• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Bruno Carneir

"Wise Nano Aquarium"

Recommended Posts

Bom dia a todos,

Tinha cá por casa um aquário pequeno parado e decidi dar-lhe uso. Dado as reduzidas dimensões será assim um Nano e pretendo iniciar-me no mundo do aquascaping e dos plantados. 

Não tenho experiência nenhuma nesta área dos plantados pois a experiência que tenho em aquariofilia é apenas com um aquário de 300 Litros com Goldfish (que adoram comer plantas).

Segue a descrição do setup (vou apenas preencher o que já tenho e conto depois com a vossa ajuda para escolher o resto e ir adicionando os dados que faltam):

 

1 - Nome do Aquário: "Wise Nano Aquarium"

Conto com a vossa ajuda para tornar este Aquário o mais "Wise" possível.

2 - Data da montagem: Ainda em fase de estudo (não tenho pressa em montar pois quero fazer tudo direito logo desde inicio)


3 - Dimensões do aquário: 40x20x30 cm

3.1 - Volumes bruto: 24 litros

3.1 - Volumes útil: 15 litros (deduzo eu)

4wqPK1x4iTvgqlX4CaZKFE2Gt5U_bQ7IVi8iIAqj

 

4 - Equipamentos Instalados:

4.1 - Filtro: de momento não tenho nenhum para meter (tenho apenas 1 filtro interno mas não quero usar pois vai ocupar muito espaço). Dadas as dimensões e contenção de custos estava a pensar num filtro de mochila. Acham boa ideia? Se sim qual as marcas e modelos?


4.2 - Termostato: tenho dois cá por casa parados. Qual acham melhor:

4.2.1 - Opção 1: Termostato AquaT 75W

file.jpgfile.jpg

(fonte: google)

4.2.2 - Opção 2: Termostato Sicce Jolly 20W

Este termostato era usado num aquário de tartarugas enquanto eram pequenas. Vantagens: é muito mais pequeno e discreto que o anterior. Com um fundo escuro mal se ia notar a sua existência. 

Desvantagens: não tem regulação de temperatura. Por defeito aquece sempre a 25ºC. Mas julgo que para o que procuro é uma boa temperatura não? Os 20W serão suficientes?

file.jpg

(fonte: google)


4.3 - Iluminação/Foto-período: Ainda não sei que plantas escolher para saber qual o tipo de iluminação a usar.


4.4 - Sistema de CO2: Neste caso pretendia escolher plantas que não fosse necessário usar CO2. Pois não quero investir de início muito dinheiro.


5 - Substratos & decorações:

5.1 - Substrato fértil: Pretendo usar. Qual recomendam? A escolha depende do tipo de plantas? Este substrato fica à vista ou depois leva substrato inerte por cima?

5.2 - Substrato inerte: Pretendo usar areia branca e areia escura em algumas zonas para fazer contrastes. 

AREIA%20SILICA.jpgAREIA%20PRETA.jpg

(fonte: Paulo Vieira Aquários)

5.3 - Decorações (pedras, troncos, etc):

5.3.1 - Pedras: vou usar as Dragon Stone pois já tenho algumas cá em casa paradas.

DRAGON%20STONE.jpg

(fonte: Paulo Vieira Aquários)

5.3.2 - Troncos: vou comprar mas ainda não sei bem qual, talvez um Red Moor Wood. Tudo vai depender do layout.

 

6 - Fertilização (fertilizantes utilizados e plano de fertilização):  o que recomendam nesta área? Tal como referi anteriormente não percebo nada de plantados. Por isso nem sei bem como se usam...

7 - Fauna

7.1 - Pretendia ter neste aquário uns camarões. Quais recomendam? 

7.2 - Quanto a peixes sei que o aquário é pequeno de mais para peixes. Mas vi uns muito pequenos que achei lindíssimos. Não sei o nome deles pois na altura não perguntei na loja. Vou deixar foto a ver se alguém sabe que peixes são, se os posso ter num aquário destes e se são compatíveis com camarões?

5trQtoTljiQUFXryuKWmBp5hvJe30lfvGqG0A2Lb

8 - Plantas
Que plantas recomendam para um aquário destas dimensões. Pretendia plantas sem necessidade de C02. Posso ter boa variedade de plantas sem C02 a usar apenas substrato fértil e fertilizantes?

9 – Observações
9.1 - Parâmetros da água
Como não está montado o aquário deixo aqui alguns parâmetros da água da companhia (valores apresentados no site da distribuidora de água SMEAS com valores médios resultados de 100 análises ao longo de 3 meses):
 
pH - varia entre 7.3 e 7.8.
NH3/NH4 - <0.040 mg/l.
NO2 - <0.010 mg/l.
NO3 - não é medido. Mas pelo meu teste de líquidos dá <5 mg/l.
gH - varia entre os 98 e 108 mg/l de CaCO3 (Dureza Total). Julgo ser cerca de 5.6 ºD.
kH - não é medido nem tenho de momento teste para o medir. Para camarões é importante saber certo? Ou é o gH que é importante?
Cloro - varia entre 0.1 e 0.9 mg/l
 
No site deles tem imensos parâmetros da água medidos. Existe mais algum que deva consultar? 
 
9.2 - Frequência das TPA's:
Tenciono fazer TPAs 1x ou 2x por semana. Não sei bem num nano qual é o normal. No meu de 300 litros faço TPAs semanais de 35%. 
 
 
Vou deixar aqui duas fotos de aquários que vi na Internet para terem uma ideia do que procurava alcançar: 
 
Opção 1:
(assim sem usar um tronco e com mais algumas plantas que este na parte de trás)
(como se consegue colar as pedras assim?)
images?q=tbn:ANd9GcTglMJ-8TTtG7RIzwdhVHl
 
Opção 2
9dd47f4e82263190b82df3c5ae74f7c7.jpg
 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

É esse o espirito (enquanto for possivel preencher todos os cantos da casa eheh)!

Então dentro do que posso opinar aqui vai:
4.1- Filtro de mochila sem dúvida, algo como o Eheim Liberty 75 ou o 130 se quiseres meter mais elementos filtrantes.
4.2 - 25º são suficientes, mas como queres ter camarões e para a sua reprodução acho que convém estar entre os 21-24º Esse de 20W é capaz de ser muito à justa.
5.1 - Tens dos dois casos. Há substrato fértil que não necessita de uma camada inerte por cima (como por exemplo o Neo Soil Compact ou Tropica Aquarium Soil Powder e alguns especiais para camarões como o JBL Proscape Solo Shrimp Soil) e depois tens os que necessitam de substrato inerte por cima como o Tropica Plant Growth ou JBL Aquabasis Plus. Mas espera por mais opiniões sobre este tema, que de plantados sou um iniciante e há de certeza gente mais capaz de sugerir um substrato ideal. Ficas com uma ideia pelo menos.
7.1 - Para iniciar, uns Red Cherry's que dizem ser dos mais fáceis de manter.
7.2 - A mim parecem-me ser Danios Zebra. 
8 - Pelo menos musgo para os camarões  e Anúbias, Fetos de Java, bucephalandras etc.

Na foto 1, as pedras estão coladas provavelmente com super cola 3 😛 . Usei alguma na minha recente montagem, tanto em rochas como no tronco. Mas a escolher, gosto mais da opção 2.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Obrigado Emejet.

4.1 - Vou então optar pelos filtros de mochila. Vou também considerar além desses da Eheim, o Fluval C2 (parece-me muito "completo") e o Tidal 35 da Seachem. Será que estes filtros a fazer 400 ou 500 l/h não será excessivo para um plantado e camarões?

4.2 - Estava mais inclinado para este de 20W pois no final julgo que úteis só vou ter para ai uns 15 litros de água. E é quase metade das dimensões do outro. Mas nada como depois testar a ver o que dá, uma vez que tenho os 2 cá parados.

5.1 - Vou então esperar outras opiniões sobre a questão dos substratos.

A minha ideia deste aquário é mais virado para aquascaping  e plantado que propriamente ter peixes. Por isso a escolha dos camarões e peixes será o menos relevante de momento. 

Fiz uma pesquisa sobre Danios Zebra Fluorescentes e descobri que se tratam de algo chamado GlowFish. No entanto vi que são peixes manipulados geneticamente e de venda proibida por isso não terei muito interesse neles.

 

Acho que vou usar silicone dos vidros de aquários para colar as pedras pois não é tóxico para os peixes.

Acho que vou começar a dispor as pedras no aquário e a areia onde quero, deixando apenas os espaços livres para a zona dos substratos onde vou colocar as plantas até ter mais informações sobre este tema.

Vou começar a procura das plantas também.  

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Estive a fazer uma pesquisa aqui no forum por plantas e para o que tenho em mente gostei muito das seguintes plantas:

1- Plantas para fazer uma espécie de tapete "rasteiro" gostei das seguintes alternativas:

1.1 - Eleocharis minima ou Eleocharis sp. Japan

1.2 - Hemianthus Callitrichoides Cuba

1.3- Utricularia graminifolia

No entanto ambas necessitam de CO2. Existe alguma planta destas para fazer tapete sem CO2?

 

Caso não exista pode ser usada uma solução barata como o Plant Growth System 60 que custa 11 euros e depois 7 euros de recargas?

Ou uma solução de Kit compensa mais: KIT CO2 Aquatlantis (55 euros) ou Plant Growth System Nano (65 euros)? Ou outras marcas que desconheço e possam ser mais baratas.

 

 2- Plantas para fazer uma espécie de "arbustos":

2.1- Riccia Fluitans (caso opte por CO2)

2.2- Lomariopsis lineata (Round Pellia)

2.3- Monosolenium tenerum

 

 

3- Planta para colocar no tronco:

3.1- Vesicularia dubyana

 

4- Plantas para simular "árvores":

4.1- Limnophila aquática

4.2- Limnophila sessiflora

4.3- Myriophyllum aquaticum green

4.4- Rotala wallichii

4.5- Cabomba Aquatica

4.6- Cabomba furcata

4.7- Cabomba caroliniana

 

5- Para dar alguma cor:

5.1- Alternanthera reineckii 'Mini'

 

Existe alguma que seja difícil comprar cá em Portugal?

Para este tipo de plantas que tipo de substratos devo usar nas zonas onde as vou meter?

Em resumo, julgo que vai ser difícil este aquário sem CO2.

Agradeço a vossa ajuda para seleccionar as plantas de entre várias opções apresentadas.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Alguém consegue ajudar sobre este tema? 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Olá Bruno. Queres uma coisa wise? Em 15 litros não dá para querer ter tudo!

Se o teu foco é fazer um nano plantado mais vale investir logo num sistema de co2, escolhe o melhor que consigas fazendo as contas a médio/longo prazo...

Depois não falaste ainda na calha. Se queres um plantado exigente tens que ter uma boa calha. Vê o que há no mercado e faz as contas.

Substrato próprio para plantados, não necessita de mais nenhum fértil. E para estética metes um bocado de areia branca para fazer um caminho ou uma "praia".

Com a escolha de um substrato próprio para plantados não precisas de fértil de início.

Esquece os peixes, optar antes por caridinas japonicas ou neocaridinas para ajudar no combate às algas. 

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Muito obrigado pela resposta e ajuda Tozé Nunes,

De facto sei que com 15 litros não dá para grande coisa. Mas a intenção era dar uso a um aquário que está parado e algum material que já tenho e também não uso (termostato, areia e rochas dragonstone).

De facto já desisti completamente da ideia de ter qualquer peixe que seja. Para mim o principal neste aquário seria o "plantado" e só posteriormente talvez para dar mais vida e controlo de algas metia as caridinas ou as neocaridinas.

 

Já fiz alguma pesquisa aqui no forum sobre plantados e cheguei a conclusão que o CO2 é mesmo indispensável para o que pretendo. A dúvida agora é o sistema a escolher? 

Uma vez que se trata de um aquário tão pequeno será mesmo necessário um sistema daqueles de garrafa? Se sim qual o preço de um conjunto desses bom?

Sendo assim pequeno uma solução de CO2 caseiro (kit NEO CO2) não poderá ser viável?

 

A calha também vou ter de comprar. Para um aquário destes que tipo calhas devo escolher? 

Em relação ao substrato (na zona plantada) e segundo uma pesquisa rápida que fiz estava a pensar em colocar no fundo 1L de "Tropica Plant Growth Substracte" e por cima 3L de JBL Manado (gostei do aspecto que ficava). Pareceu-me ser uma solução boa para as plantas que indiquei e como o aquário é pequeno nas quantidades que referi gastava a volta dos 18 euros em substracto. 

Ou será melhor uma solução como referiu de um substracto único?

 

Em resumo, dado o que já tenho estava a pensar comprar para avançar com este Nano Plantado: Substractos, Calha, Tronco e Kit CO2. Contanto já com 20 euros para os substractos será que 80 euros chega para a calha e sistema de CO2? Pois a ideia inicial era gastar no máximo 100 euros (sem contar o custo das plantas). 

 

Ultima questão: sendo que não vou ter peixes qual a importância de um filtro num aquário só de plantas? 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Tens de pensar em ponto pequeno... mesmo para quem tem mais experiência é sempre uma aventura utilizar aquários mais pequenos. É sempre mais fácil fazer um layout maior, desde que se tenha material apropriado.

Porque não começas apenas com plantas muito fáceis? Colocas um pouco de substrato fértil por baixo da areia e já tens uma boa base de alimentação das plantas. Nem precisas de muito e nem precisas de colocar por todo o fundo. Mesmo plantas fáceis precisam de alimento e deste modo já evitas, durante algum tempo, estar a colocar fertilização. Falo por exemplo de anubias, fetos, bucephalandras, musgos e umas plantas de caule atrás para dar o tal efeito de árvores que falaste. Costumo usar o Tropica Plant Growth por ser um dos que tem melhor relação qualidade/preço. Até podes colocar algumas na frente, como as bucephalandras, que se dão bem no solo, desde que não enterres o rizoma.

Camarões podes colocar uns neocaridina que são mais vistosos e fáceis de manter. Em relação a peixes, uns que adoro e ainda vou ter em breve,  os rasbora Galaxy são brutais e sendo muito pequenos podes ter um pequeno cardume de 6 ou 7 exemplares (isto dependendo sempre do teu layout).

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 17 minutos, Bruno Carneir disse:

Uma vez que se trata de um aquário tão pequeno será mesmo necessário um sistema daqueles de garrafa? Se sim qual o preço de um conjunto desses bom?

Sendo assim pequeno uma solução de CO2 caseiro (kit NEO CO2) não poderá ser viável?

A grande diferença entre um sistema de botija de co2 ou um de fermentação é, além do preço 😀, que o primeiro pode ser regulado e mantém sempre o mesmo débito. De resto ambos são opções válidas e só justifica fazeres um investimento maior se quiseres mais tarde usar o mesmo sistema para um aquário maior. 

há 21 minutos, Bruno Carneir disse:

Em relação ao substrato (na zona plantada) e segundo uma pesquisa rápida que fiz estava a pensar em colocar no fundo 1L de "Tropica Plant Growth Substracte" e por cima 3L de JBL Manado (gostei do aspecto que ficava). Pareceu-me ser uma solução boa para as plantas que indiquei e como o aquário é pequeno nas quantidades que referi gastava a volta dos 18 euros em substracto. 

Ou será melhor uma solução como referiu de um substracto único?

Eu não gosto do Manado para plantar tapetes devido á sua leveza...e corres o risco de ao andar a remexer no substrato para plantar ou substituir plantas o fértil entrar em contacto com a água que vai originar um boom de algas! A não ser que coloques o fértil dentro de uma saca de rede para evitar misturas de solos.

há 26 minutos, Bruno Carneir disse:

 Contanto já com 20 euros para os substractos será que 80 euros chega para a calha e sistema de CO2? Pois a ideia inicial era gastar no máximo 100 euros (sem contar o custo das plantas). 

Se arranjares uma calha baratinha 😉 e que seja suficientemente potente para plantas de tapete...

há 28 minutos, Bruno Carneir disse:

Ultima questão: sendo que não vou ter peixes qual a importância de um filtro num aquário só de plantas? 

Boa questão! Nunca experimentei 🙂 mas sei de casos que usaram e funcionou e outros que não. A meu ver eu não gosto de águas paradas, terias que compensar com mudas de água mais frequentes. 

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 4 minutos, Tozé Nunes disse:

A grande diferença entre um sistema de botija de co2 ou um de fermentação é, além do preço 😀, que o primeiro pode ser regulado e mantém sempre o mesmo débito. De resto ambos são opções válidas e só justifica fazeres um investimento maior se quiseres mais tarde usar o mesmo sistema para um aquário maior. 

No meu caso o sistema de CO2 seria só para este aquário. Aquário maior não me ia aventurar pois já tenho 1 de 300 litros e a mulher "matava-me" se fala-se em comprar mais um. Mesmo este que aqui está parado ela já não acha muita piada mas aceita. 

Assim sendo seria sempre um sistema de CO2 para um aquário de 40x20x30 cm que com o hardscape que tenciono vai ficar com cerca de 15 litros de água úteis.  

Será fácil usar um sistema de fermentação? O de botija parece mais simples de usar e com possibilidade menor para causar erros o que para mim é uma grande vantagem.

Para estas dimensões se for o sistema de botija quanto teria de gastar? Que kit recomendariam? 

Ou tirando a garrafa (que tenho um amigo que trabalha com extintores) que peças tinha de comprar e preços?

há 13 minutos, Tozé Nunes disse:

Eu não gosto do Manado para plantar tapetes devido á sua leveza...e corres o risco de ao andar a remexer no substrato para plantar ou substituir plantas o fértil entrar em contacto com a água que vai originar um boom de algas! A não ser que coloques o fértil dentro de uma saca de rede para evitar misturas de solos.

Onde se compram essas sacas?

Então para tapete qual o substrato que costuma usar?

há 15 minutos, Tozé Nunes disse:

Se arranjares uma calha baratinha 😉 e que seja suficientemente potente para plantas de tapete...

Ainda entendo pouco de plantas mas segundo o seu comentário deduzo que das plantas que pretendo as de tapete são as mais exigentes com a iluminação certo?

Qual a potência que devia procurar?

há 16 minutos, Tozé Nunes disse:

Boa questão! Nunca experimentei 🙂 mas sei de casos que usaram e funcionou e outros que não. A meu ver eu não gosto de águas paradas, terias que compensar com mudas de água mais frequentes. 

A vantagem maior seria que o dinheiro que poupava na compra do filtro de cascata usaria para o sistema de CO2. E se coloca-se na parte mais traseira (escondida pelo hardscape) uma cortina de bolhas de ar para ligar a uma bomba de ar (também tenho uma parada) para movimentar a água um pouco? 

A ideia seria tentar sustentar o Nano Plantado sem o filtro enquanto não mete-se pelo menos as caidinas e neocaridinas.

há 43 minutos, brunofasoares disse:

Falo por exemplo de anubias, fetos, bucephalandras, musgos e umas plantas de caule atrás para dar o tal efeito de árvores que falaste.

Obrigada pelas sugestões. Vou pesquisar um pouco sobre essas plantas.

As plantas mais fáceis também considero como opção. Mas pretendia sempre fazer um tapete numa das zonas do aquário. E julgo que plantas para tapete são sempre exigentes certo?

há 46 minutos, brunofasoares disse:

Costumo usar o Tropica Plant Growth por ser um dos que tem melhor relação qualidade/preço.

O que costuma colocar por cima deste substrato?

há 46 minutos, brunofasoares disse:

os rasbora Galaxy são brutais e sendo muito pequenos podes ter um pequeno cardume de 6 ou 7 exemplares

Gostei muito destes peixes. Talvez considere meter mas mais para a frente depois de ter o aquário e plantas bem estabilizadas. Pois caso avance para o CO2 e como ainda pouco entendo disto e de fertilizações não queria colocar os peixes em risco. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Com plantas mais fáceis nem precisas de gastar tanto dinheiro e, mais do que isso, vai ser mais fácil manter as plantas com bom aspecto. Tens a Micranthenum Montecarlo, que com substrato fértil e boa luz já dá para fazer um tapete decente. Além disso nem precisas de muita porque não vais ter muito espaço de solo depois de colocares o layout. Tens outras como Eleocharis Mini, mas que dá mais trabalho quando podares, por causa das folhas muito finas. Outras como as Lilaeopsis, tens a Brasiliensis e a Nova Zelandae, que também não são muito exigentes... acho que isso já depende do teu gosto e do efeito que pretendes. Cada uma delas tem um formato diferente e só mesmo pesquisando é que podes concluir.

Por cima de fértil podes colocar desde areia fina a areão. Qualquer elemento que tape o substrato fértil serve bem, o fundamental é manteres uma camada por cima que seja suficiente para que o fértil não entre em contacto com a coluna de água. Entre 3 a 5 cm é o ideal, no entanto como o teu aquário já é bem pequeno, talvez 3 cm seja já uma boa quantidade, para não retirares muito volume de água ao aquário. Tens é de ter em atenção quando plantares para não remexeres muito, para que o fértil não venha para cima.

CO2 e fertilização? Se mantiveres um aquário com plantas muito fáceis, o substrato fértil e TPAs frequentes e em bons volumes de água (sempre acima dos 50%) são suficientes. Tanto a fertilização como o CO2 são sempre mais perigosos para os camarões que para os peixes. Os camarões são sensíveis a alguns metais, especialmente o cobre. Mesmo na estabilidade do aquário, os camarões serão sempre os primeiros a dar algum sinal de que algo possa estar mal.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Obrigado brunofasoares. 

Tens toda a razão o meu objectivo era ter um plantado mais para o "Low Tech" e não "High Tech" por causa dos custos. E o problema foi ter começado por escolher mal as plantas pois nas pesquisas que fiz deparei-me com centenas de plantas diferentes e de exigências completamente diferentes.

Vou então levar em consideração todas as plantas que sugeriste para evitar ter de comprar um Kit CO2 pois ia-me exigir gastar muito mais do que o que estava a contar inicialmente.

Quanto ao substrato talvez opte mesmo pelo "Tropica Plant Growth Substracte" pois parece-me bom para sustentar plantas mais fáceis sem necessidade também de CO2 e grandes fertelizações. Por cima inicialmente tinha previsto o JBL Manado pois gosto muito da cor dele (tem cor semelhante ao das pedras que vou usar e julgo que ia dar um efeito muito giro). Que outras opções semelhantes existem devido a este ser muito leve para plantar?

Pergunta básica de mais: Como se plantam as plantas de raízes e tapetes? As de rizomas (já tenho anúbias noutro aquário) sei que é só amarrar a troncos e pedras. Estas meto o substrato e enterro-as a mão e depois meto o substrato inerte por cima?

Será viável começar já a fazer hardscape com as pedras, tronco e areia onde pretendo e deixar livres os espaços para depois meter o substrato fértil e plantas?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boas Bruno

Tens aqui um video da Pet Festival 2018 o Filipe Oliveira que dá para veres como se colocam substrato,pedras e plantas.

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
On 15/02/2019 at 23:33, Alvaro Silva disse:

Boas Bruno

Tens aqui um video da Pet Festival 2018 o Filipe Oliveira que dá para veres como se colocam substrato,pedras e plantas.

Muito obrigado Alvaro Silva. Era exactamente algo do género que precisava. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora