Sign in to follow this  
djustpaulo

Alguem sabe que planta e esta ?

Recommended Posts

Boas,

 

Também digo o mesmo que o babykhan, mas a variante 'green' :D

 

cumps

Share this post


Link to post
Share on other sites

E bom para aquario de camaroes?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qual variedade green? :eusathink: A biovar nominal da planta é verde, porque carga de água havemos nós de lhe acrescentar um epiteto desnecessário? É Hygrophila polysperma. Ponto final paragráfo. Acrescentar floreados nesta planta que delas não precisa, apenas denota uma coisa, e não digas que estou de mau humor...Simplesmente gosto que as coisas sejam ditas correctamente.
Epá se não sabes tudo bem, pergunta a quem saiba, mas inventar só para ficar bem na fotografia...Epá, rapaz, isso não.

Aqui fica uma explicação meio resumida do pouco que sei acerca do assunto do uso do epiteto "VAR." que está tão em voga...


Apenas se usa o epiteto "var." quando nos referimos a uma biovar diferente do tipo nominal da especie...Por exemplo, caso estivesses a falar da Var. Rosanerving( cujo estatuto como uma biovar é altamente questionavel, visto que não é uma variedade mas sim uma infecção virica que causa o aspecto da "variedade rosanerving"), poderias escrever porventura escrever Hygrophila polysperma var. Rosanerving, embora eu não o fizesse. Mas nunca Hygrophila polysperma var. "Green"...

Para que fique esclarecido, a questão das variedades, é uma maneira de lidar mais facilmente com a questão das diferenças morfológicas dentro de uma especie já descrita, mas cujo estatuto taxonómico de suas subspecies ou outras especies semelhantes está ainda, ou em investigação, ou em aberto. Os casos mais banais desta situação é o complexo género das Rotala. Inicialmente tinhas a Rotala indica, que devido a pobres identificações abarcava um enorme numero de "biovars"...Com os anos, não só se provou que a var Red da Rotala Indica, mais não era que a Rotala rotundifolia, que outra das rotalas red mais não era que Rotala macranda(cujo estatuto está em questão visto que passou a ser chamada Rotala macranda var. narrow). O mesmo acontece entre o Complexo Cryptocoryne, o Género Hygrophila tem também uma serie de novas especies que têm sido arrumadas para fora de var. para dentro de novas especies. Inclusivamente a planta que actualmente mais está na berra, a Staurogyne repens foi inicialmente identificada como uma biovar de uma Hygrophila sp.

Isto apenas para falar um bocadinho da questão das biovars, que são variedades expontaneas. Se eu me pusesse a falar das Cultivars, que são variedades criadas artificialmente era outro par de botas.


Mas no caso deste amigo, trata-se mesmo da variedade nominal, pelo que o uso do epiteto não só não é preciso, como pode denotar outras coisas=P

 

Quanto á ultima questão do Justpaulo, sim a Hygrophila polysperma é uma excelente planta para aquários de camarões, em especial aquários de camarões sensiveis a nitratos e outros complexos azotados, uma vez que esta planta consome nutrientes em muito abundantes quantidades, criando densas moitas, o que também favorece os camarões. A unica coisa que tenho a apontar a esta planta é a sua invasividade. Tens que andar sempre em cima dela a podar, e a controlar as guias que por vezes em planta deita na horizontal junto ao substrato quando as condições são a seu gosto. Normalmente tem um crescimento vertical, mas sob condições optimas lança também caules na horizontal para colonizar outras partes do tanque. Importante de notar, é que esta planta atinge um grande porte, facilmente atingindo os 50+cm em poucos dias... É das plantas com o crescimento mais rapido das que já tive até hoje nos meus tanques...Mais rapida que ela, só mesmo a Limnophila sessiflora...
Outra coisa a ter em atenção com esta planta é a questão da alelopatia sobre plantas da mesma especie. Esta planta, juntamente com outras do seu género, por mostrar casos de alelopatia, situações em que a planta lança substancias quimicas para o ambiente para reduzir ou mesmo matar o crescimento de outras plantas concorrentes. No caso das polysperma, não sei ainda quantificar se se trata de alelopatia associada á coluna de água, ou se o que as mata fica no substrato...Uma coisa é seria, ao fim de alguns meses, a um ano, a moita começa a definhar, mesmo apesar de se manterem as condições de fertilização e iluminação optimas para a planta. Nessa situação, e por experiencia propria, mudar a planta de local no tanque ajuda e muito á regeneração da mesma. Em casos extremos, costumo mudar a planta de aquário.

O que causa esta situação não está ainda clarificado, embora os casos de aparente alelopatia sejam já alguns reportados a nivel mundial do hobby.

Novamente peço a todos um pouco de seriedade quando se dá respostas num forum de aquariofilia...Isto não é somente um hobby, é também em grande parte ciencia, e por essa razão não deve ser tratada com leviendade. Sejamos serios na nossa abordagem á coisa. Estudemos, aprendamos, usemos os termos correctos, e acima de tudo estudemos a area que mais nos interessa. Se isso é a area das plantas, força, dominemos a botanica o mais que conseguirmos, se for a peixes, dominemos a fundo a problematica dos peixes...Agora andar pelo meio disto "como cão por vinha vindimada", isso não meus caros. Sabemos, dizemos, não sabemos, não inventamos =P

Edited by gervas

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ui sim senhor grande escrita em altas ehehhe tive a ver The gardens of kadesh plantado esta simplesmente brutal ... Abraços obrigado ja agora sabes se esta plantas boa para camaroea

Share this post


Link to post
Share on other sites

(...)

Quanto á ultima questão do Justpaulo, sim a Hygrophila polysperma é uma excelente planta para aquários de camarões, em especial aquários de camarões sensiveis a nitratos e outros complexos azotados, uma vez que esta planta consome nutrientes em muito abundantes quantidades, criando densas moitas, o que também favorece os camarões. A unica coisa que tenho a apontar a esta planta é a sua invasividade. Tens que andar sempre em cima dela a podar, e a controlar as guias que por vezes em planta deita na horizontal junto ao substrato quando as condições são a seu gosto. Normalmente tem um crescimento vertical, mas sob condições optimas lança também caules na horizontal para colonizar outras partes do tanque. Importante de notar, é que esta planta atinge um grande porte, facilmente atingindo os 50+cm em poucos dias... É das plantas com o crescimento mais rapido das que já tive até hoje nos meus tanques...Mais rapida que ela, só mesmo a Limnophila sessiflora...

Outra coisa a ter em atenção com esta planta é a questão da alelopatia sobre plantas da mesma especie. Esta planta, juntamente com outras do seu género, por mostrar casos de alelopatia, situações em que a planta lança substancias quimicas para o ambiente para reduzir ou mesmo matar o crescimento de outras plantas concorrentes. No caso das polysperma, não sei ainda quantificar se se trata de alelopatia associada á coluna de água, ou se o que as mata fica no substrato...Uma coisa é seria, ao fim de alguns meses, a um ano, a moita começa a definhar, mesmo apesar de se manterem as condições de fertilização e iluminação optimas para a planta. Nessa situação, e por experiencia propria, mudar a planta de local no tanque ajuda e muito á regeneração da mesma. Em casos extremos, costumo mudar a planta de aquário.

O que causa esta situação não está ainda clarificado, embora os casos de aparente alelopatia sejam já alguns reportados a nivel mundial do hobby.

 

(...)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem eu li e passai a parte dos camaroe lolol mas ja esta percebido muito brigado abraco

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sign in to follow this