Ciclar com amónia - a primeira viagem


Recommended Posts

Boas.

Depois de várias aventuras aquariófilas, com anos de intervalo entre si, tenho lido muito nos últimos meses e aprendido muito com aquariofilistas mais sábios e experientes do que eu. Este e outros fóruns têm sido fonte essencial de informação que me tem ajudado a desfrutar mais do hobby e a dar mais qualidade de vida às barbataninhas. Desde o tempo em que tive o meu primeiro aquário, nos idos de 1993, muita coisa mudou para melhor, há muita informação dantes indisponível.

 

Espero não massacrar ninguém com tão longo relambório mas tenho gostado muito de fazer a ciclagem desta forma, que me parece segura para os peixes e interessante. As precauções na manipulação do amoníaco são semelhantes às que têm que se ter quando se manuseia lixívia e outras substâncias cáusticas. O frasco tem rolha de segurança à prova de criaturinhas pequenas de duas pernas (tenho uma cá em casa) e deve ser mantido fora do seu alcance.

 

Até aqui sempre ciclei os meus aquários com paciência e comida para peixes. Ao fim de algumas quatro semanas começava a introduzir alguns peixes, normalmente comprados para o efeito, e que ultimamente eram depois devolvidos à loja porque eram espécies consideradas resistentes (mollys, guppies) mas que não pretendia manter.

O problema era que para além de poder causar dano aos pobres peixes que íam adiante, ficava sempre na incerteza se a quantidade de amónia produzida pela decomposição da comida que introduzia era suficiente para produzir um biofiltro tão robusto como o que queria para discos e ramirezis. E mesmo tendo testado os parâmetros amónia, nitritos e nitratos, ainda apanhei uns belos sustos e causei incómodos às barbatanas habitantes desses aquários. Sendo os peixes mais ou menos sensíveis, os danos causados pela amónia devem ser sentidos igualmente por todos, mesmo que não morram, penso.

 

E foi assim que cheguei à ciclagem com amónia e li e li e li.Já tinha o aquário montado, com substrato fértil Aqua basis e areia de sílica, troncos de videira, echinodorus com fartura, dois termostatos para conseguir uns 28ºC.

 

O filtro é um Fluval Fx6 no qual pus as matérias filtrantes de um eheim pro2224 que tinha num aquário de 220l. Colonizar o filtro poupou-me muito tempo. Todavia, atendendo à diferença de volume entre aquários, não bastava transferir as matérias filtrantes para ter ciclagem "imediata".

 

Comecei por tentar a ciclagem com comida dos meus discos mas passadas 24 horas a amónia estava a 0,2 mg/l, o que me pareceu ser insuficiente para fazer crescer, multiplicar e engordar as bactérias que deveriam produzir nitritos em quantidade suficiente para fazer crescer e multiplicar as bactérias que transformam os nitritos em nitratos. Assim, ainda ponderei colocar uns peixinhos sacrificiais para produzirem amónia. Mas havia problemas; o problema ético de andar a fazer sofrer peixotos e vários problemas práticos: quantos kgs de guppies teria que pôr para equivalerem a seis discos porcalhotos, dois ancistrus e cinco corydoras? e como seria depois ter de capturar esses guppies no final do ciclo em 2 metros de aquário? e o que fazer depois com esses guppies? e como ter a certeza de que não ía infestar o aquário com vírus, parasitas e bactérias que fariam adoecer os meus meninos?

 

E assim lá fui à drogaria comprar com 1,10€ uma garrafa de 500 mL de amoníaco a 25%, sem aditivos. Mais barato que guppies.

 

Usei uma calculadora como esta para calcular quanta amónia teria de adicionar:

http://www.physiologyweb.com/calculators/dilution_calculator_ppb_ppm_ppt_pph.html

 

Medi amónia inicial 0,2 mg/L, medi nitritos (0 mg/dl), abri o frasco do amoníaco bem longe do nariz e olhos e medi 6 mL que juntei à água do aquário para conseguir 2,5 ppm de amónia. Há sites que falam de 5 ppm (mas fica muito perto do limiar tóxico para as bactérias nitrificantes), há sites que aconselham de 2 a 3 ppm e foi para aí que apontei.

 

Fica aqui o registo, agora que já vou com dez dias de ciclo; não meço sempre os nitratos porque sou preguiçosa e nem sempre acho necessário; as plantas ajudam-me a que não subam demasiado e como farei uma TPA grande antes de juntar os peixes, o que me interessava era detectar o seu aparecimento.

Os testes de nitritos e nitratos são da aquili; o teste de amónia é nutrafin.

 

O plano é

1. Ir adicionando amónia à medida que esta é oxidada em nitrito para que as bactérias oxidantes da amónia se mantenham vivas e gordas; faço variar a quantidade em função do tempo que passou desde a última adição de amónia e dos níveis de nitritos, que não quero fazer disparar

2. Esperar que a colónia que oxida nitrito em nitrato prolifere, numa segunda fase, em geral mais lenta.

3. Não deixar pH descer dos 6,5 e não subir acima de 8. Se isso acontecer, farei TPA

4. Não permitir que amónia e nitritos ultrapassem as 5 ppm, níveis tóxicos para as colónias bacterianas. Se acontecer: TPA.

5. Quando 2,5 ppm de amónia passarem a 0 amónia e 0 nitritos em 24h, o aquário estará ciclado. É fazer TPA para baixar os nitratos e colocar os peixes (penso colocar apenas metade nos primeiros dias e ir vigiando os valores).

Como semeei o filtro, espero ter o ciclo completado antes de 4 semanas mas o processo seria o mesmo sem colónias iniciais, apenas mais lento.

 

Dia 1 após juntar 6 ml de amónia

pH 6,9

amónia 2,5 mg/l

nitritos 0 mg/L

nitratos nd

Dia 2 amónia aproximadamente 2 mg/L

nitritos 0

Dia 4 amónia 0

nitritos 0,5 mg/L

fiquei feliz, havia-se iniciado a conversão de amónia em nitritos; adicionei 2,5 mL de solução de amónia

Dia 5 amónia 0

nitritos 0,5mg/L mas com cor mais intensa

adicionei mais 2 mL de amónia

Nesta altura era claro que a primeira parte do ciclo estava lançada mas agora faltava que os nitritos começassem a ser transformados em nitratos

Dia 6 amónia 0

nitritos 0,5 mg/L mas menos corado, pelo decidi começar a medir nitratos, que estavam a 25 mg/L

pH 6,84

Dia 7 amónia 0

nitritos 0,05 mg/L

nitratos 25 mg/L

Juntei 5,5 mL de solução de amónia; a ideia é que se o biofiltro for capaz de transformar em 24h estas 2,5 ppm de amónia em 0 de amónia e 0 nitritos,apenas nitratos, o aquário está ciclado e após uma TPA eu posso colocar os meus peixinhos

Dia 8 amónia 0

nitritos 0,2 mg/L, o que me diz que a colónia de bactérias que oxidam o nitrito em nitrato ainda não é tão forte e numerosa como quero, o aquário ainda não está bem ciclado; junto alguma comida em flocos para peixes porque nem só de amónia e nitritos vivem as bactérias

continuo a vigiar o pH que pode descer bruscamente; abaixo de pH 6, as bactérias que transformam a amónia em nitrito começam a sofrer

Dia 9 amónia 0

nitritos 0,2 mg/L

junto 5,5 mL de solução de amónia

Dia 10 amónia 0

nitrito 0,1 mg/L

nitratos 25 mg/L

pH 6,82

acho que o ciclo está quase completo; junto 3 mL de amónia; se no dia 11 do ciclo tiver nitritos e amónia a 0 mg/L, tentarei adicionar 5,5 mL de solução de amónia e verificar se os valores retornam a zero em 24h

 

 

 

 

 

 

 

 

Edited by Vera Santos
Link to comment
Share on other sites

Olá,

 

Lembro-me de já ter lido algo sobre esse método, mas suponho que pouca gente o utilize. Não tanto por ser complicado ou não, mas porque exige paciência e disciplina, assim como um controlo mais constante.

Nesse conjunto de reacções químicas, a amónia não é transformada em ureia, que por sua vez é aproveitada pelas plantas?

 

Cumps

 

José

Link to comment
Share on other sites

José, os meus conhecimentos de química são muito incipientes. Sei que nos mamíferos o figado transforma a amonia em ureia e que esta é depois excretada na urina. Também encontrei referência à decomposição bacteriana da ureia em amonia, o que pode suceder num aquário porque há referencias a utilizar a urina no inicio de um ciclo

http://www.skepticalaquarist.com/fishless-cycling

Penso que as plantas utilizam tanto a amonia como osnitratos, e esta é uma das razões pela qual tenho sempre algo verde nos meus aquários. E acho que a ureia pode ser usada como fertilizante mas penso que é tóxica, tal como a amonia.

Link to comment
Share on other sites

  • 7 months later...

Olá, Boa tarde pessoal!

 

Reis, comecei a ciclar meu aquário de 75l no dia 23/08 e 10 dias depois não mudou nada, mas pesquisando sobre esse processo de ciclagem com amoníaco resolvi testar e ver se conseguia algum resultado. Hj tem dez dias que comecei aplicar amônia na água do meu aquário conforme vocdê fez no seu, no dia 12/09 as 7:00 fiz o teste de amônia e nitrito constatando que estavam zerados então apliquei 2,5ml de amônia, após 15 minutos desfiz o teste e a amônia subiu para 3mg/l, depois disso no mesmo dia as 23:00 retornei a fazer os testes onde a amônia deu 0,5mg/l E nitritos 0,5mg/l, até aí tudo certo ciclagem parecia esta finalizando. Hoje pela manhã após completar as 24h que apliquei a amônia, esperava encontrar tudo zerado, mas não aconteceu. Fiz os testes por volta de 9:00 da manhã e os resultados foram amônia: 0,25mg/l E nitratos 0,25mg/l. Praticamente estacionados nessas últimas horas. Bom então resolvi aplicar mais 5,5mlde amônia para ver os próximos resultados.

 

A dúvida é: posso considerar a ciclagem completa com esses resultados?

Já posso fazer a troca de 50% da água para aplicar o teste final e ver se a biologia irá se manter conforme você fez?

Qual o próximo passo? Só comprar os peixes e colocar no aquário ou tenho que fazer a TPAe limpeza do filtro antes?

 

Segue link do meu aquário:

 

http://www.aquariofilia.net/forum/index.php?showtopic=251799#entry1382173

 

 

Desde já agradeço a atenção de todos. Muito obrigado!

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Peço desculpa mas não vi antes o seu post.

O aquário só está clicado quando a amonia e os nitritos passarem a zero no espaço de 24h após a adição de amonia a 2-3 ppm (aproximadamente 2,9 mg/l). É muito importante controlar o pH durante o ciclo, às vezes ocorre estagnação devido ao pH baixar muito.

No meu caso foi rápido porque usei matérias filtrantes de um filtro ciclado para semear o filtro novo. Quando se começa com um filtro novo é mais habitual que demore um mês, aproximadamente.

Edited by ReisJ
Link to comment
Share on other sites