C Mocho

.Membro Ausente
  • #Conteúdo

    369
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Days Won

    3
  • País

    Portugal

C Mocho last won the day on Maio 21

C Mocho had the most liked content!

Reputação

57 :)

Sobre C Mocho

  • Rank
    Hiper Membro Júnior
  • Aniversário 11-02-1964

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Azambuja (Lisboa)
  • Localização
    Aveiras de Cima

Quem visitou o meu perfil

1130 visitas ao perfil
  1. C Mocho

    No name yet

    Quanto a mim está 5 estrelas. Não sei se não deverias encher um bocadinho mais a zona de areia junto ao vidro (pelo menos nas extremidades junto ao substrato), pois caso contrário julgo que o substrato escuro acbará por resvalar excessivamente para cima da areia. Eu acho que se resvalar um bocadito até dá uma ar mais natural, mas ainda assim essa transição está talvez um pouco forte demais. Gosto bastante dessa cor de areia, no entanto quando tiveres de repor alguma da inevitavelmente aspirada a quando das manutenções vais ter dificuldade em acertar a cor, mas também compreendo que gostas de desafios e esse será mais um (talvez tenhas pensado nisso e deixado uma parte de reserva para utilizações futuras). Bom trabalho, gosto imenso do aspeto natural!
  2. C Mocho

    No name yet

    Olá Vera. Planear é importante e determinante para conseguir um bom resultado. Estou convicto que isso já tu tens mais de garantido. Mas a Criação de uma Obra (seja um hardscape, seja qualquer expressão artística) passa mais pelo sentimento que pela racionalização. O que é que tu sentes perante estes arranjos? A Natureza é perfeita porque consegue sempre encontrar uma forma de se reequilibrar!... Tive há muitos anos um professor que argumentava: "Nós criamos o que sentimos que devemos Criar, depois vêm os teóricos e cumpre-lhes a eles encontrar uma justificação para aquilo que nós fizemos". ( ele utilizava então uma linguagem mais vernacular, mas muito expressiva). Acho que entrares por aqui não é o caminho! É indiscutível que tens vindo a melhorar, mas julgo que estás a correr o risco de "lamber demasiado" a pintura. Bom trabalho!
  3. C Mocho

    96L - Rough2start

    Balanço da situação, para que quem está a sentir dificuldades reconheça que a perseverança dá sempre os seus frutos: 29/11/2017 06/06/2018 Evoluíste em tudo, até na qualidade das imagens (mas já devias ter limpo o difusor de CO2). Bom trabalho!...
  4. C Mocho

    Novo no mundo dos aquários e de Agua Salgada

    Formidável! Acabei por passar uma tarde muito mais entretido do que se tivesse ido ao cinema, e tudo por causa dos "Dory e os não menos famosos Nemo e Marlin"... Muito obrigado por toda esta partilha e parabéns pela resiliência. Foi um grande prazer poder ler esta novela.
  5. C Mocho

    Aquario 120x45x50

    Não sei se entendeste ao que é que o Hacra se estava a referir. O Twinstar Nano, tal como o Chihiros Doctor, são esterelizadores de eletrólise... De qualquer forma o teu aquário está cada vez mais bonito. Bom trabalho!
  6. C Mocho

    Panorâmico 140

    Olá Bruno, obrigado por me estares a tentar ajudar. Li e voltei a ler o teu comentário e há algumas coisas que tive dificuldade em entender. É gratificante e motivador ouvir alguém experiente dizer que o aquário tem potencial para ficar melhor! Reli mesmo o tópico todo para tentar perceber porque é que tu achas que eu estou agarrado a testes. Esta montagem tem 191 dias, ou seja está na sua 28ª semana. Desde o início fiz testes 4 vezes, respetivamente nas semanas 4, 7, 15 e 25. Os dois primeiros foram feitos para me certificar que podia introduzir a fauna, os dois últimos para tentar entender o motivo do aparecimento de algumas algas. Achas que tenho estado a exagerar nos testes? Quanto ao tipo de fertilização, sim admito que o método EI é bastante eficaz, pelos inúmeros exemplos de sucesso que se encontram facilmente mas, recorri ao sistema ADA pensando que este poderia minimizar os erros da minha falta de experiência e como desde o inicio pretendia colocar camarões (não que alguma vez pretendesse ter aqui um aquário para camarões), achei que a fertilização "por baixo" que a ADA recomenda poderia ser a mais adequada. Talvez me tenha enganado, talvez o método EI seja efetivamente o mais adequado para os newbies... De qualquer forma já há alguns anos fertilizei com soluções feitas a partir de sais e conheço a sua eficácia, embora na altura eu não utilizasse o método EI, mas uma variação muito mais complicada de gerir, pois então eu obrigava-me a fazer testes e adaptava semanalmente a fertilização dos Macros em função dos resultados dos testes (os micros iam um bocado a olho). Aí sim, chegou a um momento em que eu me sentia escravo dos testes e não quero voltar a sentir isso... O sistema de fertilização com sais agrada-me principalmente porque permite gerir o stock a longo prazo. É frustrante chegar a uma loja e ouvir que determinado produto só chega no dia seguinte, ou que o stock está temporariamente esgotado, sobretudo quando se faz mais de 50Km para chegar à loja... O preço também é bastante diferente, mas quando leio alguns aquariofilistas com sistemas de milhares euros montados, afirmarem que o preço é um fator importante para optar pelo EI, fico com uma sensação "esquisita"... Não sei se os sais são comercializados em Portugal, nunca me ocorreu procurar, mas nunca vi nenhuma loja de aquariofilia que os tivesse (talvez não estivesse suficientemente atento). Desfrutar o aquário para mim passa também por tentar entende-lo, não apenas sentar-me a olhar para ele. Não acho que ele esteja mal, mas que podia estar melhor, podia. Há aqui qualquer coisa que ainda não está equilibrado, mas evidentemente para entender o que é, preciso esperar. Talvez seja o tempo, ou talvez eu nem sequer venha a conseguir descobrir o que é! Talvez como em alguns casos, quando estiver tudo a andar sobre rodas eu perca o interesse, ou talvez fique mais feliz do que nunca. Entretanto, vou lutando com a minha ignorância.
  7. C Mocho

    Panorâmico 140

    LOL... Uma vez, mais acho que estás cheio de razão! ;)
  8. C Mocho

    Panorâmico 140

    Obrigado a ambos pelo incentivo. Eu gosto de aquários (ponto)! Creio que tive o meu primeiro com 11 anos, mas já foi há tanto tempo que nem me lembro bem, sei que na altura em vez de plantas de plástico coloquei cabombas e elódeas (sim na altura ainda eram elódeas, depois é que fizeram o crisma), e aquilo transportava-me para os programas da "Vida na Terra" mas a cores, na RTP ainda era tudo muito cinzento... Neste caso, julgo que um ar um pouco selvagem lhe confere um aspeto mais natural, mas já tenho visto exemplos de topiaria aquática que me deixaram a babar!... Sim é preciso tempo, algumas plantas teimam em permanecer quase paralizadas, outras começam a crescer para onde eu não quero (a pinnatifida agora começou a achar que ela é que manda). Mais tarde ou mais cedo julgo que irei ser obrigado a substituir algumas plantas que aqui não estão felizes. A Murdania foi a primeira a fazer-me pensar nisso, mas tem-se aguentado, agora a Ranunculus anda cada vez mais fraquinha... Como perdi o tapete de Crenata e tenho andado a tentar insistir no continente asiático creio que a solução irá ter de passar por um reforço da Crypto parva, que aqui também está muito mais pequena do que o que tenho visto noutras composições, mas até fica gira assim pequenérrima. Os peixes andam saudáveis, ativos e comilões. Os Camarões parecem-me satisfeitos, pois vejo muito frequentemente sinais de ecdise e as Amano andam sempre com ovos. As filamentosas verdes continuam a dar um ar da sua graça, mas estão controladas. Ando há poucos dias a introduzir Excell para ver se observo alguma alteração, depois conto o resultado. As green spot também lá vão aparecendo, mas como comecei a adicionar diariamente 0,1ppm de Fosfato, não recuaram, mas também não avançaram mais. O equipamento está muito aquém do que eu considero aconselhável, daí o desafio ser maior. O aquário até era muito bom para a época, mas isso foi nos anos 80. A biobox é um obstáculo muito difícil de contornar, mas um filtro exterior neste caso não é exequível. A iluminação é do século passado e neste momento estou apenas com 0,41 W/L (meti na cabeça que o desastre com a Crenata havia sido provocado pela lâmpada Aqua glo (18000K), eram apenas 15W portanto foi retirada. Restam-me 2x 30W, uma Sun glo (4200K) e uma Life glo (6500K). Claro que gostaria de arrumar este aquário na cave e montar um 90P no lugar deste (maior não cabe neste sítio), mas depois de começar a fazer as contas nem cheguei ao fim... Talvez ainda este ano venha a montar um 60P com o equipamento adequado, mas por enquanto ainda não sei o que quero fazer com ele (adoro iwagumis, mas creio que aprenderia muito mais com um holandês e o problema é que tenho uma tendência natural para o estilo jungle). LOL Enfim, está a dar alguma luta, mas estou satisfeito com o resultado e sobretudo acredito que daqui para a frente ainda pode melhorar imenso.
  9. C Mocho

    Filtro biobox

    O ideal seria colocares a esponja junto à entrada do filtro (filtração mecânica), seguida das cerâmicas (filtração biológica) e a lã junto à saída (filtração mecânica fina, opcional). Mas verifica o fluxo, que eventualmente com muita coisa dentro da biobox podes chegar a uma situação em que o caudal de saída é mais forte que o de entrada e a bomba começa a trabalhar em seco.
  10. C Mocho

    Filtro biobox

    O tempo que o filtro tem não é nada significativo, desde que a bomba funcione... Que manutenção fazes ao filtro e que manutenção fazes ao aquário? Tens as mesmas médias dentro do filtro há nove anos? De quanto em quanto tempo é que o limpas? Fazes TPA de quanto em quanto tempo? Qual é a capacidade de circulação da bomba e qual é a litragem do aquário? A funçao do filtro seja interno ou seja externo não é oxigenar, mas sim melhorar a qualidade da agua (sobretudo transformar a amónia proveniente dos dejetos dos peixe em nitratos menos nocivos que possam ser assimilados pelas plantas). Se não tiveres plantas as TPA permitem-te reduzir a concentração de elementos nocivos para os peixes... Para aumentar o oxigénio podes aumentar a circulação da superfície ou instalar uma bomba de ar. Mas suspeito que o teu problema não deva ser a oxigenação...
  11. C Mocho

    Panorâmico 140

    Olá pessoal, não há verdadeiramente nada a referir de novo. As pedras estão cada vez mais verditas, eventualmente vejo uma ou outra 'green spot' no vidro, mas nada de preocupante, apenas uma ou outra (a verdade é que que embora dê um toque mais "natural", eu as dispensava)... Adicionei à fauna uma dezena de Caridina logemanni-PRL (não resisti, eles são verdadeiramente maravilhosos). De resto tudo vai correndo normalmente e com calma... Finalmente uma das Crypto wendtii 'Green' parece que está a acordar (com sorte daqui a uns meses acorda outra)! LOL O objetivo de hoje é registar os 6 meses de montagem. Tive algas e continuo a ter, mas relativamente controladas. Um amigo já me disse que eu estou desnecessariamente stressado. Não concordo nem discordo, apenas sei por experiência própria que quando se perde o fio à meada, não há volta a dar a não ser desmontar e fazer de novo, e esse não é por enquanto o meu objetivo... Está muito aquém daquilo que eu gostaria, mas não lamento o esforço investido. Com calma, com muita calma as coisas vão pelo caminho pretendido, mas curiosamente ainda me parece extraordinariamente imaturo. Como diz o Vasco Ferreira nos seus tópicos, nada como dar tempo ao tempo. Fica aqui a imagem para a memória futura: 6 meses (181 dias)
  12. C Mocho

    Algas filamentosas??

    Não sou lá muito entendido em algas, mas não me parece que isso que tu aí tens sejam filamentosas, a mim parece-me mais Staghorn, mas é muito provável que tenhas mais do que um tipo... Se assim for, talvez o problema não resida na iluminação mas sim na filtragem e circulação. Porque é que não nos dizes primeiro o setup do teu aquário? Isso facilitava uma ideia mais clara do que podes ter aí. Segue estas ligações: http://www.aquariofilia.net/forum/topic/197192-como-escrever-um-tópico-de-ajuda-guia/ https://www.greenaqua.hu/en/alga-tajekoztato
  13. C Mocho

    Panorâmico 140

    Palavras sensatas. Concordo basicamente com tudo e é isso que estou a fazer, embora com menos de 1/3 do ferro recomendado (pelos motivos acima referidos)! Como não fazia testes desde o início de janeiro, fi-los hoje por curiosidade, antes da TPA semanal: PH (antes das luzes acenderem): 7,1; GH: 80mg/i = 4,49ºdGH KH: 60mg/i = 3,37ºdGH NO3: ligeiramente abaixo de 10ppm; PO4: <0,2ppm (talvez esteja a zero mas o teste só dá para ver que está abaixo deste valor). Relativamente à crenata, tenho uma teoria do que pode ser o motivo do seu falhanço e prende-se com a luz, mas não vou mexer em nada por enquanto. Obrigado Vasco.
  14. C Mocho

    Panorâmico 140

    Olá Vasco, obrigado pela tua resposta. Sim efectivamente houve um período em que andei bastante perdido, mas raramente fiz alguma alteração em que não aguardasse pelo menos 15 dias para confirmar o efeito, e estou a falar de efeitos relativamente suaves. Nunca tive o aquário cheio de algas e à exceção da Crenata todas as plantas se têm aguentado, algumas com ar mais saudável que outras, mas aguentam-se. De facto o desenvolvimento das Crypto é muito, muito lento e aí sim suponho que a falta do Power Sand seja determinante (a única solução será começar a colocar alguma fertilização sob o substrato). Uso ADA, mas não coloquei o Power Sand debaixo do substrato. Foi um erro sim, mas com o qual agora tenho de conviver e contornar. De qualquer modo esta montagem tem agora quase 6 meses pelo que o substrato também já não se pode considerar na sua fase inicial e alguns dos nutrientes iniciais já não são tão abundates. Fertilizo com ADA e se seguir as recomendações da ADA relativamente aos fertilizantes surgem-me as tais GBA. Felizmente as Staghorn, parece que se foram definitivamente. Logo, isto fica minimamente controlado se eu adicionar apenas o Brighty K e o Brighty Mineral. Supostamente de acordo com as recomendações devia estar a adicionar também Ferro, mas aparentemente as minhas plantas ainda não precisam dele pois mesmo com quantidades reduzidas (menos de 1/3 do recomendado), as GBA começam a aparecer. Relativamente ao método EI, achas que é mais simples que o método de fertilização ADA? Já usei há muitos anos e sentia-me um bocado “cativo” da manutenção. Claro que na altura fazia testes periódicos com muita frequência no início das montagens e depois só mais esporadicamente. A iluminação está com um total de 75W (T5) durante 8 horas, mais meia hora no início e no fim do fotoperíodo com apenas 15W (T5), ou seja na maior parte do fotoperíodo tenho um máximo de 0,52W/litro. Não me parece que corra o risco de ser excessiva, pelo contrário. O CO2 está mais ou menos calibrado para ficar com a concentração perto dos 30ppm e de forma a que a oscilação seja mínima. O que me surpreendeu e originou a minha mensagem anterior foi para além do registo que assumi fazer e partilhar sobre a evolução deste aquário, a velocidade com que o tom esverdeado se apoderou do aquário. Não que tenha ficado tudo verde, não senhor, mas que esverdeou notoriamente não há dúvida. (talvez o facto de eu ser profissionalmente formatado para uma sensibilidade cromática maior que a maioria do pessoal, me tenha alertado mais). Pelo que li as Green Spot podem resultar de uma carência de Fosfatos. Pelo que sei a ADA defende que estes são adicionados ao sistema através da comida dos peixes. Ora se 3 dias sem alimentar os peixes fizeram que a presença destas algas fosse evidente para mim (já disse que tenho alguma hipersensibilidade cromática), logo será que eu estou a subalimentar a minha fauna? Testes, raramente faço nesta fase e se morrer um peixito ou um camarão com certeza que não conseguirei dar por isso a não ser que veja o cadáver. Abraço e obrigado! Olá Vasco, obrigado pela tua resposta.
  15. C Mocho

    Panorâmico 140

    Olá pessoal. tenho uma questão que talvez algum de vós tenha a amabilidade de me fazer compreender: No fim de semana passado estive fora de casa... a pessoa que ficou a cuidar da casa (e do aquário) seguiu as minhas instruções mas achei mais adequado pedir-lhe apenas para colocar umas bombadas de fertilizante, pareceu-me mais seguro ficar 2 ou 3 dias sem alimentar os peixes do que arriscar a chegar e ver a embalagem vazia com peixes a boiar e admito que efetivamente não tive tempo (e pachorra) para dividir a alimentação nas doses diárias que costumo dar (até porque mesmo neste aquário, confesso que se não utilizar alguns "truques", a comida vai toda parar ao fundo sem os peixe a terem tempo de comer)... O facto é que volvidos 3 dias (apenas 3 dias!), quando cheguei verifiquei que as minhas pedrinhas tinham ficado todas esverdeadas. Sim, 3 dias e quando cheguei tinha um tom novo no aquário. Não estava coberto de algas, apenas tinha as pedras (Dragon Stone = amarelo) com um tom esverdeado. Estava bonito, sim, mas não era a mesma coisa! Este facto levou-me a pensar que algo aqui aconteceu que eu ainda não entendi muito bem. O aquário tem 145 litros/brutos (talvez 115 reais). Fertilizo com ADA Brighty K (7ml/dia) e com ADA Brighty Mineral (6ml/dia). Sim, a fase menos serena descrita no post anterior já havia passado e eu já estava há quase 3 semanas no "corte" de fertilização. Em 3 dias ficou tudo mais esverdeado (sem excesso, como podem ver na imagem anterior, mas notoriamente mais verde do que estava). Algumas greenspot apareceram nos vidros, mas muito poucas... Poderá isto estar associado a uma falta de Fósforo, que sempre tem estado indetetável nos testes que tenho efetuado desde o início da montagem? Eu sei que os crânios da ADA acham (atualmente), que o Fósforo suficiente é adicionado através da comida fornecida à fauna, mas 3 dias??!!!... Já disse anteriormente que acho que falta aqui qualquer coisa para as plantas se desenvolverem como eu gostaria, mas tenho sempre associado isso ao facto de ter várias plantas que se alimentam pelo sistema radicular eu apenas ter colocado ADA Amazonia Light no substrato. 3 dias?!... Será que os meus peixinhos também andam a passar fome ou serão apenas as plantas?

Tempo de vida do fórum


Data de criação do fórum: March 16, 2003 00:00:00