Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation on 07/06/2020 in all areas

  1. 4 points
    Boas a todos! No meu mais recente projecto, decidi tentar replicar um sistema de paludário, mais concretamente os DOOA Terra. No inicio, o maior desafio que via para a realização do projecto, seria como fazer o sump interno / parede de cascata, pois como nunca tinha colado acrílico antes, não sabia se as colas disponíveis iriam conseguir segurar as placas de modo a reter a água. Usei duas colas, indicadas na embalagem para plásticos duros e funcionaram as duas perfeitamente: Aqui está o diagrama que segui para montar o sump: O vidro em si é aproveitado de um aquário velho que desmanchei cortei e colei, aproveitando ao máximo as medidas já existentes, não tendo propriamente dimensões definidas à partida. No final, o paludário acabou por ficar com 40x26x40cm. A altura da água é de aproximadamente 10 cm. Para a bomba arranjei uma Hydor Pico 600-115, que me agradou pelo preço, o facto de ter caudal regulável e ser de pequenas dimensões - conectada a um tubo e um cotovelo para passar a água para a coluna do meio, que por sua vez, enche (por baixo) a última coluna. Nestas duas, coloquei esponja para ter alguma superfície de acumulação de bactérias benéficas bem como servir de suporte ao fogger que coloquei no topo da última coluna. A cantoneira que direcciona a água ao longo da parede, foi mais chata de fazer, pois isto de cortar acrílicos e vidros é sempre mais fácil quando estamos a trabalhar com dimensões maiores. Acabei por ter de colocar um pouco de lã de filtro nos primeiros buracos que deixam passar a água, de modo a que a mesma não saísse logo tão rapidamente na zona inicial. Para as esponjas da parede, decidi comprar mesmo as DOOA Wabi-kusa Mat, por me parecer a aposta mais segura para garantir o sucesso do projecto. Os suportes das esponjas são pequenos cilindros de PVC que cortei e colei na parede. Estou a usar como iluminação uma velhinha MasWas de 60cm colocada directamente no topo dos vidros; Estou a borrifar diariamente com o fertilizante / anti-fungos DOOA Wabi-kusa Mist; O hardscape era tudo material que já tinha por cá de projectos passados. Para plantar o musgo no tronco, utilizei a DOOA Terra Tape para reter mais a água e ajudar o musgo a manter-se húmido. Plantas: Anubias barteri var. angustifolia Anubias barteri 'Coffeefolia' Anubias barteri var. nana Bucephalandra "Kedagang" Hygrophila pinnatifida Micranthemum "Monte-Carlo" Vesicularia ferriei 'Weeping' Vesicularia dubyana 'Christmas' Taxiphyllum 'Spiky' Lemna minor Salvinia natans Hardscape: Red Moor Wood Lava rock Areia Se tiverem alguma dúvida ou curiosidade em relação ao projecto, estejam à vontade para perguntar. Não está perfeito a nível de acabamentos, mas estou muito contente com o resultado final e penso que caso tudo se desenvolva bem, vai ficar bonito e acabar por disfarçar as imperfeições do sistema. Tendo em conta os constrangimentos e o facto de ter utilizado ao máximo materiais e equipamentos que já tinha por cá, penso que foi uma boa alternativa económica. Fotos após montagem:
  2. 2 points
    Podem ver aqui como está mais actualmente. O vídeo foi gravado há uma semana, um dia ou dois depois da poda. Entretanto já está com mais cores nas pontas das rotalas. Já está maturado e estabilizado. Não varia muito nem precisa de manutenção muito intensiva. Estou a fertilizar muito pouco para crescer lentamente. Comecei a usar uma twinstar 600S para exprimentar como ficava com uma luz RGB e está muito bom...
  3. 1 point
    Ah, muito fixe Pedro! Que fauna vais colocar aí?
  4. 1 point
    Recentemente adquiri Hydrocotyle Tripartita e esta planta cresce mas cresce.... em 1 mês quintuplicou o tamanho não tinha realmente noção do quão proliferadora era, já tinha até de a trocar de aquário porque o aquário inicio já estava a ficar dominado por esta planta... em breve tentarei também colocar Staurogine Repens e Hygrophila Pinnatifida para testar a ver se pega. Aqui seguem as fotos: 01/06/2020 05/06/2020 08/06/2020 09/06/2020 05/07/2020
  5. 1 point
    Obrigado Alvaro pela informação, irei doar uns e colocar apenas 2 no aquário e ficarei de olho. João obrigado também pela observação, visualmente aparenta que a água não está forte e como coloquei alguns itens acredito que ajudará a quebrar um pouco a corrente, mas como não tenho experiência posso estar errado mais uma vez infelizmente. Aproveitando vou compartilhar com vocês o aquário, terminei de montar ele ontem a noite, dá até para ver um contraste entre a casinha popular e a nova casa dele, que já tá até curioso para ir logo para lá rsss. Agora é esperar o período de ciclagem. Acho que o problema que tive com os Bettas foi excesso de cuidado, digo isso pois ao limpar bem o aquário, entendi que removia as bactérias que eram responsáveis por tentar equilibrar o ambiente do aquário fazendo com que sempre estivesse dando pico de amônia, posso estar errado mas após ler e assistir a um monte de videos sobre ciclagem está sendo a conclusão que estou chegando. Quero mais uma vez deixar registrado meu agradecimento pela atenção nas minhas dúvidas. Abraço a todos!
  6. 1 point
    Há uns muitos bons anos atrás registei-me neste fórum e iniciei-me neste hobby, tendo inclusive participado num jantar do fórum na Figueira da Foz (2007 talvez) onde conheci alguns elementos que pelos vistos ainda andam por aqui (David Cabete, João Branquinho...) Durante uns anos tive dois aquários montados (um de 60l e outro de 288l), mas por força da circunstancias aos poucos fui abandonando-os e acabei por desativa-los. Passados cerca de 10 anos, o bichinho volta e quero voltar à carga, estando no processo de preparação do de 60l!... 😉 Sou o Eduardo Ramos (conhecido em vários "locais" por rasputin1970) e vivo em Esmoriz. Para esta minha nova saga se houver alguém que tenha troncos, pedras, plantas e peixes para doar ou vender (de preferência zona de Esmoriz, Porto ou Matosinhos) pf entre em contacto comigo.
  7. 1 point
    Mudei o layout e coloquei plantas. O que acham?