Nothobranchius e Austrolebias, como mantê-los?


Recommended Posts

;) 4º- Coloco posteriormente esse prato em cima do reflector do aquário de modo a que se mantenha quente no Inverno (no Verão deixo-o em cima da mesa).

 

Se calhar deste-me aqui uma boa sugestão para colocar a turfa a 25ºC :) Coloco o prato em cima do balastro e o saco em cima do prato :D :lol:

Link to post
Share on other sites

Olá

 

 

Em cima do balastro é demasiado quente. De qualquer modo verifica sempre a temperatura. Se de dia estiver for até aos 28ºC, por exemplo e á noite descer até aos 22ºC não há problema, é natural que aconteça com o desligar da iluminação e imita o que se passa na Natureza.

Link to post
Share on other sites
  • 3 months later...

Continuando com a saga dos killis cá de casa...

 

Os Nothobranchius korthausae "kisiko" TAN 05-47 têm posto ovos que nunca mais acabam, já não sei onde meter tanta turfa, apesar de já ter distribuido alguma pela malta aqui do Norte :lol:

 

Nesta semana o casal apanhou uma carrada de pontos brancos no corpo, estavam quase mortos quando os fui ver. Coloquei algum sal no aquário e um tratamento com FMC, e hoje, passados dois dias já comem bem e já andam pelo aquário todos contentes :wink: mas vi o caso mal parado.

 

Quanto aos putos das Austrolebias nigripinnis tenho neste momento 2M e 4F num aquário de 50L, tendo oferecido dois casais na reunião anterior, com filtragem. Eles parecem-me bem e desde que coloquei um copo com turfa no aquário já começaram as "enterradelas" na turfa dentro do copo. :?

 

Agora a minha questão prende-se com o seguinte: da reunião trouxe uns Nothobranchius Guentheri Zanzibar, tenho que ver no papel, e coloquei-os junto com as jovens austrolebias, haverá possibilidade de hibridação entre eles?

 

cumps

Link to post
Share on other sites

Olá

 

 

Não há perigo de hibridação. O cruzamento intergenerico é excepcionalmente raro nos Killis. Aliás mesmo dentro do mesmo genero são raros os cruzamentos. De qualquer modo os criadores de Killis são geralmente muito cuidadosos em não misturar especies e ainda menos populações.

Link to post
Share on other sites

Obrigado pela resposta, Paulo. :oops:

 

Depois de meter os Nothos neste aquário de 50L, ao outro dia já tinham ictio ou outra doença de pontos brancos, pelo que me apercebo são bastante sensíveis à qualidade da água?! Mas também reagem bem ao tratamento, 250g de sal de cozinha e 10 gotas de FMC e já estão outra vez "finos" :shock: .

 

Cumps

Link to post
Share on other sites

Olá João

 

 

Os Killis são bastante susceptiveis ao Oodinium, o tratamento que fizeste costuma ser eficaz. e existem varios medicamentos eficazes.

Mais uma coisa, os Austrolebias são de regiões temperadas e os Nothos dos tropicos, portanto em termos de temperatura as preferências colidem. Os Nothos preferem temperaturas acima de 24º e os Austrolebias abaixo deste valor.

Link to post
Share on other sites

Paulo, os Nothos têm estado num aquário de 20L a uma temperatura de 20ºC e até agora têm posto ovos que nunca mais acabam. Será que eles estarão assim tão mal com a água um pouco mais fresca do que seria de esperar?

Neste momento tenho-os a cerca de 22ºC juntos com as Austrolebias, penso que esta temperatura seja aceitavel para eles, ou não?

 

A minha ideia é mantê-los todos juntos no aquário de 50L, desde que possível, e depois retirar um casal reprodutor para um aquário de 20L para estarem mais à vontade e porem os ovos na turfa.

Que acham desta ideia? Assim consigo ter um aquário comunitário minimamente plantado e um penico para reproduções :? Evitanto assim que os penicos se comecem a espalhar pela casa toda aumentanto significativamente a manutenção, já que o tempo disponíve nem sempre é muito :(

Comentem e digam se acham bem esta ideia que tenho relativamente à manutenção deles.

 

cumps

Link to post
Share on other sites

Olá irmãos além do oceano! heheh

Bem, sobre o assunto do modo de retirar umidade da turfa, penso eu que espremer não é uma boa alternativa, penso eu que alem de espremer alguns ovos, vais compactar o substrato e diminuindo a circulaçao de ar por entre o substrato...para outros killis como os sul americanos não é tao importante assim, mas pra nothos.. já percebi que quanto mais ar no saco e mais descompactado e facil de passar o ar entre o substrato mais nascimentos se tem... (bem foi assim por aqui).

 

Outra, colocar ovos pra secar em locais quentes.. com em cima de tampas do aquario.. já tive experiencias muito ruins! heheh perdi varias turfas....e deixar secando ao natural... em locais mais frios e umidos demora muito, mesmo aqui no Brasil, e na minha regiao que é bem saca... as vezes dependendo da epoca do ano.. demora muito e o excesso de umidade acaba por fungar uns ovitos. O que estou procedendo é embrular a turfa em papel,que retira bem rapido o excesso de umidade da turfa, mas as vezes se ve a nescessidade de trocar o papel... Tenho usado bem este metodo e tenho tido bons resultados.

 

A umidade em que se guarda os ovos é muito importante... muito umida acaba por fungar muitos ovos... muito saca pode causar desidrataçao e perda de muitos ou ate todos os ovos... Já dentro do limite normal, percebi que turfas tendendo a mais secas, demoram mais um pouco para que os embrioes fiquem prontos, mas nascem quase todos ao memso tempo, restando poucos ovos não preparados para o nascimento, já em turfas mais umidas (nao encharcadas) tive nascimentos precoces! mas ficam muitos ovos nao embrionados ou nao embrionados o sufiviente pra nascer... ai tenho que secar e molhar a turfa por mais umas 4 a 5 vezes... mas nothobranchius rachovii que em certos lugares do Brasil se tira com 4 meses, em locais mais quentes se tira com 3 meses e aqui tiro com 2 meses! e com turfas mais secas nasceram aqui com ate 3 meses e meio.

 

Bem, foi apenas uma opinião de tecnicas que utiliso por aqui e espero que possam servir de base por ai!

 

João, poste fotos dos seus peixes! hehe tente tirar deles no pote de turfa! Será uma foto muito interessante!

 

Um forte killi abraço deste lado do Atlantico!

Link to post
Share on other sites

Olá João

 

 

Há sempre experiências fora do comum, como é que tens a agua a 20ºC? Deve ser uma divisão bem fria. Se pôem ovos continua. 22ºC é bom para os Austrolebias e vê-se que os teus Nothos estão bem assim.

O obter a humidade ideal é muito simples, basta usar sempre o mesmo tipo de turfa e assim sabe-se logo como ela fica depois das espremede-las. Com a que eu uso, e comprei logo 30 litros... Ponho-a numa rede e espremo-a uma ou duas vezes e vai logo para o saco. Com anuais não mergulhadores o saco fica com ar, para os mergulhadores tiro o ar. Neste segundo caso há quem deixe ficar algum ar mas na minha opinião o não ter ar acelera a incubação.

Link to post
Share on other sites

João, desculpa lá a intromissão mas tira-me uma pequena dúvida. Tu tens 2 espécies diferentes dentro do mesmo aquário com turfa?

 

A minha questão não se prende com a possível hibridação... não acredito que aconteça de forma alguma, mas se pretenderes passar ovos de algumas dessas espécies para alguém como é que os diferencias?

 

E mesmo não passando os ovos, não achas que ter turfa com ovos de 2 espécies distintas misturadas se vai tornar uma grande confusão na altura de molhar os ovos? É que até serem minimamente perceptiveis as diferenças entre as espécies, vais ter de as manter sempre juntas. Sugestão (penso que já terás pensado nisto): 2 aquários de 10 litros cada. 1 Casal de cada espécie no seu respectivo aquário. Mantém o resto no plantado (que até está muito engraçado!!!) e esquece os ovos que forem postos aí (retira as turfas).

 

Isto é só um pequeno reparo! Espero que não leves a mal.

 

Agora se eu percebi mal, por favor aceita as minhas desculpas!

 

Ricardo Nuno Santos

Link to post
Share on other sites
A minha ideia é mantê-los todos juntos no aquário de 50L, desde que possível, e depois retirar um casal reprodutor para um aquário de 20L para estarem mais à vontade e porem os ovos na turfa.
Link to post
Share on other sites
A minha ideia é mantê-los todos juntos no aquário de 50L, desde que possível, e depois retirar um casal reprodutor para um aquário de 20L para estarem mais à vontade e porem os ovos na turfa.

 

 

Sim... eu percebi isso... se calhar repeti na minha mensagem o que já estavas a planear... a minha questão vem no sentido de que as tuas fotos mostram turfa num aquário com 2 espécies diferentes.

 

Ricardo Nuno Santos

Link to post
Share on other sites

Olá

 

 

Para as Austrolebias deves ter pelo menos 4 cm de espessura de turfa para que elas possam mesmo mergulhar. Os Nothobranchius tenderão a por os ovos na turfa se o fundo estiver nu, se tiver areão eles vão por os ovos em todo o sitio.

Link to post
Share on other sites

Pois é... agora os três machos de austrolebias andam sempre na porrada, mesmo com este espaço todo. Acham que é melhor separar a bicharada? Irá haver mortes ou só umas barbatanas ratadas?

 

 

cumps

Link to post
Share on other sites

se os tem juntos arranje um pequeno contentor com turfa para cada um, mesmo que não recolha os ovos. Desta forma eles acalmam.

Link to post
Share on other sites