Reprodução de Caridina Japónica


taiko

Recommended Posts

Boas, gostava de saber se alguém já reproduziu ou tentou reproduzir este fantástico camarão que é a Caridina Japónica.

 

Já pesquisei e vi que é bastante difícil, mas não impossível. Daí eles serem razoavelmente caros nas lojas.

É difícil mas, pelo que pesquisei, se tiver sucesso nascem às centenas. E depois depende também da sorte, de quantos sobrevivem à "travessia".

 

Eu li este artigo em outro fórum sobre um membro que tentou a sua sorte na sua reprodução. Após várias tentativas, as quais ele explica no artigo, lá conseguiu ter sorte (quase que desistiu) e conseguiu salvar uns 10 camarões.

 

Acho que vale a pena ler a informação.

 

Deixem os testemunhos sobre se já tentaram, mais importante, se já conseguiram a sua reprodução.

 

Eu não os tenho mas vou ter daqui a pouco tempo e gostava bastante de tentar reproduzi-los.

Projecto aquário plantado 200L
Link to comment
Share on other sites

Boa taiko,

 

Neste momento tenho duas caridinas com postura, mas já conheço o procedimento para reprodução, não é difícil, mas tem que se ter paciência na desova, em retirar as larvas e colocá-las em água salobra, alimentá-las cuidadosamente, e quando já ganharam o formato de camarão poderás passá-los para a água doce. este processo desde o ínicio pode demorar-te até +/- 2 mêses.

 

Nas próximas posturas vou arriscar, se correr bem é mais uma espécie a reproduzir na minha lista :)

 

Cumps,

Link to comment
Share on other sites

Mas nunca tentaste, pelo que percebi?

E a água salobra onde se arranja? Rio? Ou pode ser "fabricada"? Segundo o gajo do link que referi, quando ele tentou fazer a sua água salobra com sal do LIDL os camarões morreram após 5 minutos. lol

Projecto aquário plantado 200L
Link to comment
Share on other sites

Nada disso amigo, água do mar é optima para esse fim, passada por um guardanapo muito lentamente para filtrar a maior parte das partículas.

 

Eu pessoalmente nunca reproduzi, mas já conheço todo o processo de quem já tenha tido sucessso ;)

 

Cumps,

Link to comment
Share on other sites

Hm... Pois. Acho que é mesmo com água salgada que hei-de tentar, quando for a altura. E não deve haver problema em meter os adultos em água salgada, quando estiverem com ovos, certo? Com a devida aclimatação, claro.

Projecto aquário plantado 200L
Link to comment
Share on other sites

Não....colocas as fêmeas já com postura num aquário à parte (mesma água do aquário normal) esperas pela desova total, após a desova retiras as fêmeas novamente para o aqua normal e apenas as larvas é que vão para a água salobra durante aprox. 30/40 dias.

 

Cumps,

Link to comment
Share on other sites

taiko,

 

Fazemos assim, o próximo entre nós a ter postura nas caridinas avisa e levamos o processo todo até ao fim, combinado? ;)

 

Cumps,

Link to comment
Share on other sites

Boas ignace,

 

Facilmente não seria a palavra adequada mas trabalhosa sim e com muita paciência, se a postura de cada fêmea representasse apenas 30 ou 40 crias não me daria a esse trabalho todo, mas tendo em conta que são +/- 1000 por cada fêmea, mesmo que apenas se safe metade já vale a pena o trabalho :)

 

Nunca me dei a esse trabalho mas como tenho tido sorte com posturas (apenas posturas) vou arriscar nesse sentido, prefiro desistir após ter tentado do que desistir antes do mesmo. Espero que na altura do processo consiga obter o passo a passo para criar um tópico com todas as informações possíveis.

 

Mas obrigado pela força ;)

 

Cumps,

Link to comment
Share on other sites

Boas, pelo que li do tópico que deixei, não me parece que seja muito difícil. Aliás, parece-me bem mais difícil os ramirezis. Só que não há é praticamente informação nenhuma sobre a sua reprodução.

 

Mas também digo que não se tem muito a perder, caso não dê resultado. Talvez um pouco de tempo, mas pouco, e algum dinheiro para comprar um produto de aliment para corais e, eventualmente, alternando com spirulina em pó. De resto, é esperar pois os processo ainda demora uns 2 meses...

 

Mas claro que na prática pode ser diferente. Vamos ver. Quando decidir lançar-me nesse desafio crio um tópico para mostrar o progresso, juntamente com o amigo Lusky. ;)

  • Upvote 1

Projecto aquário plantado 200L
Link to comment
Share on other sites

Boas!

 

Antes de mais boa sorte para o projecto!

 

Não pesquisei sobre o assunto mas se dizem ser camarões de água salobra suponho que sejam animais de estuário (onde o rio se mistura com a água do mar). Se calhar utilizarem água com a salinidade da água do mar pode não ser o mais correcto, mas teriam de pesquisar artigos (entenda-se científicos e não coisas random que alguém mete na net) sobre o ciclo de vida do camarão onde exista um registo da salinidade para que possam reproduzir esses valores para as larvas. Ou... passarem por um estuário e recolherem a água de lá.

 

De notar que os estuários são locais muito ricos em alimento, essas larvas devem precisar de alimento planctónico e em larga escala e basearem-se apenas no que recolhem com a água pode não ser suficiente, podem ter de completar com algo mais (antigamente havia comida em liquido para criar artémias não sei se ainda há, mas podia ser útil).

 

 

Cumprimentos!

Edited by Pedro_
Link to comment
Share on other sites

Boas Pedro,

 

Antes de tudo obrigado pelo encorajamento! E sim tens razão não é água do mar directamente mas sim de um rio desde que a salinidade ronde os 30ppt (rio tejo será a minha fonte), vamos ver como vai correr, sei que não vai ser tarefa fácil :).

 

Cumps,

Edited by Lusky
Link to comment
Share on other sites

Boas!

 

Antes de mais boa sorte para o projecto!

 

Não pesquisei sobre o assunto mas se dizem ser camarões de água salobra suponho que sejam animais de estuário (onde o rio se mistura com a água do mar). Se calhar utilizarem água com a salinidade da água do mar pode não ser o mais correcto, mas teriam de pesquisar artigos (entenda-se científicos e não coisas random que alguém mete na net) sobre o ciclo de vida do camarão onde exista um registo da salinidade para que possam reproduzir esses valores para as larvas. Ou... passarem por um estuário e recolherem a água de lá.

 

De notar que os estuários são locais muito ricos em alimento, essas larvas devem precisar de alimento planctónico e em larga escala e basearem-se apenas no que recolhem com a água pode não ser suficiente, podem ter de completar com algo mais (antigamente havia comida em liquido para criar artémias não sei se ainda há, mas podia ser útil).

 

 

Cumprimentos!

Pelo que andei a ler, há coisas um pouco contraditórias mas um dos testemunhos de criação destes bichos dizia que a melhor salinidade para se criar as larvas é entre 30-35 ppt (com uma taxa de sucesso de 80%). E também dizia que não pode ser nem abaixo nem acima disso pois não aguentam salinidade demasiado alta nem sobrevivem em água doce.

 

E sim, eles têm que ser alimentados. Mas não pode ser artémia recém eclodida. Não por eles não a comerem mas porque cresce muito rápido para eles e num ápice vão começar a competir com eles por comida. Tem que ser mesmo comida plantónica, tipo comida para corais (presumo ser plantónica, pelo menos foi o que li no primeiro link que postei).

 

Boas Pedro,

 

Antes de tudo obrigado pelo encorajamento! E sim tens razão não é água do mar directamente mas sim de um rio desde que a salinidade ronde os 30ppt (rio tejo será a minha fonte), vamos ver como vai correr, sei que não vai ser tarefa fácil :).

 

Cumps,

Já agora, há teste para medir a salinidade, certo? Será que em Algés dá para recolher água sem muita salinidade?

O artigo que li refere que, ao longo do tempo, à medida que as larvas vão metamorfando (nova palavra? LOL) têm que ser transferidas para água doce (ou, alternativamente, baixar a salinidade para 17 ppt).

 

Isso é que era um projeto como deve ser eheh ! Taiko boa sorte com isso amigo ;)

Obrigado. Espero ter sucesso, nem que seja algum. :P

 

 

P.S: Aqui fica o artigo, para quem quiser ler: https://gabhar.wordpress.com/2009/11/11/breeding-amano/

Projecto aquário plantado 200L
Link to comment
Share on other sites

Eu não disse para os alimentares com artemia mas com a comida para artemia. Isso da salinidade é mais fácil medir em densidade e arranjar um densimetro.

Edited by Pedro_
Link to comment
Share on other sites

A água salgada tem uma densidade diferente da água doce. É a mesma história de ires para o Mar Morto e conseguires flutuar mais facilmente por ser tão salgado. Há uns termometros que fazem o mesmo efeito, flutuam e como têm uma escala dá para medir a salinidade da água através da densidade.

 

Tens aqui um exemplo:

 

http://mlb-s1-p.mlstatic.com/densimetro-de-vidro-flutuante-com-termmetro-aquario-marinho-14639-MLB3072421063_082012-F.jpg

 

 

Acima falaste em ppt, vou ser honesto e não conheço essa medida, conheço ppm (partes por milhão) que é basicamente o mesmo que miligramas por litro no caso da água.

Edited by Pedro_
Link to comment
Share on other sites

Também não conhecia mas depois vi que ppt é parts per thousand (partes por mil). Pela lógica deve ser diferente do ppm (partes por milhão). Mas não sei bem.Nunca tinha ouvido este termo até agora, sinceramente.

 

Ora aqui está um topico para eu seguir com atenção...
Tenho cá em casa 10 mas nunca me deu para a reprodução.

Obrigado. Vamos lá ver se consigo alguma coisa. É a primeira vez que vou ter este camarão. Antes de mais quero tratar de estabilizar o meu aquário (montado recentemente) e só depois penso nisto, que me vai dar que pensar. E com certeza alguma dor de cabeça pelos falhanços quase certos que vou ter hehe.

Projecto aquário plantado 200L
Link to comment
Share on other sites

A água salgada tem uma densidade diferente da água doce. É a mesma história de ires para o Mar Morto e conseguires flutuar mais facilmente por ser tão salgado. Há uns termometros que fazem o mesmo efeito, flutuam e como têm uma escala dá para medir a salinidade da água através da densidade.

 

Tens aqui um exemplo:

 

http://mlb-s1-p.mlstatic.com/densimetro-de-vidro-flutuante-com-termmetro-aquario-marinho-14639-MLB3072421063_082012-F.jpg

 

 

Acima falaste em ppt, vou ser honesto e não conheço essa medida, conheço ppm (partes por milhão) que é basicamente o mesmo que miligramas por litro no caso da água.

 

Boas Pedro,

 

ppt são partes por trilhão, existe também um equipamento de medição portátil, não deve é ser nada barato :blink:

 

http://www.itise.pt/index.php?tem=25&cont_=1

 

O exemplo de medidor que facultaste é o que conheço.

 

Cumps,

Link to comment
Share on other sites

De qualquer forma, é questão de tentar. Porque, pelo que já pude ver, as "camaroas" são umas autênticas parideiras, estão constantemente com o ventre cheio de filhos. Desconfio que só não são "virais" como os red chery porque as larvas não se desenvolvem em água doce senão era camarões amano com fartura por aí. biggrin.gif' alt=':biggrin:'>

Projecto aquário plantado 200L
Link to comment
Share on other sites

taiko,

 

A tua sorte é seres de perto da Reserva Natural do Estuário do Tejo, era aí que o meu colega ia buscar a água, está mais próxima do mar, se eu for buscar no mesmo rio mas mais perto para mim seria no entroncamento e a salinidade já não é a mesma.

 

Lembra-te que no primeiro dia que vires uma fêmea com postura trata logo de arranjar um sítio para colocares a água salobra e colocá-la ao sol até apanhar algas, desta forma estará pronta para receber as larvas, a fêmea estará a desovar em +/- 20 dias. (seria optimo arranjar já um 2º aquario de água salobra a maturar).

 

Eu teria de arranjar mais 1 aquário (já são 5), não é fácil!

 

Cumps,

Link to comment
Share on other sites

haha pois.

 

Eu estou mais perto da reserva mas mesmo assim isso é, se não me engano, quase para Santarém. Eu acho que se for na zona marítima de Algés não há muita diferença. Talvez já tenha aumentado um pouco a salinidade mas não deve ser nada do outro mundo. Digo eu...

 

Quanto a deixar ao sol, sim pensei logo nisso. Ou isso ou com uma lâmpada velha básica, se não houver sol.

 

Pelo que li, é altamente aconselhado ter diatomas (algas castanhas) no aquário, pois é uma das alimentações base delas.

Projecto aquário plantado 200L
Link to comment
Share on other sites