Eagle

.Membro
  • Content Count

    15
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 :)

1 Follower

About Eagle

  • Rank
    Recém Chegado
  • Birthday 06/02/1973

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Palmela (Setúbal)
  • Localização
    Palmela
  1. Viva João, (Ressalvando que te vou dar apenas uma opinião de quem anda nisto ainda não fez um ano...) Penso que terás de dar mais umas dicas acerca da tua ideia sobre a flora e a fauna que queres no teu aquário. Só com essas indicações alguém te conseguirá ou tentará elucidar melhor. Paciência, calma e controle dos ímpetos são as palavras que terão de andar juntas no hobbie. O ciclo de azoto é fundamental e obrigatório, podes e deves fazer TPA's, mas no início espera até a amónia e o nitrito descerem depois de atingirem os respectivos picos... Pelo hardware que expões penso que terás tudo para iniciar o ciclo no que diz respeito a equipamentos, não te sei dizer se são os melhores ou não. Ideias gerais sobre as tuas perguntas: A iluminação talvez esteja aquém para plantas um pouco mais exigentes (se não quiseres plantas muito exigentes está bom assim). O termostáto na minha opinião prefería ter 2 de 100W do que 1 de 200W, mas isto sou eu a falar. CO2 - para um nível inicial e básico sem plantas exigentes não irás precisar, pode servir também para baixar o ph, mas pode ser prejudicial para alguma fauna. Bomba de água - penso que te referes aquelas bombas de ar? será? se afirmativo também não precisarás delas, o efeito delas é muito mais estético (discutível) que prático Sobre o carvão há quem aconselhe e há quem desaconselhe, em princípio a filtragem é maior com tudo o que de benéfico/maléfico isso possa provocar, na minha humilde opinião podes retirar...
  2. Obrigado pelo comentário e pelas excelentes sugestões, isto realmente não é por falta de opções que nos podemos queixar são de facto peixes muito belos, o problema é o mesmo de sempre a falta de t€mpo e de espaço também... Vou tentar ir pondo aqui as novidades, Os melhores cumprimentos.
  3. Vou tentar ser breve então Obrigado pelo comentário, quanto à alimentação penso que tanto o JBL pleco novo, como o Sera shrimps natural tem spirulina agora se será em quantidades suficientes para os Otos é que já tenho dúvidas, vou também tomar em conta essa sugestão... Boas festas e os melhores cumprimentos,
  4. Mais uma vez... Obrigado acredita que por vezes não é fácil controlar os impulsos, daí um dos grandes chavões deste hobby ser a paciência, o desejo era ter um bocadinho de água no meio de toda aquela vida Mas claro que quero respeitar a natureza tentado sempre dar a qualidade máxima possível aos animais que tenho sob a minha guarda... Quanto ao tronco e até agora não tenho notado algas muito fora do normal, os Otos apreciam bastante o tronco, aliás até já li algures que precisam do tronco para melhor viverem... Com as águas nas TPAs fiz duas experiências: Uma com 5 litros Água S. Martinho do lidl (passo a publicidade) + 5 litros da torneira que resultaram nos parâmetros pH 7, kH 5 e gH 6, não fiz testes de amónia, suponho ou pelo menos acreditei que estivessem a zero, quanto muito talvez devesse ter feito aos nitratos, mas pelo que tenho no aquário também não serão elevados... A outra foi com 5 litros de Continente + 5 litros da torneira, ficou com pH 7, kH 5 e gH 8 ou seja parece que ficou um nadinha mais dura, mas penso que seja preferível, já que depois no conjunto do aquário a turfa logo a amacia e torna-se também mais estável (isto sou eu a fazer cálculos de sumir, não sei se estarei a fazer o melhor)... Bolas lá me alonguei outra vez demais Boas festas, Cumprimentos
  5. Viva, Fica a actualização do meu comunitário, hoje foi a vez de três Clea Helena, para juntar aos já existentes Otos, RCS e Corydoras Pigmeu. Penso estar a chegar ao limite máximo de carga biológica neste comunitário. De futuro se colocar será apenas uns quantos Neons ou uns Glowlight apenas para dar uns tons coloridos ao conjunto. Com as corydoras o tédio acabou no aquário são de facto peixes super energéticos que vasculham por todos os lados em cardume, são também muito engraçados quando parecem balas a ir buscar umas golfadas de ar ao topo do aquário... Os caramujos physas tornaram-se num verdadeiro enxame daí também a aquisição das Helenas, mas isso também se deve ao facto de um maçarico como eu colocar comida (nutrientes) a mais é a tal falta de experiência e a malta pensa sempre que os peixes estão com fome, o que não é verdade. Os Otos estão mais gordinhos, o que é bom sinal, mas ontem vi um com um fio de excremento preso, suponho que seja prisão de ventre, com o couguette desapareceu e penso que será da comida de ração a mais. Neste momento estou a variar com Vipan (muito pouco), Natural shrimps, SV1 e JBL novo pleco, de vez em quando vai uma courguette ou alho francês... Na flora não existem alterações de maior, o musgo cresce devagar, aEleocharis Parvula e o Feto windelov crescem a bom ritmo e penso que a vallisneria sempre vai ter pernadas a sobreviver. Tenho feito as TPA's com metade engarrafada e metade da torneira, parece-me que deste modo consigo tirar o melhor dos dois mundos a mineralização da torneira com o ph do garrafão, se bem que as últimas medições que tinha a água encontráva-se muito macia... Fica a foto da família na hora do jantar:
  6. Os meus Otos ontem andavam a "roubar" a comida aos "desgraçados" dos RCS, fica aqui mais um registo para quem tem otos, também se alimentam de sera shrimps natural, ou isso ou andam com uma galga tão grande que até isto marcha... Tenho posto ocasionalmente alho francês e courguette. Já comprei também elos sv1 penso que seja uma das melhores comidas para peixes/camarões pequenos...
  7. Desde já muito obrigado pelos vossos comentários... Acreditem que contam. Tal como planeado hoje foi a vez da introdução dos 4 RCS, pelo que me apercebo apenas 1 é fêmea e espero que procriem já que me pareceram bastantes carotes para a espécie em causa... Entretanto os Otos são reis e senhores, parecem-me muito vivaços e bem tratados, circulam a toda a velocidade por todo o aquário, fiz mais uma experiência de alimentação vegetal com o alho francês e posso adiantar que também o debicaram, não tanto como a courguette é certo... Gosto bastante de os ver a "lutar" contra a corrente criada no topo do aquário. Voltando aos camarões, são de facto uma mais valia para qualquer comunitário, é de facto um regalo ver o seu comportamento e tal como já tinha anunciado cada vez estou a apreciar e desfrutar mais deste pequeno mundo. No futuro penso talvez em colocar 4 Corys Pigmeu e finalmente os Néons e já não me poderei esticar mais com 60 litros disponíveis. Aqui fica um RCS a passear no seu novo pequeno mundo:
  8. Boas Noites a todos, Continua em andamento o projecto, agora com muiiiiiitos mais caracóis e já com 2 Otocinclus desde sábado dia 3/12 a limpar a algaría toda, devo dizer que estou deveras impressionado com o trabalho desenvolvido tanto pelos caracóis como pelos Otos, realmente incansáveis e apenas em 3/4 dias se vê a diferença nas algas (castanhas no meu caso) a desaparecer, aliás desceram tanto que até estou já preocupado em arranjar novas formas de alimentação para os otos, coloquei uma rodela de courguette aquecida em água no micro ondas e até já lá vi um dos otos a mordiscar, não sei que comida de marca eles possam comer, mas para já vai ser assim... Os níveis estão todos normais, apenas me preocupou a subida do PH com uma TPA maioritariamente de água da torneira, estou a ver que vou estar encavado com o PH da torneira que é de 7,5... De resto estou a desfrutar deste fantástico pequeno mundo aquático. Lá para o fim da semana vou tentar colocar 4 red cherrys, isto se tudo se mantiver estável é claro. Fica uma foto de um dos pequenos Otos no aquário.
  9. Eis que surge a primeira vida animal visível a olho nú no meu pequeno ecossistema, ainda que intruso é certo... Parecem ser physas uns pequenos caracóis que pelo que me dá a entender se poderão tornar numa verdadeira praga, já vi pelo menos o Adão e a Eva e um pequeno filhote a passear pelo aquário... Isto sem predadores nas redondezas pode ser um problema, mas sinceramente até acho piada ver finalmente alguma vida animal por aqui, penso que esta espécie não danifica as plantas e até gostam de algas logo encontrarão aqui um belo restaurante (sem IVA a 23%) para almoçarem e jantarem. Para já e nesta fase de ciclagem penso que até serão benéficos, por isso olá e sejam bem vindos a este humilde espaço http://imageshack.us/photo/my-images/545/img2482u.jpg/
  10. Testes de hoje: 7.0 pH aprox. 0 NH3/NH4 (digo aprox. porque com os testes que disponho a cor está entre a de 0 e a de 0.5) 0.5 mg/l NO2 (baixou) 25 mg/l NO3 (baixou) Com estes resultados penso que com mais uma TPA e poderei arriscar a meter um ou dois peixinhos sem arriscar em demasia a vida deles, estou a pensar em pôr dois otos, para já, pois se calhar aproveitava o apetite que eles costuma ter pelas algas castanhas que se vão vendo por ali e de futuro parece-me um peixe excelente para tanto limpeza como comunitário, mas sem perder o objectivo dos camarões e neons... Gostava de ouvir umas opiniões na mesma, muito obrigado.
  11. 1 TPA de 10 litros (com água do Lidl pH 6.42) deixou os resultados no dia seguinte a: 7,0 pH 0 NH3/NH4 1,0 mg/l NO2 (baixou) 50 mg/l NO3 (baixou) Hoje fiz outra TPA de 10 litros (5L água de garrafão + 5L água da torneira) devidamente acondicionada. A minha primeira dúvida será se o pico de nitritos (NO2) não devería ter sido maior? Será por ter sido feito só com comida? Estive também a limpar algumas algas castanhas que se agarravam essencialmente às folhas do feto, penso que isto é normal, as plantas estão em guerra com as algas na luta pelos nutrientes. Se o ciclo decorreu normalmente (neste caso e até agora passaram 15 dias), o biostart também deve ter contribuído para o ciclo ter sido mais rápido... Penso que em breve poderei estar a pôr vida animal no aquário, pelo que me foi dado a conhecer a carga biológica dos camarões é muito maior que a dos peixes para tamanhos semelhantes, assim sendo estou a pensar para já introduzir talvez um Oto, pelo que li são óptimos para rapar as algas castanhas e 4 camarões red cherry, que são os melhores para iniciantes como eu... Para depois ficarão os 5 tetras neon e 5 tetras glowlight e nem sei se já não será demais... 11 peixes e 4 camarões (que pelos vistos se reproduzem bem com boas condições). é favor não se acanharem nas opiniões e se fôr preciso descascar no maçarico estão à vontade... Cumprimentos,
  12. O ciclo continua e ainda não fiz qualquer TPA, mas penso que estará na altura pois o amoníaco zerou, os nitratos dispararam, embora os nitritos ainda estejam a subir... Aparentemente consegui baixar e estabilizar o PH em 7.0 com adição de turfa. Dá-me a impressão que estou a perder a Vallisneria, mas o feto está com vários rebentos novos. A Eleocharis também está bem de saúde e a crescer e o musgo de java, nem sei bem o que diga primeiro apresentou-se todo para o acastanhado e a pouco e pouco vou vendo fios verdes, penso que se esteja a estabelecer. Aqui fica o registo dos valores de hoje: 7,0 pH (baixou com a adição de turfa) 0 NH3/NH4 (desceu) 2,0 mg/l NO2 (subíu) >100 mg/l NO3 (subíu) 4º dgH (baixou) 2º dkH (baixou) Gostaría ainda de perguntar se a "sujidade" que os camarões fazem se equivale à dos peixes, ou seja se 1 camarão põe a mesma carga biológica no aquário que um peixe do mesmo tamanho, desde já muito obrigado e sucessos nos aquários.
  13. Hoje efectuei testes à água e podemos concluir que estamos com o ciclo iniciado: 7,5 pH (manteve) 0,02 mg/l NH3 (subíu) 1 mg/l NH4 (subíu) 0,5 mg/l NO2 (subíu) Não sei se farei bem em fazer já uma TPA, pelo que me apercebi, devo esperar que as bactérias continuem o seu trabalho até os nitritos atingirem um pico e depois irem para 0...
  14. Sim o tronco é um pouco arredondado, foi comprado um pouco às cegas, mas acabou por ficar bem integrado, quando referes surpresas, suponho que te referes a explosão de algas, não é? Pois stress era coisa que eu não quería ter Vamos ver se as plantas conseguem ganhar a guerra. Obrigado pelo feedback e vou tentar dar notícias sempre que se justificar.
  15. Saudações a todos, Depois de muito tempo sempre na indecisão em abraçar este mundo da aquarofilía e de alguns avanços e recuos, finalmente iniciei um aquário. Posso dizer desde já que é uma paixão antiga que até ganhou mais força com o equacionar de um salgado, cheguei a adquiri alguns livros do estrangeiro e a estudar alguma matéria, mas com o tempo apercebi-me que a manutenção e até o setup inicial se mostraram mais fáceis e menos dispendiosos para um iniciante como eu e é assim que comecei pela água doce. A ideia que tenho e que vou tentar concretizar será um biótopo com plantas/peixes/invertebrados e para isso iniciei um aquário da sera (cubo) de 60 litros que está a funcionar desde dia 15 de Novembro, depois duma grande luta que ainda não está ganha, em afundar um tronco Red Moor Wood. Passo desde já a descrever o que até agora está montado: Aquário: 60 Litros Kit Sera Cubo Iluminação: T5 PL de 18w (está ligada aprox, 11 horas por dia) Termostáto: Sera 50W Substrato: Sera Floredepot Areão: 10 Kg Preto 1-3mm Rochas: 2 Dragon Stone, 1 delas parece-me a mais está a aguentar o tronco e um feto de java windelov talvez a retire no futuro... Alguns xistos a segurar o musgo de java. Tronco: Red Moor Wood, que ainda não afundou totalmente depois de estar de molho mais ou menos 1 mês Plantas: Microsorum pteropus "Windelov" (feto de java)- desiludiu-me um pouco pois os pés e os caules parecem-me compridos demais para o meu aquariozinho, talvez rebentos mais pequenos fiquem melhor... Eleocharis Parvula - cortei um pézinho para favorecer o crescimento e até parece que já se vê crescer Vallisneria spiralis Tiger 2 Cladophora aegagrophila (as vulgares bolas de musgo) Taxiphyllum Barbieri (musgo de java, esteve castanho quando chegou mas aos pouco parece que estar a recuperar o verde) Para já nesta ideia inicial não gosto muito da exposição das raízes do feto, talvez com um pouco de musgo de java por cima os consiga disfarçar. A fauna que vou pretender será alguns camarões, vou-me inicar pelos mais fáceis (Red Cherry) e talvez dois pequenos cardumes de Paracheirodon axelrodi ou innesi (tetra cardinal ou neon) e Hemigrammus erythrozonus (tetra glowlight), que me trás a um outro pequeno contratempo, o de ter de baixar o ph... Para já só estou preocupado em fazer o ciclo, vou talvez começar a adicionar a turfa para tentar acidificar a água ou então começar a fazer TPA's com água mais ácida, não sei o que será melhor... Tenho estado a adicionar comida para as bactérias começarem a proliferar, também adicionei algumas gotas de nitrivec (editado), que julgo acelararem o processo, mas mesmo assim tenho dúvidas se devo adicionar algum peixe já para o ciclo se dar mais rapidamente... Desde já agradeço possíveis comentários de melhoramentos e/ou sugestões para me ajudarem neste excelente hobbie. Teste da água no dia seguinte à montagem: 7.5 pH 4 kH 6 gH 0,009 NH3 mg/L 0,5 mg NH4 0,0 NO2 Estou à espera do teste de NO3 duma loja online Junto as fotos: Vista frontal Vista lateral: A todos os melhores cumprimentos e obrigado, João