breviis e compatibilidades


Recommended Posts

boas

 

tb queria perguntar, mas sem tirar importancia as perguntas do esgalha, se para alem de 2 altulamprologos, 2 machos e 4 femeas de brevis e um macho e 4 femeas de cypricromis leptosa, sera que posso colocar ainda alguns neolamprologos leleupi e um trofeus mori llange e ainda alguns jullis . se sim quantos neolamprologos e quantos jullis coloco? tendo em atençao que n quero de modo nenhum sobrelutar o aqua ja que ele tem de ter as power heads e bonbas de ar desligadas a noite pois o aqua esta no meu quarto.

 

ah e ja agora onde posso encontrar conchas grandes para os brevis?

 

abraços

abraços

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 60
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Oi :roll:

Do pouco que já li sobre Tropheus julgo que eles só devem ser mantidos com peixes da mesma espécies, ou seja, outros tropheus.

E também julgo que é aconselhável estarem em grupo, até para diminuir a sua agressividade (são considerádos peixes muito agressivos)

Com os peixes que já enumeraste acho que o Tropheu não se iria dar bem... provavelmente tinhas guerrilha.

 

Quanto ás conchas pros brevis podes usar as conchas das pmáceas ou qualquer búzio apanhado na praia. Nem precisam de ser muito grandes, os brevis são tão pequenos que se metem em qualquer buraco :roll:

 

Costumam estar á venda naquelas banquinhas ao pé da praia, ou as vezes até em lojas de bugigangas, se bem que ai normalmente estão envernizados :lol:

 

Em relação aso limpa-vidros disseram-me que os únicos que aguentam Ph alto são os plecos comuns... mas acho que o pessoal até se safa bem com caracois e parece que os ciclideos não lhes ligam.

Trust No One - not even a fish! :wink:

 

O meu Aquário: http://www.aquariofilia.net/forum/viewtopi...pic.php?t=50272

Link to comment
Share on other sites

boas! :roll:

 

Quanto ao tropheu, n me parece nada boa ideia pelas razões q já foram ditas! Eles são bons é pra estarem em grupo! e num aqua só pra eles.

 

Agora, eu acho q devias ter em atenção ao numero de peixes q o aqua vai ter! Pelo numero de peixes q falas no ultimo post fica um total de quase 20 peixes!

 

Eu sei q o aqua tem 1mt e mts litros, mas dps d meteres a rocha toda o espaço "livre" vai ser mto menor!

 

Acho q no fim não vais ter "territórios" suficientes para as várias espécies que queres meter!

 

cumps! :roll:

Link to comment
Share on other sites

boas

 

também (palavra corrigida) queria perguntar, mas sem tirar importancia as perguntas do esgalha, se para alem de  2 altulamprologos, 2 machos e 4 femeas de brevis e um macho e 4 femeas de cypricromis leptosa, sera que posso colocar ainda alguns neolamprologos leleupi e um trofeus mori llange e ainda alguns jullis . se sim quantos neolamprologos e quantos jullis coloco? tendo em atençao que n quero de modo nenhum sobrelutar o aqua ja que ele tem de ter as power heads e bonbas de ar desligadas a noite pois o aqua esta no meu quarto.

 

ah e ja agora onde posso encontrar conchas grandes para os brevis?

 

abraços

 

Podes claro...misturas tudo muito bem, para isso convém abanar bem o aquário e pronto está feito o coktail, é só beber :roll::roll:

 

cumps

João Magalhães APC #45

 

http://joalmag.blogspot.com/

Link to comment
Share on other sites

Os tropheus não são grande ideia.

Precisariam de uma aqua bem maior (pelo que já disseram) alem dos problemas na alimentação. São peixes herbiveros e não podem comer proteina animal ou terão graves problemas de saude levando-os à morte! Como todos os outros peixes que tens são carniveros...ias ter problemas!

 

Quanto aos jullies li qualquer coisa que não eram muito aconselhaveis com conchicolas, mas também não sei bem porque...

Apenas sei que são agressivos...

 

Os leleupi...não sei. Mas com os conchicolas não vais colocar muita rocha, certo? Deixando espaço para as conchas...e assim não sei se terás grande habitat para eles (já tens os altos nas rochas). Mas talvez os mais experientes te possam ajudar aqui...

Se tiveres os aqua bem planeado e dividido, creio que não vá ser grande problema...mas é algo muito dificil...pois a colonia de conchicolas já rouba bastante espaço para poderes colocar rochas...

 

Quanto ás conchas podes colocar de caracoleta. Acho que é o que a maioria coloca e segundo li num site de conchicolas são as que mais se assemelham ás que existem no tang em relação de peso e espaço.

As verdadeiras nunca vi à venda nem sei quem as exporte....

 

abraço

Link to comment
Share on other sites

e ja agora, em termos de equipa de limpeza, que animais e que podemos ter?  

sera que se podem por uns camaroes negros, ou wood shrimp?  

A "equipa de limpeza" do lago é composta por algumas espécies de espécies de Synodontis, tens de pesquisar quais são o que tem tamanho

para conviver com as espécies de ciclideos que tens sem os engolir...

Quanto aos camarões, os teus ciclideos agradeceriam, seriam sem duvida 1 bom "saco de pancada",ou nos casos em que os ciclideos tem 1 boca maior como o Altolamprologus Comprissiceps uma boa refeição. :cry:

Isto se eles sobrevivessem á alcalinidade da água, como podes ver aqui:

http://www.azgardens.com/shrimpfactory.php

 

atençao aos post sem interesse....

Não estou a ver a qual post te referes , penso que este tópico está bastante interessante, e esclarecedor para todos nós...

Se for ao do moderador Joalmag,e não sou advogado de ninguem(nem ele precisa), eu achei a resposta muito elucidativa e mesmo no seu estilo

de brincadeira consegue alertar para a os dissabores que certas misturas

de ciclideos podem provocar...

Quanto aos Tropheus, penso que está tudo (bem) dito.

Quanto aos jullies li qualquer coisa que não eram muito aconselhaveis com conchicolas, mas também não sei bem porque...  

Apenas sei que são agressivos...  

Há algo que eu quero sublinhar:Desengane-se quem pensa que um biotipo do lago Tanganyika irá ser um mundo de paz e amor em que todos os ciclideos vivem em armonia e que vão ter uma decoração muito direitinha

sem areia remexida, derrocadas de pedras e as plantas sempre intactas...

Na minha ainda curta experiencia com os ciclideos dos grandes lagos(e tenho espécies do Malawi, Tanganyika e Victória (em aquários separados como é obvio), posso afirmar que de uma forma geral que no meu caso, os ciclideos do Tanganyika são os mais territoriais e agressivos de todos, não obstante serem de longe os mais pequenos...

Quanto aos juliochromis se optares pelos de menores dimensões, os J. Transcriptus não vais ter grandes problemas, o mesmo já não digo dos possiveis problemas que decerto terás com os Altolamprologus, mas como insistem ficarei por aqui quanto a este assunto.

Cumps

Antonio Silva

Cumps

António Silva

APC#128

Link to comment
Share on other sites

boas

 

bem em relaçao aos camaroes ja calculavamos que isso se iria passar vou por um sinodontis e mt pumaceas que tenho criado. tambem em relaçao aos trofeus tb ja calculava mas era so para tirar a duvida.

 

bem mas esta me a faltar uma coisa mt importante que e, de todos os peixes que mencionei sao eles: altu , cyp. lept. , neolamp. brevis , jullis e neolamp. leleupi. quais voces colocariam e quantos ja que o aqua tem 100/40/50 e vai ter uma zona central onde vou colocar as conchas e duas zonas laterais rochosas onde colocarei uns fetos de java e que vao formar os habitates para os restantes peixes. agora perante estes dados queria saber a vossa opiniao.

 

abraços e obrigado

abraços

Link to comment
Share on other sites

"Há algo que eu quero sublinhar:Desengane-se quem pensa que um biotipo do lago Tanganyika irá ser um mundo de paz e amor em que todos os ciclideos vivem em armonia e que vão ter uma decoração muito direitinha" antonio silva

Agora senti-me picado chainsaw

Infelizmente não tenho tido tempo para tirar fotos e mostrar o meu aquário, mas posso dizer que reina a paz e o amor, além das plantas. O unico desarrumo foi feito por um casal de similis, mas depois de fazer a sua cova já não mexeu mais, apenas retoca o buraco.

O meu aquario tem 450L e 3 espécies, penso que é esse o segredo, uma escolha cautelosa de espécies e não sobrelotar a coisa. Tenho similis (com alevins) cyp leptosomas mpulungu (já andam 3 alevins no aquario sem serem comidos) e xenotilapias (começam a fazer uns rituais de acasalamento).

 

Quanto ao teu aquario, já que queres uma espécies azul/preta aconselho-te Variabilichromis moorii. Eu ando interessado nesta espécie, mas não sei muito sobre ela porque quero que o aquario estabilize, e tive medo que a informação me trouxesse uma vontade irresistivel para comprar. Eu meteria essa espécie (se não houver contra-indicações, penso que não, mas não garanto) com os brevis e mais nada.

cyp. leptosomas acho mal meteres porque são peixes que andam em cardumes de milhares, acho que fica sempre com um ar pouco natural (a não ser que metas uns 20 num aquario à medida! )

Os Variabilichromis moorii têm a vantagem de ser uma espécie pouco divulgada, assim depois arranjavas umas criações ao pessoal.

É preferivel teres poucas espécies e veres os comportamentos dos peixes do que teres uma mistura de tudo, onde acabas por não ver nada (um tropheu sozinho é uma asneira).

Vou fazer um esforço para meter fotos do meu aquário por aqui.

abraços

rui

Link to comment
Share on other sites

"Há algo que eu quero sublinhar:Desengane-se quem pensa que um biotipo do lago Tanganyika irá ser um mundo de paz e amor em que todos os ciclideos vivem em armonia e que vão ter uma decoração muito direitinha" antonio silva

Agora senti-me picado  :roll:

Infelizmente não tenho tido tempo para tirar fotos e mostrar o meu aquário, mas posso dizer que reina a paz e o amor, além das plantas. O unico desarrumo foi feito por um casal de similis, mas depois de fazer a sua cova já não mexeu mais, apenas retoca o buraco.

O meu aquario tem 450L e 3 espécies, penso que é esse o segredo, uma escolha cautelosa de espécies e não sobrelotar a coisa. Tenho similis (com alevins) cyp leptosomas mpulungu (já andam 3 alevins no aquario sem serem comidos) e xenotilapias (começam a fazer uns rituais de acasalamento).

 

Quanto ao teu aquario, já que queres uma espécies azul/preta aconselho-te Variabilichromis moorii. Eu ando interessado nesta espécie, mas não sei muito sobre ela porque quero que o aquario estabilize, e tive medo que a informação me trouxesse uma vontade irresistivel para comprar. Eu meteria essa espécie (se não houver contra-indicações, penso que não, mas não garanto) com os brevis e mais nada.

cyp. leptosomas acho mal meteres porque são peixes que andam em cardumes de milhares, acho que fica sempre com um ar pouco natural (a não ser que metas uns 20 num aquario à medida! )

Os Variabilichromis moorii têm a vantagem de ser uma espécie pouco divulgada, assim depois arranjavas umas criações ao pessoal.

É preferivel teres poucas espécies e veres os comportamentos dos peixes do que teres uma mistura de tudo, onde acabas por não ver nada (um tropheu sozinho é uma asneira).

Vou fazer um esforço para meter fotos do meu aquário por aqui.

abraços

          rui

Assino por baixo chainsaw

cumps

João Magalhães APC #45

 

http://joalmag.blogspot.com/

Link to comment
Share on other sites

Infelizmente não tenho tido tempo para tirar fotos e mostrar o meu aquário, mas posso dizer que reina a paz e o amor, além das plantas. O unico desarrumo foi feito por um casal de similis, mas depois de fazer a sua cova já não mexeu mais, apenas retoca o buraco.  

O meu aquario tem 450L e 3 espécies, penso que é esse o segredo, uma escolha cautelosa de espécies e não sobrelotar a coisa. Tenho similis (com alevins) cyp leptosomas mpulungu (já andam 3 alevins no aquario sem serem comidos) e xenotilapias (começam a fazer uns rituais de acasalamento).  

 

Quanto ao teu aquario, já que queres uma espécies azul/preta aconselho-te Variabilichromis moorii. Eu ando interessado nesta espécie, mas não sei muito sobre ela porque quero que o aquario estabilize, e tive medo que a informação me trouxesse uma vontade irresistivel para comprar. Eu meteria essa espécie (se não houver contra-indicações, penso que não, mas não garanto) com os brevis e mais nada.  

cyp. leptosomas acho mal meteres porque são peixes que andam em cardumes de milhares, acho que fica sempre com um ar pouco natural (a não ser que metas uns 20 num aquario à medida! )  

Os Variabilichromis moorii têm a vantagem de ser uma espécie pouco divulgada, assim depois arranjavas umas criações ao pessoal.  

É preferivel teres poucas espécies e veres os comportamentos dos peixes do que teres uma mistura de tudo, onde acabas por não ver nada (um tropheu sozinho é uma asneira).  

Vou fazer um esforço para meter fotos do meu aquário por aqui.  

 

 

E mai nada! chainsaw

 

Parabéns ao Rui por não cair na tentação de comprar mais "aquele" peixe.

É muito importante especialmente nos tanganyika os peixes terem bastante espaço para criarem os seus próprios territórios e se sentir à vontade, senão nunca observaremos o seu comportamento "natural".

 

Abraço,

logo.jpg
Link to comment
Share on other sites

Boas, Rui Oliveira

O meu aquario tem 450L e 3 espécies, penso que é esse o segredo, uma escolha cautelosa de espécies e não sobrelotar a coisa.

Não podia estar mais de acordo contigo, por isso é que tem sido neste tópico debatida a questão da compatibilidade de espécies e alertar quem vai começar agora as desvantagens da misturas de espécies cujo comportamento , hábitos alimentares e tamanho variam de forma consideravel...Embora o tamanho não seja sinónimo de maior ou menor agressividade( em muitos casos antes bem pelo contrário), podem existir

comportamentos predatórios por espécies de maior porte em relação ás mais pequenas.

Devo reconhecer que a tua seleção de espécies está muito equilibrada, mas 450 litros de água contribuem e muito para essa armonia.

Quanto aos Variabilichromis Moorii tenho 4 exemplares muito jovens(como todos os meus Tanganyika, pois comecei á pouco tempo com eles),ainda tem a coloração laranja vivo e o que tenho a dizer sobre eles

é que são uns diabinhos...além de se agredirem uns aos outros, ainda "molham a sopa" nos N. Leloupi , juliochromis Transcriptus e nos N.

Caudopuntactos :roll: , Tenho ainda outra espécie que nem sequer me atrevo

a colocar junto destes- Telmatochromis Dhonti, se algum dia quiseres saber o que é o caos num aquário de Tanganyika posso oferecer-te alguns

alevins desta espécie pois neste momento tenho cerca de 50 alevins do meu casal. chainsaw

Fica aqui a foto do meu Bin Laden:

pic_4278_3.jpg

 

Cumps

Antonio Silva

Cumps

António Silva

APC#128

Link to comment
Share on other sites

boas

 

bem face aos vossos depoimentos decidi finalmente q vou optar por colocar a colonia de 4 brevis femeas e 2 machos a um canto do aqua deixando o resto do aqua livre para 4 neolamprologus leleupi 2 altolamprologus calvus (white) e 4 julidochromis ornatus.

a disposiçao das pedras ainda esta por decidir mas talvez façamos um monte de pedras a um canto e depois colocamos pedras enterradas no areao de modo a q os peixes escavem buracos a seu gosto.

penso q o aqua assim ficara equilibrado tanto a nivel de compatibilidades como a nivel de sobrepopulaçao e tambem penso q com esta disposiçao de pedras e conchas criarei o habitat com espaço suficiente para q cada peixe/casal tenha o seu proprio territorio.

 

deixo aqui uma ultima pergunta: qual é o diformismo sexual nos neolamp. leleupi ; nos julidochromis ornatus e nos lamp. brevis?

 

abraços e obrigado

abraços

Link to comment
Share on other sites

Boas!

Gosto das escolhas...vais é ter problema a meter isso tudo no aqua...penso eu! Peixes de rochas tens 3 especies! Julies, altos e leleupi! Parece-me dificil conjugar tudo no mesmo aqua, principalmente tendo em conta vais ter uma zona sem rochas! :roll:

 

Eu neste momento tenho 4lelupi no meu aqua 90x40x50 e é praticamte um só peixe que domina metade ou um pouco mais do aquario... :roll:

 

O que ainda poderá agravar isto tudo é em qualquer um dos peixes que escolheste ser muito dificil sexar. Então imagina ter 4leleupis machos,2 altos e 2julies (este talvez consigas um casal por um bom preço). Acho que seria violento! :twisted:

 

Onde viste calvus white? Eu só vi uma vez à venda (por lista) e eram exemplares selvagens a mais de 50euros cada!

Link to comment
Share on other sites

boas

 

lol ok mas todos eles sao de facil reproduçao segundo consta certo?

 

bem estive a pensar e n sei se vou optar pela colonia de brevis a meio do aqua como tem o diesel_car pk desse modo conseguia separar os leleupi dos jullis uns ficavam de um lado outros do outros e como eles gostam de rochas n vao para o espaco aberto com apenas conchas no fundo onde estaram os brevis; o que acham?

 

abraços

abraços

Link to comment
Share on other sites

boas

 

eu sei o que sao ciclideos e n estou a espera de paz e amor claro. mas achei, que com estes peixes que quero por n iria estar a sobrepopulacinar o aquario. se voces acham o contrario digam mas n se limitem a fazer a critica e sim deem alternativas, ou seja digam em vez deste peixe poe este outro porque... entendem? e que eu n entendo mt disto e pelo que o nelson disse os leleupis e os julis juntos vao sobrepopulacionar o fundo meu aqua; mas ele n deu alternativas e eu pouco entendo disto e n encontrei nada que me desse informaçoes sobre este assunto de compatibilidades; sendo assim estou a contar com voces.

 

PONTO DA SITUAÇAO: pelo que entendi a melhor soluçao sera entao os conchicolas a um canto e pedras no resto do aqua. tb entendi que leleupis e jullis, apesar de so por 4 exemplares de cada especie, vao sobrepopulacionar o fundo do aqua. agora deem ideias em relaçao a subestituiçao de algum destes peixes tendo em conta que os conchicolas e para ficar e dando preferencia aos leleupis. tb quero sugestoes em relaçao a desposicao das pedras e das conchas.

 

abraços

abraços

Link to comment
Share on other sites

Five, aqui vai a minha opinião :roll:

 

Conchicolas a um canto

 

Julias ao outro canto, com algumas rochas, não muitas

 

Cyprichromis, paracyprichromis ou outro equivalente a ocupar a zona superior da água.

 

qualquer coisa fora disto, adeus conchicolas :roll:

 

OBS. colocar 1º os conchicolas para conseguirem formar o territorio deles antes de colocares as julias :twisted:

 

cumps

João Magalhães APC #45

 

http://joalmag.blogspot.com/

Link to comment
Share on other sites

Boas!

 

Então é facil! Podemos definir os tang em alguns grupos (corrijam-me se disser algum que não está certo ou a menos):

-conchicolas (já sabes quais são)

-os das rochas (lamp, neolamp, julies)

-os de areao aberto (xenothilapias, Callochromis)

-os de meia agua (Aulonocranus, Ophthalmotilapia , tropheus)

-os de aguas abertas (Cyprichromis)

 

Conchicolas já tens!

As rochas já estão ocupadas com os leleupi OU os julies!

O areão já está todo ocupado! Portanto esquece as xeno.

A meia agua normalmente são peixes maiores e que necessitam de territorios maiores (poder ser Aulonocranus dewindti hipotese?!)

Tens a os cyp.leptosoma que poderá ocupar a superficie do aqua! Dão boas cores e são de incubação bocal!

 

Assim, metias a colonia de conchicolas, os leleupi ou as julies e um macho de lept. e 4femeas! Ah...e os 2altos. Acho que dá para tudo...

 

A ideia de dividir as rochas até foi minha, mas agora reconheco que o nelson tem toda a razao! Um dos leleupi facilmente conquista um dos grupos! E o outro fica para os restantes...Portante mais vale meteres um cantinho de 40X40 ou algo do genero para os brevis!

 

Nota: em cima disse tudo de cabeça portanto é capaz de tar alguma coisa mal, mas se o pessoal mais expert ajuda! Espero. :twisted:

Link to comment
Share on other sites

Então é facil! Podemos definir os tang em alguns grupos (corrijam-me se disser algum que não está certo ou a menos):

-conchicolas (já sabes quais são)

-os das rochas (lamp, neolamp, julies)

-os de areao aberto (xenothilapias, Callochromis)

-os de meia agua (Aulonocranus, Ophthalmotilapia , tropheus)

-os de aguas abertas (Cyprichromis)

 

Essa classificação já foi feita pelo Ad konings e revista várias vezes por ele e por outros cromos da bola :roll: por isso aconselho vivamente a leitura do livro "os ciclideos do tanganyika no seu meio natural" :twisted:

 

Relativamente à classificação do cientista paulo_lourenço, eu como "defensor" dos "m'bunas", me apraz fazer esse comentário: wink: os tropheus não são de meia água mas, e como m'bunas do tanganyika que são, vivem em zonas rochosas junto à superficie e raramente vivem na zona superior do aquário ocupando principalmente a zona inferior como qualquer m'buna que se preze:wink:

 

cumps

João Magalhães APC #45

 

http://joalmag.blogspot.com/

Link to comment
Share on other sites

Boas!

É claro que já sabia da classificação feita, apenas não sabia se me estava a esquecer de algum grupo ou não, para além de colocar alguma especie fora do habitat a que pertence! Mas parece que não! :lol::wink:

 

Os leleupi não me parece que sejam má opção. Os altos sim, são peixes predadores que não darão qualquer hipotese a alevins! Mas até nem penso que sejam muito agressivos (pelo que li, porque não tenho experiencia com o peixe em questão).

Pelo que sei os julies são mais agressivos que qualquer um dos outros, embora não haja o problema de predador (pelo menos não tanto).

 

Costumo ver aqui as caracteristicas do peixes (vai a profiles)

www.cichlid-forum.com, pode ser que tenhas alguma ideia.

Link to comment
Share on other sites

Os leleupi não me parece que sejam má opção. Os altos sim, são peixes predadores que não darão qualquer hipotese a alevins! Mas até nem penso que sejam muito agressivos (pelo que li, porque não tenho experiencia com o peixe em questão).

Pelo que sei os julies são mais agressivos que qualquer um dos outros, embora não haja o problema de predador (pelo menos não tanto).

Os leleupi não são má opção, são uma péssima opção :wink:

Os leleupis no geral são bem mais agressivos que as julias e como crescem mais que a generalidade das julias, salvo algumas espécies o problema é "maior" :roll:

 

Não se trata de uma questão de predação mas sim uma questão de domínio :lol:

 

cumps

João Magalhães APC #45

 

http://joalmag.blogspot.com/

Link to comment
Share on other sites

Porque é que não fazes assim...

 

Mete lá os brevis a um canto e (julgo serem os melhores) julies trancriptus no outro. E não queiras meter mais nenhum no fundo porque senão vai haver molho!

 

Depois, podes escolher um daqueles de meio/topo pra dar vida ao resto do aqua!

 

Na minha modesta opinião 3 espécies é o suficiente! Vais poder observar 3 diferentes comportamentos e ficar fascinado! Se exagerares no numero e espécie de peixes, se calhar, já não vais ver nada tão interessante...

 

Quanto á equipa de limpeza, falavas nas pomáceas...

 

Eu comprei uma pomácea e uma nerritina este fds.

 

A nerritina, durante a noite, anda nas suas "limpezas"!

A pomácea, (devido aos julies) já não vai durar muito mais!

Fica o relato da experiência...

 

Cumps. :wink:

Link to comment
Share on other sites