Entra para seguir isto  
Luis Modesto

doença desconhecida

Recommended Posts

Bem entao é o seguinte, os paremetros da minha agua sao:

 

NO2 - 0

NO3 - 0

GH - 8

KH - 6

pH - 7.2

 

126 litros

 

filtro aquaball 130, boa capacidade de filtragem e ajuda a producao de oxigenio pra a agua.

 

temperatura 26 graus.

 

todos os dias morre peixes, tenho dois kuhlis que deveriam andar escondidos de dia e no fundo mas passam a vida em cima e deixam se flutuar, tenho dois darios que estao sempre a respirar em cima, nao comem, e estao muito agitados, ja morreram 3 danios e um ascarius albinos.

 

so pode ser uma doenca porque os meus parametros estao todos bem eu acho...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Quanto tempo tem a montagem?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

NO3 a zero? Ou o teste está errado ou o ciclo do Azoto não está concluido.

Aconselho a não colocar nenhum peixe nesse aqua, pois irá ter surpresas desagradáveis. Tal como já aconselhei noutro tópico seu, leia um pouco sobre o ciclo do azoto nos aquarios para compreender melhor o porquê desses valores.

 

Não tenha pressa em colocar peixes no aqua, eu sei que a ansiedade é dificil de controlar e queremos ter os peixes a nadar, mas a calma é uma das chaves de sucesso na montagem de um aqua.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Aqui tem uns produtos com bactérias que fazem o ciclo em poucos dias... O aquário tem uma semana, eu não meto mais peixes mas queria salvar os que restam, mas acho impossível...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Eu nunca utilizei esses productos, mas se são bacterias e não tem nada para "comer" morrem e não há ciclo. Mas como não sei bem como esses productos funcionam... não posso estar a afirmar nada.

 

Agora ou arranja um aqua que tenho o ciclo feito e os coloca lá ou então... é esperar e ter sorte. Para tentar ajudar a sua sobrevivência, sem os trocar de aqua, só me estou a lembrar de fazer TPA's pequenas (com agua sem cloro), diariamente e ir adicionando essas bactérias para acelerar o ciclo. E ir medindo os valores para saber em que ponto está o ciclo.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Não há doença nenhuma.

 

Cometeste o erro de acreditar que é pôr o produto e encher o aquário de bichos.

 

 

Normalmente bacterias em garrafa devem ser usadas com a devida precaução.

 

Para começar, diz a marca do produto sff.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boas warmode. Quando diz que bacterias de garrafa devem ser usadas com cuidado fala em que sentido ou situacoes? Eu uso sempre que faco tpas e sei apenas que a falta destas num filtro é praticamente fatal a fauna..

Cumps

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Não há doença nenhuma.

 

Cometeste o erro de acreditar que é pôr o produto e encher o aquário de bichos.

 

 

Normalmente bacterias em garrafa devem ser usadas com a devida precaução.

 

Para começar, diz a marca do produto sff.

 

Eu nao enchi o aqua de bichos lol eu pus la o minimo que me pode ser vendido por lei aqui na suica, so isso... Nao tenho a certeza da marca porque estava tudo escrito em alemao,mas acho que é "Bactoclean"...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boas warmode. Quando diz que bacterias de garrafa devem ser usadas com cuidado fala em que sentido ou situacoes? Eu uso sempre que faco tpas e sei apenas que a falta destas num filtro é praticamente fatal a fauna..

Cumps

 

 

Bom dia,

 

Fica aqui então uma descrição extraordinariamente resumida sobre as ditas "Bacterias de garrafa".

 

 

No mercado, existem múltiplas ofertas de garrafas que contém as ditas bacterias, parecendo entre elas todas iguais..... mas a realidade é outra bem diferente.

 

Existem dois tipos de bacterias benéficas que são usadas nestes produtos:

  • Autotróficas
  • Heterotróficas

 

E porque é que isto é importante?

 

Ora uma é importantíssima para o filtro, e a outra, é importantíssima para o filtro durante uns dias.

 

As bacterias Autotroficas são boas para o aquário, porque quando na presença das condições ideais, elas se irão propagar, e popular as matérias filtrantes do filtro e substrato.

 

As bactérias Heterótroficas não se propagam, e de facto enquanto estão vivas fazem o mesmo que as Autotróficas, no entanto passado um tempo morrem, e deixam de fazer efeito.

 

Resumindo:

  • Se a garrafa tiver bacterias Autotróficas, é questão de se usar umas vezes, para popular o aquário com as bactérias.
  • Se a garrafa tiver bacterias Heterótroficas, vai ter que se estar sempre a colocar no aquário, para conforme as bacterias forem morrendo, se ir substituindo com novas.

 

Assim, essa ideia de a cada TPA se ter que colocar bacterias, não fará sentido nenhum num aquário ciclado, maturo, e com uma colónia saudável de bacterias Autotróficas.

 

 

Não se deixem enganar pelos rótulos.

Pesquisem na net se o produto que estão a usar tem bacterias Autotróficas, porque essas sim são úteis ao aquário... o resto, é banha da cobra.

 

 

Exemplo:

A garrafa da Fluval tem bacterias heterotróficas (daí nas instruções dizer que tem que se pôr de X em X tempo e nas TPA's)

As da Tetra, já contêm bactérias Autotróficas, pelo que é usar no inicio do aquário e acabou.

 

 

 

Nota Pessoal:

Já usei destes produtos (com bacterias heterotróficas) na ciclagem de aquários, e devo dizer que esta questão de pôr logo peixes não é branca nem é preta, encontra-se nos muitos graus de cinzento, no que toca a boas práticas.

 

Na minha experiência, poderá ser usado num aquário novo, tal como as medidas que vêm referenciadas na garrafa, mas a introdução de peixes deverá ser MUITO gradual. Estilo uma cory ao inicio, e depois introdução de poucos peixes em intervalos de 15 dias.

 

 

Alguma dúvida, digam.

 

Abraço

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Espetaculo :) nao fazia ideia e agradeco desde ja a explicacao. E sempre bom saber esses promenores.. ou pelo menos eu gosto de os saber.

Obrigada :)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

 

 

Bom dia,

 

Fica aqui então uma descrição extraordinariamente resumida sobre as ditas "Bacterias de garrafa".

 

 

No mercado, existem múltiplas ofertas de garrafas que contém as ditas bacterias, parecendo entre elas todas iguais..... mas a realidade é outra bem diferente.

 

Existem dois tipos de bacterias benéficas que são usadas nestes produtos:

  • Autotróficas
  • Heterotróficas

 

E porque é que isto é importante?

 

Ora uma é importantíssima para o filtro, e a outra, é importantíssima para o filtro durante uns dias.

 

As bacterias Autotroficas são boas para o aquário, porque quando na presença das condições ideais, elas se irão propagar, e popular as matérias filtrantes do filtro e substrato.

 

As bactérias Heterótroficas não se propagam, e de facto enquanto estão vivas fazem o mesmo que as Autotróficas, no entanto passado um tempo morrem, e deixam de fazer efeito.

 

Resumindo:

  • Se a garrafa tiver bacterias Autotróficas, é questão de se usar umas vezes, para popular o aquário com as bactérias.
  • Se a garrafa tiver bacterias Heterótroficas, vai ter que se estar sempre a colocar no aquário, para conforme as bacterias forem morrendo, se ir substituindo com novas.

 

Assim, essa ideia de a cada TPA se ter que colocar bacterias, não fará sentido nenhum num aquário ciclado, maturo, e com uma colónia saudável de bacterias Autotróficas.

 

 

Não se deixem enganar pelos rótulos.

Pesquisem na net se o produto que estão a usar tem bacterias Autotróficas, porque essas sim são úteis ao aquário... o resto, é banha da cobra.

 

 

Exemplo:

A garrafa da Fluval tem bacterias heterotróficas (daí nas instruções dizer que tem que se pôr de X em X tempo e nas TPA's)

As da Tetra, já contêm bactérias Autotróficas, pelo que é usar no inicio do aquário e acabou.

 

 

 

Nota Pessoal:

Já usei destes produtos (com bacterias heterotróficas) na ciclagem de aquários, e devo dizer que esta questão de pôr logo peixes não é branca nem é preta, encontra-se nos muitos graus de cinzento, no que toca a boas práticas.

 

Na minha experiência, poderá ser usado num aquário novo, tal como as medidas que vêm referenciadas na garrafa, mas a introdução de peixes deverá ser MUITO gradual. Estilo uma cory ao inicio, e depois introdução de poucos peixes em intervalos de 15 dias.

 

 

Alguma dúvida, digam.

 

Abraço

 

Permitam-me apenas acrescentar um pormenor importante a esta info que foi partilhada. As bactérias engarrafadas tem condições deficientes e deterioráveis com o tempo, têm que ser bem acondicionadas e mantidas a uma temperatura estável e propicia para a sua sobrevivência. Mais, mesmo garantindo as melhores condições no seu recipiente há uma taxa de sobrevivência relativa, quanto á proliferação quando depositadas num novo aquário, são mais reduzidas ainda.

 

Pessoalmente acredito que a sua contribuição é minima para "acelerar" o malfadado ciclo do azoto. Mas falo por minha experiência. Acrescento ainda que a relação de custo/beneficio em comprar estas garrafas de bactérias e o seu resultado prático em colonizar atempadamente um novo aquário é desproporcional e inválido.

 

As pessoas crêem no que lêem nos rótulos e baseam-se no periodo fantástico anunciado (bem disparatado) que podemos despejar a garrafa num novo aquário, esperar horas ou 2 dias e está óptimo para por peixes... Quem realmente está no hobby há tempo suficiente para saber umas coisas, olha para estes produtos com escárnio e foge deles como o diabo foge da cruz...

 

Com isto, há com certeza alguns de vós que poderão ter relativo sucesso ou alegar que no vosso aquário despejaram a dita garrafa milagrosa e nenhum peixe morreu. Para esses casos, só tenho que assumir que haverão com certeza outros factores e variáveis nos parâmetros da água que permitiram à sobrevivência dos peixes, como a espécie dos mesmos, pH, etc. Um tetra cardinal sobrevive em águas extremas onde um guppy não se aguenta minutos.

 

Sabido é, até á data que a colonização de bactérias benignas para a decomposição de amónia e nitritos, demora em média 1 mês (atendendo que o aquário está devidamente equipado e não se trata de um globo de vidro com um peixe e água, evidentemente). Quanto mais maturizado for o aquário menor o risco de surto de amónia.

 

Para não me adiantar mais, melhor que comprar uma garrafa de bactérias com efeito "Express aqua cycle" é um pequeno cardume de neons no novo aquário, com comida diária e bastantes TPA's. A comida, os dejectos dos peixes serão muito mais eficazes para a colonização de bactérias, as TPA's servem para repor o equilibrio na água, enquanto o ciclo decorre.

 

Como tal, fica dificil ajudar alguém que está convicto de que os resultados das bactérias engarrafadas funcionam como anunciado e vê seus peixes a morrer diariamente. Primeiro há que entender que um aquário é uma simulação de um ambiente complexo, e como tal demora a se criar e estabilizar.

 

O maior erro dos iniciados á aquariofilia sempre foi, é e será a falta de paciência...

 

Boa aquariofilia.

Editado por Renato.Vieira

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Muito bem explicado parabéns aos dois, para mim um dos melhores é o da Seachem Stability é o que se destaca. Embora deva haver mais que nao tenho conhecimento.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Entra para seguir isto  

Tempo de vida do fórum


Data de criação do fórum: March 16, 2003 00:00:00