A primeira experiência


Paulo Maciel

Recommended Posts

Obviamente, sempre que comprar uma espécie tente saber mais sobre ele e de como ele se pode adaptar no seu aquário.

 

Em relação ao sal, sempre utilizei sal para o tratamento de íctio com doses mais reduzidas, por exemplo uma colher de chá por cada 20/30 litros de aquário e nunca tive problema em relação a isso. Obviamente, que aumentando o nível de densidade de sal na água, ao nível de ficar salobra, já é bastante prejudicial.

 

Sou vendedor de peixes há mais tempo do que estou aqui registado no fórum e , obviamente o "ACONSELHAMENTO" que damos ao cliente é da informação que o cliente nos dá e da experiência /procedimentos que temos e que resultam. Agora, cada aquário e cada peixe é um peixe. Tal como aqui no fórum, é um sítio onde debatemos ideias, opiniões, e nos baseamos em alguns artigos. Existem artigos que debatem artigos com ideias opostas, mas a aquariofilia é assim. Todos nós, vendedores, aquariofilistas queremos sempre o melhor para os nossos peixes e para os nosso clientes, claro que não vou aconselhar um tratamento/peixe que pode destabilizar o ecossistema todo do aquário e consequentemente o cliente ficar insatisfeito

 

Aqui no fórum ainda vêem o vendedor como o bicho papão que só quer é vender é vender e vender, que não quer saber de mais nada.

 

Não digo que não os existam, porque MAUS profissionais existe em qualquer sector.

 

E nem é competência do vendedor ter que vos ensinar a equilibrar, fazer tratamentos ou montar o aquário por vocês. Mas claro que tentamos ao máximo fazer isso pelo cliente, quando adoptamos um cão, gato ou outro animal, não estamos à espera que seja o cliente a ensiná-lo a fazer os dejectos no sítio certo ou a educá-lo.

 

Isto é só a minha opinião e não o tomem como um ataque pessoal.

O Meu Pai é o LastCaress e a Minha Mãe a Sabrina. Os meus Irmãos só sabem é chupar a chupeta

 

 

Assinatura editada, quebra de regras.

Link to comment
Share on other sites

Obviamente, sempre que comprar uma espécie tente saber mais sobre ele e de como ele se pode adaptar no seu aquário.

 

Em relação ao sal, sempre utilizei sal para o tratamento de íctio com doses mais reduzidas, por exemplo uma colher de chá por cada 20/30 litros de aquário e nunca tive problema em relação a isso. Obviamente, que aumentando o nível de densidade de sal na água, ao nível de ficar salobra, já é bastante prejudicial.

 

Sou vendedor de peixes há mais tempo do que estou aqui registado no fórum e , obviamente o "ACONSELHAMENTO" que damos ao cliente é da informação que o cliente nos dá e da experiência /procedimentos que temos e que resultam. Agora, cada aquário e cada peixe é um peixe. Tal como aqui no fórum, é um sítio onde debatemos ideias, opiniões, e nos baseamos em alguns artigos. Existem artigos que debatem artigos com ideias opostas, mas a aquariofilia é assim. Todos nós, vendedores, aquariofilistas queremos sempre o melhor para os nossos peixes e para os nosso clientes, claro que não vou aconselhar um tratamento/peixe que pode destabilizar o ecossistema todo do aquário e consequentemente o cliente ficar insatisfeito

 

Aqui no fórum ainda vêem o vendedor como o bicho papão que só quer é vender é vender e vender, que não quer saber de mais nada.

 

Não digo que não os existam, porque MAUS profissionais existe em qualquer sector.

 

E nem é competência do vendedor ter que vos ensinar a equilibrar, fazer tratamentos ou montar o aquário por vocês. Mas claro que tentamos ao máximo fazer isso pelo cliente, quando adoptamos um cão, gato ou outro animal, não estamos à espera que seja o cliente a ensiná-lo a fazer os dejectos no sítio certo ou a educá-lo.

 

Isto é só a minha opinião e não o tomem como um ataque pessoal.

 

Parece que levaste a peito o que disse a meu ver sem razão nenhuma, se a tua consciência está tranquila (parece-me que sim) como vendedor que és e se zelas pelos teu clientes melhor para ti, melhor para o teu negocio e melhor ainda para quem te compra.

 

Este tema dava pano para mangas...mas tenho-te a dizer que quando voltei a ter aquários em casa, já lá vão 18 anos, comecei a frequentar uma pequena loja do distrito de Leiria, uma pet, onde se vendiam, pássaros, cães e peixes, os donos eram pessoas idóneas, para alem do forte ser a criação de pássaros de competição e da criação de cães, mantinham também aquários em casa, tinham o gosto de ajudar e para alem de tudo gostavam também do hobby, aconselhavam, orientavam o melhor que podiam e sabiam.

 

Só para dar um exemplo, uma das primeiras vezes, olhei para um óscar, bem pequeno ainda, perguntei o preço e a primeira coisa que disseram, foi não pode levar esse peixe, para além de não ser compatível com os que tem lá em casa, vai crescer muito, e portanto não terá condições para o manter, isto sim, é um comerciante sério, tão sério, que embora viva á 9 anos em Lisboa, quando passo por Leiria, os vou visitar ainda hoje, estou-lhes grata por não me terem enganado nunca.

 

Desculpa Ed, como todo o respeito, aconselhar, orientar e sim também ensinar algumas coisas básicas sobre como se devem manter peixes, é uma obrigação, é um dever de um lojista!!! Não há ninguém que me consiga convencer do contrário. Se eu fosse lojista, era isso que faria, e mais, os empregados que tivesse no meu estabelecimento, iam ter com certeza formação nesse sentido, porque ninguém nasce ensinado, todos começamos do zero, ninguém é obrigado a saber tudo, mas tem que saber um mínimo para estar num balcão a vender animais, porque animais não são coisas, são seres vivos.

 

Não para mim os lojistas não são bichos papões! Os tempos evoluíram, existem mais lojas pelo pais todo, sim, boas e más, com bons funcionários e maus. É pena é que alguns dos proprietários não invistam na sua formação e na dos seus empregados, ganhariam clientes para a vida. É uma realidade. Há 40 anos em Portugal não havia informação nenhuma, hoje existe todo o tipo de informação á mão de semear, portanto hoje não só os lojistas como os hobistas tem acesso a informação, é só uma questão de querem pesquisar e manterem-se informados. É pena é que alguns não o façam e não tenham paciência para se instruírem.

 

Eu sei onde vou, onde tenho confiança mas um novato não sabe, mas com o tempo virá a descobri-lo. Conheço uma série de lojistas e alguns até são bons amigos. Absolutamente nada contra lojistas, precisamos deles aliás. :smile2:

 

Voltando á batata quente, que é o que interessa, foi dito ao Paulo que podia colocar peixes pós 48h, é errado, vais -me dizer que é certo? Tendo ele hidrópsia no aquário, altamente contagiosa, que por vezes não conseguimos safar os peixes, sem ter a certeza que está erradicada...

 

Eu como moderadora, tenho de alertar para o que está menos correto, tenho de alertar para certos perigos, é o que faço, e quanto ao sal, o que fiz foi alertar. Eu não uso sal, quando tenho locarideos nos aquários, corydoras, ancistrus, sae, cae, não arisco ponto final, é a minha opinião, vale o que vale, cada um é livre de fazer o que quiser.

 

Portanto esta também é a minha opinião, não é para levares a mal, muito menos é um ataque pessoal. Estamos num fórum, e a troca de ideias é salutar, não temos necessariamente de ter a mesma opinião e é para trocar ideias que o forum existe, ou não é assim. Para além de que, na aquariofilia, existem diversas formas de atingir os fins, e todas acertadas. Penso que aí estamos de acordo. :cool2:

Link to comment
Share on other sites

 

Parece que levaste a peito o que disse a meu ver sem razão nenhuma, se a tua consciência está tranquila (parece-me que sim) como vendedor que és e se zelas pelos teu clientes melhor para ti, melhor para o teu negocio e melhor ainda para quem te compra.

 

Este tema dava pano para mangas...mas tenho-te a dizer que quando voltei a ter aquários em casa, já lá vão 18 anos, comecei a frequentar uma pequena loja do distrito de Leiria, uma pet, onde se vendiam, pássaros, cães e peixes, os donos eram pessoas idóneas, para alem do forte ser a criação de pássaros de competição e da criação de cães, mantinham também aquários em casa, tinham o gosto de ajudar e para alem de tudo gostavam também do hobby, aconselhavam, orientavam o melhor que podiam e sabiam.

 

Só para dar um exemplo, uma das primeiras vezes, olhei para um óscar, bem pequeno ainda, perguntei o preço e a primeira coisa que disseram, foi não pode levar esse peixe, para além de não ser compatível com os que tem lá em casa, vai crescer muito, e portanto não terá condições para o manter, isto sim, é um comerciante sério, tão sério, que embora viva á 9 anos em Lisboa, quando passo por Leiria, os vou visitar ainda hoje, estou-lhes grata por não me terem enganado nunca.

 

Desculpa Ed, como todo o respeito, aconselhar, orientar e sim também ensinar algumas coisas básicas sobre como se devem manter peixes, é uma obrigação, é um dever de um lojista!!! Não há ninguém que me consiga convencer do contrário. Se eu fosse lojista, era isso que faria, e mais, os empregados que tivesse no meu estabelecimento, iam ter com certeza formação nesse sentido, porque ninguém nasce ensinado, todos começamos do zero, ninguém é obrigado a saber tudo, mas tem que saber um mínimo para estar num balcão a vender animais, porque animais não são coisas, são seres vivos.

 

Não para mim os lojistas não são bichos papões! Os tempos evoluíram, existem mais lojas pelo pais todo, sim, boas e más, com bons funcionários e maus. É pena é que alguns dos proprietários não invistam na sua formação e na dos seus empregados, ganhariam clientes para a vida. É uma realidade. Há 40 anos em Portugal não havia informação nenhuma, hoje existe todo o tipo de informação á mão de semear, portanto hoje não só os lojistas como os hobistas tem acesso a informação, é só uma questão de querem pesquisar e manterem-se informados. É pena é que alguns não o façam e não tenham paciência para se instruírem.

 

Eu sei onde vou, onde tenho confiança mas um novato não sabe, mas com o tempo virá a descobri-lo. Conheço uma série de lojistas e alguns até são bons amigos. Absolutamente nada contra lojistas, precisamos deles aliás. :smile2:

 

Voltando á batata quente, que é o que interessa, foi dito ao Paulo que podia colocar peixes pós 48h, é errado, vais -me dizer que é certo? Tendo ele hidrópsia no aquário, altamente contagiosa, que por vezes não conseguimos safar os peixes, sem ter a certeza que está erradicada...

 

Eu como moderadora, tenho de alertar para o que está menos correto, tenho de alertar para certos perigos, é o que faço, e quanto ao sal, o que fiz foi alertar. Eu não uso sal, quando tenho locarideos nos aquários, corydoras, ancistrus, sae, cae, não arisco ponto final, é a minha opinião, vale o que vale, cada um é livre de fazer o que quiser.

 

Portanto esta também é a minha opinião, não é para levares a mal, muito menos é um ataque pessoal. Estamos num fórum, e a troca de ideias é salutar, não temos necessariamente de ter a mesma opinião e é para trocar ideias que o forum existe, ou não é assim. Para além de que, na aquariofilia, existem diversas formas de atingir os fins, e todas acertadas. Penso que aí estamos de acordo. :cool2:

 

Não levei a peito, apenas leio bastante o fórum e sei que muitas pessoas, não estou a dizer que é o caso deste tópico, que qualquer coisa a culpa é da loja e do vendedor.

 

Já tive um cliente que levou um betta, quando o questionei como era o aquário e se já estava montado e a funcionar, a palavra do cliente foi que já estava montado tinha 25 litros e estava totalmente equipado.

 

Passado uma semana, o cliente chega lá aos berros que vendi-lhe um peixe doente e que tinha morrido por nossa culpa. Acabei por questioná-lo durante mais tempo e acabou por se descair que não tinha o aquário com o equipamento adequado e nem estava ciclado. Ou seja, testei a água dele e era só amónia por todo o lado. Coitado do betta que morreu com queimaduras da amónia, em completa agonia.

 

O exemplo que tiveste com esse vendedor em leiria, também já tive semelhante quando era mais garoto e tento ser esse vendedor, não o vendedor mas aconselhar as pessoas.

Se as pessoas, forem totalmente sinceras comigo, tento aconselhar o melhor possível e não vendo só porque sim. Tenho bastante atenção às condições que os peixes irão ter, por exemplo, já vi vendedores a aconselhar escalares para aquários de 20 litros e assim.

 

Não sou o supra-sumo da aquariofilia, não sou um oliver knott, mas tento ficar o mais informado possível e descobrir sempre mais coisas. Quando sou questionado ou confrontado por situações que desconheco ou que não tenho total informação, mal chego a casa ou no próprio trabalho, tento arranjar respostas e enquanto não tiver uma resposta para o cliente não descanso. :character0050:

 

Em relação ao tópico,

 

Obviamente que levar peixes passado 48h de uma doença, é uma insanidade

  • Upvote 1

O Meu Pai é o LastCaress e a Minha Mãe a Sabrina. Os meus Irmãos só sabem é chupar a chupeta

 

 

Assinatura editada, quebra de regras.

Link to comment
Share on other sites

Este tópico tem mais de 6 meses de antiguidade... Se fizer sentido, por favor considere criar um novo tópico em vez de reactivar este. Obrigado!

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.