Reprodução de A. eremnopyge


Recommended Posts

Boas

Venho mostrar algumas imagens de mais uma aventura na reprodução de Apistogrammas, desta vez Apistogramma eremnopyge.

 

Este casal foi comprado ao Pol Nadal, que desde já lhe agradeço, e que tinham vindo, como não podia deixar de ser, da Aquoporto.

 

Uma foto espetacular do macho tirada pelo Pol:

A_eremnopygemale-1_zps557b3a8f.jpg

As restantes fotos não tem nem metade da qualidade das do Pol, mas enfim…

O macho, com uma rutura na barbatana dorsal, que ocorreu, provavelmente, durante o transporte de Lisboa para Viseu…

DSC03675_zpsa1dacb90.jpg

 

 

DSC03678_zpsa61884ae.jpg

A fêmea, com umas cores espetaculares:

 

 

DSC03825_zpsa2e18d18.jpg

 

Nesta espécie a fêmea em reprodução tem, na minha opinião, umas cores ainda mais bonitas do que a fêmea abacaxi.

 

A toca:

 

 

DSC03741_zpsaad079d2.jpg

 

A postura:

 

DSC03834_zpsa3ed3e87.jpg

 

DSC03854_zpscf5dd279.jpg

 

DSC03865_zpsff8e49ec.jpg

 

DSC03870_zpsc104efec.jpg

 

 

 

 

Na realidade, esta trata-se já da segunda postura desde que chegaram, a primeira foi feita poucos dias depois de chegarem, mas apenas tenho nove juvenis. Provavelmente, devido a alguns erros que devo ter cometido, tipo de aquário, tamanho, perturbações, …

 

Os juvenis, com mais ou menos mês e meio:

 

DSC03840_zpsbb25c5b4.jpg

 

 

DSC03911_zps915dc0e7.jpg

 

Vamos ver como é que as coisa correm, já que segundo o Pol, que os reproduziu pela primeira vez, o crescimento é muito lento e o rácio machos fêmeas também foi muito desequilibrado…

 

Obrigado

Vitor Esculcas

Edited by vesculcas
Link to post
Share on other sites
  • 3 weeks later...

Viva amigo Vitor!

 

Parabéns! Tanto minorca a passear!

 

Quando esses juvenis crescerem, não me importava de ficar com uns ;)

 

Abraço

Link to post
Share on other sites

Boas David

 

Obrigado.

Vamos ver como as coisas correm era bom que tivesse vários casais, vamos ver o rácio machos/fêmeas...

Daqui a uns tempos falamos, eles demoram a crescer...

 

Cumps

Link to post
Share on other sites
  • 4 weeks later...

Boas Vítor,

 

parabéns, nao tinha visto este tópico nem o sucesso que tiveste (2x) com a reprodução!!!!!

 

Vamos ver se tens sorte e consegues muitas fêmeas que eu tenho aqui muito macho solteiro :)

O rátio macho/fêmea, pelo que tinjo lido tem que ver com muitos factores como Tª/pH/dureza e possivelmente dependa também de cada indivíduo. Infelizmente nunca encontrei na net informação concreta sobre os A. eremnopyge neste assunto.

 

O crescimento é lento como é no caso dos bitaeniata e outros Apistos de pequeno porte vs outros maiores tipo macmasteri,nijsseni, cacatuoides,..

 

um abraço e boa continuação com o projecto.

 

Pol

Link to post
Share on other sites

Boas Vítor,

 

parabéns, nao tinha visto este tópico nem o sucesso que tiveste (2x) com a reprodução!!!!!

 

Vamos ver se tens sorte e consegues muitas fêmeas que eu tenho aqui muito macho solteiro :)

O rátio macho/fêmea, pelo que tinjo lido tem que ver com muitos factores como Tª/pH/dureza e possivelmente dependa também de cada indivíduo. Infelizmente nunca encontrei na net informação concreta sobre os A. eremnopyge neste assunto.

 

O crescimento é lento como é no caso dos bitaeniata e outros Apistos de pequeno porte vs outros maiores tipo macmasteri,nijsseni, cacatuoides,..

 

um abraço e boa continuação com o projecto.

 

Pol

 

Olá Pol

 

Tudo bem?

 

Obrigado, é como tinhas dito esta espécie não é muito difícil de reproduzir, desde que tenham condições mínimas adequadas...

Da primeira postura, por culpa minha, apenas tenho 9 em crescimento, mas da segunda, não consigo contar, mas devem ser mais de 50...

 

Em relação ao rácio ando desconfiado que o número de machos vai ser mesmo elevado... vamos ver...era bom que houve-se mais fêmeas...

A temperatura eu mantive os 25ºC, especialmente na segunda postura, já o pH/dureza da primeira postura foi mais baixo.

 

O crescimento é mesmo mais lento do que o dos A abacaxis, mas acho-os, comparando, de mais fácil reprodução...

 

Obrigado e cumps

Um pequeno vídeo mais recente:

 

Obrigado

Link to post
Share on other sites

Olá Vítor,

 

olhe vou ter que modificar a minha frase sobre o crescimento lento :D:D:D

esses peixes tem um tamanho e aspecto espectacular!!!!

Eu recordo ter demorado muito tempo em ver se os peixes eram machos ou fêmeas, finalmente apareceram os cores nos machos e as fêmeas ainda demorou mais tempo :D:D:D

 

Deixou mais uma foto da tua fêmea com cores de guerra:

eremnopygefemale-1_zpseb4ab2f2.jpg

 

Estou a tentar desfazer-me dos apitos todos mas nos macmasteri apareceu uma mutação (golden/red-gold) e ando com a dúvida de tentar ou não novamente para seleccionar essa variedade :D:D:D

 

SAM_7880_zps7e76741b.jpg

 

A foto tem já algún tempo, agora a pigmentação vermelha é muito mais bonita

 

Abraço, muita sorte e gosto muito ver que temos alguém aqui que vá manter esta espécie!!!

 

Pol

Link to post
Share on other sites

Olá Vítor,

 

olhe vou ter que modificar a minha frase sobre o crescimento lento :D:D:D

esses peixes tem um tamanho e aspecto espectacular!!!!

Eu recordo ter demorado muito tempo em ver se os peixes eram machos ou fêmeas, finalmente apareceram os cores nos machos e as fêmeas ainda demorou mais tempo :D:D:D

 

Deixou mais uma foto da tua fêmea com cores de guerra:

eremnopygefemale-1_zpseb4ab2f2.jpg

 

Estou a tentar desfazer-me dos apitos todos mas nos macmasteri apareceu uma mutação (golden/red-gold) e ando com a dúvida de tentar ou não novamente para seleccionar essa variedade :D:D:D

 

SAM_7880_zps7e76741b.jpg

 

A foto tem já algún tempo, agora a pigmentação vermelha é muito mais bonita

 

Abraço, muita sorte e gosto muito ver que temos alguém aqui que vá manter esta espécie!!!

 

Pol

 

Boas Pol

 

A fêmea na altura da reprodução tem mesmo umas cores espectaculares...

Eu acho que deves mesmo tentar apurar essa mutação...

 

Gosto muito.

Boa sorte, quanto mais raro mais gosto dará ter.

 

Boa sorte

Abraço

 

Obrigado Yuny

 

Cumprimentos

Link to post
Share on other sites

Olá Vitor.

 

Belo trabalho com os eremnopyge!!!

É uma espécie bastante interessante. Já os acompanhava desde que o Pol os tinha :)

Mesmo sendo de crescimento lento, acho que estão a crescer mais rápido do que cresceram os do Pol. Não sei se é porque alimentar mais vezes ao dia, se por causa do tamanho do aquário de crescimento bem como pelas TPA´s. Mas fiquei com essa sensação...

 

 

Pol, esse pequeno mutante, desse tamanho e com essa cor, é exactamente igual aos Agassizi Fire Red quando têm também esse tamanho :)

Isso fez-me recordar a minha primeira reprodução de Apistogrammas :) já lá vai tempo...

 

Abraço.

Link to post
Share on other sites

Olá Vitor.

 

Belo trabalho com os eremnopyge!!!

É uma espécie bastante interessante. Já os acompanhava desde que o Pol os tinha :)

Mesmo sendo de crescimento lento, acho que estão a crescer mais rápido do que cresceram os do Pol. Não sei se é porque alimentar mais vezes ao dia, se por causa do tamanho do aquário de crescimento bem como pelas TPA´s. Mas fiquei com essa sensação...

 

 

Pol, esse pequeno mutante, desse tamanho e com essa cor, é exactamente igual aos Agassizi Fire Red quando têm também esse tamanho :)

Isso fez-me recordar a minha primeira reprodução de Apistogrammas :) já lá vai tempo...

 

Abraço.

 

Olá Fábio

Tudo bem contigo?

 

Comparando os eremnopyge com os abacaxis, os primeiros crescem um pouco mais devagar, mas, pelo menos nesta postura, a diferença, não é assim muita.

O que eu noto é que nos abacaxis existem sempre alguns que crescem bem mais rápido do que outros, normalmente os machos, se bem que há machos que tem taxas de crescimento semelhantes às fêmeas e se confundam com elas durante muito tempo. Já nos eremnopyge, pelo menos até agora, o crescimento é mais homogéneo.

 

Já agora, não tens fêmeas de abacaxis?

 

É que tenho vários machos, todos descendentes dos teus, e fêmeas só tenho duas: uma que ainda é original das tuas, mas que não consigo ter posturas viáveis, come-me os ovos e espalha-me os ovos... a outra fêmea, já nasceu aqui e teve duas posturas no comunitário, mas apenas consegui salvar 6, que estão em crescimento...

 

Um aspecto menos positivo, foi a morte recente do macho eremnopyge, estava num aquário à parte e desenvolveu uma infecção nas barbatanas durante as férias e não o consegui salvar...

Cumps

Link to post
Share on other sites

Boas Vítor, comigo também está tudo bem :)

 

Não há duvida nenhuma que o crescimento varia de espécie para espécie. Os Abacaxis também são de crescimento lento é verdade. A forma mais rápida que tinha para distinguir os machos das fêmeas, era pela mancha roxa da boca dos machos que se começava a notar desde cedo.

 

De Abacaxis só tenho o ultimo de toda a minha descendência, um pequeno alevim que safei de uma das ultimas posturas, já a uns meses e que penso ser uma fêmea sim. Mas como foi a ultima que sobrou, vou guardar para mim e tentar arranjar um macho depois, quando a nova estrutura estiver apta a levar peixes.

 

Foi mesmo pena teres perdido esse macho. Infelizmente estes peixes são bastante sensíveis a esse tipo de doenças. Raramente consigo salvar um Apistogramma quando chega a esse ponto. Mesmo medicando adequadamente. Acho que a solução passa mesmo por manter a água com os melhores parâmetros possíveis para evitar essas situações.

 

Abraço.

Link to post
Share on other sites

Boas Vítor, comigo também está tudo bem :)

 

Não há duvida nenhuma que o crescimento varia de espécie para espécie. Os Abacaxis também são de crescimento lento é verdade. A forma mais rápida que tinha para distinguir os machos das fêmeas, era pela mancha roxa da boca dos machos que se começava a notar desde cedo.

 

De Abacaxis só tenho o ultimo de toda a minha descendência, um pequeno alevim que safei de uma das ultimas posturas, já a uns meses e que penso ser uma fêmea sim. Mas como foi a ultima que sobrou, vou guardar para mim e tentar arranjar um macho depois, quando a nova estrutura estiver apta a levar peixes.

 

Foi mesmo pena teres perdido esse macho. Infelizmente estes peixes são bastante sensíveis a esse tipo de doenças. Raramente consigo salvar um Apistogramma quando chega a esse ponto. Mesmo medicando adequadamente. Acho que a solução passa mesmo por manter a água com os melhores parâmetros possíveis para evitar essas situações.

 

Abraço.

 

Boas

O período de férias é sempre complicado, basta alguns dias fora de casa, e as coisas podem correr menos bem... Foi o caso do macho, o aquário estava um pouco sobre lotado e as coisas correram menos bem... mas pelo menos a fêmea e os alevins estão bem e recomendam-se. Em principio machos não me devem faltar...

 

Se depois estiveres interessado num macho abacaxis, em principio devo ter.

Cumps

Link to post
Share on other sites

Olá Pol, se estás a pensar “acabar” com os apistos ou desfazeres-te de alguns, eu gostaria de ficar com um casal se possível pelo menos.

Link to post
Share on other sites

Olá Pol, se estás a pensar “acabar” com os apistos ou desfazeres-te de alguns, eu gostaria de ficar com um casal se possível pelo menos. Como somos “quase vizinhos” até se torna mais fácil.

Edited by boa ventura josé
Link to post
Share on other sites

Boas,

 

Boa ventura José, falamos isso por mp,

 

Vítor, adoro os cores da fêmea, acho que se metes a mão, ela morde :)

 

cmps

 

Pol

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

Boas

Uma pequena actualização, passados mais ou menos três meses, os pequenos foram retirados para dois aquários de crescimento. Dois porque, apesar de já desconfiar que eram muitos, mesmos assim fui surpreendido, mais de 100, perdi a conta...

DSC04449_zps2aad1c5d.jpg

 

DSC04452_zpsd48161f8.jpg

 

Um pequeno vídeo:

 

Apesar de começarem agora a mostrar as cores ando desconfiado que o rácio machos/fêmeas é muito desequilibrado... Vamos ver...

 

Cumps

Link to post
Share on other sites
  • 2 months later...

Bom trabalho! :)

Obrigado Ricardo

 

Excelente.

 

Os ratios entre machos\fêmeas são realmente como estavas a prever?

 

Obrigado Ricardo

Em relação aos rácios ainda não pude confirmar, já que os peixes estão em dois aquários de crescimento com outras espécies, e só agora é que começo a conseguir identificar as fêmeas, mas penso que deve ser aproximadamente 50/50 com uma maior predominância de machos...

 

Obrigado

Link to post
Share on other sites
  • 4 months later...

Boas

Após quase 4 meses, uma pequena atualização para mostrar alguns dos descendestes desta postura:

 

Trio de Apistogramma eremnopyge (F1)

 

20150413_211847_zpsjwhcptqp.jpg

 

 

A comerem "White Worms"...

 

Obrigado

  • Upvote 1
Link to post
Share on other sites
  • 4 months later...