Inicio de Ciclo com Plantas


PiresPaulo

Recommended Posts

Bom dia Pessoal,
Desde já agradeço os esclarecimentos.
Decidi que vou iniciar o ciclo já com as plantas. Só gostaria de saber se tenho que começar já com algum fertilizante para as plantas como o Seachem Flourish ou se não se coloca nenhum produto durante o ciclo. Eu tenho substrato JBL AquaBasis Plus e areia por cima. E também gostaria de saber quantas horas devo deixar a luz ligada para as plantas. Eu tenho uma Twinstar 120b.
Para a situação das algas vou colocar o aparelho Chihiros Doctor 3in1 que tenho, que dizem ser bom para prevenir as algas, para ver se tenho sorte de não aparecerem algas.
Link to comment
Share on other sites

Há plantas que precisam de mais fertilização e outros menos, assim como também há plantas que precisam de mais iluminação e outras menos.

O mais normal para tempo de iluminação é 8 a 12h, dependendo claro do tipo de plantas que tens.

Se tiveres plantas low tech penso que não precisarás de fertilizante, mas isso fica ao teu critério. Se puseres também também não fará mal nenhum.

Link to comment
Share on other sites

Boas,

 

não tendo acompanhado os esclarecimentos que te deram anteriormente, na minha opinião fazer um ciclo sem plantas é muito mais fácil, porque não tens que te preocupar com o problema de algas ou plantas a morrerem sem saberes o porquê.

 

Se deres uma olhadela ao meu tópico (https://www.aquariofilia.net/forum/topic/261316-fallen-root-1ª-tentativa-de-aquascape/), tenho lá a descrição de um Dark Start, que sem dúvida é uma maneira fácil e descomplicada de iniciar o ciclo de nitrogénio (só é preciso ter alguma paciência). Tenho agora novamente em curso o ciclo dessa maneira num aqua 30x30x30 e até agora, a chegar às 3 semanas, já está a "terminar" o ciclo de nitrogénio".

 

 

Ao iniciares tudo ao mesmo tempo, o ciclo com plantas, tens que colocar aqui a descrição dos materiais/plantas/luz/CO2 que vais utilizar, para ser possível sequer dar uma opinião, pois há tantas variáveis que podem influenciar o resultado final, que não vais querer começar a fertilizar às cegas meia duzia de anubias (ou outras plantas de crescimento lento) e colocar um fotoperiodo de 12 horas com a calha a 100%, para depois acabares com um aquário cheio de algas que aproveitam a luz e os nutrientes que as plantas simplesmente não conseguem absorver.

 

Dá para colocares a descrição do setup que vais iniciar?

 

 

Link to comment
Share on other sites

há 12 horas, Diogo81 disse:

itam a luz e os nutriente

Bom dia,

Eu não tenho CO2 porque, na loja onde as comprei, disseram que não era necessário para as plantas que comprei.

Tenho o substrato JBL AquaBasis Plus e areia por cima.

Luz tenho uma TwinStar 120b e deve chegar hoje o regulador automático para programar para ligar e desligar automaticamente com vários tipos de intensidade.

Plantas sei pelo menos o nome de dois tipos que tenho que são bucephalandra e anubia nana.

Edited by PiresPaulo
Link to comment
Share on other sites

há 4 horas, PiresPaulo disse:

Bom dia,

Eu não tenho CO2 porque, na loja onde as comprei, disseram que não era necessário para as plantas que comprei.

Tenho o substrato JBL AquaBasis Plus e areia por cima.

Luz tenho uma TwinStar 120b e deve chegar hoje o regulador automático para programar para ligar e desligar automaticamente com vários tipos de intensidade.

Plantas sei pelo menos o nome de dois tipos que tenho que são bucephalandra e anubia nana.

Essas plantas são plantas  low tech, o que significa que são resistentes e pouco exigentes.

Para essas nem precisarias de substrato fértil, bastavam te umas 5 horas de iluminação diária.

E talvez uma fertilização líquida semanal...

Link to comment
Share on other sites

Eu pessoalmente descordo do Diogo, gosto de fazer as coisas inicialmente com plantas, quantas mais melhor. Até pq nada te garante que no fim quando introduzires as plantas não tenhas algas na mesma. As algas aparecem por factores complexos que ninguém entende verdadeiramente, porque na realidade nunca consegues saber todos parâmetros do teu aquário. Vias tendo ideias, mas nunca certezas.

Opinião pessoal - Pires lê um pouco no fórum acerca das plantas e se queres plantas low-tech escolhe 5 ou 6 espécies do género e carrega  na quantidade. Quanto mais plantas mais fácil e rapidamente todo o biótopo vai começar a funcionar e mais facilmente estabeleces "um equilibrio"

Tb no início começava com menos horas de luz, 7horas e se a calha for dimable, começava com menos intensidade.

Podes sem problema não fertilizar durante duas a três semanas

Abraço

Link to comment
Share on other sites

On 23/11/2020 at 14:01, Flaips disse:

Há plantas que precisam de mais fertilização e outros menos, assim como também há plantas que precisam de mais iluminação e outras menos.

O mais normal para tempo de iluminação é 8 a 12h, dependendo claro do tipo de plantas que tens.

Se tiveres plantas low tech penso que não precisarás de fertilizante, mas isso fica ao teu critério. Se puseres também também não fará mal nenhum.

 

On 24/11/2020 at 14:53, Flaips disse:

Essas plantas são plantas  low tech, o que significa que são resistentes e pouco exigentes.

Para essas nem precisarias de substrato fértil, bastavam te umas 5 horas de iluminação diária.

E talvez uma fertilização líquida semanal...

Ó Filipe, vamos lá a pensar bem naquilo que dizemos.

TODAS as plantas precisam de alimento, venha ele de onde vier. Tal como todos nós nos alimentamos as plantas fazem o mesmo.

Se algumas plantas epífitas, extraem o seu alimento dos troncos onde se agarram, todas precisam de luz para produzirem energia e todas precisam de alimento. Os fertilizantes são complementos, que se usam pois num ambiente pequeno e fechado como os nossos aquários, a quantidade de nutrientes existentes pode não ser suficiente para determinado grupo de plantas.

Por isso é que falamos em plantas Low-tech, que são plantas que têm necessidades mínimas. No entanto a adição de suplementos só beneficia a planta, mas também pode trazer outros efeitos, como um surto de algas, porque quando alimentamos a flora, alimentamos literalmente toda a flora que existe e por vezes as algas proliferam e muito pois há mais alimentpo para se desenvolverem.

Caudatas do it better.
banner.jpg

Link to comment
Share on other sites

Boas pessoal,

 

Tendo começado no hobby à cerca de 3 meses (o mesmo tempo que tem o meu primeira aquário plantado), o dark start é uma maneira que eu considero, pelo que experimentei, li e vi no youtube, fácil de se ter bons resultados desde o inicio, principalmente para iniciantes como eu próprio. Como referi anteriormente, tenho atualmente um cubo 30x30x30 onde estou a tentar fazer o mesmo para ver se tenho os mesmo resultados (já fez 3 semanas e será plantado durante esta semana), no entanto, num futuro a médio prazo, quando decidir refazer o aquário 60x40x40 vou começar desde o inicio com plantas para conseguir ter uma comparação, pois dada a pouca experiência não consigo confirmar a 100% qual a melhor solução.

 

De resto, concordo inteiramente com o que o José Pedro indicou, todas as plantas, sejam low tech ou high tech necessitam de alimento e ainda beneficiam de algo como o CO2, seja em maior ou menor quantidade, daí que mesmo considerando que não vais ter injeção de CO2, podes sempre beneficiar (embora as opiniões dividam-se bastante) do chamado CO2 liquido, como Sechem Flourish Excel ou Easy Life liquid carbon (que possuem ainda a vantagem de funcionar como um anti-algas).

Link to comment
Share on other sites

Este tópico tem mais de 6 meses de antiguidade... Se fizer sentido, por favor considere criar um novo tópico em vez de reactivar este. Obrigado!

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.