 

 

 

"Esquema do interruptor"

 

esquema003.jpg

 

- "O interruptor como o conhecemos hoje, nada mais é do que um aparelho que, ligado a um circuito eléctrico, tem como função não somente interferir na circulação como também na distribuição de energia enquanto conceito trabalhado. Colocado geralmente numa parede, funciona a partir da modificação da sua posição de comutação."

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

 

Acho que pouco há a explicar, todos sabemos o que é um interruptor.

 

 

 

 

"Esquema da Sonda/Bóia"

 

esquema004.jpg

 

Este tipo de sonda/bóia, não é nada mais nada menos que um interruptor. Quando a bóia está na sua posição mais alta, não há contacto entre os pólos, logo está desligado. Quando a bóia desce, o contacto entre os pólos é estabelecido, logo está ligado. Todo este processo é feito graças a um pequeno íman que a bóia tem, que devido à sua posição, ora acima ou abaixo do contactos, os afasta ou une, fazendo-se assim ,ou não, o contacto.

 

 

 

 

 

Explicação do funcionamento:

 

1- Admitindo que o interruptor geral está ligado, e que a bóia está em baixo, há fornecimento de corrente, através do relé, à electroválvula, logo há passagem de água. Simultâneamente, no outro relé, o destinado aos Led's, há passagem de corrente para o Led da esquerda, o verde, sinal que está a electroválvula com corrente.

 

2- Admitindo que o interruptor geral está ligado, e que a bóia está em cima, não há fornecimento de corrente, através do relé, à electroválvula, logo não há passagem de água. Simultâneamente, no outro relé, o destinado aos Led's, há passagem de corrente para o Led da direita, o vermelho, sinal que está a electroválvula sem corrente, e que atingiu o nível desejada.

 

3- Se o interruptor geral estiver desligado, não há obviamente corrente na electroválvula, logo não há passagem de água.

 

4- Caso o aparelho esteja em funcionamento, e inadvertidamente se desligar-mos a sonda/bóia, tudo se processa como no caso "2-". Não há fornecimento de corrente à electroválvula, logo não há passagem de água, e o Led vermelho fica aceso.

 

 

 

 

Acho que a explicação está simples, e com a ajuda dos "bonecos", penso que a minha ideia foi transmitida com sucesso. Caso haja dúvidas, coloquem-nas aqui, não o façam por MP. Assim aprendemos todos.

 

 

cabecadura

 

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas noites ...

 

Ja entendi o funcionamento da boia ( finalmente ) ... vou fazer uma sugestao de montagem de um esquema destes ao meu vizinho, ele tem um lago e por dia desaparece-lhe 1 dedo de altura de agua bigsmile ... acrescentando um fuzivel ou disjuntor e uma torneira de segurança acho que fica um pouquinho melhor para usar na rua. Ahhh ja agora onde arranjaste a sonda?

 

Por outro lado e como tenho um monte de swiches daqueles que falei na questao anterior, penso que os possa utilizar minimizando o problema da ferrugem ... por exemplo substituindo a haste metalica por uma em plastico ( usando um vulgar palito plastico ou quem sabe um pauzinho chines :? ) e na ponta uma bola de esferovite ou uma rolha de cortiça .... depois em ultimo caso posso deixar o switch fexado numa caixinha de acrilico ou algo q encontre aqui por casa, nem q seja daquelas caixas guarda joias pekeninas em plastico.

 

Seja como for a ideia ta excelente e facil ... essa valvula de agua encontra-se nas maquinas de lavar comuns e o resto do material é baratuxo.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Ja entendi o funcionamento da boia ( finalmente ) ... vou fazer uma sugestao de montagem de um esquema destes ao meu vizinho, ele tem um lago e por dia desaparece-lhe 1 dedo de altura de agua :) ... acrescentando um fuzivel ou disjuntor e uma torneira de segurança acho que fica um pouquinho melhor para usar na rua. Ahhh ja agora onde arranjaste a sonda?

Um destes dias ainda desmonto uma dessas boias, para se ver melhor como funciona a coisa. No caso do teu vizinho, se é um lago, uma boia de autoclismo resolvia-lha o problema! Uma coisa deste tipo:

 

p_prt_agua7.jpg

 

Bastava uma saída de água, e a boia ao nível que se quer atingir! Simples e eficaz.

A boia que utilizei encontra-se nos ferros de caldeira.

 

 

Por outro lado e como tenho um monte de swiches daqueles que falei na questao anterior, penso que os possa utilizar minimizando o problema da ferrugem ... por exemplo substituindo a haste metalica por uma em plastico ( usando um vulgar palito plastico ou quem sabe um pauzinho chines icon_:).gif ) e na ponta uma bola de esferovite ou uma rolha de cortiça .... depois em ultimo caso posso deixar o switch fexado numa caixinha de acrilico ou algo q encontre aqui por casa, nem q seja daquelas caixas guarda joias pekeninas em plastico.

Se tens há mão, há que aproveitar! Se começar a enferrujar, basta trocar por um novo :P

 

 

Seja como for a ideia ta excelente e facil ... essa valvula de agua encontra-se nas maquinas de lavar comuns e o resto do material é baratuxo.

Realmente é fácil de perceber o funcionamento, quando se percebe o mínimo do funcionamento dos componentes. A válvula de água, a electroválvula, é realmente uma comum das máquinas de lavar, e sim é barata. Há muitas aplicações de aqauriofilia, e não so, em que se pode utilizar uma coisa destas. há-as com uma via, duas ou três. Podemos controlar o nível até três sítios independentes! Sejam eles aquários ou reservatórios de água de reposição.

 

 

 

 

Na minha opinião, quanto mais automatizamos os nossos aquários, ou algo relacionado com eles, retiramos o "prazer" do conceito de aquariofilia, mas como é óbvio, se nos puder ajudar em pequenas coisas, sempre nos dá uma mãozinha.

 

 

 

:-D

 

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá David; realmente está um espectacular 3 em 1, para a utilização para a qual foi feito 5*, como útil e barato utensílio de barbearia, fantástico, como substituto de um overflow (etc), melhor ainda, gostei de ver e aprender mais um pouco.

Cumps

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Nao sei se ja imaginaste a sonda ou nao, mas ja agora faço uma sugestao, nao sei se conheces aqueles mini swiches normalmente utilizados em impressoras e fotocopiadoras ... sao meros interruptores de pressao com um arame preso a eles, presumo que tambem se utilizem em gravadores de cassetes antigos. Como sao tao pequenos, eu colocaria preso num ponto do aquario e uma bolinha de esferovite ou cortiça presa no arame e ja ta :) ...

Como alguns podem estar a pensar: " mas que raio são esses mini switches que ele falou?". Pois bem, é algo deste género:

 

gingarelho50.jpg

 

Os dois de cima são normalmente usados nos gravadores antigos, e nos novos também, enquanto os dois de baixo, encontram-se com facilidade em fotocopiadores e impressoras, como disse, e bem, o Carlos Ferreira, aka "justiceiro".

 

 

A utilização deste tipo de interruptor já se utiliza há muitos anos, no controle de de nível de água. Mais concretamente nas máquinas de lavar louça. Não controla o nível de água dentro da máquina propriamente dito, mas sim no caso de haver fuga de água para o exterior. Neste caso, a água antes de cair para o chão, fica retida num tabuleiro que se encontra no fundo da máquina. Se a "fuga" for grande, é o suficiente para fazer subir a boia de esferovite que por sua vez está acoplada a um deste micro switches. Quando isso acontece, o funcionamento normal da máquina é interrompido e simultaneamente é ligada a bomba de escoamento da máquina, de modo a prevenir inundações.

É uma peça deste tipo:

 

gingarelho51.jpg

 

gingarelho52.jpg

 

Na peça que mostro na foto, apenas falta a tal boia de esferovite, que deve ter servido para a piolhita cá de casa brincar! Tudo o que boie serve para meter dentro do aquário dos camarões :-D .

 

Como podem ver, há muitas acessórios que se podem aproveitar de electrodomésticos usados, para as mais diversas coisas. É preciso é por vezes "puxar" um pouco pela cabeça. (In)felizmente, já trabalho há longos anos, quase 20, numa loja de electrodomésticos, e sei o que cada um tem dentro, ou quase tudo! Acredito que para mim, não seja preciso puxar tanto pela cabeça.

 

 

:P

 

 

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Uma explicação que se impõe!

 

Alguns membros questionaram-me o porquê ter utilizado um transformador e relé de 12 Volts, quando podia ter simplesmente, feito tudo com material de 220Volts! Embora seja óbvio para alguns, para outros é uma questão "pertinente".

 

Segundo o "esquema" eléctrico:

 

esquema001.jpg

 

e se percebem um pouco de electricidade, há duas voltagens distintas! Uma de 220Volts e outra de 12Volts. A de 220Volts, alternos, apenas está presente no interruptor geral, no primário do transformador, na electroválvula e num dos relés, mas apenas na saída. No resto do relé, no outro, e na sonda de nível estão 12 Volts contínuos. Nos Led's estão cerca de 3 volts, também contínuos.

Podia ter feito de facto, tudo a funcionar a 220Volts! Não precisava de transformador, substituia o relé com bobine de entrada de 12 volts por um de 220Volts, e os Led's por sinalizadores de painel, também de 220Volts. Na prática, o efeito é exactamente o mesmo. Optei por criar uma linha de 12 Volts por uma simples razão: "Segurança"! Com o sistema a funcionar exclusivamente com 220Volts, a sonda e nível tem essa tensão de corrente. Estas sondas estão preparadas para trabalhar submersas, daí estarem bem vedadas. Mas! Há sempre um "mas" que pode causar acidentes graves! "Se" um dos fios, por qualquer motivo, fica com o isolamento danificado? "Se" o pequeno cilindro de plástico onde estão as lamelas metálicas se parte ou fura? O que acontece é que há corrente alterna, de 220Volts, em contacto com a água. Estou certo que todos apanhámos um choque eléctrico! Nos projectos que tenho partilhado, tenho sempre em conta os "Se" e os "Mas!". Não quero ser "responsável" por um acidente deste tipo. Infelizmente sei o que é perder um amigo por este motivo, ( Sara, desculpa o facto de ter mencionado este facto :P ).

Por isto, achei por bem dar esta "pequena" explicação, e alertar mais uma vez, para quando fizerem um projecto DIY tenham em consideração a segurança, desde a fase da construção, como no funcionamento do produto final. Na dúvida, perguntem, ou peçam ajuda a alguém mais experiente! Ter dúvidas não é ignorância!

 

 

Cumps e bons DIY's.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

estou a ver que tambem gostas de biscates.....5 estrelas

 

 

:P quanto ao shock ou pinote que apanhas t deves ter ficado com o cabelo assim lolo :P

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quem ganhou com isto tudo foi o cão. Tens aí uma bela fera, :mrgreen: .

Agora a sério está super completo, belo trabalho, os esquemas estão 5*.

 

 

Francisco Ramalho

0

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

Uma pequena alteração ao projecto inicial:

 

gingarelho53.jpg

 

A ligação da saída da electroválvula à entrada do aparelho de Osmose, que tanta dor de cabeça me deu, afinal era de resolução muito simples. Ao invés de utilizar uma electroválvula a 180º, o que implicou aqueles "acrescentos" e reduções, utilizei desta vez uma electroválvula a 90º. Acabaram-se os acrescentos e as reduções. A ponteira de 6mm, onde vai ligar o pequeno tubo do aparelho de Osmose, foi colocada directamente na saída da electroválvula, por meio de rosca aberta nesta última.

Há mais umas alterações que estão em fase de desenvolvimento, que a seu tempo partilharei.

 

 

Cumps.

0

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sign in to follow this  
Followers 0