Sign in to follow this  
Kundstregan

CO2 caseiro -estudos/equilibrio-

Recommended Posts

Boas,

Na semana passada decidi injetar CO2 caseiro no aquario 80l. Li alguns topicos, comprei os acessorios necessários e passei à prática.

 

Com as medidas das receitas mais comuns que se vê na net: 3 chavenas de açucar, 9g de fermento (2 carteiras em Portugal) e 1 colher de bicarbonato de sódio. A produção de CO2 começou após 2h da mistura de todos os componentes. Agitando a garrafa aquilo produzia CO2 como se não houvesse amanha... e para alguns peixes tbm não houve amanha, mas já lá vamos.

Sendo um erro comum, a pressa na aquariofilia tem os seus custos, por norma este custo recai sempre nos peixes.

Depois de tudo montado no aquário e com a injeçao permanente de CO2 , embora em niveis controlados, o PH foi naturalmente baixando. No meu caso em concreto desceu dos 7.5 para os 6.5 32h depois do inicio. Note-se que a injeção era constante (mesmo de noite, sabendo que, de noite não há fotossíntese.). 48h depois e não podendo acompanhar as medições como desejaria verifiquei que o PH já estava nos 6.0 e com a 2 primeiras baixas a registar (2 guppys).

Rápidamente retirei o CO2 e fiz um TPA de 10L com pouco bicarbonato de sódio para subir o PH para níveis mais aceitav eis. Como todos nós sabemos os peixes nao se queixam muito do PH mas sim das constantes variações relâmpago que se fazem na agua. 24h depois desta manobra o PH voltou aos seus parâmetros de 7.5 e o resultado foram, até ao momento, mais 2 baixas (nariz de bebado).

 

Conclusão:

Decidi não desistir da ideia mas sim passar à fase de testes. Vou colocar o meu nano em funcionamento e começar a fazer experiências que poderão ajudar outros que queiram seguir esta forma de injetar CO2 no aquário de forma caseira.

 

1º Teste:

- 2 chavenas de açucar (em vez de 3)

- 4.5g de fermento padeiro (em vez de 9g)

- 1 colher de bicarbonato.

 

A ideia é colocar menos fermento para produzir CO2 em quantidades mais reduzidas, fazendo com que o PH se altere mas de forma gradual e desta forma controlar com mais exatidão.

Estou receptivo a ideias construtivas que queiram ajudar neste tópico.

 

Abraços a todos

Edited by Kundstregan

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas.

9g de fermento é demais, pelo menos para esse aqua. Já tenho CO2 caseiro há 9 meses 24h, sem qualquer baixa, nem alteração no comportamento da fauna . A receita que uso é:

 

Numa garrafa de 2l

2g de fermento de padeiro(1g para cada 50 litros de água do aquário)

500g de açúcar

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1,5l de água sem cloro +/- a 40c°

Agitar muito bem!

Colocar fita de teflon para vedar bem.

 

Referência :http://www.plantasdeaquario.com/difusorco2.htm

 

 

Cumps.

 

 

Enviado usando o Tapatalk

Edited by KukoPT
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já andei a pesquisar e gostava de arriscar a fazer um, no entanto tenho bastante medo que corra mal. Vou acompanhar :)

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se tivesses investigado um pouco mais nem te metias na ventura de CO2 caseiro.

 

Podes dar as voltas que tu quiseres mas penso que de cientifico isso não tem muito por onde perder tempo.

 

As mortes eram anunciadas. Porque ao fazeres a garrafa desse pseudo CO2 é obvio que nos 2 ou 3 dias seguintes irias ter um pico brutal de CO2 no aquario fruto da reacção gerada na garrafa. Depois consoante o açucar vai sendo consumido lá se vai o Co2 á vida. A determinado ponto já nem se sabe o que está a ser injectado.

 

Como não podes desligar a garrafa está sempre a injectar. Logo aqui deveria ter desistido da ideia.

 

Mas supondo que hipotéticamente conseguirias inventar uma forma de ligar e desligar a reacção quimica que se está a fazer dentro da garrafa (se conseguires parabens) ainda caberia conseguir dominar a reacção para que a injecção fosse linear.

 

Sabendo, e está cientificamente comprovado, (a menos que o Tom Barr estivesse com os copos e eu duvido disso) que uma das formas de induzir algas é através do CO2 , sobretudo a BBA, seria outra razão tambem para desistir da ideia.

 

E podia continuar por aqui fora mas não vale a pena.

 

Louvo-te a ideia mas não tem cabimento. Esta coisa do CO2 caseiro foi amplamente mal divulgada pela WEB pelos aquariofilistas na sua procura de soluções rentaveis para o hobby mas é uma falácia total. Aliás na Aquariofilia o barato sai caro.

 

Mas faz os testes que entenderes sem peixes no aquario. Assim no limite ganhas apenas umas algas no aquario e o mal é menor.

 

O meu contributo:

 

Para quem quiser uma efectiva solução de CO2 por menos de 100 euros pode sempre ir por aqui:

 

Regulador de Co2 da Co2Art. - 50 Euros

 

http://www.co2art.co.uk/collections/regulators-solenoids/products/aquarium-co2-regulator-dual-gauged-solenoid-magnetic-valve

 

Difusor da VIV Beetle de 30 mm - 35 euros.

 

http://www.ecoarium.pt/viv-beetle-glass-diffuser-30o/:

 

Extintor - 10 euros.

 

E ficam com um sistema de CO2 para todas as exigências.

 

Abraço

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Kundstregan acho que está a esquecer de mencionar a quantidade de agua a usar e se apenas 1 garrafa ou sistema de 2.

 

Mais 1 a seguir

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado a todos. E obviamente não custa nada tentar.

A experiência no nano já está em funcionamento. Produz o Co2 mais lentamente o que permite controlar melhor o PH da água.

Mas mesmo assim facilmente consigo concordar com o kukoPT e com a receita dele. Pelo que vejo a dosagem de fermento que ele aplica vai fazer o Co2 produzir mais lentamente. Ou seja, a reação ao açúcar é mais lenta e por essa forma mais duradoura.

Aguardo que chegue o meu dropchecker, para quem usa CO2 é indispensável, e eu não usei, mais um erro.. E vou adquirir um medidor de Kh. Casa roubada, trancas à porta...

E já agora informo que o meu maior erro não foi só injectar co2 em demasia. Foi deixar descer o PH abruptamente e depois voltar a subi-lo mais abruptamente ainda.. Para além de saturar a água com Co2, stressei os peixes com a alteração dos parâmetros do PH. Tudo isto se paga caro e o resultado final 5 dias depois foram: 4 neons, 3 nariz de bêbado, 3 guppys...

Este tópico serve para isso mesmo. Evitar que se repita noutras pessoas.

 

Abraço a todos

 

 

Enviado do meu LG-H420 através de Tapatalk

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

Aguardo que chegue o meu dropchecker, para quem usa CO2 é indispensável, e eu não usei, mais um erro.. E vou adquirir um medidor de Kh. Casa roubada, trancas à porta...


Cuidado. Por muito bom que seja ter um dropchecker para controlar o CO2, não te vai adiantar de nada quanto a mudanças bruscas. O dropchecker demora horas a actualizar... se injectares CO2 demasiado depressa, vais ter baixas antes do dropchecker mudar de cor.

E já agora informo que o meu maior erro não foi só injectar co2 em demasia. Foi deixar descer o PH abruptamente e depois voltar a subi-lo mais abruptamente ainda.. Para além de saturar a água com Co2, stressei os peixes com a alteração dos parâmetros do PH. Tudo isto se paga caro e o resultado final 5 dias depois foram: 4 neons, 3 nariz de bêbado, 3 guppys...
Este tópico serve para isso mesmo. Evitar que se repita noutras pessoas.


Penso que estás a ver mal a coisa. Posso estar enganado, mas os peixes não morreram pela baixa do pH, morreram sufocados pelo excesso de CO2 em comparação com o O2. Para corrigir, bastava arejar o aquário com uma bomba de ar ou aumentar a agitação da superfície... não precisavas mexer no pH.

Aliás, a melhor forma de controlares o CO2 caseiro é através da agitação da superfície. Não podes desligar a reação durante a noite... mas podes ligar uma bomba de ar. Não podes controlar a variação da produção de CO2 desde o inicio até ao fim... mas podes tentar controlar a agitação da superfície para que seja maior no início em que a produção de CO2 é maior. No entanto, nada disso é seguro. Qualquer deslize e vai correr mal. A única forma de automatizar um sistema desses ia sair bem mais cara do que investir em CO2 pressurizado.

Boa sorte para o projecto.

Cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas eu acho que o erro esta mais para a além do CO2...

Algo se passa, porque já passaram mais de 7 dias, já fiz 2 tpa de 25%, tenho a bomba de ar a funcionar, o PH está como sempre esteve nos 7.5 e no entanto ainda hoje morreu um peixe da noite para o dia..

Algo me está a escapar..

 

Enviado do meu LG-H420 através de Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

Como disse o amigo Jose Prada a questão deve ser nesmo o excesso de co2 e intoxicação pelo mesmo.

Eu no inicio tambem usei co2 caseiro mas fiz um reator com um porta filtros para agua e como aguenta até 6 bares de pressão eu desligava durante a noite...

Cumps

 

Enviado do meu V3 através de Tapatalk

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se calhar vou dizer uma parvoice.

Não poderás ter a bomba de ar a funcionar tempo demais e estar a aumentar em demasia a oxigenação da água?

Sinceramente não sei se este problema é passível de ocorrer, é uma ideia minha.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se calhar vou dizer uma parvoice.

Não poderás ter a bomba de ar a funcionar tempo demais e estar a aumentar em demasia a oxigenação da água?

Sinceramente não sei se este problema é passível de ocorrer, é uma ideia minha.

 

A bomba de ar não adiciona O2 á água, penas agita a superfície e promove as trocas gasosas que ocorrem "per si" mas são dificultadas pela película que se cria...

 

Se isso acontecesse quem usa o twinstar, estava tramado pois, através da electrolise decompõe a água em hidrogénio e oxigénio, sendo este último o principio activo e benéfico do equipamento...

 

Vou deixar o post que tinha deixado noutro tópico onde o colega Kundstregan também tinha falado no episódio das mortes:

 

(...)

 

Ok. Resultado de 3 dias com Co2 caseiro: dois guppys mortos.

Do primeiro dia para para o segundo o Ph desceu dos 7.0 para os 6.5. Achei normal visto o Co2 baixar os níveis de ph. Achei que ia ficar por ali porque os níveis de CO2 libertos eram reduzidos apesar de serem constantes. Hoje dei por falta de um guppy e vi outro a boiar. Fiz o teste e reparei que o PH desceu para os 6.

Fiz um TPA, acrescentei um pouco de bicarbonato de sódio e liguei a bomba de O2 para ver se estabilizo o PH nos 7...

E agora? Qual o ponto de equilíbrio entre CO2 e PH?

 

Enviado do meu LG-H420 através de Tapatalk

 

 

 

Tiveste dos piores exemplos do que pode correr mal com o CO2 caseiro, ou com qualquer outra forma que não permite a regulação do débito e o shut dow do mesmo.

 

Sabes qual é o KH desse aquário?

 

Questionas sobre o equilibrio entre o CO2 e o pH, mas tens de perceber a relação entre pH, KH e CO2, ao saberes o KH e pH sabes o valor de CO2

 

CO2_Graph_zps9c124ef0.gif

 

Pelo que relatas, na minha opinião a morte da fauna não ocorreu pela descida do PH, mas sim pelo que levou a essa descida e foi o aumento do CO2...

 

Deixo uma referência, que me parece excelente sobre o processo de respiração e que melhor permite perceber

 

FONTE

 

(...)

Como mata o CO2

 

As trocas gasosas nas guelras e pulmões, fazem-se por gradientes.

 

Assim ao inspirar(ou passar agua nova na guelras) está-se a introduzir um fluido com X de O2 e Y de CO2.

 

O sangue que chega ás guelras (ou pulmões) encontra-se num estado em que a cocentração de O2 é X+a e de CO2 e Y+b, e portanto a hemoglobina vai libertar Co2 por diferença de gradientes e adquirir O2.

 

Num aquario com CO2 a mais, o que acontece é que o valor de CO2 na agua é tal que a hemoglobina não consegue libertar mais CO2 para a agua e portanto se não liberta o CO2, não consegue adquirir O2. Assim a hemoglobina que vai ás celulas (estatisticamente) é muito pobre em O2 e portanto as celulas teem um abastecimento deficiente de O2 e acabam por começar primeiro a fazer reacções anaerobicas com libertação de ácidos, o pH no sangue desce bastante e estas duas condições matam o peixe( ou o animal).

 

Claro que tambem pode acontecer por deficiencia de O2 na agua, não vou explicar este mecanismo porque é intuitivo.

 

(...)

 

 

Abraço

Edited by Pedro Bernardo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comprei hoje um teste de Kh. Ou melhor, aquelas fitas que testam vários parâmetros da água. Logo vou verificar como está a água.

Pelos meus cálculos deve estar a normalizar, depois das tpa e da introdução da bomba de ar a coisa deve ter a melhorar.. Depois da razia de 10 peixes sobram ainda 8 que queria preservar..

 

Obrigado a todos!

 

Enviado do meu LG-H420 através de Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado Pedro, pelo esclarecimento.

Como Kund disse que já tinha terminado o processo e ainda continuavam peixes a morrer...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim. 7 dias depois os parâmetros são estes:

Kh=6

Ph=7.2

No3=0

No2=<6

Ci2=0

 

Alguém vê algo aqui fora do normal?

 

Abraços

 

Enviado do meu LG-H420 através de Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não percebo bem de KH, mas não estará um pouco alto? Talvez não.

Estranho os nitratos a 0.

Ou tens uma filtragem super e glutões do presto, ou talvez estejas a dar pouco comer.

Será que alguém concorda? Vamos ver.

Claro que o KH será uma variante a ter mais ou menos em conta conforme as espécies, mas disso percebo pouco.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim. 7 dias depois os parâmetros são estes:

Kh=6

Ph=7.2

No3=0

No2=<6

Ci2=0

 

Alguém vê algo aqui fora do normal?

 

Abraços

 

Enviado do meu LG-H420 através de Tapatalk

 

Em primeiro lugar não confio nesses testes de tiras...

 

KH nesses valores com o pH de 6 que mencionaste ter quando te morreu a fauna indicam valores ENORMES de CO2, acredito que tenhas tido valores altos, mas mesmo assim...

 

NO3 a 0 não é bom sinal

NO2 menos que 6?

 

Num aquário ciclado é suposto termos alguns níveis de NO3 que se originam pela acção das bactérias benéficas que se estabelecem principalmente no filtro.

 

A amónia NH3/NH4 é processada em NO2 e por ultimo em NO3...

 

NH3 e NO2 são nocivos para a fauna, o NO3 pode existir em quantidade considerável sem ser nocivo e é absorvido como macro nutriente pelas plantas sendo os valores controlados com TPA.

 

Se tens niveis de NO2 e tens 0 de NO3 indica que o ciclo não está completo ou por qualquer motivo as bactérias foram comprometidas, consegues tirar uma foto a tira junto das referências cromáticas e valores?

 

Mas como disse esse tipo de teste é dos piores que conheço...

 

Será especular e nem sei se tal poderia ter ocorrido, pelo que deixo a questão a outros colegas...

 

Será que um adição em excesso de CO2 poderia de alguma forma ter comprometido a colónia de bactérias uma vez que são aeróbicas?

 

Isso explicaria a morte pontual por excesso de CO2 e as mortes posteriores por eventual excessos de amónia e nitritos, mas...

 

Kundstregan, qual o setup do aquário? Volume, filtro, etc...

Edited by Pedro Bernardo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois era o que havia à venda..

Quanto à alimentação sou muito seletivo. Dou mesmo o essencial, raramente afundam flocos. Dou o suficiente 2x ao dia.

Quanto ao testes nh3 e no2 estão certos. Para além das tiras tenho as gotas da sera e confirmo.

Não se esqueçam que o aquário levou duas tpa numa semana... É normal que a água esteja mais limpinha.. E mais que não seja agora que só fiquei com metade dos peixes..

 

Enviado do meu LG-H420 através de Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois era o que havia à venda..

Quanto à alimentação sou muito seletivo. Dou mesmo o essencial, raramente afundam flocos. Dou o suficiente 2x ao dia.

Quanto ao testes nh3 e no2 estão certos. Para além das tiras tenho as gotas da sera e confirmo.

Não se esqueçam que o aquário levou duas tpa numa semana... É normal que a água esteja mais limpinha.. E mais que não seja agora que só fiquei com metade dos peixes..

 

Enviado do meu LG-H420 através de Tapatalk

 

Mas se está limpinha para os Nitratos que normalmente estão sempre presentes num aquário ciclado, mais limpinha deveria estar de Nitritos.

 

Se tens teste da Sera para confirmar qual o valor que tens de NO2 Nitritos? Referes NO2 <6, mas 6ppm? 5 é menos que 6 mas 5ppm de NO2 é altamente tóxico para a fauna, valores aceitáveis seria até 0.5ppm ou mg/l

 

E qual o volume do aquário e filtro?

Edited by Pedro Bernardo

Share this post


Link to post
Share on other sites

- 80l brutos, 65 no máximo.

- Termostato Externo Hydor 200

- EHEIM 2211 externo

- filtro interno marca xpto de 200l/h (uso mais para circulação à tona).

 

Bem ontem não morreu nenhum.. E pelos níveis do kh e do ph acho que o aquário esta a regressar à normalidade depois de ter sido bombardeado com tanto co2..

 

Amanhã posto os níveis mais correctos e confirmo com as gotas.

Edited by Kundstregan

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que o que desequilibrou tudo foi mesmo o Co2 injetado. Não o devia ter feito nas quantidades que o fiz.

Agora que já passou uma semana espero que tudo esteja a voltar ao normal.

Amanhã vou medir de novo os parâmetros com o medidor da sera.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ontem fiz uma pesquisa sobre o CO2 caseiro e deparei-me com este blog http://acquaticos.blogspot.pt/2011/01/co2-caseiro_22.html?m=1 . Contém muita informação útil e completa.

 

 

Cumps

 

 

Enviado usando o Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito completo, obrigado.

Dá impressão de ser uma tradução mecânica, devendo ser lida com o devido cuidado. Podendo o texto original conter alguns erros técnicos.

Senão vejamos este exemplo:

 

'É muito importante que a água do aquário entre no gerador de CO2 caso ele esteja abaixo do nível do aquário por meio não tenha permissão para correr de volta para baixo da de sucção ou sifonamento."

 

Obviamente que o correcto é que não entre.

Aliás, a seguir é mencionada uma válvula anti-retorno.

 

Cumps.

 

José

Share this post


Link to post
Share on other sites

Novidades neste tópico? Posso partilhar a minha experiência até agora num nano de 30L só plantado com as medições 125 gr açucar 1 gr fermento e 1 colher de chá de bicarbonato de sódio, 24h o ph desdeu de 7 para 6.6 vou ver nas próximas 24h, para as plantas não há problema se tivesse peixes a história talvez já fosse outra, não sei se estas dosagens são as ideais mas eu ainda só tenho poucas plantas vou receber várias na próxima semana.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cá estamos em experiências.

Num nano de 20l:

- numa garrafa de 1l.

- 250gr de açúcar.

- 3 colheres pequenas de café de fermento padeiro.

-1 colher de chá de bicarbonato de sódio.

 

Pelo conta gotas da-me uma gota por cada 1 segundo. O PH desceu de 7.5 para 7...

Logo meto vídeo a comprovar.

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sign in to follow this