Hugo Santos

.Membro Ausente
  • Content Count

    431
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Hugo Santos

  1. Big Boy! Abraços
  2. http://jb.utad.pt/flora Diverte-te.
  3. Areja a água durante umas horas e volta a medir o ph. Abraço
  4. Ou isso, ou simplesmente a colónia de bactérias que entrou está a aumentar e a estabilizar o sistema... Abraço Afonso.
  5. Hugo Santos

    Discu Diferente?

    Era mais um filme de Mutantes. O peixe parece ser meu, certo Bruno? Se é, não é consanguinidade, já que o Pai é Português e a mãe Alemã. Nunca vi tal situação, para ser sincero. Bruno, qualquer problema, já sabes, estás à vontade é só apitares. Abraço
  6. Hugo Santos

    Discu Diferente?

    Queres ver que faço um filme da Marvel?? Abraço
  7. O equinócio foi mais cedo. Deve ser do El Niño! cpts
  8. Obrigado António. cpts
  9. Olá Hugo. Pode acontecer sim, deves lavar bem o filtro no caso de ele ter já algum tempo, de forma a diminuir de lguma forma a carga orgânica e a colónia. Com o passar dos dias deve normalizar. Qual o valor do Nitrato de momento? cpts
  10. Oi Sim são só 50W, não usei qualquer lente. São projectores. cpts
  11. São granitícas. Podes usar. cpts
  12. http://www.aquariofilia.net/forum/index.php?showtopic=171350 Vai contribuindo!
  13. 3 dias de uso, gh alto. É de um membro daqui do forum. Cpts
  14. Valeu Alexandre! 2x10W 10000K 20W 6000K 10W 4200K Cpts
  15. Desculpem a monotonia, mas estou a disfrutar! Como diria uma amiga...tou apistonado! Abraços
  16. É relativamente normal essas alga em montagens novas, agora não tens N (nitrato/NO2/NH4) não deves ter P (fosfato), não tens fauna, o Profito não tem ambos... luz e CO2 em barda. Resta o substrato que não conheço o "arranque" talvez alguem elucide. Sem N e P... as plantas não arrancam. Sem P é mais facil teres a filamentosa. cpts
  17. Não sei que LED´s são, mas leds de potência em paralelo não é boa ideia. O paralelo é divisor de corrente e os led querem corrente constante (geralmente na ordem dos 350mA, tens de dizer qual o tipo de LED) por etapas: -tipo de LED -Potência total requerida -dimensionamento da PSU (fonte de alimentação) cpts
  18. Nice Pedro! Acredito que com esse hard escolheste bem ( se bem me lembro...) é pôr essa cuba a descer (não é) e babar! Parabéns aos dois. De onde vem o espectro violeta? É dessa calha de LED? Põe lá uma foto disso! Abraço
  19. Short CommunicationCutaneous infection with Dermocystidium salmonis in cardinal tetra, Paracheirodon axelrodi (Schultz, 1956)M C Langenmayer1, E Lewisch2, M Gotesman2, W Hoedt3, M Schneider3, M El-Matbouli2 and W Hermanns11 Institute of Veterinary Pathology at the Centre for Clinical Veterinary Medicine, LMU Munich, Munich, Germany2 Clinical Division of Fish Medicine, University of Veterinary Medicine, Vienna, Austria 3 Veterinary Practice Dr W Hoedt, Rosenheim, GermanyKeywords: cardinal tetra, Dermocystidium salmonis, electron microscopy, histology, Paracheirodonaxelrodi. The genus Dermocystidium comprises fungalpathogens of the order Dermocystida in the class Ichthyosporea (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/taxonomy).Several different Dermocystidium species have been described, infecting a variety of fishhosts and producing gill infections, skin lesions and visceral disease all over the world (Wildgoose1995; Pekkarinen & Lotman 2003; Pekkarinen et al. 2003; Feist et al. 2004; Zhang & Wang2005). To our knowledge, there are two reports on Dermocystidium infections in cardinal tetra,Paracheirodon axelrodi and neon tetra, Paracheirodon innesi (Reichenbach-Klinke 1982; Lewisch2010). However, these reports did neither include histological and ultrastructural examinations normolecular genetic investigations to confirm the diagnosis and identify the aetiologic species.In January 2013, increased mortalities of cardinal tetra, P. axelrodi of a 350-L aquarium werereported, occurring after purchase of additional fish. During the clinical examination, most of thefish were swimming in normal active condition, but some were lethargic or displayed a transparentmass on the skin of the head or body. The masses were up to 5 mm in diameter and contained acentral, white tubular structure. Similar masses were located on the fins of some fish, but wereconsiderably smaller in these locations. A parasitic infestation of the skin of these fish was excludedvia microscopic examination, and normal results were obtained after analysis of the water valuesand inspection of the pump and filter system. Six cardinal tetra, P. axelrodi and two fireheadtetra, Hemigrammus bleheri were submitted for pathological examination in formalin and formolecular genetic examination in ethanol. Only two cardinal tetra displayed skin lesions. Beforeembedding, one tetra was post-fixed in Davidson’s fixative and sections of glycolmethacrylate/methylmethacrylate-embedded samples were routinely processed for histological examination and stainedwith haematoxylin and eosin (HE), Giemsa, silver impregnation and periodic acid Schiff (PAS) reactionaccording to standard protocols. Samples of the mass were also routinely processed for transmissionand scanning electron microscopy on a transmission electron microscope (Zeiss EM 10)or on a digital scanning electron microscope (Zeiss DSM 950), respectively.The macroscopic examination of the cardinal tetra revealed a focally extensive, bulging, hemispherical,transparent oedema (4 mm in diameter) of the ventral skin on the head. Central, withinCorrespondence M C Langenmayer, Institute of Veterinary Pathology at the Centre for Clinical Veterinary Medicine, LMUMunich, Veterin€arstrasse 13, 80539 Munich, Germany (e-mail: langenmayer@patho.vetmed.uni-muenchen.de)Langenmayer and Lewisch contributed equally to this work. 12014 John Wiley & Sons LtdJournal of Fish Diseases 2014 doi:10.1111/jfd.12281 Strain info aqui: http://www.straininfo.net/taxa/241584/browser/mycobank_typestrain Se quiseres dá-me o teu mail que envio a info que tenho, que eu saiba ainda não se conhece tratamento, há uns tempos "falei" com um conhecido que testou um derivado de nistatina mas não sei resultados. Também não me virei mais para isso... :/ cpts PS: o link que corrijo agora...sorry! http://www.aquariofilia.net/forum/index.php?showtopic=236241&hl=
  20. A agua do mar, se for usado num salgado terá a volta de 54000uS/cm se calibrares por aí deverás ter a Corrente máxima de output, para poderes fazer as contas á Potência da Resistência do "gate" do regulador e do(s) LM´s em si (paralelo por exemplo). A rsistência penso que limite a tensão de ouput, a Imax ronda 1,5A julgo, tenho de ver o datasheet. cpts PS: A agua do mar liberta cloro em electrolise...se calhar não é de bom tom.... :/
  21. A fonte terá de ter um limitador de I, já que a mesma estara dependente do TDS ou da condutividade mais propriamente, assim no limite (+ uS=> + I(A)) a não ser controlado tenderá para o Curto circuito em aguas mais duras, com maior salinidade etc. Existe ainda o problema do O2 molecular em excesso (forma gasosa) na água o que será prejudicial à Fauna. cpts
  22. Calcario= CaCO3+MgCO3. carbonatos de calcio e magnésio respectivamente. cpts