Video-Vigilância do aquário


Recommended Posts

Bom dia

 

Após alguns problemas ocorridos nas minhas férias... e por estar a pensar em fazer algo... tenho pesquisado em algumas soluções de observação à distância do meu aquário. Até porque por vezes passo 1 semana sem o ver ...

 

Material necessário:

1 PC. Low cost em preço e em consumo energético.

Este que vos apresento custa cerca de 300€ e gasta cerca de 20W.

 

Família Eeebox da Asus

 

Ex:

Asus Eeebox B202

Onde comprar mais barato?

 

cerca de 300€...

 

mais uma webcam, talvez 2 webcam's, talvez 3...

 

e têm este software que permite usar o vosso iPhone para 'visualizar' o vosso PC.

 

Para além de outras aplicações freewhere, como TeamViewer ou LogMeIn...para usar comunicação PC-PC...

 

Abraço

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Isso para visualizar o aquário sai caro, vejamos.:

 

PC - 300€

 

WebCam's - 50€

 

Iphone - 600€ ( +/- )

 

Ora, logo aqui tens um custo de 950€....., mais o custo das ligações de internet do telemovel, mais a eletricidade gasta no pc ( não será muita mas há que ter em conta ) Acho muito desnecessário apenas para ver o aquário.....

 

Tenho o meu Aquário vai quase para 2 anos, já fui de fim de semana várias vezes, já fui de férias, e nunca nada me correu mal. Talvez porque planeei tudo, mas nunca necessitei de estar a ver o aquário...

 

Depois tens o outro problema.... Iphone..... Pode ser o telemóvel da moda, mas peço desculpa aos utilizadores assíduos dos iphone, acho que o telefone não é mesmo grande coisa....

 

Posto isto, acho mais fácil se é mesmo só para controlarem o aquário, instalar uma web-cam wireless em algum ponto estratégico no aquário, metem no vosso pc "caseiro", e instalam uma aplicação do estilo " Log-me In ". Assim basta acederem do vosso portatil quando estão de férias ao vosso PC de casa e vêm as imagens.

 

Neste caso terás um custo aproximado de.:

 

1 x Webcam wireless - 50€

 

1 x Licença Log me In - 49€

 

Acho que assim tens um custo muito mais em conta....

 

Só a minha ideia.

 

abraço

Abraço,

 

João Judicibus

Link to comment
Share on other sites

Bom dia João

 

Posto isto, acho mais fácil se é mesmo só para controlarem o aquário, instalar uma web-cam wireless em algum ponto estratégico no aquário, metem no vosso pc "caseiro", e instalam uma aplicação do estilo " Log-me In ". Assim basta acederem do vosso portatil quando estão de férias ao vosso PC de casa e vêm as imagens.

 

Neste caso terás um custo aproximado de.:

 

1 x Webcam wireless - 50€

 

1 x Licença Log me In - 49€

 

Acho que assim tens um custo muito mais em conta....

 

Só a minha ideia.

 

abraço

 

Um PC caseiro convencional gasta muito mais que os 20W anunciados pela ASUS... eu tenho 1 portátil que é usado esporadicamente como desktop (a minha esposa usa-o na sua vida profissional - formação), portanto não está 24h ligado e este ASUS seria uma alternativa para vigilância 24h.

Para quem não tenha PC, estes portáteis (Magalhães, etc...) podem ser uma solução.

 

Quanto ao LogMeIn, tenho-o como free. Uso-o para fins profissionais sem quaisquer problemas. Não é preciso pagar licença.

O mesmo se passa com o TeamViewer, é free e uso-o igualmente para fins profissionais.

Nas férias tenho sempre o meu portátil profissional comigo.

 

No meu caso, nas férias, basta apenas:

deixar o meu portátil doméstico ligado

ligar a webcam

adquirir eventualmente uma UPS

alterar o tarifário da netcabo...

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Olá Pedro,

 

penso que a melhor relação preço/retorno para uma solução de videovigilancia terá sempre de considerar o que já existe em casa.

 

- comprar um iPhone só para este efeito é "overkill"! Agora se já o temos e/ou se estamos à procura de uma boa desculpa para o adquirir... (e nem vou entrar no debate de se é um bom "telefone" (encarar o iPhone apenas como um telefone é uma análise simplista) ou não, apenas digo que, baseado na experiência de utilizar um há 14 meses, para as *minhas* necessidades de conectividade é o melhor equipamento existente no mercado. Outras pessoas terão outras necessidades)

 

- manter um computador desktop ligado 24 horas/dia *apenas* para efeitos de ligar uma webcam é overkill

 

- adquirir e manter um portatil ligado 24 horas/dia *apenas* para efeitos de ligar uma webcam é overkill

 

- manter uma webcam ligada através de port USB obriga a que o computador tenha de estar na proximidade so aquário

 

- nas soluções que obrigam a manter um PC ligado 24/7 apenas para efeitos de videovigilancia há que equacionar os gastos de energia desse mesmo equipamento (garanto-vos que faz mossa visto que nunca desligo o meu PC e apenas ele é responsável por sensivelmente 20 Euros mensais da factura de electricidade)

 

- a maior parte das webcams baratuchas tem uma resolução extremamente deficiente em modo video o que significa que quando visualizarem o aquário estarão a ver um belo borrão

 

O Carlos Dias (Foca) implementou uma IPCam que é totalmente independente do PC, apenas tens de ter acesso wireless à internet em casa. Quando vais de férias apenas tens de manter o router e a ipcam ligada e podes aceder a partir de qualquer terminal móvel que o permita ou qualquer PC com acesso à internet. Em termos de custos de manutenção é o sistema mais barato, em termos de aquisição, uma ipcam decente anda à volta dos 200 euros.

Link to comment
Share on other sites

Olá Pedro,

 

sem ter experiencia na câmera em questão, considero-a francamente fraca. A resolução máxima (640 x 480) é muito baixa e o modo de resolução em modo video a 30 fps é com resolução ainda mais baixa (qvga=320 x 240). Poder-se-ia alegar que controlando o tilt e usando o zoom da camara se poderia ter mais detalhe mas o zoom é totalmente digital o que quer dizer que o software pega na imagem fraca que o sensor dá e depois aumenta digitalmente a image oq ue vai dar uma imagem "pixelada".

 

O Carlos Dias comprou a D-Link DCS2121 (http://www.itreviews.co.uk/hardware/h1900.htm) que consome apeans uns 5W. Dependendo do modo como a colocas, na resolução maxima da camera (1280 x 1024..o dobro dos 640 x 480) consegues ver o aquário e a área técnica inclusive conseguindo ler os mostradores digitais de algum instrumento que tenhas. A Pixmania está a vendê-la por 164 Euros, não sei se há melhor nesta zona de preço nem se está à venda mais barato num outro lado. Se quiseres combinas com o carlos e ele faculta-te o acesso online à camara para veres a qualidade e se serve os teus propósitos.

 

Se for totalmente para desenrasque existem cameras de video que podem funcionar também como webcams quando ligadas a um PC..se tiveres alguma é uma alternativa a considerar para desenrasque chainsaw

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde

 

Obrigado pelas dicas Rui.

 

Mas esta questão dos Eeebox, surgiu igualmente na sequência do interesse nos PC para aquariofilia - GHL, Aquatronica...

Pois com estes PC e o módulo Ethernet é possível visualizar, modificar informações de forma remota.

 

Era mais um coelho para a cartola.

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde

 

A máquina do Carlos Dias está a 164€ na Pixmania.

Podem ver aqui

 

Então Rui, ajuda-me se faz favor.

 

Neste momento, uso a NetCabo mas ainda não é Wireless...

Para conseguir trabalhar com a câmara de forma wireless, que material (router, etc) suplementar teria que adquirir?

 

Este router parece-me bem...

 

Grato pela atenção

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Olá Pedro,

 

Não tenho experiencia com os computadores para controlar aquários tipo aquatronica mas o entendimento que tenho é que não necessitas de um PC ligado aos mesmos para teres acesso aos parametros, é isso que o módulo ethernet faz, cria um web server (do mesmo modo que uma ipcam o faz) de modo a que basta usares um endereço ip a partir de qualquer ponto do mundo e tens acesso à informação publicada nesse mesmo web server disponibilizada pelas várias sondas ligadas ao aquatronica. De modo a que o EeeBox não é necessário para teres um profilux, aquatronica, etc. e teres acesso à informação dos mesmos via internet, basta fazeres chegar um cabo de rede ao modulo ethernet. Se estiver enganado agradeço que me corrigam.

 

Para usares a D-link ou qualquer outra IPcam apenas tens de assegurar que tens acesso wireless no ponto em que pretendes ter a dita camera. O modo como o consegues é através de um router wireless. Penso que a Netcabo disponibiliza um. Em termos de marcas sempre usei Linksys.

Basicamente do cable modem que a netcabo te instalou aí em casa sai um cabo ethernet que irá ligar ao router wireless logo, por norma, o router é instalado nas imediações do local onde a netcabo te deixou o cable modem embora fazendo/comprando um cabo maior possas instalar o router wireless onde pretenderes. Os cabos ethernet podem ter algumas dezenas de metros. Digo isto porque não conhecendo a configuração da tua habitação, podes ter o cable modem da netcabo na cave e o aquário estar no sotão, 2 pisos mais acima. Se for um apartamento normal, qualquer router wireless norma G ou N cobre a área do mesmo.

Link to comment
Share on other sites

Olá Pedro,

 

o Linksys WRT160N possui uma muito boa relação preço/qualidade.

A ter em atenção que é um modelo de router com antenas internas logo, se moras apenas num unico piso não deverás ter qualquer problema agora se tens de distribuir o sinal entre dois pisos e se instalares o router numa ponta da casa, o outro piso na ponta oposta quase de certeza que não vai ter sinal de jeito.

Link to comment
Share on other sites

uma solução mais barata é pedir a um amigo ou familiar para ver o aquario todos os dias ,porque por muito boas que essas soluçoes sejam normalmente são usadas quando estamos de ferias e não se vai largar as ferias para se ir ver o aquario ainda mais se estivermos no estrangeiro.Acho mais util ter um modulo sms a alertar dos parametros do aquario .

È que por azar as coisas más acontecem quase sempre quando não está ninguem a ver ,e ninguem anda sempre com um portatil na mão para ver o aquario.

Só mais uma opinião ;)

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde

 

Obrigado Rui pelos sucessivos esclarecimentos.

Mais 1 questão.

 

A minha net é taxada aos 30 minutos... nunca precisei de mais...

Acontece que para aceder, ligo e desligo via software a comunicação ao modem.

No caso da câmara, terei obrigatoriamente que mudar de tarifário para 24h... ou neste caso, posso manter o mesmo tarifário porque uma coisa não tem a ver com a outra, e o IP estaria sempre disponível?

 

(...)

 

Fica aqui uma avaliação da máquina em causa...

- Dá para ver à noite, pois é sensível à luz

- Dá para programar a câmara para ligar/desligar a determinadas horas

 

Grato pela atenção

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Olá Pedro,

 

A camera apenas estará disponivel para consulta fora da rede interna a partir do momento em que consiga uma ligação à internet logo isso implica, regra geral, uma ligação permanente à internet o que, no teu caso, é mais um custo a considerar.

Caso contrario, mantendo o teu actual acesso à internet, estando de férias em qualquer lado implicaria pedires que lá fosse alguem a casa activar-te o modem para a camera conseguir ligação à internet e tu aproveitares e veres como estão as coisas e de seguida essa pessoa desliga o equipamento de novo.

Não conhecendo esse acesso à internet, contudo penso ser possivel automatizar a ligação do mesmo ou seja, fazeres com que todos os dias às 20h, por exemplo, o PC fizesse ligação do modem e desligasse X minutos depois MAS isso implica deixar o PC ligado para que consigas ligação à internet ou seja, vai contra a justificação do maior investimento de uma IPcam que é precisamente a NÃO obrigatoriedade de ter um PC sempre ligado.

Link to comment
Share on other sites

ldsluis,

 

sem qualquer sombra de duvida que o melhor é ter sempre um humano que nos vá espreitar o aquário para ver se está tudo bem, quando isso é possivel, claro.

Acabei de regressar de 4 semanas de férias mas o meu pai vinha à minha casa duas vezes por dia ver como as coisas estavam e fazer a manutenção diária. Nenhuma camera substitui isso mas tive de dar uma valente ensaboadela ao meu pai para que soubesse a que tipo de coisas estar atento porque uma pessoa que não está sensibilizada para o mar de conhecimentos que implica cuidar de um aquário, ver um coral com RTN ou um normal é-lhe igual.

Para quem não tem a preciosa ajuda de uma pessoa, uma camera em conjunto com um aquatronica (ou outro qq computador) com o modulo de ethernet e/ou sms é uma excelente segunda alternativa, penso eu.

Link to comment
Share on other sites

Olá Pedro,

 

O preço da Vivotek é um pouco mais baixo que o da D-link, as suas especificações também o são: 640x480 de maxima resolução da Vivotek vs 1280 x 1024 da D-link e sensibilidade de 1.5 lux vs 0.5. De resto é tentares procurar feedback desta camera na internet, hoje foi a primeira vez que ouvi falar da Vivotek, não conheço a sua reputação.

Link to comment
Share on other sites

Olá Pedro,

 

Não pude deixar de ler este teu tópico, até porque versa um tema pelo qual me interesso pessoal e profissionalmente (videovigilância).

Existem vários modos de atingires os objectivos a que te propões, tudo depende da qualidade que pretendes e do limite máximo do orçamento que dispões.

 

A transmissão será por IP. Logo aqui tens várias escolhas. Camera IP directa ao router (por cabo ou wireless), camera ligada ao PC, camera ligada a dispositivo autónomo (para conversão do sinal analógico para IP) por sua vez ligado ao router. A ordem destas escolhas não é casual e representa um crescendo na qualidade máxima possível assim com também na comodidade de uso e no preço. A qualidade final vai ser influenciada pela qualidade da captação de imagem, pelo seu processamento e pela sua transmissão. De nada vale ter uma excelente largura de banda (e aqui o importante é a largura de banda no "upload", por norma as ligações à net taxadas por período não oferecem mais de 128 ou 256 Kbs) se a camera tem especificações medíocres. O contrário também é válido.

 

Falemos então das cameras. Existem actualmente duas formas de captação de imagem, por sensor CCD e por sensor CMOS. Para não maçar com pormenores técnicos (que poderás sempre investigar na net), direi que actualmente as cameras com CCD possuem mais qualidade mas maior consumo de energia que as cameras equipadas com CMOS, e o preço é, compreensivelmente, mais elevado. As cameras IP (assim com as webcams) no mercado usam tecnologia CMOS e por isso estão mais limitadas em termos de qualidade. As duas a que já te referiste mostram isso mesmo. Tanto a IP7131 da Vivotek como a DCS-2121 da Dlink só captam a 30FPS com 640x480 de resolução máxima. Se pretenderes qualidade xGA (1024 x 768) ou SxGA (1280 x 1024) a frame rate baixa para 10FPS na Dlink (a Vivotek não informa mas deve ser muito parecido). Em termos de iluminação requerida a Dlink é de longe superior (0.5 lux a f/2,8 contra 1,5 a f/2.0). O unico ponto em que a Vivotek se destaca é por possuir um terminal I/O (não especifica se por relé ou colector aberto) o que permite o comando de dispositivo externo remotamente (ligar/desligar a iluminação do áqua por exemplo).

 

Para aquilo que pretendes (visualização remota do áqua) tens em termos de relação qualidade/preço uma solução que penso que ainda não te foi sugerida. Adquires uma camera de vigilância profissional de gama média com tecnologia CCD, andam à volta dos 150-200€ (preço de revenda, PVP não faço ideia), com ou sem infravermelhos (para visão nocturna a 0,0 lux), compras uma placa PCI ou USB de captura de imagem à volta de 50€PVP (recomendo a Asus ou a Pinacle), e usas software freeware para te conectares ao pc. Se quiseres dispensar o pc, podes usar um conversor para ligar a camera directamente ao router, mas aí o preço dispara, um descodificador IP/analógico de gama média custa sempre mais de 400€.

Em qualquer destas soluções garanto melhor qualidade (muito) que com uma camera IP, e se pensares que um pc ligado 24h te vai gastar no máximo 25€/mês em energia, se é só para utilizares o sistema quando em férias ou em ausências mais curtas, a solução camera---placa de captura---pc oferece-te qualidade por no máximo 250€.

 

Espero que este meu contributo te seja útil, caso queiras mais esclarecimentos, técnicos, gerais ou apenas opinião sobre algo, estamos aí para ajudar até onde souber.

 

Um abraço.

Link to comment
Share on other sites

Peço desculpas pelo spam, mas fiquei apazurdido por este post, digo mesmo, fenomenal...

 

 

Olá Pedro,

 

Não pude deixar de ler este teu tópico, até porque versa um tema pelo qual me interesso pessoal e profissionalmente (videovigilância).

Existem vários modos de atingires os objectivos a que te propões, tudo depende da qualidade que pretendes e do limite máximo do orçamento que dispões.

 

A transmissão será por IP. Logo aqui tens várias escolhas. Camera IP directa ao router (por cabo ou wireless), camera ligada ao PC, camera ligada a dispositivo autónomo (para conversão do sinal analógico para IP) por sua vez ligado ao router. A ordem destas escolhas não é casual e representa um crescendo na qualidade máxima possível assim com também na comodidade de uso e no preço. A qualidade final vai ser influenciada pela qualidade da captação de imagem, pelo seu processamento e pela sua transmissão. De nada vale ter uma excelente largura de banda (e aqui o importante é a largura de banda no "upload", por norma as ligações à net taxadas por período não oferecem mais de 128 ou 256 Kbs) se a camera tem especificações medíocres. O contrário também é válido.

 

Falemos então das cameras. Existem actualmente duas formas de captação de imagem, por sensor CCD e por sensor CMOS. Para não maçar com pormenores técnicos (que poderás sempre investigar na net), direi que actualmente as cameras com CCD possuem mais qualidade mas maior consumo de energia que as cameras equipadas com CMOS, e o preço é, compreensivelmente, mais elevado. As cameras IP (assim com as webcams) no mercado usam tecnologia CMOS e por isso estão mais limitadas em termos de qualidade. As duas a que já te referiste mostram isso mesmo. Tanto a IP7131 da Vivotek como a DCS-2121 da Dlink só captam a 30FPS com 640x480 de resolução máxima. Se pretenderes qualidade xGA (1024 x 768) ou SxGA (1280 x 1024) a frame rate baixa para 10FPS na Dlink (a Vivotek não informa mas deve ser muito parecido). Em termos de iluminação requerida a Dlink é de longe superior (0.5 lux a f/2,8 contra 1,5 a f/2.0). O unico ponto em que a Vivotek se destaca é por possuir um terminal I/O (não especifica se por relé ou colector aberto) o que permite o comando de dispositivo externo remotamente (ligar/desligar a iluminação do áqua por exemplo).

 

Para aquilo que pretendes (visualização remota do áqua) tens em termos de relação qualidade/preço uma solução que penso que ainda não te foi sugerida. Adquires uma camera de vigilância profissional de gama média com tecnologia CCD, andam à volta dos 150-200€ (preço de revenda, PVP não faço ideia), com ou sem infravermelhos (para visão nocturna a 0,0 lux), compras uma placa PCI ou USB de captura de imagem à volta de 50€PVP (recomendo a Asus ou a Pinacle), e usas software freeware para te conectares ao pc. Se quiseres dispensar o pc, podes usar um conversor para ligar a camera directamente ao router, mas aí o preço dispara, um descodificador IP/analógico de gama média custa sempre mais de 400€.

Em qualquer destas soluções garanto melhor qualidade (muito) que com uma camera IP, e se pensares que um pc ligado 24h te vai gastar no máximo 25€/mês em energia, se é só para utilizares o sistema quando em férias ou em ausências mais curtas, a solução camera---placa de captura---pc oferece-te qualidade por no máximo 250€.

 

Espero que este meu contributo te seja útil, caso queiras mais esclarecimentos, técnicos, gerais ou apenas opinião sobre algo, estamos aí para ajudar até onde souber.

 

Um abraço.

Link to comment
Share on other sites

(...)Neste momento, uso a NetCabo mas ainda não é Wireless...Para conseguir trabalhar com a câmara de forma wireless, que material (router, etc) suplementar teria que adquirir?Pedro Ferrer

 

(...)A minha net é taxada aos 30 minutos... nunca precisei de mais...Acontece que para aceder, ligo e desligo via software a comunicação ao modem. No caso da câmara, terei obrigatoriamente que mudar de tarifário para 24h... ou neste caso, posso manter o mesmo tarifário porque uma coisa não tem a ver com a outra, e o IP estaria sempre disponível?Pedro Ferrer

 

Pedro,

 

Vou embarcar na sua idéa pois também viajo um bocado, com as tuas dúvidas e resoluções vou aplicar ao meu caso... Já agora arriscando me a fazer propaganda, a ZON 100mega, já vem com router wireless e tu aproveitas pra turbinar tanto a velocidade da net (como fiz), como também as opções de televisão e telefonia no pacote que oferecem.

 

Abraços,

 

Jeff

Jeff Corado

 

Meu Aqua

Link to comment
Share on other sites

Peço desculpas pelo spam, mas fiquei apazurdido por este post, digo mesmo, fenomenal...

 

Obrigado kknd, (penso eu de que...)

 

Permite-me apenas um reparo:

 

O termo "abasurdido" ou "abazurdido"e não "apazurdido" é normalmente utilizado num tom irónico ou brincalhão. Trata-se do aportuguesamento da palavra francesa “abasourdi”, particípio passado de “abasourdir”, «atordoar, acabrunhar, ensurdecer, consternar» (cf. Dicionário de Francês-Português da Porto Editora). A forma em causa não está dicionarizada e não tenho dados sobre a introdução deste galicismo, mas suponho que ele esteja ligado à vida do século XIX e da primeira metade do século XX, época em que os francesismos eram característicos da fala mais afectada. Em português, “abasurdido” é a forma preferível por manter o "b" e o "s" do termo original francês.

 

Ehehehe!!! :)

 

Um abraço

 

 

 

Pedro,

 

Apenas mais uma ideia. Usando um sistema "camera---placa de captura---pc" podes sempre activar a opção WOL da bios ("wake on lan") e ligar o pc por ping remoto. Quase todas a motherboards o permitem mas nem sempre funciona a 100%. É uma questão de experimentares (se funcionar evitas ter o pc ligado 24h).

 

Um abraço.

Edited by lisboneagle
Link to comment
Share on other sites

lisboneagle,

 

muito bom post!

Tira-me uma duvida se for possivel. No meu caso especifico, eu prefiro uma imagem com muito maior resolução mas menor cadencia de frames do que o oposto. Interessa-me poder ler os mostradores dos meus equipamentos, verificar com qualidade o estado dos corais mesmo que isso signifique estar a receber imagens a 10 frames por segundo em suma, prefiro muito mais um video a 10 frames por segundo mas com 1280 x 1024 de resolução do ue estar a receber 30 frames pro segundo de um "borrão" a 640 x 480. A ideiqa que eu tenho é que as maiores resoluções apenas estão disponiveis em cameras equipadas com sensores CMOS. A esmagadora maioria das cameras equipadas com CCDs que pude observar rarissamamente ultrapassam a resolução normal video de 720 x 576 sendo que a maior parte delas situa-se abaixo disso.

Procurei mal ou a situação é mesmo essa?

 

Obrigado,

Rui Feliciano

Link to comment
Share on other sites

por mim este topico apesar de recente já ficava nos inamoviveis, pois ja contem excelentes informaçoes, alem de ser muito util. Por favor continuem é o que posso dizer, pois como percebo muito pouco de aquatronica nao posso afirmar nada, apenas acompanhar este topico muito interessante sem duvida.

Link to comment
Share on other sites

Rui Feliciano

Em primeiro lugar as minhas desculpas pela demora a responder mas foi mesmo falta de tempo.

 

Realmente no mercado de grande consumo normalmente, para as gamas de preços que temos vindo a falar, as resoluções oferecidas nas cameras equipadas com CCD são as que referiste (720x576). Isto deve-se fundamentalmente a duas razões:

1º-O preço. A tecnologia CCD necessita para a sua produção de instalações próprias, dedicadas e de alto custo, ao contrário dos sensores CMOS que "utilizam" grande parte da tecnologia de fabrico dos micro-processadores com redução dos custos de produção e simplificação de processos.

2º-A qualidade. Apesar dos sensores CMOS serem resultado de uma tecnologia mais recente que os CCD, ainda não os conseguiram suplantar em termos de qualidade, embora, até pelos custos de produção serem muito mais baixos, não duvido que isso venha a acontecer num futuro próximo. Neste momento um CCD 720x576 produz uma imagem muito melhor que um CMOS 1280x1024 mesmo fazendo zoom para modo "ecrã cheio" em qualquer aplicação de visualização. Logo o mercado não tem apetência por cameras CCD de maiores resoluções e muito maior preço (excepto para nichos profissionais especializados) pois a oferta existente ainda "bate" o CMOS.

 

Na transmissão de vídeo "live" (streaming) não é apenas importante a resolução da imagem, nem devemos pensar nessa resolução de modo idêntico à resolução de uma foto por exemplo. É bem diferente e é também muito importante o método de captação, a compressão/descompressão e o modo de transmissão.

Para te dar um exemplo prático, actualmente, a resolução de uma qualquer transmissão de televisão no nosso sistema "PAL" é 768x576 (720×480 para sistema "americano" NTSC) e apenas programas transmitidos em sistema HDTV tem resolução maior (1280×720 progressivos no Sistema HDTV 720p ou 1280×1080, 1440×1080, ou 1920×1080 entrelaçados para o sistema HDTV 1080i). Os sensores CCD também possuem uma sensibilidade individual à luz por pixel, muito superior aos CMOS e por isso produzem imagens mais "limpas", com mais detalhe e menos "ruído" mesmo em condições de luz deficiente (existem CCD's a captar com qualidade a 0,01 lux a cores e sem recurso a infravermelhos!!!). Para streaming de vídeo as imagens captadas são comprimidas na origem e descomprimidas à chegada (com alguma perda de qualidade dependendo do algoritmo/método de compressão utilizado), logo uma imagem com menos ruído na fonte também chega à reprodução com uma menor perda de qualidade.

 

Por tudo isto, para o que te propões, penso que ficas mais bem servido com um CCD que com um CMOS mesmo que este tenha mais resolução e isto é independente da frame rate que utilizes, pois com mais frames vais aumentar a qualidade do video mas não dos frames individuais. Geras mais tráfego, logo necessitas de mais largura de banda no upload para transmitir frame rates mais elevadas mas a qualidade individual de cada frame não é alterada.

 

Espero ter ajudado e tal como referi na resposta ao Pedro Ferrer, se necessitares poderei facultar-te outros esclarecimentos adicionais de carácter mais técnico, que julgo despropositados neste tópico (a bem de uma fácil compreensão de todos).

 

Um abraço.

 

 

NOTA: Existem cameras com sensres CCD de resoluções superiores a 720x576, mas o preço..."upa, Upa"!!!

Edited by lisboneagle
Link to comment
Share on other sites

lisboneagle,

 

muito obrigado pelo tempo dispendido no esclarecimento da minha duvida!

A titulo de exemplo sabes de algum link onde seja possivel observar um stream proveniente de uma camera CCD com 720 x 756 (visto que a qualidade de uma camera CMOS com 1280 x 1024 eu já sei como é)?

 

De novo, obrigado!

Link to comment
Share on other sites