Experiência com neocaridinas heteropoda var red (de muita qualidade)


Tugz

Recommended Posts

 

Peço desculpa, mas isto faz algum sentido?

Se eles não se dão e mal proliferam - como tu dizes - como é que achas que os mantens nas condições mais adequadas??

E sim, realmente não precisas de aquecimento no aquário, uma oscilação de 10ºC na água é quase nada lol... A diferença é menor entre a temperatura da água do mar em Matosinhos e no Algarve... acho que me faço entender

 

:smile2:

 

Claro que não faz sentido.

 

Erro de digitação meu.

 

Ao invés de "não se dão e mal proliferam", queria ter escrito não se dão mal e proliferam. Mea culpa. :chair:

 

Uma oscilação de 9º, entre picos de temperatura, ao logo de 12 meses não é o desejavel. No entanto, na Natureza, esqueceram-se de ligar os termostatos e o ar-condicionado.

Essas oscilações térmicas ocorrem e, no caso concreto, que é o meu, a prática demonstra que isto não é tão risivel quanto aparentemente te parece.

 

Esta troca de ideias já se arrasta de forma pouco agradavel há demasiado e uma vez que o meu número de stand up comedy já fez rir companheiros de hobby a minha missão está cumprida.

 

Cumprimentos a todos e bons projectos.

 

:smile2:

Link to comment
Share on other sites

Ena o que vai para aqui, cada um interpreta como quer.

AACC, não tenho nem nunca tive nada contra o tugz.

Quando digo que "não significa que seja bom para eles, provavelmente para ti será " ,refiro me ao que o tugz diz que com o que está no aqua dele vivem com qualidade, uma coisa é mantê los outra é viverem com qualidade, mas cada um faz como quer e o tugz como qualquer outro tem direito à sua opinião, ou seja aceito que para o tugz será com qualidade, mas para mim não.

 

Quando escrevo "para que mantens o filtro se só trabalha metade do dia? , quero dizer, que ou coloca filtro sempre ou como ele pretende que é manter pouco ou nenhum movimento, e como diz as plantas ajudam na filtragem, não ligava o filtro, e o lixo que ia acumulando retirava na tpa Semanal e mantinha o aqua tipo Natura .

Agora espero que quem não percebeu perceba agora.

Não tenho razões nenhumas nem quero ter para fazer ataques pessoais, isto é um fórum de aquariofilia e estou aqui por prazer e gosto, não para outras coisas, agora quando publicamos um tópico temos de aceitar críticas de outros membros, e AACC , a minha opinião nos tópicos são pessoais, nada tem a ver com a moderação.

 

Bem tugz venham de lá essas fotos

Link to comment
Share on other sites

É ciclico... de tempos a tempos aparece um tópico destes por aqui e o rumo dificilmente varia.

 

Peguemos no exemplo de um sem abrigo, alguem que durma na rua.

Nao dispõe de aquecimento no periodo mais frio de cada dia mas sobrevive.

E, se encontrar uma fêmea disposta a isso, reproduz-se!

 

Logo, segundo o aqui defendido, viver na rua é viver com qualidade para o ser humano.

Maravilhoso...

 

Mais preocupante disto tudo é ver malta com bem mais de 1500 posts a defender este tipo de condicoes para aqueles camarões...

  • Upvote 2
  • Downvote 1
Link to comment
Share on other sites

:smile2: Bom dia a todos.

 

E pronto, cá estamos de novo. :smile2:

 

Não avançamos.

 

 

Ena o que vai para aqui, cada um interpreta como quer.
AACC, não tenho nem nunca tive nada contra o tugz.
Quando digo que "não significa que seja bom para eles, provavelmente para ti será " ,refiro me ao que o tugz diz que com o que está no aqua dele vivem com qualidade, uma coisa é mantê los outra é viverem com qualidade, mas cada um faz como quer e o tugz como qualquer outro tem direito à sua opinião, ou seja aceito que para o tugz será com qualidade, mas para mim não.

Quando escrevo "para que mantens o filtro se só trabalha metade do dia? , quero dizer, que ou coloca filtro sempre ou como ele pretende que é manter pouco ou nenhum movimento, e como diz as plantas ajudam na filtragem, não ligava o filtro, e o lixo que ia acumulando retirava na tpa Semanal e mantinha o aqua tipo Natura .
Agora espero que quem não percebeu perceba agora.
Não tenho razões nenhumas nem quero ter para fazer ataques pessoais, isto é um fórum de aquariofilia e estou aqui por prazer e gosto, não para outras coisas, agora quando publicamos um tópico temos de aceitar críticas de outros membros, e AACC , a minha opinião nos tópicos são pessoais, nada tem a ver com a moderação.

Bem tugz venham de lá essas fotos

 

Agradeço o esclarecimento.

 

Não tenho nenhum problema com o conteúdo apenas considerei que a forma não foi... amigável. :smile2: E isso é que me surpreendeu.

 

Lamento se interpretei de forma errada e, nesse caso, apresento as minhas desculpas por tal facto.

 

 

 

É ciclico... de tempos a tempos aparece um tópico destes por aqui e o rumo dificilmente varia.

Peguemos no exemplo de um sem abrigo, alguem que durma na rua.
Nao dispõe de aquecimento no periodo mais frio de cada dia mas sobrevive.
E, se encontrar uma fêmea disposta a isso, reproduz-se!

Logo, segundo o aqui defendido, viver na rua é viver com qualidade para o ser humano.
Maravilhoso...

Mais preocupante disto tudo é ver malta com bem mais de 1500 posts a defender este tipo de condicoes para aqueles camarões...

 

Com o devido respeito por todas as opiniões acho delicioso as metaforas com burros que comem jornal, canideos e, agora, com seres humanos que, infelizmente, vivem em condições de vida que a todos incomodam e fazem pensar.

 

Compreendo o que se pretente ilustrar mas, na minha opinião, é um caminho pouco objectivo.

 

Dito isto, compreendo as posições de quem defende que a temperatura ideal para os animais em questão se situará entre os 22º e os 24º. A literatura indica que, na especie em concreto será a temperatura ideal.

 

Existem autores e criadores que, indicando essa temperatura ideal, também referem que a amplitude termica oscilará entre os 15º e os 28º. (Alguns afirmam que será de 10º min... - O que me parece extremo)

 

Enfim, não adianta gastar mais tempo com este assunto que, evidentemente, não é consensual.

 

Este tópico encerrou para mim.

 

Bem hajam a todos.

 

Bom fds e bons projectos.

 

Cumps. :smile2:

Link to comment
Share on other sites

Paulo Lisboa, acho o seu post ofensivo, mas enfim,

 

Sem ligar à parte das comparações parvas, vou me tentar cingir ao conhecimento.

 

Diga-me, um carassius auratus está mal por viver num lago exterior, sem aquecimento?

 

Repare eu mantenho as minhas neocaridinas de uma forma que eu considero correto, e o que eu fiz foi pesquisar acerca das temperaturas na Tailândia, que chegam a ser de 14 graus.

 

Na realidade a maior parte do tempo do ano o aquário estará acima dos 18 graus (como está agora), e a menos de 26/27. Nunca existe muita oscilação da manhã para o dia na minha casa, o que é a realidade.

 

Quanto à parte reprodutiva, nem me pronuncio, pois é simplesmente parva a comparação. Os animais só se reproduzem se tiverem condições para tal.

 

Paulo SS Conceição,

 

Eu entendi os teus posts, não censuro.

 

Quanto à parte do filtro eu explico.

 

Eu até tinha um filtro de mochila, mas aquilo só fazia barulho e não movimentava do meu agrado . Resultado oferecio.

 

Meti um interno que tinha cá em casa, com regulador de caudal. Agora porquê? bem, sem filtro fica muita sujidade no fundo com o passar do tempo torna-se complicado manter os parametros, bem como cria aquela pelicula estranha na superficie, que dificulta as trocas gasosas.

 

Com filtro nada disto acontece, o aquário mantêm-se mais oxigenado, e limpo, sendo mais fácil manter o ambiente.

Quanto às Tpas, as pulgas andam maioritariamente pelo areão, seria impossível aspirar o areão sem perder algumas, razão pela qual as deixo em paz.

 

Atenção, acho que ainda não entenderam bem, mas a questão aqui não é pelo uso do termostato, ou por poupar dinheiro, eu TENHO um termostato parado, até é da eheim lol.

 

A questão é que tudo indica que este sistema é mais saudável para as gambas, e já as mantive anteriormente, em aquário plantado com filtro externo e com "micro" peixes e termostato, e nunca tive em tão pouco tempo um boom tão grande de camarões.

 

De resto, entristece-me ver a agressividade e as suposições erradas que fazem, e a facilidade que a maioria as faz ( já não estou a falar para ti Paulo SS).

 

Eu fiz um teste, onde pelos meus olhos consigo ver que tenho mais reprodução que noutros sistemas.

 

Já referi imensas vezes, o importante é não baixar dos 15 graus (eu já tive a 11 graus sem problemas, mas foi momentaneo, elas sobrevivem sem baixas) e mais importante é estar numa divisão que não varie muito de temperatura dia e noite. Na realidade o aquário nas ultimas 2/3 semanas tem estado sempre a 18/19 graus, de manhã e à noite, que é a hora a que verifico a temperatura.

 

Tenham mais calma nas suposições que fazem, e ponderem antes de escrever, eu não me ofendo, mas outras pessoas podem não achar graça a serem chamadas de burro, literalmente. Eu simplesmente ignoro.

 

PS: De vez em quando aparece alguém a dizer que não entende porque morrem tantos camarões no aquário , e ninguém se lembra de explicar que o aumento da temperatura por sua vez aumenta o metabolismo e encurta a vida das mesmas. Nem se lembra que talvez elas também gostem de água mais fresca que os 26 ou 27 graus que mantêm no comunitário, que no Verão facilmente chega aos 30 com as luzes ligadas. (Acontece-me no de 120 cms).

 

 

 

Fiquem bem

Edited by Tugz
Link to comment
Share on other sites

Só a título de exemplo, um user em 2009 fez a mesma experiência que eu "SEM SABER":

 

http://www.aquariofilia.net/forum/index.php?showtopic=143411

 

"Segundo consta não será a temperatura ideal para eles, mas aconteceu-me uma coisa muito parecida e o meu aqua de reds tb teve de ceder o termostato, estão agora a 15º e reproduzem-se na mesma que é uma coisa incrivel... tenho os meus nestas condições há cerca de 1 mês, e tem-se reproduzido bastante mesmo!! tenho infinitas pulguinhas e nano-mini-micro-red's espalhados pelo aqua e nos vidros do mesmo... no entanto vou voltar a colocar-lhes um termostato em breve para evitar temperaturas ainda mais baixas que estejam para vir... Quando colocares novamente termostato no aqua não ponhas logo a 28º, mete primeiro a 20º uns dias depois passa para 23/24º e espera mais uns dias e então volta a mete-los a 26 ou 27º "

 

Ele reparou que teve um boom de crescimento a 15 graus, mas não percebeu porquê, bem a verdade é que é porque estes camarões gostam de águas frescas.

 

Nunca tive tanta reprodução como tive agora. Mas não vos condeno, embora acho errado manter a 25 26 graus o ano inteiro. Aí sim estão a negligenciar as verdadeiras necessidades dos camarões. A meu ver!

 

Mais, reparem no conselho que vocês falam em geral por aqui do termostato. Falam em temperaturas de 28 graus para os camarões. Exagero.

 

Nessas condições é que mal sobrevivem. É por estas razões que ainda existem users no fórum que não entendem porque não se reproduzem os red cherrys. Ainda dizem que é das anúbias..

Edited by Tugz
Link to comment
Share on other sites

Paulo Lisboa, acho o seu post ofensivo, mas enfim,

Sem ligar à parte das comparações parvas, vou me tentar cingir ao conhecimento.

A intenção do meu post não é ser ofensivo mas sim directo e incisivo.
Quem tem o nº de posts que tu tens neste forum tem um número incomensuravelmente maior de posts lidos.
Ainda assim, defendes situações como estas... é isso que me espanta.

 

Diga-me, um carassius auratus está mal por viver num lago exterior, sem aquecimento?

Não te sei responder. Não conheço o animal em causa nem as suas necessidades.

 

Repare eu mantenho as minhas neocaridinas de uma forma que eu considero correto, e o que eu fiz foi pesquisar acerca das temperaturas na Tailândia, que chegam a ser de 14 graus.

Fui consultar o link e, como pensava, este valor é um valor da temperatura ambiente. Não é o valor da temperatura da água de um rio.
Nunca se pode dizer que a temp da água é a mesma que temos quando estamos junto dela. Se assim fosse, os rios, quando temos a temp abaixo de zero, congelavam na totalidade e o que acontece é que só a superficie congela. Nunca existirá a mesma temp à superficie da água e a 1 metro de profundidade, quando a temp está baixa. Ou seja, a coluna de água nunca tem sempre as mesmas temps ao longo da sua profundidade.

Logo, esses 14 graus são meramente indicativos e nada nos dizem acerca das temp que existem nas águas fluviais deles.

 

Quanto à parte reprodutiva, nem me pronuncio, pois é simplesmente parva a comparação. Os animais só se reproduzem se tiverem condições para tal.

Estás errado. Os animais vão sempre tentar reproduzir-se (salvo raras excepções). Sejam quais forem as condições. É por isso que há nascimentos em Zoos ou nos nossos aquários, por exemplo. Digo isto porque acredito que nunca conseguiremos proporcionar-lhes as condições ideias, por mais que tentemos. Irá SEMPRE faltar-lhes espaço e até direi diversidade genética, a bem do futuro da espécie.
Trata-se do instinto de preservação da espécie e decorre, em grande parte, do facto de acasalarem não por prazer (como nós), mas devido as alterações hormonais que sofrem.
Posso até dar-te um exemplo extremo contado na segunda pessoa, uma vez que me foi explicado pela pessoa com quem tudo se passou.
Trata-se de um aquário que continha CRS. Este criador tinha tanto material que, um dia, acabou por o deslocar para outro local das suas instalações e o aquário ficou tapado por outras coisas, não lhe permitindo saber que estava ali.
Ficou mais de dois anos sem mudas de água, sem aquecimento (electrico) e sem alimentação.
Um dia, o dono lembrou-se dele para o oferecer ao filho de um amigo. Foi buscá-lo pois achava que estava desactivado no meio do resto da tralha.
A verdade é que o aquário ainda tinha muita vida, com uma colónia de números próximos daquilo que tinha e com... crias! De vários tamanhos!
O que terá permitido a estes animais sobreviver terá sido o facto de o sol entrar por uma janela e ter criado algas numa determinada zona dos vidros. Foram elas que lhes permitiram alimentar-se. A tudo o resto, resistiram e ainda conseguiram reproduzir-se!
A isto eu nunca chamaria as condições ideais. Mas mesmo assim sobreviveram e reproduziram-se.

Link to comment
Share on other sites

Compreendo o seu ponto de vista.

 

De qualquer forma se considerasse incorreto não manteria os animais nestas condições, e se tivesse baixas ou indicadores que estão em más condições, não custa nada ligar o filtro mais tempo, e aumentar a temperatura. Tenho os apetrechos todos necessários.

E nem pago luz !

 

A título de exemplo mantenho os meus escalares a 26/27 graus, pois considero a temperatura ideal para eles , bem como para os Tetras Buenos aires viverem (e atenção ,os tetras buenos aires são outro peixe que vivem bem em águas mais frescas).

 

Na aquariofilia, como em tudo, não existem ciências absolutas, e por exemplo, que me diz de quem cria Discus e nem filtros mete no aquário? Também serão uns assassinos da fauna que criam?

Edited by Tugz
Link to comment
Share on other sites

Presumo que te refiras às mega tpas k se fazem nos mega criadores asiaticos de discos, é isso?

Se for, penso que aquilo não é exemplo para ninguem. Nao lhes chamaria assassinos mas sim mercenarios (e isso nada tem a ver com esta situacao deste topico).

Basta pensarmos como seria o choque que sentiriamos se, em segundos, nos alterassem as condicoes climatericas em que estamos. Mas isso dava outra conversa.

Link to comment
Share on other sites

Esta conversa já vai longa , e não beneficia nenhuma das partes.

 

Eu aceito a tua opinião, ainda que não concorde.

 

Entretanto, eu continuarei a ter as minhas gambas em águas mais frescas e daqui a uns tempos quando elas forem adultas, veremos se a cor desaparece como dizem por aí.

Link to comment
Share on other sites

Bem já todos falamos e expressamos as nossas opiniões, agora acho que já é tempo de parar, e o tugz continuar com a experiência dele e ir postando de tempos a tempos e com FOTOS!!!!!!! :-D. E se ele não Postar nós cobramos.

 

AACC não há necessidade de desculpas.

 

Cumprimentos

Paulo Conceição

Link to comment
Share on other sites

Não querendo estar a fazer spam, não podem ir dar uma olhada ao meu tópico? Gostava de ter a vossa opinião sobre a red rili que tenho com uma sela azulada, gostava de saber se é motivo para preocupação.

O tópico é este http://www.aquariofilia.net/forum/index.php?showtopic=228849 e tem fotos!

Obrigada

 

Inês Campos

  • Downvote 1
Link to comment
Share on other sites

Boas a todos os participantes deste tópico que tenho vindo a acompanhar. É bom haver tópicos onde se discutam assuntos que a nós todos tem especial interesse e agradeço a participação de todos os que tem participado com as suas opiniões fundamentadas e pelo nível que se foi mantendo. Só não concordo com as comparações disparatadas entre a espécie em questão e outros seres vivos ou em ultimo caso com seres vivos em situações difíceis.

 

Voltando a questão lançada pelo Ricardo ( Tugz) que tenho o prazer de conhecer pessoalmente e de ter estado em sua casa há uns bons anos atrás, lembro-me de me ter mostrado um balde onde mantinha e reproduzia guppies que penso ter condições parecidas ao que relata no tópico.

Sei que ele sempre quis fazer as coisas de maneira diferente ao que vem nos livros e procurar caminhos alternativos, ele fez plantados usando terra fértil para vasos, ele usou troncos e pedras colhidas na natureza, etc, etc. Por isso sei que não faz as coisas por fazer mas sim com intuito digamos experimental.

Ficamos à espera que desenvolvas a tua experiência e que as fundamentes com fotos ou videos se possível.

 

Agora a minha opinião pessoal sobre o assunto.

Na natureza de onde são originais estes camarões há amplitude térmica tal como no resto do mundo embora menor e a temperatura da agua dos rios será muito aproximada àquela que mantemos dentro de portas em casas bem isoladas. Infelizmente não há termostatos que recriem a natureza e que nos permitam simular o ciclo dia/noite com temperaturas mínimas e máximas. Daí ser válido que os red cherry possam não só sobreviver como se reproduzir com temperaturas mais baixas. Aliás hoje em dia já se sabe que há uma relação entre a temperatura e o sexo (m/f) dos nascimentos conforme salientou o Fábio Silva que por experiência própria descobriu que no inverno há maior nascimento de fêmeas e o oposto no verão.

 

Quanto à questão do filtro ligado/desligado não percebo a sua vantagem.

  • Upvote 2
Link to comment
Share on other sites

Ola António Nunes.

 

Bem o filtro tem dois motivos para não estar ligado/desligado o tempo todo.

 

Primeiro, porque eu não gosto de aspirar o areão, pois isso sim é matar camarões. Quem cria camarões sabe o quão pequenos são, aspirar o areão é matar camarões, sem hipótese.

 

Desta forma, o filtro remexe o suficiente a água, para manter o ambiente limpo e mais oxigenado. Durante a noite está desligado pois as luzes tambem estão desligadas logo as algas não criam e posso ter o aquário no quarto.

 

Se lhe conseguir meter uma rede, passa a tar ligado sempre.

 

Mas a base de purificação da água são as plantas. Como em todas as minhas montagens futuras.

 

Apesar de gostar de ter filtragem em quantidade e qualidade , nunca descoro nas plantas superficiais, tanto em quantidade como diversidade, para garantir um ambiente realmente limpo aos peixes. E também porque sou a adepto da sobrepovoação :P

 

Epah, sinceramente eu não me lembro de teres cá tado em casa, mas eu na altura era miudo tinha mais paciencia para isto. Agora tive uns anos sem ligar muito, e voltei recentemente ao ativo.

 

Essa experiência dos guppys, só funciona no verão, embora sei que exista quem os mantenha no Inverno em lagos, mas nunca comprovei por mim próprio, e nem tudo o que se lê é verdade.

 

Hoje em dia não repetiria, apenas no Verão. Pois esses animais não beneficiam de se reproduzir em águas frescas, como acontece com as neocaridinas heteropodas.

 

Ainda tenho um casal de guppys no aquario grande, mas nunca vi crias. Os Tetras Buenos Aires e os escalares não os deixam sobreviver lol

 

Agora já me deixei disso da Terra fértil, co2 caseiro, fertilizações em pó (ainda tenho cá os macros todos e micros+ferro) , mas não uso. Deixei tudo que seja "High Tech". A minha posição na aquariofilia é mais ligado à vertente natural, o low tech é o que me agrada mais, pois um aquário para mim é uma peça de decoração/descanso quando chego do trabalho, e não um encargo que tenho de ir cuidar

 

. Acho um desperdicio de tempo. Gosto de Anubias fetos e superficiais, e até de vallisnérias (e outras plantas fáceis). Essas sim são as "minhas" plantas.

 

 

Ainda tenho para aqui um vidro de 50 litros reparado. Qualquer dia , quando vier o calor encho-o e meto lá os guppys com umas flutuantes para criar alguns bébés.

 

Entretanto tenho estado a criar musgo de java apenas numa caixa vodafone, à meia luz, sem luz direto. Tem funcionado. É uma boa ideia para quem tem peixes que comem o musgo, e não querem correr o risco de ficar sem ele. Basta um garrafão e musgo dentro do mesmo, e uma janela.

 

PS : Atenção que o balde a que o António se refere tinha à volta de 40 litros , não era um balde de 5 litros lol. Nesses baldes pequenos não arriscaria ter a quantidade de guppys que cheguei a ter. E era Verão, a temperatura do primeiro andar não baixa dos 24 graus nem à noite.

Edited by Tugz
Link to comment
Share on other sites

Fica o reparo, à exceção do areão, que compro consoante o que os animais precisam (no grande tenho areia de rio, no dos camarões tenho preto porque lhes dá mais calma e á à vontade para passearem), tudo o resto que tenho é apanhado na Natureza.

 

Tenho um tronco no aquário grande com cerca de um metro de comprimento, que acho espectacular. Ao vivo dá um efeito mesmo engraçado, estava na borda da estrada lol

 

Não consigo tirar fotos de jeito porque não tenho camera boa e o aquário apenas tem uma luz de 2 watts ou 3 watts. É só para dar alguma luz direta ao musgo.

 

Esqueci-me de dizer mas este aquário apanha claridade da janela que tem em cima, e ganha algas nos vidros (eu ainda estou a espera das algas asério, ainda nem filamentosas tem, mas há-de ter digo eu, aí é que os camarões vão ficar doidos).

 

Eu vou dar mais uma semana, para as pulgas ficarem maiores e faço um vídeo, aí vai ser mais fácil ver.

Link to comment
Share on other sites

Após ler algumas das respostas (somente parte da primeira página, nada da segunda), falando de forma extrema, isto é tudo muito simples: se vos colocarem numa despensa minúscula, despidos, comendo apenas pão que vos é atirado, e vos colocarem uma mulher (ou vice-versa) sob as mesmas condições, eventualmente vai chegar a um ponto em que se envolvem, "acasalam" que nem camarões, e eventualmente a mulher, mais tarde ou mais cedo, vai ficar grávida. Esse bebé, eventualmente, também vai nascer. Deverá todo este processo leva-nos a concluir que os humanos conseguem viver bem dentro de uma despensa minúscula, nas situações descritas?

 

Tudo isto, dito de forma extrema como referi, para chegar ao ponto da questão: só porque conseguem sobreviver e reproduzir-se não quer dizer que estejam a viver nas condições ideais, ou que mais lhes agradam. Se já foi estudado e concluído que existem os ditos parâmetros ideais, tal como as temperaturas ideias, nós, enquanto criadores ou entusiastas, devemos sempre tentar proporcionar estas condições às nossas colónias, mesmo que elas consigam viver sob outras.

 

Agora, também é lógico que isto é aplicado, ou não, mediante a consciência de cada um. Se conseguem que a colónia cresça e realmente viva (e não que apenas sobreviva), tudo óptimo. A própria natureza tem oscilações bruscas e eles sobrevivem, quanto a isso ninguém tem dúvidas. É tudo relativo, dependendo da visão de cada um.

Edited by Caciones
Link to comment
Share on other sites

Olá. Queria apenas deixar a minha opinião: há comparações que foram aqui feitas que são completamente ridículas.

 

Relativamente à resposta imediatamente anterior à minha e outras semelhantes, gostava de saber quais os sinais que tomam como indicadores de que os vossos animais vivem em boas condições para além da sua coloração e reprodução. Se vêem apenas pelo facto de terem os parâmetros iguais aos indicados na ficha então, sinceramente, têm uma visão muito limitada deste hobbie, porque, e já me aconteceu, se todas as fichas apontarem para uma temperatura, pH ou outro parâmetro isso não significa que esse seja realmente o melhor, especialmente em espécies mais sensíveis (Que não é o caso desta).

 

Tudo isto, dito de forma extrema como referi, para chegar ao ponto da questão: só porque conseguem sobreviver e reproduzir-se não quer dizer que estejam a viver nas condições ideais, ou que mais lhes agradam.

 

 

A isto quero apenas responder uma coisa: pensando desta forma, como sabes que não são as fichas todas que estão erradas? Duvido que tenham sequer sido feitos estudos, e, mesmo que tenham sido feitos, foram com certeza baseados na reprodução, coloração e saúde no geral dos espécimes (Não vejo outra forma de ser feito) , seja de que espécie for. Tendo esta opinião, terias que pensar também que estas fichas estão erradas, visto que não assumes os métodos em que se baseiam.

 

Gostava apenas de concluir com uma coisa (já me alonguei demais...), desta vez para o membro que iniciou o tópico:

Não há nada como fotografias para provares aquilo que dizes.

Antes de iniciar... O QUE É O CICLO DO AZOTO Antes de perguntar... ISTO AJUDA O meu blog (Muito verde ainda...): Peixes Fishes

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

Isto e um bocado como os supostos peixes de agua fria,vivem em qualquer agua e temperatura e comem qualquer racai de me.... Agora experimenta os por a temperatura certa 20 graus para cometas e shubunkin uma boa filtragem eheim 2213 com caudal de 480 l hota e uma boa alimentavao e vais vet a diferenca a vitalidade a aumentar e o comportamento a mudar radicalmente mas acima de tufo como alguem disse parem la com as experiencias e sigam as referencias dadas para cada especie com tanta informacao so improvisa quem quer

Link to comment
Share on other sites