Mais um tópico de Apistogrammas!


Ric.Gomes

Recommended Posts

Sim estao muito timidos ainda... mas va basicamente sao 10 kribensis que adquiri por um preco extremamente simpatico a um membro do forum... ainda sao algo pequenos... vou seleccionar daqui um casal para manter...

 

Como vos disse nao era nada de muito especial! :)

 

Cumps,

Ricardo

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Tendo em conta que os kribensis são peixes que vem da Nigéria e Camarões, em que pH é que os manténs?

Edited by warman98

Cumprimentos,

Antonio Mendes de Almeida

 

MonsterFish --> Slim Shady <-- Exotic Fish

Link to comment
Share on other sites

Boas.

 

Já à algum tempo que ando a dizer a mim mesmo para não passar aqui para não me "perder", mas lá caí na asneira de ver e rever o tópico outra vez e lá vou ter de apostar mesmo nos apistos para além dos shrimps. Estes tópicos acho que servem mesmo para isso. Para além da partilha servem para apaixonar outros aquariofilistas pela vertente na qual estamos presentes.

 

Parabéns pois conseguiste mesmo mais um agarrado e estou completamente rendido a estes pequenos animais.

 

Já perdi algum tempo na minha shrimproom e arranjei dois aquários de 43 litros mas vou começar por um casalinho para me habituar às andanças!

 

Obrigado pela partilha e continua o bom trabalho.

 

Cumprimentos.

:default_Smile-PT: Brevemente AF-SHRIMPS - SHRIMPROOM ALL DIY PROJECT:default_Smile-PT:

Link to comment
Share on other sites

Boas,

 

Obrigado pelas tuas palavras, acho que ainda tenho bastante a melhorar nos meus aquários, mas é bom saber que já serviram para cativar mais um 'apistomaniaco'! :D

 

Em relação a iniciação nos apistos, como já te tinha dito, estou inteiramente disponível.

 

 

Cumps,

Link to comment
Share on other sites

Mais vídeos!

 

Uma prenda de natal que me deram que ainda não tinha tido oportunidade de vos mostrar:

 

 

E a fêmea Nanay que continua a guardar alguma coisa que aind anão apareceu! O macho foi retirado hoje:

 

 

 

Cumps

 

(os vídeos ainda não estão a 100% porque ainda estão em fase de edição devido a ter adicionado as faixas de música)

Link to comment
Share on other sites

Obrigado Nuno.

 

A artémia já esta a eclodir no 'aparelhometro' que comprei para eclosão já arranquei também uma nova cultura de microvermes de aveia.

 

 

Aconselhas a colocar os ovos de artémia directos no aquario?

 

 

Cumps,

Ricardo

Link to comment
Share on other sites

 

Aconselhas a colocar os ovos de artémia directos no aquario?

 

 

Nunca na vida. Nem em salgados fazia isso... Com apistos sempre tive a paranoia de passar as naupillii de artemia por água doce montes de tempo antes de as meter no tanque.

 

Tenho uma enorme aversão a meter cloretos em sistemas de água doce. É ião que tem concentrações residuais nas zonas dos rios suficientemente afastadas da foz . As corys por exemplo, têm uma resistência muito reduzida ao dito.

Link to comment
Share on other sites

LOL!

 

Quando escrevi "na água" seria obviamente água apropriada.

 

Há múltiplos métodos. Eu seguia um protocolo mais exigente que o "basta juntar água com sal" e tinha muito bons resultados. Aprendi com um pessoal dum laboratório de piscicultura. A qualidade dos ovos também é importante.

 

Começava por molhar os ovos em água doce sem cloro por meia hora e só depois os colocava em água do mar (antes fervida) previamente diluída com RO para uma densidade de 1019. Depois colocava os ovos no recipiente (garrafa pet de 2 litros invertida) com um tubo a atravessar a rolha por onde ligava uma bomba de ar com uma torneira mesmo junto à rolha. Aquilo tem que ser agitado mas sem ser demasiado porque depois ficam muitos ovos colados às paredes acima da superfície.

 

Mantinha a coisa assim a 27 graus e em cerca de 24h/30h tinha artemia para dar. As cascas de ovo ficavam à superfície mas alguns não nasciam e depositavam no fundo junto à rolha. Desligava a bomba, separava o tubo da torneira e retirava um bocadinho de água para tirar esses ovos. Depois era meter uma lanterna ou lâmpada na parte de baixo da garrafa e num minuto ou dois as artemias acumulavam-se ali todas. Recolhia umas quantas num camaroeiro próprio e depois de muito passar por água doce, metia no tanque.

 

Nota que elas devem ser dadas nas primeiras 10/12 horas de vida porque vão perdendo valor nutricional. Como dava de manhã e à noite, cada garrafa (cheguei a ter 3) estava calibrada para duas doses a nascer de madugada. Isso implicava iniciar as culturas à meia noite antes de me deitar. A temperatura aqui pode servir para acelerar ou atrasar o processo. Importante: esterelizava sempre o material antes de cada cultura ser iniciada.

 

A vantagem da artemia com os apistos é que os adultos também são loucos por ela e raras são as que ficam por comer.

Link to comment
Share on other sites

É 'mais ou menos' isso que faço xD

 

O meu eclosor não leva ar, aquilo funciona de uma maneira manhosa! Mas tem bons resultados! :)

 

Hoje conto ja ter alguma artémia para dar!

Link to comment
Share on other sites

Boas,

 

Como alguém que já fez criação de kribensis, deixo uma sugestão: troca o substrato por algo mais fino (tipo areia). Pela minha experiência os kribs preferem cavar as próprias tocas por baixo de troncos do que usar as que lhes damos (cocos, vasos, etc.) e é engraçado vê-los a preparar as tocas antes da desova (também uma boa maneira de saberes se vão desovar. Eu mantive-os num aquário biótopo com areia e troncos e sem muitos cuidados tive desovas todos os meses. Aliás, pergunto-me porque optaste pelos kribs e não pelos parentes taeniatus, já que os últimos são mais fáceis de "escoar". Cheguei a oferecer kribensis e mesmo assim tive excesso de população a determinada altura.

 

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Os kribs foram um experiencia... abrir um pouco os horizontes para outro tipo de anoes que nao os sul americanos apenas e foram adquiridos numa oportunidade inesperada meio caidos dos ceus, n procurei nada praticamente! :P

Tenciono criar um aquario mas adquado as necessidades dos kribs num futuro proximo, no entanto n sinto que eles nao gostem do substrato... parecem-me muito satisfeitos! :)

 

Obrigado pelas dicas! Abraco!

 

Cumps

Link to comment
Share on other sites