ismael_figueira

'Rainforest Reborn'

Recommended Posts

Mas se ha alguma incongruência escrita para trás podias alertar. Nem sempre as pessoas conseguem transmitir o que pretendem de forma a ser entendível por todos.
Mas vou ler a ver se percebo o que pretendes.



Enviado do meu SM-A510F através de Tapatalk
 

Editado por PAFS

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Bem no meu ponto de vista ou se tem muito por baixo (fértil) como fizeste com o fértil da Tropica e o osmocote ou pouco por baixo e mais por cima (fertilizar na coluna). Maior parte das marcas vão para o muito por baixo e um cheirinho por cima (ADA, Tropica, JBL etc) mas visto que o substrato do Ismael é só o Terranera e não usou o Vigor Plus podemos dizer que não é muito forte, especialmente com a carrada de valisnérias e com a Hippuridoides. Plantas que comem bastante, por isso acho que há a necessidade de fertilizar mais à home! 

E como se viu no tópico lá atrás quando o Ismael estava a usar só Tropica o aqua estava menos bem. Melhorou com o concelho do Luis quando lhe deu mais micros e potássio. Ora para atingir os ppm's de potássio quantos push precisaria de dar de Tropica Paulo? Faz lá as contas que tu é que és o especialista no Premium e Specialized. :my_rolleyes:

Isto tudo porque quando o Ismael começou a dar mais nutrientes o aqua destabilizou até se adaptar à nova realidade, mas sem ele mexer começou a estabilizar e agora é manter. É a minha opinião, não quer dizer que esteja certa.

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 50 minutos, Gonçalo84 disse:

Bem no meu ponto de vista ou se tem muito por baixo (fértil) como fizeste com o fértil da Tropica e o osmocote ou pouco por baixo e mais por cima (fertilizar na coluna). Maior parte das marcas vão para o muito por baixo e um cheirinho por cima (ADA, Tropica, JBL etc) mas visto que o substrato do Ismael é só o Terranera e não usou o Vigor Plus podemos dizer que não é muito forte, especialmente com a carrada de valisnérias e com a Hippuridoides. Plantas que comem bastante, por isso acho que há a necessidade de fertilizar mais à home! 

E como se viu no tópico lá atrás quando o Ismael estava a usar só Tropica o aqua estava menos bem. Melhorou com o concelho do Luis quando lhe deu mais micros e potássio. Ora para atingir os ppm's de potássio quantos push precisaria de dar de Tropica Paulo? Faz lá as contas que tu é que és o especialista no Premium e Specialized. :my_rolleyes:

Isto tudo porque quando o Ismael começou a dar mais nutrientes o aqua destabilizou até se adaptar à nova realidade, mas sem ele mexer começou a estabilizar e agora é manter. É a minha opinião, não quer dizer que esteja certa.

 

Citação

e agora é manter

Manter.

Opinião mais que válida. Mas eu não disse para ele ir mexer já no aquário. Essa hipótese de não mexer está correcta quem sabe com a maturação do aquário (já tem mais de um ano) as coisas estabilizem e desapareçam as filamentosas. Certo é que já mesmo antes da aventura ter chegado até aqui e muito antes desta ultima fert o Ismael já tinha tido filamentosas. Portanto o exame que faço é que ou nunca desapareceram completamente (adormecidas) ou o mal não foi identificado porque voltaram. E por ter visto que foi um retorno é que escrevi este ultimo post ali acima. 

Confesso que não percebi quando é que ele começou a dar mais nutrientes.

Vou tentar resumir e ser o mais assertivo possivel justificando as minhas opiniões. (doravante vou tentar ser mais preciso quando escrevo para não criar duvidas).

Inicialmente fez-me confusão dar K por três vias. E eu apenas disse que da maneira que estava a dar descompensava a fertilização da Tropica no seu todo. Porque o Tropica e Premium trabalham em parceria. Só se usa o Premium se tivermos que reduzir o Specialised no que ao P e N diz respeito. Mas disse-lhe que se as coisas estavam a resultar bem assim continuasse. Que continuasse a dar aquele K excedente. Isto não há regras cegas nem formulas mágicas. Se a coisa estava a correr bem tanto melhor. 

Também o aconselhei a usar "EI", não adaptada mas sim o método efetivo (e continuo a dizer isso como já aqui acima outra vez em cima), mas no pressuposto de que adquiriria um filtro para distribuir bem. Tratando-se de "EI" com uma filtragem fraca seria um erro. Porventura não ficou explicito isto. As minhas desculpas. E isto porque o ismael já havia usado "EI" mas a coisa não resultou bem talvez por causa da receita.

Mas entretanto as algas continuaram e o ismael decidiu usar o Step 3 da ADA.. e aqui baralhou-me por completo não estava a perceber porquê se tinha o Premium, e muito menos percebi se continuava com a Fert anterior mais o Step 3. Percebes? Fiquei :my_huh:

E daí lhe ter perguntado qual era o plano de fert actual. Nesta altura sim sugeri que parasse com tudo o que estava a fazer até ali e usasse APENAS tropica. Algo que entre linhas recomendo novamente aqui mais acima. Usar apenas um método!

Entretanto as algas continuam! E é aí que digo novamente ao Ismael para mudar e alerto para o K. Algo que volto a alertar já aqui acima novamente. Não deixei desde o passado de manter a minha opinião sobre a fertilização.Já lá atrás abordei a temática do excesso de K. 

E bom depois o Luis veio sugerir que que se aumentasse o K para 30 PPM. Precisamente o contrário do que eu vinha a recomendar. E aqui eu não voltei a meter o bedelho no assunto, porque sendo o Luis a pessoa experiente que é e com resultados o que eu pensei na altura foi  "Eh pá.. pronto.. deixa lá ver se resulta. se o Luis está a dizer para fazer isso lá terá as suas razões" 

Pela minha saúde que foi o que pensei. Por respeito e a mais alta consideração por ele e por eu considerar que tenho os horizontes abertos também pensei "deixa lá ver se resulta, com o Step 3 e o Tropica Spec.. é uma combinação estranha mas nunca se sabe. "

Contudo também pensei :"Mas o Luis usa Osmose.. logo é natural que ele dê magotes de K no aquario dele". Mas se a água do Ismael vem da rede já vem com K pelo menos a uns 10 a 15 PPM. Adicionar mais 30 em cima do que vem da rede???" Deixa lá ver nunca se sabe.." 

Foi exactamente isto que na altura pensei! E desde aí que nunca mais voltei a tocar no assunto da Fert até o Ismael vir agora falar novamente das filamentosas. E as primeiras coisas que lhe disse foi: 

Citação

 

Dessas filamentosas tive um surto e não só removi à mão o que podia como as plantas afetadas levaram uma grande poda e as pedras foram retiradas, lavadas e escovadas cá fora, e reinstaladas. Aumentei o fluxo do filtro. Certo é que (talvez para minha sorte vá-se lá saber) desapareceram. Se é a solução? Não sei. (Conselho)

Agora há algo que certamente não acontece um dia para o outro. O aparecimento das algas. Quando elas surgem o desequilíbrio já vinha detrás. E podemos erradicar uma e aparecer outra. O que significa que ou a acção tomada não foi a mais correcta ou há um elemento fixo e constante que embora alterações sejam feitas não propicia o encontro do equilíbrio(opinião de reflexão)

Mas para quem tem o filtro que tu tens penso que os resultados não podiam ser melhores e isso é mesmo furto da tua tenacidade e força de vencer. (conselho para manter como está)

A única coisa que não aprecio mesmo é o método Ei que estás a usar.

 

Volto a falar no filtro. Volto a referir que algo vem detrás que faz as filamentosas não desaparecerem. E depois claro está volto a discordar do metodo de fert, porque continuo a pensar que deveria usar apenas um e só um método. Daí lhe ter perguntado se alguma usou apenas Tropica. 

Quando opino faço questão de seguir o tópico e ver se está a resultar. Se não está é repensar e empreender outra abordagem, tentando não esquecer qualquer detalhe. 

Vou dar-te um exemplo:

Neste tópico: 

Dei conselhos ao Samuel. E dei-lhe uma indicação inicial para a Fertilização da Tropica. Joguei por alto para não faltar nada às plantas. E disse-lhe que depois de uma a duas semanas dissesse como estavam as correr as coisas e se necessário reduzir. Incluso e por ausência dele actualizar o Tópico mandei uma mensagem privada porque estava preocupado como estaria a correr aquilo. 

Quando referi ao Ismael a Tropica era precisamente essa a  minha abordagem e ideia. 

Espero que assim percebas o meu raciocínio bem como a minha forma de estar aqui no forum e analisar e interagir com os Tópicos/ amigos ou colegas de armas.

Terminando:

 

Citação

 

Ora para atingir os ppm's de potássio quantos push precisaria de dar de Tropica Paulo? Faz lá as contas que tu é que és o especialista no Premium e Specialized


 

Bem .. não sou especialista coisa nenhuma. A aquariofilia tem uma dinâmica permanente e nós temos que a acompanhar e á falta dos tais elementos concretos que pedes e que nunca se vêm em lado nenhum o que faço é tabelas dos projectos dos outros.

O que eu recomendo ao nível de doses da Tropica tem como base um estudo que fiz de perto de uma centena de aquários (sim isso mesmo perto de uma centena) com injecção de CO2, e uma média de luz que está espelhada no Tópico que criei para esse efeito. E o que pude estudar desses aquários (parâmetros dos aquários versus Tropica) conduziu-me às conclusões que estão lá no dito tópico. E para saber com clareza que doses eram dadas a muitos aquarios tive que andar a enviar mensagens aos criadores, quer pelos foruns, quer pelo facebook (andei lá à procura deles), quer nos BLOGS (procurei no google pelos nomes dos autores) deles mesmos, etc. etc. e sobretudo pela Tropica em si. Muitos emails trocados com eles, e observação dos seus próprios aquários.

Apenas isto.. dá trabalho. Muito mesmo. Mas sinto-me mais confortável em ter uma base de dados extensa onde se pode fazer uma filtragem e conclusões com mais rigor. 

E pronto desculpem o testamento e espero que doravante me entendas. 

Abraços a todos 

  • Votar + 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Bem companheiros, 

 

Vamos lá por partes... 

Realmente só tenho o substrato Terranera da Équo, sem qualquer substrato fértil por baixo. Tenho plantas que consomem bastante, rotala rotundifolia e a hippuridoides, e se não fertilizar na coluna de água não há lá nada debaixo que me ajude nesse sentido. Este substrato já tem ano e meio e deve estar completamente esgotado. 

 

Outro pormenor, desde que retirei a valisneria, notei mais desenvolvimento nas restantes plantas, o que quer dizer que esta estava a consumir tudo o que havia disponível e pouco restava para as outras plantas. 

 

Mais ainda quando comecei com a fertilização DIY, pude verificar um desequilibro enorme no aquário. Algo que já estaria à espera que acontecesse, pois as plantas estavam fracas e acredito que sem capacidade para tanta disponibilidade de nutrientes. Tal como em qualquer ser vivo as plantas precisam de adaptação a novas condições, e aqui a nova condição foi serem forçadas a "comer" mais! 

 

Quanto aos fertilizantes Tropica são all-in-one e desta forma estão preparados para ser aplicados em conjunto com qualquer tipo de substrato (desde que tenha uma boa cama). Ora seja em doses reduzidas como doses maiores para compensar ambientes mais pobres, pelo menos é esta conclusão a que eu chego. No entanto no pico de utilização do Specialized sei que sensivelmente em duas semanas consegui despejar um frasco de 300ml no aquário e os resultados foi o que se pode ver... quero com isto dizer que a longo prazo a viabilidade deste tipo de fertilizantes é reduzida se quisermos manter um aquário densamente plantado sem que tenha algo por baixo a compensar. 

 

Abraço 

 

  • Votar + 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Paulo, 

 

De tudo o que disseste atrás nada tenho a retirar nem a acrescentar. Já está mais que falado e debatido, ficam as experiências de cada um.

Este mundo da aquariofilia é fascinante e por isso vamos lá aproveitar o melhor que este hobbie tem para nos dar.

 

Deixa-me somente responder a isto,

há 20 minutos, PAFS disse:

Mas entretanto as algas continuaram e o ismael decidiu usar o Step 3 da ADA.. e aqui baralhou-me por completo não estava a perceber porquê se tinha o Premium, e muito menos percebi se continuava com a Fert anterior mais o Step 3. Percebes? Fiquei :my_huh:

 

Quando fui aconselhado a usar o Step 3 continuei com o plano anterior, Specialized + K7 da équo. 

As doses tinham de ser grandes claro, pois com a diluição que estes fertilizantes trazem não se fazem milagres...

 

As algas neste momento estão em retrocesso mas não desapareceram por completo, por isso o problema ainda está lá só que mais controlado... Acho que o filtro DIY veio ajudar alguma coisa no equilibrio do ecossistema.

 

Algumas coisas tem de ser alteradas na próxima montagem, montagem esta que está a tardar mas não falta.

 

Abraço 

 

 

 

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Tens tudo Ismael. Só te falta um filtro como deve ser e ficas safo. Ou dois JBL e 901/2... Fica-te a 200 paus... Ou juntas só mais um e901/2 ou um pro4 250...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

É por haver "discussões" destas que vale a pena manter os fóruns activos. Obrigado a todos pela participação.

Ismael, tens um aquário lindíssimo! Como já foi apontado antes tens aí um setup desequilibrado, calhas potentes, filtro a cumprir os mínimos e falta de nutrientes no solo o que te obriga a puxar pelos fertilizantes líquidos para compensar. Isto para quem quer ter um plantado com plantas exigentes faz com que tenhas que andar em cima para perceber o que falta às plantas. Ora em vez de andarmos aqui a discutir se damos a marca x ou y deves é escutar o que as plantas te dizem e depois actuar em conformidade, seja subindo ou descendo os macro nutrientes não esquecendo os micros! Esquece lá às algas, plantados sem algas não existem! Só temos é que as manter controladas ;)

Agarra na máquina e tira aí uns pormenores ao aquário para percebermos o que podes estar mal e pode ser melhorado e o que está bem e não se mexe! E não te esqueças dos vivos, também gostamos de ver os bichos :)

 

  • Votar + 4

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

@Tozé Nunes Falou e disse!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Acredita Ismael que o teu “problema” apareceu quando introduziste a segunda calha.

Mudanças de luz com montagens a decorrer nunca é bom.

Agora tens que estabilizar isso seguindo um método fertilizar certinho, não precisas de grandes abusos nas doses.

Precisas sim de talvez reforçar uma tpa a meio da semana para ver se o aquário estabiliza.

E sim as filamentosas quando aparecem são tramadas se desaparecer, mas desaparecem.

Manutenção eficaz e se achares necessidade reforça a equipa de limpeza, que também tem um papel muito importante e muitas das vezes é desvalorizada. Mete lá aí 20 ou 30 japónicas e 4 ou 5 SAE e vê quanto duram essas filamentosas.

E estou como o Toze diz, há sempre uma ou outra alguita, faz parte do ecossistema.

Abraço

 

  • Votar + 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Bom dia amigos, 

há 14 horas, Tozé Nunes disse:

É por haver "discussões" destas que vale a pena manter os fóruns activos. Obrigado a todos pela participação.

Ismael, tens um aquário lindíssimo! Como já foi apontado antes tens aí um setup desequilibrado, calhas potentes, filtro a cumprir os mínimos e falta de nutrientes no solo o que te obriga a puxar pelos fertilizantes líquidos para compensar. Isto para quem quer ter um plantado com plantas exigentes faz com que tenhas que andar em cima para perceber o que falta às plantas. Ora em vez de andarmos aqui a discutir se damos a marca x ou y deves é escutar o que as plantas te dizem e depois actuar em conformidade, seja subindo ou descendo os macro nutrientes não esquecendo os micros! Esquece lá às algas, plantados sem algas não existem! Só temos é que as manter controladas ;)

Agarra na máquina e tira aí uns pormenores ao aquário para percebermos o que podes estar mal e pode ser melhorado e o que está bem e não se mexe! E não te esqueças dos vivos, também gostamos de ver os bichos :)

 

 

É de facto um factor de motivação, notar que ainda estamos a manter a actividade num registo pessoal em que toda a comunidade pode participar, aconselhar e aprender. 

Obrigado pelas tuas palavras Tozé, os problemas estão assinalados sim, tenho de pegar em todos os elementos e ajustar de forma a obter o equilíbrio. Quantos ás calhas ando a ver a viabilidade de suspender ou então arranjar uns suportes que me permitam levantar mais as calhas. O filtro é certo e sabido que é curto, não sei se vou conseguir financiam€nto para um novo, já estive a avaliar os modelos disponíveis no mercado e o que me parece com melhor relação qualidade/robustez/preço é o Eheim 1200XL. No que diz respeito ao substrato, só ainda não dei reforço por estar na eminência da desmontagem do aquário e por estar a tentar compensar na fert na coluna de água. 

 

Quanto a closeups, só não meti aqui ainda por não querer transformar este tópico num filme de terror... Depois não digam que eu não avisei... :my_dodgy: 

 

há 10 horas, Luís Cardoso disse:

Acredita Ismael que o teu “problema” apareceu quando introduziste a segunda calha.

Mudanças de luz com montagens a decorrer nunca é bom.

Agora tens que estabilizar isso seguindo um método fertilizar certinho, não precisas de grandes abusos nas doses.

Precisas sim de talvez reforçar uma tpa a meio da semana para ver se o aquário estabiliza.

E sim as filamentosas quando aparecem são tramadas se desaparecer, mas desaparecem.

Manutenção eficaz e se achares necessidade reforça a equipa de limpeza, que também tem um papel muito importante e muitas das vezes é desvalorizada. Mete lá aí 20 ou 30 japónicas e 4 ou 5 SAE e vê quanto duram essas filamentosas.

E estou como o Toze diz, há sempre uma ou outra alguita, faz parte do ecossistema.

Abraço

 

Sim Luis não discordo que aquando da introdução da segunda calha as coisas se agravaram um bom bocado.. 

Tenho seguido sempre o mesmo plano de fertilização desde que comecei com a "EI" e neste momento creio que este detalhe esteja equilibrado.

Vou mesmo começar a fazer TPA a "meio" semana, talvez assim consiga neutralizar alguma coisa. Tal como já disse mais acima não é a minha ambição ter um aquário sem algas mas sim equilibrado, as algas fazem parte do ecossistema é perfeitamente natural a sua presença.

Eu bem que tento manter as japónicas lá dentro mas os escalares não permitem que estas façam o seu trabalho descansadas... os SAE gostam de andar a comer plantas em vez de algas... 

 

Abraço 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Pois é, os SAE são tramados e japónicas com escalares idem. Been there...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boa noite companheiros, 

 

Isto por aqui continua na mesma, nada de novo... Vejo alguma regressão nas filamentosas mas muito lentamente, tenho retirado cada vez menos mas elas insistem em continuar... 

 

On 12/10/2017 at 23:10, Luís Cardoso disse:

Precisas sim de talvez reforçar uma tpa a meio da semana para ver se o aquário estabiliza.

Luis, eu comecei a fazer 2 TPA por semana e não é que no dia seguinte à 2ª TPA fico com os vidros todos verdes de GDA! Estou a fazer a habitual troca de água de 45/50% à 4ª e a segunda troca de água ao Domingo... Fiquei bastante intrigado com esta reacção por parte do ecossistema...

 

On 12/10/2017 at 19:54, Tozé Nunes disse:

Agarra na máquina e tira aí uns pormenores ao aquário para percebermos o que podes estar mal e pode ser melhorado e o que está bem e não se mexe! E não te esqueças dos vivos, também gostamos de ver os bichos :

Tozé, respondendo ao teu apelo aqui vai...

Alguns detalhes mais graves, com destaque para umas bolas de substrato que vieram agarradas aos filamentos das algas...


large.IMG_3210.jpglarge.IMG_3214.jpglarge.IMG_3256.jpg

 

 

A fauna inclusive o único sobrevivente paracheirodon axelrodi 

large.IMG_3223.jpglarge.IMG_3227.jpglarge.IMG_3220.jpg

 

 

A flora 

large.IMG_3245.JPGlarge.IMG_3248.JPGlarge.IMG_3247.JPGlarge.IMG_3244.JPG

 

E por fim uma geral, já está a precisar de uma poda...

large.IMG_3267.JPG

 

Grande abraço

 

 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Eu também tenho essas filamentosas no  60p e desde que meti um segundo 2213 em série notei uma diminuição delas.

Não sei se é no teu caso mas fica a minha experiência! 

Um alerta para a posição do termostato...uns dias fora de casa e com a evaporação o termo fica fora de água e queima!!! Diz-me que foi só para a foto!!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Muito estranho essa gsa.
As filamentosas são danadas, elas regridem mas quando a instalação é grande são muito difíceis de erradicar.
Neste momento se calhar a overdose de Excel ia ajudar-te a limpa-las, para depois veres se elas reaparecem.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Bom dia, 

 

há 8 horas, Tozé Nunes disse:

Eu também tenho essas filamentosas no  60p e desde que meti um segundo 2213 em série notei uma diminuição delas.

Não sei se é no teu caso mas fica a minha experiência! 

Um alerta para a posição do termostato...uns dias fora de casa e com a evaporação o termo fica fora de água e queima!!! Diz-me que foi só para a foto!!

Tozé, eu já meti outro filtro a dar auxilio ao principal e de facto notei alguma diferença no combate ás algas, já tinha chegado à conclusão que um 2º filtro me iria ajudar e iria trazer mais equilíbrio. 

Quanto à questão do termostato, de facto é aquela a posição habitual. No entanto tenho bastante atenção ao nível da água e quanto preciso de me ausentar o termo vai mais para baixo. 

 

há 1 hora, Luís Cardoso disse:

Muito estranho essa gsa.
As filamentosas são danadas, elas regridem mas quando a instalação é grande são muito difíceis de erradicar.
Neste momento se calhar a overdose de Excel ia ajudar-te a limpa-las, para depois veres se elas reaparecem.

 

Luis, estas filamentosas já me estão a tirar do sério... 

Bem sei que já me tinhas dito num post anterior para fazer essa overdose de Excel e que iria erradicar as filamentosas, só não o fiz ainda por não ter tido disponibilidade para ir buscar! 

De facto os vidros ficarem todos verdes é estranho, mas neste caso tenho uma teoria... Tal como já disseste as calhas estão a influenciar o aparecimento das algas e como tal uma TPA a meio da semana vem alterar o ritmo habitual do aquário, logo a luz é a mesma mas as mudanças mais frequentes acabam por desestabilizar o ecossistema... Não sei se me fiz entender mas penso ser esta a lógica. Tenho de subir as calhas não há volta a dar...  

 

Grande abraço 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 47 minutos, ismael_figueira disse:

Tenho de subir as calhas não há volta a dar...  

E "todos" os teus problemas vão acabar!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 hora, Gonçalo84 disse:

E "todos" os teus problemas vão acabar!

Gonçalo, não tenho grandes dúvidas disso mesmo...

 

Abraço 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boa noite, 

 

As filamentosas vão desaparecendo, com muita luta mas lá tenho conseguido remover a maior parte mas sempre vai ficando qualquer coisa. 

Fiz um pequeno teste para ver se conseguia combater as ditas cujas de forma mais eficaz, troquei o sentido do fluxo dentro do aquário... resultado -> Foi pior a emenda que o soneto! Passado uma semana "elas" lá ganharam mais um avanço, portanto voltei a colocar os lily pipes na posição inicial. Tentei com isto perceber se era mesmo falta de circulação na coluna de água, acredito que não... Ainda que os filtros que tenho sejam insuficientes, a forma como estão dispostos no aquário será a ideal. 

Estava a fazer 2 TPA por semana, mas resolvi parar com este ritmo devido à seca que o pais atravessa :( ... Sei que não é por eu fazer menos uma TPA que resolvo este problema sério que é a falta de água, mas a minha consciência assim diz que o devo fazer.. O que é verdade, é que a segunda TPA a meio da semana estava a ajudar a manter um melhor equilíbrio no ecossistema. 

Chega de conversa e vamos ás fotos

large.IMG_3400.jpg

large.IMG_3409.jpg

 

large.IMG_3403.jpg

 

large.IMG_3399.jpg

 

large.IMG_3398.jpg

 

large.IMG_3333.jpg

 

 

Abraço 

 

 

Editado por ismael_figueira
  • Gosto 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Ismael, não participaste num concurso com esta montagem? Não queres partilhar a experiência com a malta?

E colocar a foto final..

http://showcase.aquatic-gardeners.org/2017/show304.html

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boas Tozé, 

há 10 minutos, Tozé Nunes disse:

 

 

Este aquário foi a participação em vários concursos, independentemente dos resultados e do facto de ser a minha estreia nos concursos internacionais, tenho a dizer que foi uma experiência bastante gratificante! Fiquei bastante surpreso com os resultados obtidos e acima de tudo com todo o conhecimento que esta montagem me tem proporcionado, aprendi muito, sinto que evolui e acima de tudo que ainda há muito para aprender.  

De salientar que esta montagem não foi planeada para participar em concurso algum, e só depois de algum forcing de alguns elementos aqui da comunidade me senti motivado para o fazer! Com o que fui aprendendo fui fazendo uns ajustes aqui e ali lá ficou minimamente aceitável para umas fotos. 

Os concurso aos quais esta montagem foi submetida foram: 

IAPLC -> 640º lugar 

IIAC -> 175º lugar 

EAPLC -> Só apareceu os resultados do top 100, portanto não sei a classificação deste concurso. 

RFLAC -> 49º Results 

AGA -> Uma vez que só é atribuída classificação até ao 10º  lugar, portanto mais um em que não sei qual a posição.

CBAP -> Este concurso brasileiro também aceita inscrições de aquascapers estrangeiros, tentei a minha sorte aqui também creio que dia 9 de Dezembro saem os resultados. 

As fotos que foram a concurso,

large.Rainforest.jpg

large.5a19e4261ad02_Rainforest-IIAC.JPG

 

Abraço 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Fizeste muito bem em tirar os escalares para as fotos! E gosto mais da primeira.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boas Gonçalo, 

 

há 15 horas, Gonçalo84 disse:

Fizeste muito bem em tirar os escalares para as fotos! E gosto mais da primeira.

 

Os escalares saíram para a foto pois eram 3 mas todos diferentes, e isso não assentava bem no layout, a não ser que fossem mais juvenis e um grupo de 6 ou 7 da mesma espécie. 

Actualmente saíram permanentemente para outro aquário que está cá por casa. 

 

As habilidades fotográficas não permitiram fotos melhores, o cardume estava alinhado na 1ª foto mas andavam sempre numa velocidade parva e não consegui uma foto minimamente estática, já para não falar do corte da foto que ficou muito mau e acabei por lhe tirar alguma profundidade.

Quanto a segunda fotos está melhor no corte o que acaba por dar mais profundidade e  mostra mais o reflexo da superfície, já o cardume.... :default_jcb_bang: 

 

Sempre aprendendo com os erros, à que perceber onde estão os defeitos para ver o que podemos melhorar. 

 

Abraço  

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boa tarde, 

 

Reparei hoje que já saíram todos os resultados do EAPLC, para minha surpresa consegui um honroso 97º lugar, de facto esta montagem já superou todas as minhas expectativas.

 

Um grande obrigado aos que me tem ajudado e acompanhado! 

 

Ficam aqui o link dos resultados no site do EAPLC.

Resultados EAPLC

 

Abraço 

  • Votar + 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Bom dia, 

 

Uma pequena actualização aqui do tópico, para não deixar morrer mesmo sabendo que não há nada de novo. 

 

Desta vez fiz uma grande poda, radical mesmo! Vamos ver como vão reagir as plantas a tamanha agressão... 

Como sabem tenho andado a lutar contra as filamentosas sempre sem sucesso, retirava a maior parte manualmente e podava mas ficava sempre algo por baixo da zona de corte e lá voltavam elas. Todas as semanas era isto... Resolvi então cortar as plantas quase rente ao substrato, assim que cortava os caules não subiam à tona de água tal era o emaranhado de algas... e assim fiz a quase todas as plantas, ficou o aquário quase todo despido só com o esqueleto visível.

 

Retirei uma calha para não ter de reduzir nas horas de fotoperiodo, no estado em que o aquário está as duas linhas era um exagero de luz e isso só iria trazer mais problemas (tenho tido algumas GSA nos vidros) que vantagens. 


Seguem as fotos,   

 

A Rotala Rotundifolia já tinha moitas bem densas, e a Limnophila Hippuridoides também está bastante saudável e sempre a varrer a superfície.

large.01-12-2017_3.png

large.01-12-2017_1.png

large.01-12-2017_2.png

 

Neste momento este é o estado do aquário... Pente 0!

large.01-12-2017_4.png
 

 

Grande abraço 

 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Mesmo mesmo, que diferença!!

Ismael em relação às luz já ponderas-te subir a calha?

De qualquer modo continua verdinho e aparenta estar saudável.

Abraço

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora

Tempo de vida do fórum


Data de criação do fórum: March 16, 2003 00:00:00