João Cardoso (Kadoxu)

Registo Particular de Lojista
  • Posts

    1,398
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    58
  • Country

    Portugal

Posts posted by João Cardoso (Kadoxu)

  1. Um updatezinho, que já lá vai algum tempo desde o último...

    large.20221018_150803.jpg

    Passaram-se algumas coisas desde o último update. Tive de lidar com cyanobactérias (e ainda estou nesse processo) e estou com uma praga de bubble algae, que comecei agora a tentar tratar. No caso da bubble algae, o ideal seria adicionar um Caranguejo Esmeralda, mas como é algo perigoso adicioná-lo quando se tem anémonas, tive que optar pelo caminho dos químicos... 

    Também houve aqui pelo meio uma pequena crise de algas, muito provavelmente causado pelo facto de eu ser meio parvo... já por 2 vezes, desliguei a bomba da sump para alimentar os peixes e esqueci-me de a voltar a ligar. Qual é o problema disto? Tenho o sensor de temperatura do controlador no aquário, mas tenho um aquecedor (de titânio e sem controlo de temperatura incorporado) na sump. A água da sump chega quase aos 40ºC antes de eu receber um alerta da bomba da sump (que é meio inteligente) a dizer que a água está demasiado quente. Com isto, penso que as bactérias nitrificantes sofreram um pouco e houve ali um mini-ciclo controlado, mas que causou a tal crise de algas.

    Porque é que não recebo o aviso mais cedo ou o configuro para temperaturas menores? Porque sem circulação, a água quente sobe e onde está a bomba, demora algum tempo a começar a aquecer. A configuração está para enviar alerta quando a água está a 28 ou 29ºC.

    Para ajudar à festa, os heremitas lembraram-se de matar e comer quase todos os caracóis que tinha...

    Pontos positivos: Como tenho uma bomba de circulação no aquário, não morreu nada. Como tenho os alertas a funcionar, não se estragou equipamento nenhum, nem a sump partiu, como já me aconteceu noutra "experiência".

    Novidades giras... tinha 7 anémonas, agora tenho 9 (e não, não comprei mais nenhuma). 2 da anémonas separaram-se, o que me causou algum espanto, uma vez que ainda eram relativamente pequenas.

    large.20221018_150839.jpg

    A anémona que me deu dores de cabeça no início, por se ter metido por baixo de uma rocha, continua a sua viagem até ao topo da rocha onde está e espero que não tenha ideias de se mudar dessa rocha e de me dar dores de cabeça.

    large.20221018_150920.jpg

    Além disto tudo, também já tenho mais alguns corais.

    large.20221018_150856.jpg

    As fotos estão desfocadas, tenho que começar a usar foco manual, que tirar fotos de coisas que se mexem é uma chatice!

    • Like 2
  2. On 17/10/2022 at 15:11, Sofia Correia disse:

    Açúcar é o alimento preferido das bactérias e é o mais usado, por exemplo, para induzir fermentaçao em fruta. 

    Não fazia ideia que isso se aplicava às bactérias nitrificantes... Sempre a aprender! 

  3. São 2 marcas boas, ficas bem servida com qualquer um dos 2.

    Fluval 107 tem um pouco mais volume para matérias filtrantes, o EHEIM Ecco Pro 130 gasta menos energia.

    Eu prefiro EHEIM, mas os Classic, de preferência na versão Plus com cerâmicas e torneiras para facilitar a manutenção (mas acho que agora já não vendem com as cerâmicas, vêm só esponjas). O Classic 250 tem um pouco menos de caudal que essas opções que tens, mas tem quase o dobro do volume para matéria filtrante.

  4. On 07/10/2022 at 19:10, JoseCarlosMarques disse:

    Agora consigo, sim. Mas esse peixe não me parece com muito bom aspecto. Tem as escamas meio esbranquiçadas. Como disse, não percebo muito de Bettas. No seu lugar colocava um post a pedir ajuda na área das doenças.

    É coloração do peixe mesmo... 😂

  5. 15L é muito pequeno, não dá para quase nada. Para esse volume, só aconselho 1 Betta ou camarões.

    É um pouco contra-intuitivo, mas é mais fácil cuidar de um aquário maior. Com mais volume de água os erros que cometer serão quase sempre menos graves, porque as coisas não pioram tão depressa como com um volume mais pequeno. Como comparação, imagine 1 gota de corante num copo de água e a mesma gota num garrafão, no garrafão vai fazer menos efeito, certo?

    Para iniciantes, recomendo sempre pelo menos um aquário de 60L. Para um cometa, pelo menos 100L e um bom filtro.

  6. On 20/09/2022 at 18:35, JoseCarlosMarques disse:

    enho tudo dentro dos parâmetros normais. Estás a perguntar por causa da matéria em decomposição? Também não sou assim tão extremista e deixo aquilo a decompor... sempre que vejo um pedaço ou outro que é mais fácil de remover, tento tirar. Mas estou mesmo naquela fase de não mexer muito para não estragar. Atento, mas mais espectador que interveniente 🙂 .

    Estava a perguntar, porque como estás a fertilizar com Premium, podias ter os Nitratos muito baixos.

     

    On 20/09/2022 at 18:35, JoseCarlosMarques disse:

    Já agora, João, deixa-me fazer-te uma pergunta... a minha Salvinia anda a multiplicar-se a uma velocidade estúpida. Por um lado é bom, porque me limpa a água de nutrientes, mas começa a provocar muita sombra no fundo. Como fazes com as tuas flutuantes? Vais removendo de vez em quando? E já agora, como te livras do que retiras? Estava a pensar deita-la a um lago que tem perto de minha casa 😆.

    Vou tirando e pondo noutros lados, vendo ou deito fora. Tenho aquários em que tenho que tirar uma mão cheia de flutuantes 1 ou 2 vezes por semana.

  7. On 02/09/2022 at 23:08, Guilherme Dias disse:

    Olá , estive a fazer várias pesquisas e não consegui nada que explica se como surge a coloração dos kinguios na fase de alvinos e se dependem de fatores genéticos e /ou físicos como a luz solar ( é necessária para que a pigmentação apareça)

    A pigmentação aparece naturalmente quando já têm algumas semanas/meses. Começam a perder aquela côr escura com que nascem e começam a mostrar as cores que vão ter em adulto.

    A coloração que obtêm é passada genéticamente. "Misturar" peixe branco com um peixe laranja dá alguns peixes com 2 cores, alguns brancos e alguns laranjas.

    Na minha experiência nenhum tipo de coloração depende da luz solar. Acredito que a luz solar possa melhorar um pouco a côr, mas mais importante que a luz é a alimentação.

  8. O meu conselho é simples: precisas de plantas de crescimento fácil e rápido... e muitas! E de uns camarões (O meu conselho são sempre os Red Cherries) e caracóis.

    Plantas flutuantes também podem ajudar.

    Tens um substrato altamente fértil com muito poucas plantas.

    • Like 1
  9. Ter as plantas flutuantes presas junto ao skimmer não é mt boa ideia. Estás a retirar a principal funcionalidade do skimmer e corres o risco de entupir o tubo com as plantas.

    Prende o tubo com um clip ou outra coisa qqr do outro lado do aquário.

  10. há 3 horas, JoseCarlosMarques disse:

    as barbatanas não se regeneram assim de um momento para o outro. Pode demorar meses. Manténs o peixe no hospital?

    Não ficas à espera que as barbatanas se regenerem a 100%, mas que pelo menos se deixem de desfazer e que comeces a ver que estão a recuperar, porque se está a recuperar. Se as barbatanas estão a regenerar, em princípio, o problema já ficou resolvido.

     

    há 3 horas, JoseCarlosMarques disse:

    Não consigo perceber como vocês ficam tão contentes em relação a isso. E tão tranquilos. Eu começava a passar-me se visse tantos camarões a aparecer no meu aquário. Significa mais carga biológica... mais trabalho... uma possível destabilização em todo o sistema... ai ai.

    Rapaz, tanto stress desnecessário que vai nessa cabeça... uma coisa é teres 10 peixes num aquário destes, outra é teres 100 camarões. A carga biológica deles é muito baixa, além de que, como já explicou o Carlos, ajudam a decompor tudo de maneira a que seja eliminado mais eficazmente do aquário. Quando deixam de ter alimento e espaço, os números começam estabilizar.

  11. On 04/09/2022 at 10:18, Sofia Correia disse:

    Uma pergunta de leiga nisto da Aquariofilia: No segundo dia de tratamento faço TPA ao aquário hospital e acrescento a 2ª dose de Esha 2000 ou acrescento a segunda dose de Esha 2000 sem TPA?

    Depois do tratamento de 3 dias, devo colocá-lo de volta no aquário dele ou mantenho no hospital para ver as melhorias (se houverem)?

    TPA só no fim do tratamento, se quiseres fazer novamente. Já fiz tratamento de mais dias sem TPA.

    Só deves tirá-lo do hospital quando estiver bom, é um bocado como tomar antibióticos... só paras de tomar mesmo no fim para fazer efeito a 100%

    • Like 1
  12. há 14 minutos, Sofia Correia disse:

    Eu nem sequer fui ler...fui só procurar a ficha do produto e deparei-me com esta situação 🤷‍♀️ (foi só a minha veia de química) depois procurei testemunhos e há controvérsia...pessoas que dizem que morreram, pessoas que dizem que tudo ok.

    Mas eu acho que se avançar para EsHa 2000 vou preferir fazer num recipiente à parte, just in case.

    O meu conselho é, pores o betta num recipiente separado e utilizares, pelo menos para começar, o dobro da dose recomendada. Tem atenção, que no esha 2000 a dose recomendada pode variar consoante a dureza da água, isso está especificado na bula.

    • Upvote 1
  13. há 2 horas, Sofia Correia disse:

    Em relação ao EsHa 2000 já pensei nisso, mas teria de montar um aquário hospital para o fazer porque senão as Neocaridinas morre todas...(o EsHa 2000 tem cobre que é super prejudicial para os camarões).

    Olha que nunca ouvi tal coisa... é o meu produto de eleição e nunca tive problemas com camarões. Toda a informação que encontro diz que é "shrimp safe".

    Mas podes sempre tratar um beta num recipiente à parte.

    • Upvote 1