gmmartins

.Membro
  • #Conteúdo

    1785
  • Registado Em

  • Última Visita

  • País

    Portugal

Reputação

19 :)

Sobre gmmartins

  • Rank
    Membro Entusiasta

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Ponta Delgada (Açores)
  • Localização
    Ponta Delgada
  1. gmmartins

    gmmartins

  2. gmmartins

    Dicas para Fertilização Líquida

    Não duvides que dá para ter um tapete de glosso ou cuba com 40w. Quanto à definição de high-tech... ficas com a tua, que o resto do pessoal todo fica com a outra.
  3. gmmartins

    cianobactérias com azitromicina

    certo... e despejaste mais uma quantidade de antibiotico no sistema só para te livrares dumas simples ciano. quando precisares para matar uma penumonia, pode ser que tenham resistência e tenhas que levar tratamentos mais agressivos. eu sou absolutamente contra o uso de antibioticos para este fim. O meio, não justifica o fim. Um blackout faz exactamente o mesmo resultado. Se não der, é porque ou foi mal feito, ou não eram ciano.
  4. gmmartins

    Refrigeração dos fertilizantes líquidos

    Para quê complicar o que é simples. mantém-nos dentro de um armário ou algo do género para evitar a fotodegradação de alguns compostos.
  5. gmmartins

    Dicas para Fertilização Líquida

    Vasco. A definição vai para além do que tu ou eu pensamos. A definição de high-tech tem a ver com o suplemente de carbonoso (seja via CO2 ou excel). Não há nada que contra-argumentar. é uma definição. Assim, um aqua com 500L e 50 W de luz será high-tech se tiver CO2. Eu poria 40W em cima de um aqua de 100L sem qualquer problema. Estás enganado em relação à necessidade última de quantidade de luz. O carbono tem tanto ou mais efeito. Um aquário com luz fraca, e plantas "fáceis" cresce que é um disparate com CO2. Se queres vê esta experiência feita pela TROPICA Vais ver que um aumento da luz (sem aumentar o CO2) resulta num crescimento da planta 6.5% maior. O aumento do CO2 (sem aumentar a luz) resulta num crescimento da planta 4.1% maior. Logo, ambos têm praticamente o mesmo efeito. A luz é o motor da fotossíntese mas sem carbono não há fotossíntese. É preciso não esquecer. E no meio aquático (e nos nossos aquários) o CO2 é muito mais limitante do que luz. Como de um ponto de vista pratico muito luz pode ter consequências menos desejáveis (por causa de algas e afins), é muito melhor pratica manter pouca luz e aumentar o CO2. Podes manter um aqua grande com exel à vontade. O único inconveniente que vejo é o preço que isso iria custar. De resto, é uma fonte de carbono como qualquer outra. Os aquas low-tech são limitados pelo CO2 (e não pela luz como se pensa). Mas independentemente disto, este está lá. Caso contrário as plantas não cresciam. Para além disto, há plantas com outros mecanismos de captação de carbono para além do CO2. Por exemplo, as Valisnerias fazem-no a partir do solo. Da mesma forma, as Isoetes também têm mecanismos de captação de carbono alternativos. Quem não consegue fazer isto são as algas. As plantas são seres superiores, muito mais evoluídas e complexas.
  6. gmmartins

    Takashi Amano - ADAview

    Tanta fantochada... Parece muito pouco ADA, digo eu.
  7. gmmartins

    Algas castanhas?

    O que tu deves fazer é ler. Há muita informação sobre isto. A falta de fosfatos é que causa algas. Não o contrário.
  8. gmmartins

    Dicas para Fertilização Líquida

    Não vasco, está errado. A designação de high-tech não tem nada a ver com a quantidade de luz. Tem apenas e só a ver com o suplemento de carbono. Se metes carbono (CO2, carbono líquido) então tens um high-tech. Aliás, por suscitar estas dúvidas é que em muitos sites estrageiros (e.g. UKAPS) se está a adoptar mais outra designação: high-enery ou low-energy. Tem a ver com o metabolismo das plantas. Se metes carbono elas aceleram o metabolismo. Excel = Easycarbo = Gluteraldeído.
  9. gmmartins

    Dicas para Fertilização Líquida

    O gluteraldeído (composição do excel) desaparece passado umas horas pelo que deverás dar quando as luzes acendem ou até mesmo um pouquinho antes. A fertilização é um pouco indiferente, desde que dês sempre à mesma hora.
  10. gmmartins

    Algas castanhas?

    Paulo. Esse níveis de nutrientes que tens não são problemáticos e aliás, até são desejáveis para quem tem plantas. Se estás a fazer TPAs para te livrares deles é um erro. Os nutrientes são comida para as plantas.
  11. gmmartins

    Algas castanhas?

    Tal como tu, também eu vim aqui para ajudar. Esses níveis de nutrientes são normais e desejáveis. E eu também já pesquisei sobre a toxicidade e em todos os artigos que vi eram sempre valores muito mais altos do que aqueles que temos nos nossos aquários (para cima de 100 ppm - e é por baixo). O senso comum está cheio de erros e mitos... Antigamente também era do senso comum que o Sol girava à volta da Terra. O lavrar a terra não tem só a ver com arejamento (que não é a mesma coisa que oxigenar - uma coisa é ar, outra é oxigénio que corresponde a apenas 20% da composição do ar), mas também a ver com o deixar a terra fofa para ser mais fácil plantar, entre outras coisas. E sim, o solo compactado afecta as plantas, mas tu achas mesmo que a caganita de solo que a gente usa tem esse efeito? "A areia de sílica costuma libertar muitos fosfatos". Esta ainda não tinha lido eu. Mas de onde é que eles vêem? Não é da areia com certeza que não tem fosfato na sua composição. E mesmo que os libertasse eram comida para plantas de borla.
  12. gmmartins

    Dicas para Fertilização Líquida

    A resposta é muito simples... mas como sabes e/ou garantes que tens quantidades satisfatórias de nitratos e fosfatos? Todos os nutrientes são importantes, mas ainda os macronutrientes. Porque achas que se chamam macronutrientes? É comida de plantas. Para além disto, um aquário com metabolismo acelerado (que é o que acontece quando suplementamos carbono) consome, obrigatoriamente, mais nutrientes. Quando metes excel (ou easycarbo) ficas com um high-tech.
  13. gmmartins

    Algas castanhas?

    Tóxico talvez... mas isso são muitos ppms (e bota muitos em cima). Limitar os outros... não percebo como. Se estiver em falta tudo bem (Princípio de Liebig), mas por excesso não faz muito sentido. "Se produzem oxigénio pelas raízes quer dizer que respiram, certo?" Errado... Na respiração é que se consome O2 (e as plantas também o fazem). Mas quando produzem O2, elas estão a fotossintetizar e não a respirar. Logo, um solo compactado não pode limitar a fotossíntese. Para além disto, era preciso que as raízes fossem um órgão assim tão simples. Vocês subestimam as raízes. Elas são o coração das plantas. Podes perder a parte toda de cima da planta e ela volta a crescer. É por causa das raízes. Para além disto, não falta lama e vaza (que compacta muito mais do que areia) no fundo dos habitats onde as plantas vivem no seu meio natural. E para além disto, as plantas podem respirar, absorver nutrientes, e tudo mais a partir das folhas e depois canalizar estes "produtos" para as raízes. São seres muito mais complexos do que a maioria do pessoal pensa. Se fosse só por estarem em areia que morriam estavam bem tramadas.
  14. gmmartins

    Pode-se transplantar um tapete de eleocharis ?

    Acho que a maneira mais simples será tirar alguns pés e começar de novo noutro aquário. Não estou bem a ver como vais transplantar tudo sem fazer uma grande m***a.
  15. gmmartins

    Algas castanhas?

    Não concordo com nada disto. Primeiro, nunca ouvi falar de envenenamento por fosfatos que é um macronutriente essencial. Segundo, que eu saiba são as plantas que produzem oxigénio e que o libertam, entre outros, no substrato através das raízes e não o contrário.

Tempo de vida do fórum


Data de criação do fórum: March 16, 2003 00:00:00