COADAS - Centro Operacional de Água Doce e Água Salgada


Recommended Posts

Bom dia

 

sensor_nivel.PNG

 

Comprei 1 sensor de nível que me vai permitir abdicar do osmoregulador da Tunze, na sua totalidade. Podem ver qual aqui www.sensortechnics.com

Já tenho as resistências necessárias.

 

Sensor Ref. 'OLP01B0F3', 13.80€ + 20€ de custos de envio.

Acima de 10 sensores, o seu custo é de 12.50€/un.

 

onde o código significa:

OLP - serie

01 - 10mA

B - sem corrente (sinal) quando em contacto com o ar

F - rosca M10

3 - 3 fios (azul, encarnado e verde)

 

É ainda necessário comprar 2 resistências e soldá-las.

 

Para 12V:

1 resistência de 10K Ohm

1 resistência de 1.1K Ohm

estamos a falar de cêntimos...

 

Podem contactar o sr. Holger Kraus através do seu mail:

Holger.Kraus@sensortechnics.com

 

Pagamento por transferência bancária.

Contem sempre com 1 semana para a recepção, a partir da data da ordem de transferência.

 

(...)

 

Foi o sítio mais barato que encontrei.

Cá em Portugal, só acima dos 50€...

 

Mais, contactei a Falex e a Contimentra (empresas portuguesas, que são representantes de uma marca britânica de sensores (http://www.gemssensors.com)

 

Uma dava uma cotação de 55€ e outras de 80€ para o mesmo produto - o sensor 'ELS 1100'...

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 125
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Bom dia

 

Ontem finalmente foi dia de fazer as ligações ao sensor de nível que me vai permitir abdicar por completo de Osmoregulador da Tunze.

 

Ainda apanhei um susto valente, pois não tinha voltagem... quando olho para a o transformador e reparo que este não estava ligado!... Ufa!

 

E voilá!!!

0V fora de água, 12V em contacto com água.

Tá feito!

 

O COADAS caminha para a sua recta final.

 

COADAS_SENSORNIVEL1.JPG

 

COADAS_SENSORNIVEL2.JPG

 

COADAS_SENSORNIVEL3.JPG

 

COADAS_SENSORNIVEL4.JPG

 

Nota:

Ontem comprei um fundo azul turquesa/preto para colocar no aquário.

Qual a melhor forma de o colocar no aquário?

Com ímans?

Com fita-cola?

 

Abraço

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Não sabia destes senssores, tenho o tradicional boias de nivel, interruptor electromágnetico... agora já a trabalhar a 12v-0v...portanto poderia aplicar estes sensores.

 

Mas uma pergunta, isso é revestido tudo em plástico?

nunca fica molhado a parte do topo, onde pareceu-me ver solda?

 

terás de banhar aquilo em silicone? um transparente q.b. para que deixe passar luz resolveria o problema, se realmente for necessáriro...

 

sem partes mecânicas (a meu entender melhor), poderá falhar, mas julgo que é uma outra opção...podia aliar esta ao sistema de boias que aqui tenho.

 

melhor forma?

eu uso ventosas no meu caso, mas tenho duas boias, o riscco no meu caso é muitissimo maior se existir necessidade de interromper e estas não interrompam a corrente, mas aqui neste caso a gravidade até ajuda pior que pode acontecer é escorregar para dentro de água.

Edited by António Vitor
Link to comment
Share on other sites

Boa tarde

 

Não sabia destes senssores, tenho o tradicional boias de nivel, interruptor electromágnetico... agora já a trabalhar a 12v-0v...portanto poderia aplicar estes sensores.

 

António Vitor, o Osmorelador da Tunze, usa este tipo de sensor... Analisa bem aqui...

 

terás de banhar aquilo em silicone? um transparente q.b. para que deixe passar luz resolveria o problema, se realmente for necessáriro...

Não. Falta-me comprar manga termoretráctil com cola, de modo a isolar a cablagem.

 

sem partes mecânicas (a meu entender melhor), poderá falhar, mas julgo que é uma outra opção...podia aliar esta ao sistema de boias que aqui tenho.

 

À semelhança da Tunze, tenho 1 bóia de nível acima deste sensor para segurança.

O COADAS funciona com 4 bóias de nível, 1 sensor de nível e 3 bombas Tunze.

 

melhor forma?

Como podes ver abaixo, tive sorte... hen hen

 

 

(...)

 

 

Ontem e hoje, prosseguiram os trabalhos para colocar o COADAS em funcionamento.

 

Explicação sucinta.

Tanque C - Tanque para reposição de água doce (osmoregulador)

Tanque B - Tanque intermédio para realização de água salgada

Tanque A - Tanque de água salgada (TPA)

 

A minha ex-sump - C35 x L70 x H40cm

Para além do mau aspecto, os 40cm de altura revelaram-se exagerados, de modo que mandei fazer um novo 'Tanque A' com 30cm de altura, menos 10cm que o seu antecessor

 

COADAS_TANQUES1.JPG

 

 

Novo 'Tanque A' recebido ontem e no seu lugar

 

COADAS_TANQUES2.JPG

 

 

'Tanque B' - que irei chamar de 'tanque intermédio'

 

COADAS_TANQUES3.JPG

 

 

'Tanque C'

 

COADAS_TANQUES4.JPG

 

 

Detalhe 'Tanque C'.

Pormenor esponja 'JBL'.

Bóia de nível a aproveitamento dos suportes Tunze excedentes (bombas e escumador)

 

COADAS_TANQUES5.JPG

 

 

Suportes Tunze excedentes

 

COADAS_TANQUES6.JPG

 

COADAS_TANQUES10.JPG

 

 

Detalhe 'Tanque C'.

Tubo vindo directamente da osmose.

Furo ladrão para 'Tanque B' - intermédio.

A osmose, controlada por electroválvula, deixa de funcionar por temporizador, de modo a encher o 'Tanque C' ou por bóia nível do 'Tanque B'.

O 'Tanque B' terá sempre água doce à espera de sal, ou água salgada já feita.

Desta forma, consigo garantir a mesma litragem/mesma quantidade de sal.

 

COADAS_TANQUES7.JPG

 

COADAS_TANQUES11.JPG

 

 

Furo ladrão do 'Tanque B', directamente para o esgoto.

 

COADAS_TANQUES8.JPG

 

 

Torneira para permitir vazar o 'Tanque B' e encher o 'Tanque C'

Portanto, água salgada é feita no tanque 'B' e o 'Tanque C', com autonomia para 2 semanas de TPA's a 4L diários.

 

COADAS_TANQUES12.JPG

 

 

Tubos de esgoto - osmose, furo ladrão 'Tanque B', TPA suja vinda do aquário

 

COADAS_TANQUES9.JPG

 

Abraço

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde

 

Já adquiri a manga termoretráctil com cola para impermeabilizar o sensor optoeléctrico.

 

manga_termoretractil.PNG

 

Ref. 'Cellpack SRH2 8-2'

 

Adquiri na Lourirega (é usado para impermeabilizar as bombas dos furos de água)

5€ o metro.

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Ontem

o projecto de remodelação do meu aquário, avançou mais um pouco...

1. Instalação do fundo do aquário em azul

2. Aplicação da manga termoretráctil com cola no sensor.

 

Hoje (expectativas para logo)

Início da preparação da água de osmose. 30L (encher 6 vezes em garrafão de 5L) para calibrar a bóia do tanque intermédio ('Tanque B')

Preparação da caixa estanque para aplicar (das caixas de junção) os sensores (optoeléctrico e bóia de nível de segurança) que irão ser instalados na sump.

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Ontem foi dado mais um passo na aplicação dos sensores do COADAS.

 

Aplicação da manga termorectráctil com cola junto ao sensor

 

COADAS_SENSORNIVEL1_final.JPG

 

 

Aplicação de manga termoretráctil na alimentação do sensor

 

COADAS_SENSORNIVEL2_final.JPG

 

Suporte final com aplicação de sensor optoeléctrico e bóia de nível de segurança

 

suporte_sensor.JPG

 

 

(...)

 

Reactor de kalk na sua posição (simulação)

 

COADAS_TANQUES13.JPG

 

Enchimento do tanque intermédio (33L) para calibração da bóia de nível

 

COADAS_TANQUES14.JPG

 

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Há quem tenha medo, que as electroválvulas que usamos para aperar com as osmoses, falhem, se estraguem e deixem passar pequenos fios de água, sem que nos apercebamos, até vir a conta dos SMAS...

 

Tenho a solução para isso!

Foi um sensor que comprei por equívoco... (o que eu queria mesmo na altura, era um sensor de nível...) e tenho estado à espera de uma aplicação para ele...

 

sensor_OPTEK1.JPG

 

sensor_OPTEK2.JPG

 

Este sensor, é muito semelhante ao nível das ligações e resistências relativamente sensor opto eléctrico (sensor de nível) que vim a comprar mais tarde.

O que faz? Analisa a passagem de líquidos!

Não é um fluxostato! Um fluxostao detecta qual o caudal de líquido que passa.

Este sensor dá 0V no ar, e 12V (no meu caso) quando detecta a passagem de líquidos. (água, gasóleo...) O tubo terá que ser obrigatoriamente transparente.

 

Resitências a usar?

A typical value LED resistor would be 2.1k ohms and a pull up resistor of 2k

to 3k ohms.

 

Podem ver aqui onde comprei o sensor.

Para mais informações podem contactar a OPTEK.

Ou contactar via e-mail o Sr. Walter Garcia Brooks (wbrooks@optekinc.com)

 

Onde o aplicar??? No tubo de esgoto da osmose...

Se a electroválvula estiver sem ordem de abertura, mas ainda assim, este sensor detectar fluxo de água... então meus amigos, termos uma fuga!

 

Para já não o vou aplicar, pois não tenho paciência neste momento, para voltar atrás e abrir calhas, caixas, para fazer estas ligações eléctricas...

 

Mas fica aqui a ideia...

Este sensor é aplicado em hemodiálises...

 

(...)

 

Entretanto este fim-de-semana, o COADAS pouco evoluiu, mas no entanto finalizei a instalação do micro-tubos, pois estes encontravam-se junto do aquário, mas ainda não estavam devidamente instalados.

 

Substituí todas as tubagens! Aquilo estava miserável...

Gostava que vissem o que o vinagre (e depois água quente à pressão) tirou dos meus 'pescoços de cavalo'...

 

Anulei curvas que tinha entre a bomba e o SCWD.

 

Comecei a instalação final das ligações eléctricas (caixa de união estanque) dos sensores e bomba 12V, mas ainda não acabei.

 

Depois de finalizar estas ligações (são as que faltam) irei arrancar com o COADAS, passo a passo, para testar sensores.

 

Em qualquer automação, há que analisar primeiro que tudo, o sentido de rotação dos motores e actuação dos sensores.

 

No meu caso, já verifiquei se as bombas funcionavam e se os sensores instalados no WC funcionavam igualmente.

Falta acabar a instalação dos sensores na sump e testá-los.

 

Depois, verificar se o programa PLC está bem feito.

E voilá! Abrir a garrafa de champanhe! Algo que vai demorar ainda alguns dias...

 

A minha esposa tem um familiar em fase terminal no IPO, em 1º lugar está a família e portanto algo havia de ficar para trás...

 

Abraço

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Ontm foi dia de finalizar algumas instalações eléctricas...

 

Achei que era altura de enviar o programa para o PLC, para começar a testar em 'RUN'.

Qual o meu espanto, que o PLC passava a vida a desligar-se, sempre que este arrancava (em RUN) e que quando dava ordem a uma saída (Q), este desligava-se...

Pensei, estás em 'curte' (curto circuito).

E agora? Desmanchar a minha caixa dos sonhos...

 

Chegou a hora do jantar e a 'Maria' a perder a paciência, que eu nunca mais aparecia...

"És pior que o teu filho!"

Yap!

 

Depois do jantar, aquilo teimava em não funcionar...

Fui-me deitar sem aquilo a funcionar...

 

Pensei, deve ser 1A que não chega. Tenho 1 transformador de 1.5A e pensei aplicá-lo.

Lembrei-me que os fusíveis que tenho de protecção ao PLC eram de 1A e não me parecia boa ideia, ensaiar o PLC sem eles...

 

Hoje às 6 da manhã, lá estava eu, a 'levantar' fios.

Primeiro o inputs (I) e nada... igual...

Depois os outputs (Q) um a um e nada.. até chegar à última saída!

Voilá!

 

Como a saída é feita a relés (relés do próprio PLC) estes têm que ser alimentados...

O que é, o que não é...

 

Fui ao manual... e... tinha a alimentação dos relés trocada, ou seja, corrente no sítio onde esta deveria sair para alimentar electroválvulas e as bombas...

E na zona da alimentação... nada...claro!

 

Isto durou até às 7h da manhã...

 

Bom... logo já sei o que me aguarda... voltar a colocar os fios...no sítio correcto.

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Os meus problemas com a finalização dos COADAS continua.

Hoje de manhã, cheguei à conclusão de que o meu transformador de 1A, não chega para alimentar o sistema...

Sempre que dá ordem a uma electroválvula ou motor, o PLC vai abaixo.

 

Agora de manhã, com a ajuda da internet cheguei a umas conclusões:

PLC - consome cerca de 0.350mA

Electrovávula de 4W, usando a fórmula 'W=VA' -> 'A=W/V' -> 'A=4/12', consome cerca de 0.333mA

10 Leds 20mA cada, dá cerca de 0.2mA

 

Ou seja, praticamente 0.9A. Mais qualquer coisa pelo meio... lá se vai a minha amperagem.

 

Tenho 1 transformador de 1.5A. Logo vou testar.

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

é igual a 0.2 mA?

 

Não... enganei-me na unidade... podes tirar o 'm' dos 'mA'...

 

Obrigado pelo alerta

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Este fim-de-semana estive a testar a estanquidade das tubagens de água.

Agora está tudo ok.

 

Falta mesmo aferir qual a fonte de alimentação ideal para o meu sistema...

Há uma bomba que por vezes no arranque, manda-me com o PLC abaixo.

Ou seja, 1.5A é insuficiente... mas pelas minhas contas devia dar...

Estive a elaborar o programa PLC para ter apenas 1 bomba ou electroválvula a trabalhar à vez... mas o que vou fazer mesmo é adquirir uma fonte de alimentação 12V 4A.

São utilizadas no LCD's...

 

Estive igualmente a arrumar o WC e o escritório, pois aquilo era só tralha, e a cachopa está naquela fase de que:

"Se soubesse que ia dar nisto, nunca tinha deixado entrar um aquário cá em casa!"

 

Pois...

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde

 

Estive a falar com um amigo e vou colocar 2 fonte de alimentação em paralelo.

1 de 1A e outra de 1.5A, o que faz 2.5A.

Vamos a ver se chega.

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Bem sei que o meu aquário tarda em voltar a arrancar.

Não quero cometer os erros do passado e pretendo prevenir o futuro.

Não sei se fazer algo DIY é prevenir o futuro, mas não estou arrependido por ter enveredado por esse caminho, embora às vezes me sinta cansado de tanto tempo despendido.

Mas pelo menos mostra e mostra-me que estou de corpo e alma na aquariofilia. Penso que caso contrário, já teria desistido.

 

Bom, o COADAS e tudo o que ele significa e envolve, espero que arranque este fim-de-semana.

 

No entanto, tudo isto pode ter sido uma desculpa para atrasar um arranque, qualquer que ele fosse.

Está presente na minha memória, a perda de peixes, equipas de limpeza e corais.

 

Essa memória deixa-me receoso que chegue esse momento - a colocação de vivos.

 

Que me aconselham para que daqui a um mês, eu tenha ultrapassado esse estigma?

 

Grato pela atenção

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

O projecto COADAS continua... com alguns percalços e afinações... tenho uma fuga no WC no tubo de água salgada, o que me vai obrigar a remover os tanques... enfim... nem vale a pena pensar nisso...

 

A nível de PLC, está concluído! Implementei uma função de manutenção (que irei documentar durante a próxima semana) que me permite manipular o que quero fazer, sem ser o PLC a 'decidir'... ou seja, o PLC passa de um estado 'Run' para modo 'Pausa'. Com este modo, posso tirar água suja ao meu gosto, colocar água limpa e produzir àgua de osmose para fazer água salgada.

 

Para esta função não foram usados quaisquer botões externos.

Foram usados as 4 teclas de cursor do próprio PLC.

 

caixaLOGO7.JPG

 

1. O cursor com a seta para baixo, coloca o sistema em... baixo (manutenção)

2. O cursor com a seta para cima, cria água de osmose de modo a encher o tanque 'B' (tanque de água salinada) e 'C' (água de reposição)

3. O cursor com a seta para direita, coloca água salgada limpa

4. O cursor com a seta para a esquerda, tira água salgada suja

 

Assim sendo, não estou dependente dos horários e sensores que coordenam o funcionamento do PLC.

 

No entanto, no modo de manutenção, obviamente que estou (leia-se o PLC) a 'olhar' para os sensores. Se não tiver água salgada limpa, obviamente que o PLC não me coloca a bomba em funcionamento, da mesma forma que quando coloco água salgada limpa, o sensor de nível (de osmoregulação) é tido em conta. Nem água a mais, nem água a menos.

 

Também se torna útil nesta fase de testes, para verificar sensores e para afinar temporizadores.

 

Seguem alguns desenvolvimentos:

 

Foto da tubagem na parede WC/Fishroom

 

COADAS_TUBAGEM.JPG

 

É uma união destas do lado do WC que me está a verter água quando coloco água salgada limpa.

 

Filtro com resina anti-fosfatos

 

COADAS_FILTRO.JPG

 

A água salinada, passa por este filtro para remover eventuais fosfatos existentes no sal - 'Red Sea Coral Pro'

 

Colocação de água no tanque 'C' (reposição de água doce)

 

COADAS_AGUA.JPG

 

COADAS_AGUA1.JPG

 

 

Quando a água chega ao furo ladrão, enche o tanque 'B' (água salinada)

 

COADAS_AGUA2.JPG

 

O tubo de descarga passa arqueado pelo 'E' do reefforum.net...

 

Tratamento dos mangues (já têm folhas!)

 

COADAS_MANGUES.JPG

 

Colocação de 'Marine Biosediment' da Kent Marine, já maturada, pois estava num recipiente na sump há mais de um ano.

 

COADAS_MANGUES1.JPG

 

Mangues na sump, ainda com nível de água excessivo.

 

E é assim...

 

Abraço

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Operação do PLC...

 

Quando está a encher o tanque 'C' (água de reposição)

 

Mostra que são 20 minutos que estão definidos para encher o tanque, findos os quais, termina a operação.

 

logo_run_osmose.PNG

 

 

Osmoregulação (osmoregulador da Tunze foi banido)

 

logo_reposicao_agua_doce.PNG

 

 

TPA - retirada água suja

 

O temporizador ainda não foi calibrado devidamente para tirar 4L de água diariamente.

 

logo_tpa_agua_suja.PNG

 

 

TPA - colocação água limpa

 

O temporizador á apenas uma medida de segurança, pois a quantidade de água a repor é definido pelo mesmo sensor de osmoregulação.

À semelhança do sistema da tunze, tenho uma 2ª bóia de nível máximo.

 

logo_tpa_agua_limpa.PNG

 

 

Sistema em manutenção

 

O sistema é colocado em manutenção, com a tecla 'ESC' + seta baixo

Depois, todas as outras funcionalidades são actuadas com a tecla 'ESC' + 'função pretendida'.

Para anular a manutenção, basta visualizar a mensagem 'mãe' - "Em manutenção..." e premir a tecla 'OK'.

Assim, o sistema entra novamente em modo 'RUN'.

 

Seguem as mensagens que surgem ao activar a manutenção.

 

logo_manutencao.PNG

 

 

Esquema PLC

 

esquema.PNG

 

Abraço

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Bom dia

 

Junto seguem fotos que ilucidam a forma como foi arquitectada a minha nova sump e as suas novas funcionalidades, atendendo um pouco ao COADAS.

 

Foto lado direito (destinada a tudo excepto escumador)

 

Sump_COADAS0.JPG

 

Sump

Sensores nível

SCWD

Mangues

Iluminação económica (E27 OSRAM 21W equivalentes a 100W, classe A)

 

Mini-sump

Chaetomorpha, também ela iluminada

Retorno aquário

Rocha Viva (pedaços de base de antigos corais)

 

Sump_COADAS1.JPG

 

Sump_COADAS2.JPG

 

Retorno aquário

2 Micro-tubos

 

Os micro-tubos estão apoiados num antigo suporte de CO2 da Nutrafin...

Um é de reposição de água doce, e outro é de reposição de água salgada

 

Sump_COADAS3.JPG

 

 

Descarga mini-sump para sump

O tubo está na mesma direcção da bomba do escumador. Tudo o que seja porcaria... é logo papado!

 

Sump_COADAS4.JPG

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde

 

Começo este post com uma referência a um filme de 1986...

"Short Circuit" - http://www.cinematical.com/2008/04/04/numb...is-alive-again/ (parece que vão fazer outro...)

 

Um filme com robôs onde todos seriam desactivados, excepto o "number 5".

Neste filme, a frase que me marcou foi sem dúvida a expressão: "Number 5 is alive!" (o único sobrevivente)

 

Porquê esta nostalgia?

 

Porque não encontrei outra forma para exprimir aquilo que vos passo a comunicar...

"COADAS is Alive!!!"

 

Fotos de alguns pormenores...

 

A razão de ter encurtado o depósito 'A' de 70cm par 65cm...

 

COADAS_FIM1.JPG

 

COADAS_FIM2.JPG

 

COADAS_FIM3.JPG

 

Abraço

Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde

 

O COADAS continua em evolução!

Apesar de estar longe de casa, 'trouxe-o' comigo...

 

Uma coisa que me lembrei foi o seguinte:

1 das condições que eu tenho para executar a operação 'TPA água suja' é que o sensor do tanque de água salinada esteja a '0'.

 

No entanto, tinha uma situação de que me lembrei e acabei de resolver.

 

Passo a explicar.

Eu podia fazer uma 'TPA água suja' de 4L, e no entanto ao fim de 1L de 'TPA água limpa', o sensor do tanque de água salinada ser actuado, ficando com valor '1'...

 

O que iria acontecer nesta situação?

Findo o tempo para esta operação (20h-20.15h) o sensor de nível da sump estaria '0' e o PLC daria instruções para a reposição de água doce como se fosse água evaporada.

 

No entanto, eu sei que o sensor do tanque da água salinada, é actuado, estando ainda água suficiente no tanque para alguns bons litros de água sem desferrar a bomba de 'TPA água limpa'.

 

Sendo assim, alterei o programa de modo a que, mesmo que o sensor do tanque de água salinada fique a '1', a operação de 'TPA água limpa' não é interrompida.

 

Claro que na próxima execução, não haverá TPA's, pois o sensor estará a '1'...

 

Esta funcionalidade é muito usada em máquinas no que diz respeito às suas lubrificações centralizadas.

Durante uma operação a máquina emite um alerta de que foi atingido o nível mínimo de massa ou óleo, mas não interrompe a sua operação.

Claro que na próxima execução, a máquina não entra em marcha, pois as reuniões de arranque não estão reunidas - ausência de lubrificação!

 

Abraço

Pedro Ferrer

Edited by Pedro Ferrer

Onde quer que haja uma superfície plana, alguém se lembrará de lá colocar qualquer coisa...

Link to comment
Share on other sites